Juventude de Ilhota planeja etapa municipal de conferência nacional

A Assessoria da Juventude de Ilhota participou na última quinta-feira (14) do seminário “Os movimentos juvenis de Santa Catarina e a intervenção na 2ª Conferência Nacional da Juventude”, realizado em Joinville. A partir do evento, o coordenador Dialison Cleber Vitti, já planeja fazer uma etapa municipal do encontro. “Esta será a primeira conferência que a municipalidade promoverá desde que a secretaria nacional da juventude foi constituída. A primeira conferência nacional ocorreu em 2007”.

O tema “Conquistar Direitos, desenvolver o Brasil” será utilizado para aproximar o governo dos jovens, consolidando ações de governo e organizando o segmento. “O seminário teve a participação do representante do Conselho Nacional da Juventude, Murilo Parrimo Amatneeks. Temos até o dia 1º de agosto pra fazer a chamada de nossa conferência. Não há data confirmada para realização da etapa municipal, mas pretendemos realizá-la no final do próximo mês, de acordo com o calendário que prevê a realização de 1º junho à 18 de setembro da estadual. Já o encontro regional está marcado para o dia 19 de agosto”.

Anúncios

Brasil tem mapa que mostra situação dos recursos hídricos

O Brasil conta com mecanismo capaz de mostrar qual é a situação da água no país levando em conta aspectos como disponibilidade hídrica, qualidade da água e gestão de recursos hídricos. Nesta terça-feira (19/7) a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e o diretor-presidente da ANA (Agência Nacional de Águas), Vicente Andreu, divulgaram o Relatório de Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil – Informe 2011.

Com os dados consolidados até dezembro de 2010, o estudo da ANA, que atende a uma demanda do Conselho Nacional de Recursos Hídricos, é uma ferramenta de acompanhamento sistemático e anual da condição dos recursos hídricos e de sua gestão em escala nacional, por regiões hidrográficas, em temas fundamentais para o setor de recursos hídricos, como: volume de chuvas; ocorrência de eventos hidrológicos críticos (secas e cheias); disponibilidade hídrica nas diferentes regiões do Brasil; os usos múltiplos da água (irrigação, saneamento e hidroeletricidade, por exemplo); qualidade das águas; a evolução dos comitês de bacias; o planejamento, a regulação e a cobrança pelo uso dos recursos hídricos.

O trabalho registra melhorias na qualidade da água na última década em algumas bacias brasileiras, que receberam investimentos em tratamento de esgotos. Além disso, o estudo mostra que em 2010, 19% dos municípios brasileiros decretaram situação de emergência ou estado de calamidade pública devido à ocorrência de cheias ou problemas de estiagem ou seca, sendo que o número geral desses registros caiu de 1967, em 2009, para 1184 no ano passado. No aspecto da gestão de recursos hídricos, o Informe 2011 indica um aumento do número de comitês de bacias e da área de cobertura do território nacional por planos de recursos hídricos (51% do território nacional) – planos diretores que visam a fundamentar e orientar a implementação do gerenciamento e da Política Nacional de Recursos Hídricos.

O Informe 2011 contém uma análise considerando de forma integrada os aspectos de quantidade (relação entre demanda de água e oferta – balanço quantitativo) e qualidade da água nas bacias brasileiras. Os resultados dessa avaliação apontam para um conjunto de bacias críticas, onde há maior potencial para ocorrência de conflitos pelo uso da água, que deverão merecer atenção crescente por parte dos gestores de recursos hídricos.

Para a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, o Relatório de Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil – Informe 2011 é uma ferramenta importante para que o País conheça a realidade da condição de suas águas. “O acompanhamento e a avaliação da situação dos recursos hídricos em escala nacional pelo Relatório subsidiam a definição das ações e intervenções necessárias para a melhora da quantidade e da qualidade das águas”, afirma.

Segundo o diretor-presidente da ANA, Vicente Andreu, o Informe 2011 permite o acompanhamento dos desafios e da evolução do setor de recursos hídricos no Brasil. “Por meio do Relatório de Conjuntura, os gestores públicos têm um panorama da situação dos recursos hídricos do País, o que permite a evolução da gestão de nossas águas”, destaca.

Para a elaboração do Relatório de Conjuntura – Informe 2011, a ANA contou com a parceria da Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente (SRHU/MMA), Departamento Nacional de Obras contras as Secas (DNOCS), do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e de todos os órgãos gestores estaduais de recursos hídricos e meio ambiente.

A primeira edição do Relatório de Conjuntura foi lançada em 2009, em reunião do Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH). No ano seguinte, o trabalho serviu de base para a 1ª atualização do Plano Nacional de Recursos Hídricos. Entre 2010 e 2012, estão previstos Informes anuais que atualizam os dados do estudo.

Ensaio sensual de mulheres comuns


Gina Stocco

Gina Stocco produz books sensuais de mulheres comuns com muita elegância e sofisticação.

Há dois anos, mostra a sua arte de fotografar no   programa Super Pop, da Rede TV  , no quadro A Patroa é um Avião. Nele, Gina revela de forma sutil toda a essência da mulher em belíssimas formas e poses. Radicada no Canadá – e tendo vivido parte da infância nos E.U.A. – em sua trajetória, Gina Stocco ganhou experiência fazendo o eixo Brasil/Canadá e Canadá/Brasil.

Estudou Artes Plásticas na Connestoga University – época em que descobriu a vocação pela fotografia. Cursou fotojornalismo na Fenaj, Arfoc e Internacional Press I.F.J. Trabalhou para a Agência Futura Press, fotografando para jornais como a Folha de São Paulo e Jornal do Comércio. Há cinco anos faz a cobertura do São Paulo Fashion Week e produz catálogos de moda para a Fruit de la Passion Lingerie (São Paulo), Calaliy Moda Praia (São Paulo) e Lingerbain (Espanha). Por tudo isso, Gina Stocco é uma das fotógrafas brasileiras mais renomadas na fotografia sensual.

www.belezarevelada.com.br

Mais sobre o Nu Photo Conference

O nu é uma das áreas mais inquietantes e instigantes da fotografia. O nu e o sensual alimentam sonhos, fetiches e, literalmente, faz o ser humano despir-se de qualquer tipo de proteção para revelar de forma pura a sua essência. É a criação divina exposta de maneira inocente e bela.

Por muitas vezes, o nu e o sensual foram confundidos com a vulgaridade. Mas a história tratou de colocar o nu como essência da arte. O objetivo do Nu Photo Conference é reunir em São Paulo, fotógrafos e profissionais de imagem de todo o Brasil para um congresso único, para potencializar a criatividade e as técnicas para a produção, captação e direção de ensaios de nu e sensual.

No ról de palestrantes, os maiores especialistas do país, tanto do mercado editorial, como artístico. O Nu Photo Conference será realizado nos dias 19, 20 e 21 de setembro, no Teatro das Artes, Shopping Eldorado, em São Paulo/SP.

Inscrições: www.nuphotoconference.com.br