Sudão: agora chega!

O presidente do Sudão, al-Bashir, é um dos piores assassinos em massa do mundo. Denunciado pelo Tribunal Penal Internacional por genocídio, durante 20 anos ele tem massacrado repetidamente comunidades inteiras que enfrentaram seu governo. E ele está fazendo isso de novo, mas nós podemos impedi-lo de uma vez por todas.

Neste exato momento, al-Bashir está bombardeando mulheres e crianças nas montanhas Nuba, enquanto seus soldados vão de porta em porta cortando as gargantas de famílias inteiras. Durante décadas, as lideranças mundiais têm vergonhosamente permitido a revoltante brutalidade de al-Bashir em troca da manutenção de seu acesso às grandes reservas de petróleo controladas pelo governo sudanês. Porém, nesta semana as coisas estão mudando: o Sudão está se dividindo em dois, a inflação e os preços de alimentos estão disparando e Bashir nunca teve tão pouco controle do poder como agora.

Vamos enviar uma avassaladora mensagem a nossas lideranças dizendo que agora já chega e exigindo que elas deem fim imediato à escandalosa falta de ação, prendendo esse monstro, impondo pesadas sanções a seus cúmplices e comprometendo-se a proteger o Sudão de um genocídio. Clique no link abaixo para assinar a petição e divulgar esta campanha. A petição será entregue aos membros do Conselho de Segurança da ONU quando conseguirmos 300.000 assinaturas: http://www.avaaz.org/po/sudan_enough_is_enough/?vl.

As montanhas Nuba estão em estado de sítio. Na década de 1990, Al-Bashir matou toda uma geração de homens, mulheres e crianças nessa região e agora está de volta para brutalizar os sobreviventes. Mas em poucos dias o sofrido povo do Sudão do Sul finalmente adquirirá sua independência, tomando o controle de grande parte do petróleo que al-Bashir usa para comprar a cumplicidade de outros países para com os crimes que ele tem cometido. Bashir também está enfrentando protestos pró-democracia, agravamento da situação econômica e tensas relações com a China, que há muito tem sido sua protetora. Esta é a nossa melhor oportunidade em décadas de organizar a mobilização internacional necessária para dar fim ao brutal governo de al-Bashir.

Pesadas sanções internacionais, um plano orquestrado internacional para prender al-Bashir e outros denunciados pelo Tribunal Penal Internacional e um comprometimento de proteger o povo sudanês de outros crimes contra a humanidade sinalizam para al-Bashir que a brincadeira acabou, enfraquecem a posição que ele ocupa em seu próprio regime e mostram ao povo sudanês que seu governante não goza mais de impunidade pelos crimes cometidos. Os sudaneses – no Sul, em Darfur, em Nuba e muitos outros lugares – esperaram tempo demais para o mundo assumir a defesa da humanidade e da justiça. Vamos sair em defesa deles agora mesmo: http://www.avaaz.org/po/sudan_enough_is_enough/?vl.

É quase impossível imaginar o desespero e o terror sofridos por mulheres e crianças em Nuba nos dias de hoje ou em Darfur no passado. Uma grande mancha na consciência do mundo inteiro é o fato de não termos tomado as medidas necessárias para impedir o reinado de terror de al-Bashir. Vamos acabar com esse reinado agora mesmo, com um gigantesco protesto pedindo uma ação concreta dos chefes de governo.

Com esperança, Ricken, Stephanie, Alice, Morgan, Rewan e o resto da equipe da Avaaz.

Fontes

Apoie a comunidade da Avaaz! Nós somos totalmente sustentados por doações de indivíduos, não aceitamos financiamento de governos ou empresas. Nossa equipe dedicada garante que até as menores doações sejam bem aproveitadas — clique para doar.

Blog do Ilhota Rock agora com nova extensão

Blog do Ilhota Rock

Em comemoração aos oito anos de Ilhota Rock Festival, o blog tem uma novidade que vai além de ser um contador de história e um promovedor da cena musical em nossa região. A partir de hoje não carregamos mais o peso do “wordpress” na extensão. Simplesmente, somos agora “.com”, sou seja, somos www.ilhotarockfestival.com.

