Campeonato Catarinense da Liga de Judô acontecerá em Ilhota

Campeonato Catarinense da Liga de Judô acontecerá em Ilhota

Jornal IlhotaA primeira competição de 2012 da Liga Catarinense de Judô acontecerá em Ilhota, no dia 17 de março, no Ginásio Osvaldo Teixeira de Melo, no Centro. O festival será composto pelas categorias infanto-juvenil, pré-juvenil, juvenil, júnior, sênior e master. Os interessados devem entrar em contato com a organização, através do e-mail deptecnicolcj@gmail.com, até o dia 01 de março. A inscrição custa R$20. Cada agremiação poderá inscrever quantos atletas julgar necessário.

O congresso técnico acontecerá no dia 16, às 20h, no local da competição. Luiz Carlos Duarte da Rocha, diretor de Arbitragem da LCJ, e também um dos organizadores, explica que haverá alojamento gratuito para os atletas, técnicos e árbitros que obedecerem os prazos. “Ressaltamos que estes deverão garantir a sua vaga o quanto antes e trazerem colchonete, roupas de cama e banho na oportunidade”.

A competição servirá de classificação para o Campeonato Brasileiro Sul Sudeste da região III, que ocorrerá no mês de maio, na cidade de Divinópolis. “Apenas os que conquistarem o primeiro, o segundo e o terceiro lugar de cada categoria, se classificarão”, encerra Rocha.

Cronograma das competições

  • 09h – Cerimonial de abertura com desfile das delegações
  • 09h45 – Festival (crianças até 10 anos)
  • 10h30 – Infanto juvenil (11 e 12 anos)
  • 13h – Pré- juvenil ( 13 e 14 anos) e premiação
  • 15h30 – Juvenil ( 15 e 16 anos) e premiação
  • 17h – Júnior ( 17, 18 e 19 anos) e premiação
  • 18h – Sênior e Master (+ de 35 anos ) e premiação

Comissão organizadora

  • Prof. Kasuo Konishi – Presidente da LCJ e FIJUSC
  • Prof. Adides Dimas – Secretário Geral da Liga Catarinense
  • Prof. Altair Gonçalves – Diretor Técnico da Liga Catarinense
  • Prof. Luiz Carlos Duarte da Rocha – Diretor de Arbitragem da LCJ
Anúncios

Câmara fará sessão itinerante no Alto Baú

A segunda sessão ordinária do ano reuniu sete vereadores e foi presidida pelo vereador Rogênio Luiz (PSDB), mais conhecido como Deno.

Jornal IlhotaUm requerimento do vereador Roberto Prebianca (PP), aprovado na sessão desta quarta-feira (22), autorizou a Câmara de Vereadores de Ilhota a realizar uma sessão itinerante no Alto Baú num prazo de 45 dias. De acordo com o parlamentar, o mesmo pedido foi feito no ano passado. “No entanto, a mesa diretora não realizou. Este encontro é extrema relevância para discussão e apreciação dos trabalhos realizados pelo legislativo. Na ocasião também poderemos debater assuntos de interesse da comunidade”. O vereador Calinho (PMDB) se mostrou solidário a iniciativa. “Devemos promover várias sessões itinerantes, contemplando todos os bairros do município”, enfatizou.A data ainda não foi definida.

Ainda durante a sessão, o vereador Calinho fez menção a criação do Jornal Ilhota, elogiando o trabalho do meio de comunicação na cidade. “É uma importante ferramenta para transmitir o anseio do povo e nos bem informar”, disse. Em seu discurso também abordou o redimensionamento da energia elétrica no interior. “A visita a sede regional da Celesc, juntamente com a secretária Ana Lucia Wilvert, foi muito importante. Pudemos ver através dos comentário da matéria veiculada no Jornal Ilhota, que as pessoas estão buscando estas melhorias”.