Essa nova “roupagem” no endereço mais usado da região facilitará a interatividade bem como a memorização do endereço, proporcionando maior agilidade na conexão.

O blog do Ilhota Rock já passou por inúmeras transformações, mas nunca perdeu sua essência, seu principal objetivo, em divulgar primordialmente o evento, as ações do Clube do Rock, a cidade de Ilhota, dar destaque as bandas da região e da cena independente, além de proporcionar um debate bem incomum, com a publicação de postagens que foge um pouco da mídia tradicional, alais, a galera roqueira também pensa!

O blog foi criado oficialmente em 17 de outubro de 2009 para ser uma rede de informação da quinta edição do festival que aconteceu no dia 5 de dezembro 2009, mas não chegou a ser concretizar por desconhecermos essa importante ferramenta. Oficialmente, desde que foi postado a primeira publicação (que pode ser conferido por esse link) no dia 27 de janeiro de 2010 o blog não parou mais. Hoje o blog contabiliza 93.792 acessos, e desde a nossa primeira postagem, foram 633 dias que estamos oficialmente no ar, contabilizamos uma média de 388 acessos. Em 2009 foram míseros 17 perdidos que passaram pelo blog em construção. Já em 2010 contamos 40.418 acessos e 2011, até o momento, são 53.357. E nosso maior pico foi em 28 de março de 2011 com 515 clicadas. Possuímos 715 artigos postados, 21 páginas, 61 categorias, 1.407 tags e 184 comentários. Se continuarmos a essa velocidade, ao completarmos um ano e meio que estamos oficialmente no ar, chegaremos à marca de 100 mil acessos!

Logo teremos mais novidades. Pensado na organização e difusão da marca, o Clube do Rock além de registrar o domínio www.ilhotarockfestical.com, que serve como domínio oficial do blog, contratamos os serviços de hospedagem e o domínio www.ilhotarockfestical.com.br. Brevemente, teremos um site a altura de nosso festival.

E o blog? O blog nunca sairá do ar!

Operação Sentinela aumenta a apreensão de drogas e contrabando nas fronteiras

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, apresenta balanço dos 30 primeiros dias da Operação Sentinela no contexto do Plano Estratégico de Fronteiras. Ao lado, o diretor do Departamento de Polícia Federal, Leandro Daiello. Foto: Valter Campanato/ABr

A apreensão de pelo menos 11 toneladas de maconha e cocaína, 283,7 mil aparelhos eletrônicos e 358 mil pacotes de cigarros, além da prisão em flagrante de 550 pessoas. Este é o balanço do primeiro mês Operação Sentinela – parte do Plano Estratégico de Fronteiras – divulgado nesta segunda-feira (11/7), pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Segundo Cardozo, o resultado mostra que a fiscalização ostensiva, aliada a ações de inteligência e a integração com outros países, é capaz de coibir crimes transnacionais como o tráfico de drogas e armas e o contrabando de produtos.

De acordo com o ministro, as apreensões de maconha subiram 64,2% em comparação ao total apreendido de janeiro a maio de 2011. Segundo o relatório de junho deste ano, 10,5 toneladas de maconha foram apreendidas enquanto o total de janeiro a maio ficou em 6,38 toneladas. O volume de cocaína apreendida (527,38 Kg) é 233 vezes maior do que a quantidade em junho de 2010.

A comparação dos dados é relativa, porque as apreensões ou prisões não serão necessariamente constantes. O objetivo do plano de fronteiras é o enfrentamento do crime e, ao longo do tempo, reduzir apreensões e prisões. Agora, os resultados desse primeiro mês de Operação Sentinela são particularmente significativos porque revelam o efeito da fiscalização mais intensa nas áreas fronteiriças.

O impacto no tráfico não se mede apenas pelas 11 toneladas de drogas já apreendidas. Numa nova estratégia de atuação na fronteira e sem interferir na soberania dos países vizinhos, o Brasil tem empreendido esforços para a erradicação de plantações de coca e de maconha nos territórios do Peru e do Paraguai. Cerca de 900 hectares de coca (que originariam 600 quilos de cocaína) e 600 hectares de maconha (que produziriam 1,2 mil tonelada da droga) estão sendo destruídos pela Polícia Federal junto com as polícias peruana e paraguaia.

“A nova estratégia tem foco na inteligência e no trabalho integrado dos agentes de segurança pública do Brasil e dos países vizinhos. Isso é fundamental para enfrentar o tráfico e os demais ilícitos transnacionais”, disse o ministro.

Abordagem multiplica

A execução do Plano Estratégico de Fronteiras intensificou as abordagens policiais, que aumentam a probabilidade de apreensão de drogas e demais produtos ilegais, além de inibirem o crime. Comparando junho de 2010 com junho de 2011, houve um aumento de 287% no número de pessoas abordadas, subiu de 70.266 para 271.985.

O número de veículos abordados aumentou quase 14 vezes. Passou de 13.974 em junho de 2010 para 194.288 este ano. No caso das embarcações, o número de abordagens foi três vezes maior, foi de 127 em 2010 para 415 em 2011.

Foram presas, em junho de 2011, 550 pessoas em flagrante e apreendidas 40 armas de fogo. Esses quantitativos de um único mês são próximos aos cinco primeiros meses do ano: 530 presos em flagrante e 46 armas apreendidas. Foram cumpridos, em junho de 2011, 44 mandados de prisão. É quase o dobro do registrado de janeiro a maio deste ano: 25.

Em junho de 2011, foi apreendido um volume de pacotes de cigarros (358.221) seis vezes maior do que o de janeiro a maio. Comparando os mesmos períodos, a quantidade de aparelhos eletroeletrônicos apreendidos aumentou 155 vezes (283.705).

Para melhorar o controle das fronteiras, houve aumento no efetivo policial (números não divulgados por questão de segurança) e também investimentos em equipamentos e recursos tecnológicos. No dia 30 de junho, como parte do plano, foram entregues aos 11 estados em região de fronteira uma primeira leva de equipamentos: 48 viaturas, 506 capacetes e 110 armas de menor potencial ofensivo, ao custo de R$ 7.136.768,00. A partir desta semana, ações de fiscalização ganham força com o aumento do efetivo da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O Plano Estratégico de Fronteiras foi lançado pela presidenta Dilma Rousseff e pelos os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, e da Defesa, Nelson Jobim, no dia 8 de junho. Com foco na inteligência e coordenada pelo Ministério da Justiça, a Operação Sentinela tem a atuação conjunta da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Força Nacional, além da própria Secretaria Nacional de Segurança Pública. Estão em andamento operações integradas entre os órgãos de segurança pública federais e as Forças Armadas (Ministério da Defesa), responsáveis pela Operação Ágata.

Nova presidência da Cisp será empossada nesta quarta

Logo da Comissão Intermunicipal de Segurança Pública - Cisp

Itajaí – Em reunião aberta à comunidade, entidades e autoridades da região, a Comissão Intermunicipal de Segurança Pública (CISP) empossa neste dia 13 a nova presidência que terá gestão de um ano.

O encontro marcado para as 9h no plenário da Câmara de Vereadores de Camboriú também comemora os dois anos de criação da CISP, que surgiu após uma audiência pública na Casa de Leis de Balneário Camboriú, em 13 de julho de 2009.

Santiago Martin Navia, que presidiu a CISP nestes dois anos passará a função para a Vereadora de Itajaí Susi Bellini. Já o Vereador de Balneário Camboriú José Carlos Hannibal entrega a Vice-Presidência para Giovane Pasa, de Balneário Camboriú. Elizângela Cardoso (Itajaí) e Dialison Vitti (Ilhota) assumem a Secretaria Executiva e Comunicação.

Segundo o atual Presidente, Santiago Martin Navia, a comissão foi ganhando força e expressão durante estes dois anos e hoje já conta com a participação efetiva de representantes dos municípios de Itajaí, Balneário Camboriú, Camboriú, Navegantes, Penha, Ilhota e Itapema.

Susi Bellini participa ativamente da CISP desde a fundação e também preside a Comissão Permanente de Segurança Pública da Câmara de Vereadores de Itajaí. “A CISP depois de dois anos de intenso trabalho continua unida, focada e o principal: com membros interessados em resolver os problemas da região, suprapartidariamente”, disse a parlamentar.