A segunda sessão ordinária do ano reuniu sete vereadores e foi presidida pelo vereador Rogênio Luiz (PSDB), mais conhecido como Deno. O presidente da mesa diretora, Luiz Peixe (PDT), não estava presente por motivos particulares. Apesar de Ilhota ter 12.355 habitantes,  apenas funcionários da casa e cinco moradores estiveram presente na sessão. Deno disse que está preocupado com a falta de participação da comunidade nas reuniões. “É muito importante que as pessoas participem ativamente de nossas sessões, pois assim saberão como é a atuação dos vereadores, o que discutimos e votamos, podendo assim, acompanhar de perto nossos trabalhos”.

Projetos

Na sessão desta quarta-feira (22), três projetos do executivo foram apresentados pela mesa diretora e encaminhados às comissões. O primeiro autoriza o poder executivo a firmar convênio e repassar valores a Associação Acadêmica de Ilhota – AACADI. Neste ano o executivo pretender aumentar o repasse, chegando a R$ 30 mil, divididos em oito parcelas. O segundo autoriza a prefeitura a firmar convênio e repassar valores para Apae. Já o terceiro permite que a prefeitura doe óleo diesel para Associaçõa dos Bombeiros Voluntários de Ilhota.

Fundação Cultural esclarece polêmica sobre concurso Miss Santa Catarina

Corroa de Miss

Jornal IlhotaPor meio de nota, a Fundação Cultural de Ilhota entrou em contato com o Jornal Ilhota para esclarecer a polêmica sobre a participação de uma ilhotense no concurso Miss Santa Catarina. Segue abaixo:

Em nome da Fundação Cultural de Ilhota viemos a público pedir que se levante uma bandeira branca e nossas mais sinceras desculpas no que se refere ao assunto Miss Santa Catarina (concurso que é organizado por uma produtora de eventos independente) e fez contato com esta fundação solicitando o número de telefone de uma jovem que se destacou em uma edição da Expobelga. Gentilmente fornecemos o número, assim como estamos acostumados quando nos ligam pedindo contatos de nossos artistas, pois estão contratando e dando oportunidade aos mesmos. Gostaríamos de mais uma vez de deixar bem claro que não somos nós que escolhemos a candidata, mesmo porque se o fizéssemos faríamos concurso como o da Expobelga, com edital, com inscrição e todos os protocolos legais. De tudo que foi escrito fica tudo, ficam também as palavras, o silêncio, as expressões, o choro, o medo, o desabafo e os nós que foram atados e precisam ser desatados. A comunidade de bem, sugiro que modifiquemos e transformemos tudo isso que ficou para evitarmos males maiores. Em momento algum, alguém com bom senso fez contato conosco ligando aqui para a Fundação Cultural e pedindo informações. Quem fez este contato foi à imprensa, que ficou estarrecida com as palavras escritas que denigrem não somente a imagem de uma pessoa, e sim da família e da cidade. Vivemos na democracia. Ilhota não terá representante no Miss Santa Catarina, mas isso não é uma escolha do poder público e sim da comunidade. Outras informações quanto ao evento podem ser obtidas com Luiz Bozzano (047) 99325207, produtor de eventos e organizador do concurso.

Atenciosamente, Fundação Cultural de Ilhota. (47) 3343-8826

Ponte Hercílio Deeke funciona em meia pista a partir da próxima quarta

Ponte Hercílio Deeke

A partir da próxima quarta-feira (29) a ponte Hercílio Deeke, no Centro de Gaspar, irá funcionar em meia pista. A medida é necessária para a continuação da obra de recuperação da única travessia entre as margens esquerda e direita no município. No local foram instalados dois semáforos, um em cada margem, que farão o controle do fluxo de veículos. A previsão é do trânsito continuar em meia pista até a finalização da etapa da superestrutura.

Gaspar recebe a 93ª reunião do Conselho de Desenvolvimento Regional

Igreja matriz de Gaspar

Gaspar recebe, na sexta-feira (24), o Conselho de Desenvolvimento Regional para a 93ª Assembleia Ordinária. O encontro terá início às 9h e será no Hotel Raul’s (Rua Itajaí, nº 552 – Centro/Gaspar). Na pauta está a análise de 67 solicitações de apoio financeiro nas áreas de Cultura, Desenvolvimento Econômico, Esporte, Infraestrutura, Turismo e Saúde.

Também neste encontro o Diretor-Presidente do Seterb, Rudolf Clebsch, fará a apresentação do Projeto de Integração do Transporte Coletivo Regional para os conselheiros.

Conselho Regional

O Conselho de Desenvolvimento Regional conta com quatro conselheiros de cada município que compõe a Regional. O órgão conta ainda com a presença de um representante da Secretaria de Estado da Fazenda e três representantes da Secretaria de Segurança Pública e Defesa do Cidadão e é presidido pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Regional de Blumenau.

Uma das atribuições do Conselho Regional é a aprovação de recursos estaduais para a realização de projetos em todas as áreas. Todos os investimentos do Governo do Estado na região de abrangência da Secretaria Regional de Blumenau precisam passar pela análise dos conselheiros. Esta é uma oportunidade de participação direta de representantes da comunidade no gerenciamento do recurso público.

As reuniões do CDR são mensais, abertas para a comunidade e ocorrem de forma itinerante entre os cinco municípios da região de abrangência da Secretaria Regional: Blumenau, Gaspar, Ilhota, Luiz Alves e Pomerode. Mais informações sobre o CDR podem ser acessadas pelo site  www.bnu.sdr.sc.gov.br.

GM investe R$ 710 milhões em nova fábrica de transmissões em Santa Catarina

Logotipo da Chevrolet

Santa Catarina está se transformando em um polo automobilístico. O governador Raimundo Colombo, o vice-governador Eduardo Pinho Moreira, o prefeito de Joinville, Carlito Merss, o vice-presidente da GM do Brasil, Marcos Munhoz, e o diretor de Assuntos Institucionais, Luiz Moan, assinaram um protocolo de intenções para investimentos da empresa em Santa Catarina. A cerimônia de assinatura do protocolo de intenções foi realizada, nesta quinta-feira (23), no Centro Administrativo do Governo, em Florianópolis.

A General Motors do Brasil irá investir R$ 710 milhões para construir uma nova fábrica de transmissões de veículos em Joinville. Santa Catarina, de acordo com vice-presidente Marcos Munhoz, foi escolhida por reunir três condições vitais para o desenvolvimento da fábrica. A logística, a mão-de-obra qualificada e a infraestrutura fabril de Joinville foram decisivas para que a GM instalasse sua segunda fábrica no Estado, já que a primeira foca na produção de motores. ”Joinville reuniu todas essas condições e o Estado também foi importante na parceria dos incentivos fiscais, como o Pró-Emprego”, afirma Munhoz.

Santa Catarina também será beneficiada com a instalação da nova fábrica. “O Estado ganha na geração de empregos, em agregação de tecnologia, em competitividade e passamos a ser um polo automotivo, que é um setor muito importante para a nossa economia, e também na receita de impostos”, declara o governador Raimundo Colombo, lembrando que em todo o país a GM já emprega 22 mil pessoas.

A nova fábrica, que será construída no complexo onde hoje estão sendo finalizadas as obras civis da fábrica de motores, iniciará operações em 2014 e terá uma capacidade de produção de 150 mil transmissões por ano, em sua primeira fase de instalação. A implantação da nova fábrica vai gerar 350 empregos na primeira fase. Ela terá uma área construída de 50 mil m2 e a previsão de faturamento é de R$ 200 milhões por ano. “Ao investir em uma nova fábrica de transmissões, a GM reafirma a importância do Brasil no cenário automotivo internacional como centro produtor determinado a superar desafios estruturais para ser competitivo”, destaca Marcos Munhoz.

O que vai produzir?

Trata-se de uma transmissão “estado da arte” de seis marchas, com alta eficiência e maior capacidade de torque, para cobrir uma gama de aplicações. Metade da produção terá como destino o mercado local, substituindo importações, e a outra metade será exportada para a Europa.

Números da GM no mundo e no Brasil

A General Motors Company e seus parceiros produzem veículos em 30 países e a companhia ocupa posições de liderança nos maiores mercados e de mais rápido crescimento do mundo. As marcas da GM incluem Chevrolet e Cadillac, além de Baojun, Buick, GMC, Holden, Isuzu, Jiefang, Opel, Vauxhall e Wuling.

No Brasil a GM fabrica e comercializa veículos com a marca Chevrolet há 87 anos. Em 2011, no país, a Chevrolet vendeu mais de 630 mil veículos. Desde 2008, a companhia já investiu R$ 5,3 bilhões no Brasil e se consolidou como segundo maior mercado da marca Chevrolet em todo o mundo. “O Brasil é o terceiro maior mercado da GM hoje em dia, ficando atrás apenas da China e dos Estados Unidos”, revela Moan.

Governo de SC estuda desde 2011 novo modelo de gestão da alimentação escolar

alimentação escolarCom relação à decisão do Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região que anula o edital de concorrência de 2008 de tercerização da  alimentação escolar na rede pública estadual, a Secretaria de Estado da Educação (SED) informa que a Procuradoria Geral do Estado (PGE) está analisando os dados e que ainda cabe Recurso. “Neste momento estão sendo mantidos os serviços de alimentação escolar, normalmente”, tranquiliza o secretário-adjunto da SED, Eduardo Deschamps. Atualmente cerca de 400 estudantes das escolas da rede pública estadual são beneficiados com os alimentos.

Segundo Deschamps, a partir da análise da PGE,  a SED tomará as medidas cabíveis e serão, devidamente, repassadas aos gestores das 1.308 escolas da rede. Em mil unidades escolares está vigorando o modelo descentralizado e em 250, a autogestão. A decisão de entrar com Recurso caberá à própria Procuradoria.

No dia 1º de  de novembro de 2011,  o Governador Raimundo Colombo reforçou o compromisso de implantar um modelo de autogestão da alimentação escolar. O acordo ocorreu durante audiência com deputados estaduais, representantes do Sinte, de conselhos de alimentação e cooperativas de agricultores, no Centro Administrativo.

 Desde o ano passado um Grupo de Trabalho, formado por representantes de instituições públicas, entidades, Sinte e conselhos de Alimentação.  vêm estudando  um novo modelo de “gestão com qualidade” e incentivando à agricultura familiar. O novo modelo está previsto para  ser implantado como projeto piloto, a partir de 2012, em uma ou mais das 36 regionais do Estado.

Em Santa Catarina, já funcionaram os sistemas público e terceirizado da merenda. Mas a meta de Colombo, agora,  é adotar o sistema de autogestão, com qualidade, utilizando os produtos tradicionais de cada região, contribuindo para o fomento da renda de agricultores e produtores catarinenses.

Alimentação de qualidade, valorização da agricultura familiar, educação de bons hábitos alimentares, infraestrutura adequada entre outros quisitos foram discutidos durante a reunião do Grupo que é composto por representantes do Executivo, do Legislativo e entidades ligadas à agricultura e à nutrição escolar.

Composição do Grupo de Trabalho (sujeito a mudanças) : Representantes do Executivo Estadual (titulares): Eduardo Deschamps (coordenador) – Secretaria de Estado da Educação (SED/SC); Carla Rejane Guimarães de Oliveira – SDR de Grande Florianópolis; Leandro Morais de Morais – Secretaria de Estado da Fazenda; Rogéria Rebello Diegoli – SED/SC. Suplentes: Bárbara Lebarbenchon Moura – Procuradoria-geral do Estado (PGE); Leomar Marmentini – SED/SC.

Representantes do Poder Legislativo: titular – Joarez Ponticelli; suplente – Darci de Matos; titular – Dirceu Dresch; suplente – Luciane Carminatti. Representantes das entidades: titular – Manuella de Souza Machado – Centro Colaborador de Alimentação e Nutrição Escolar (Cecane), suplente – Álvaro Santin – Cooperativa Cenral de Reforma Agrária de Santa Catarina; titular – Natal Magnantti – Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional de Santa Catarina (Consea/SC); suplente – Otanir Mattiola – União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Solidária (unicafes/SC); titular – Antônio Augusto Mendes – Conselho Estadual de Alimentação Escolar (CAE/SC); suplente – Alexandre Bergamin – Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (Fetraf-Sul).

Governador lança plano de prevenção contra enchentes em Itajaí

Governador lança plano de prevenção contra enchentes em Itajaí

O Plano Diretor com ações do Estado para a prevenção e mitigação de desastres na Bacia do Rio Itajaí foi lançado pelo governador Raimundo Colombo, nesta quinta-feira (23), no Teatro Municipal de Itajaí. O objetivo é prevenir os estragos causados pelas chuvas na região, que passa a contar com medidas de precaução no controle de enchentes e escorregamentos. Na ocasião, também foi assinado o edital de licitação para contratação dos projetos de construção das comportas do Rio Itajaí-Mirim. Ao todo, são três editais que representam um investimento de R$ 135 milhões.

Segundo o governador, ao longo dos anos, a região sofre consideravelmente com as enchentes. “Lembro que em 1983, 1984, 2008 e 2011, tivemos momentos tristes devido às cheias e agora estamos propondo essas 14 medidas de impacto. Com os resultados desse projeto, poderemos ter evidências de uma região protegida por meio do monitoramento e alertas efetivos, avisando as pessoas para lhes oferecer maior segurança”, disse Colombo.

Para o secretário de Desenvolvimento Regional de Itajaí, Fabrício de Oliveira, a importância do ato se deve ao fato do Governo do Estado tratar este caso apresentando um plano arrojado. “Um verdadeiro momento histórico em um projeto ousado que, com certeza, proporcionará segurança para toda a região do Vale do Itajaí. Uma região que sofreu muito com as cheias e que agora poderá ter esse sofrimento amenizado”, ressaltou Oliveira.

O projeto de prevenção foi feito pela Agência de Cooperação Internacional (Jica) e apresentado em setembro de 2011 à Defesa Civil do Estado. A região do programa abrange 53 municípios e representa mais de 20 % da população catarinense. O plano completo compreende medidas estruturais e não estruturais. A implantação das ações propostas no Projeto de Prevenção e Mitigação de Desastres na Bacia do Rio Itajaí, no prazo de cinco anos, contribuirá para a diminuição da vulnerabilidade desta região.

O valor da implantação é de R$ 1,5 bilhão e as ações se fundamentam em: sistema de monitoramento, alerta e alarme da Bacia do Rio Itajaí, que servirá para avaliar a chegada das águas (R$ 25 milhões, no prazo 18 meses); sobrelevação das barragens de Taió e de Ituporanga (R$ 33 milhões, no prazo 36 meses), aumentando assim a quantidade de armazenamento da água em 35 milhões de litros; medidas de prevenção de escorregamentos em rodovias (R$ 54 milhões, prazo 36 meses); construção de comportas no Rio Itajaí-Mirim (R$ 44 milhões, no prazo 36 meses); construção de sete barragens de pequeno porte (R$ 211 milhões, no prazo 42 meses); construção de uma barragem de médio (R$ 95 milhões) no Rio Itajaí-Mirim.

Como prioridade seguinte, vão ocorrer obras de melhoramentos nos canais dos rios Taió, em Rio do Sul, Timbó, Ilhota, e em Blumenau; obras de melhoramentos nos canais dos ribeirões Garcia e Velha, em Blumenau; e construção de canal extravasor no Rio Itajaí- Açu.

O encontro desta quinta contou com a presença do secretário de Estado da Defesa Civil, Geraldo Althoff; prefeitos e vice-prefeitos da região; secretários municipais, secretários de Estado e secretários regionais; além de representantes políticos regionais , membros do Conselho do Desenvolvimento Regional, representantes de entidades e órgãos da sociedade civil organizada, administração portuária, autarquias, associação de moradores, empresários e comunidade.

Após a apresentação do Plano Diretor em Itajaí, o governador seguiu para Blumenau para apresentar o plano e assinar o edital de licitação para a aquisição de Radar Meteorológico. Nesta sexta-feira (24), Raimundo Colombo estará no município de Rio do Sul para assinatura do edital de licitação para contratação dos projetos de sobrelevação das barragens das barragens de Taió e Ituporanga.

Projeto institui Semana de Conscientização contra a Obesidade Infantil

Obesidade Infantil

O deputado estadual Carlos Chiodini apresentou Projeto de Lei (PL) para auxiliar no combate, em Santa Catarina, de uma das doenças que afetam muitas crianças em todo o mundo. O PL n.º 0013.6/2012 Institui, no âmbito do Estado de Santa Catarina, a Semana de Conscientização contra a Obesidade Infantil.

De acordo com Chiodini, “uma em cada três crianças brasileiras, com idade entre 5 e 9 anos, está com o peso acima do recomendado pela Organização Mundial da Saúde e pelo Ministério da Saúde. O índice entre jovens de 10 e 19 anos com excesso de peso passou de 3,7% em 1970 para 21,7% no ano de 2009, conforme dados de pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas nos anos de 2008 e 2009. É importante pensarmos na saúde  de nossas crianças agora, para que não sofram no futuro”.

O projeto institui em Santa Catarina, a Semana da Conscientização contra a Obesidade Infantil, que deverá acontecer na primeira semana do mês de julho. As comemorações compreenderão ações de promoção à saúde, prevenção e controle da obesidade infantil.

O proponente do PL, Chiodini, comenta que “a Semana de Conscientização contra a Obesidade Infantil deve esclarecer aos pais e à sociedade em geral a importância de uma alimentação saudável e exercícios físicos regulares. Além disso, deve-se manter o controle através de acompanhamento médico, desenvolvendo práticas educativas de promoção, prevenção e constante avaliação das condições de saúde das crianças”.

A proposta traz ainda, que a Secretaria de Estado da Saúde realizará a divulgação de ações referentes à Conscientização contra a Obesidade Infantil nos estabelecimentos de ensino da rede pública e privada do Estado de Santa Catarina.

24 horas para salvar nossos oceanos

24 horas para salvar nossos oceanosEm 24 horas, a Austrália poderá salvar um milhão de quilômetros quadrados de oceano para sempre, criando a maior reserva marinha do mundo e preservando milhares de espécies delicadas. No entanto, é preciso um protesto global para que eles vençam a indústria da pesca e as empresas de mineração, prontas para destruírem o plano.

O governo australiano está realizando uma consulta pública, esperando receber um mandato e dar um grande passo rumo a um futuro sustentável para nossos oceanos e nosso planeta. Mas a reserva vai custar dinheiro e sem um apoio maciço imediato os interesses financeiros de curto prazo da indústria poderão vencer as nossas esperanças de um futuro seguro para os nossos mares.

Temos apenas 24 horas até que a consulta se encerre — clique para enviar sua contribuição à consulta agora, e depois encaminhe este email a todos:  http://www.avaaz.org/po/save_the_coral_sea_4/?vl.

Os dados são terríveis: em 36 anos, os peixes de nossos oceanos poderiam desaparecer completamente, e em 100 anos, todos os recifes de corais poderão estar mortos. Esta ação por si só não será suficiente para virar a maré, mas vai estabelecer a maior reserva marinha do mundo!

Impedir a destruição dos oceanos do mundo exigirá uma liderança política arrojada e cidadãos dedicados a agirem. O governo australiano poderia estar na vanguarda. Mas as empresas de pesca industrial querem uma rota marítima passando dentro da área para os seus navios de pesca de longo curso.

Podemos salvar a área de um milhão de quilômetros quadrados de oceano ao inundar a consulta com apelos de todo o mundo. Vamos abafar as vozes das empresas de pesca comercial e proteger os nossos oceanos para as futuras gerações. Clique no link abaixo para enviar uma mensagem urgente, em seguida, encaminhe para amigos e familiareshttp://www.avaaz.org/po/save_the_coral_sea_4/?vl.

Em 2010, membros da Avaaz ajudaram a criar a maior reserva marinha do mundo em torno das ilhas ChagosVamos criar uma reserva ainda maior dessa vez e lutar pelo futuro dos nossos oceanos!

Com esperança, Stephanie, David, Mia, Alice, Dalia, Diego, Antonia, Ricken e o resto da equipe da Avaaz.

Mais informações