Farmácia Básica realiza mais de quatro mil atendimentos em maio

 Farmácia básica da Secretaria Municipal de Saúde de Ilhota

Banner da Prefeitura de Ilhota - Assessoria de ImprensaA Farmácia Básica do Centro de Ilhota, juntamente com as unidades de saúde dos bairros, realizou em maio 4802 atendimentos. Com mais de 200 tipos de remédios, a instituição ainda aceita doações. Todas as pessoas que tiverem medicamentos que não estão sendo utilizados em sua casa, devem trazê-lo até a farmácia. “Temos que evitar o desperdício. Muitos cidadãos podem estar precisando destes medicamentos que estão em casa, sem uso. Até mesmo se estiver com a data de validade vencida, é importante que as pessoas tragam até aqui para darmos o destino correto no lixo”, afirmou a farmacêutica Elizabeth Nunes.

Para obter medicamentos da Farmácia Básica é necessário: ser morador de Ilhota, ter Carteira de Saúde no município; ter receita médica ou odontológica, de preferência do SUS; se for medicação de uso contínuo, a receita tem validade para seis meses; a receita de medicamentos controlados tem validade para 30 dias; os antimicrobiano s(antibióticos) serão dispensados de acordo com a RDC 20/2011 e a receita tem validade para 10 dias.

A farmacêutica Elizabeth ressalta que as receitas médicas e odontológicas no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) devem adotar, obrigatoriamente, a Denominação Comum Brasileira – DCB (ou seja, o nome genérico, da substância ativa), instituída pela Portaria nº 1.179, de 17 de junho de 1996 da ANVISA – ou, na sua falta, a Denominação Comum Internacional (DCI).

A receita deverá ser emitida em português compreensível e por  extenso, em letra legível, observada a nomenclatura e o sistema de pesos e medidas oficiais, além de conter: nome do paciente;do medicamento; posologia e quantidade a ser dispensada; nome do médico ou odontólogo com o respectivo carimbo contendo o número de registro no CRM-SC ou CRO-SC; endereço residencial do paciente; data e assinatura. “A dispensação deverá ser feita na quantidade determinada na receita. Se for medicamento de uso contínuo, será fornecido a quantidade para o período máximo de 30 dias, sendo a validade da receita a partir da data de prescrição. Será obrigatório, no ato da entrega do medicamento, anotar a quantidade de medicamento fornecida e datar e carimbar a receita”, explica Elizabeth.

A farmácia básica funciona anexa ao Posto de Saúde Central e fornece medicamentos gratuitamente à população, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

Anúncios

Google avisa: o Big Brother está de olho em você

Empresa passará a avisar seus usuários quando identificar que o governo está tentando acessar seus dados

Empresa passará a avisar seus usuários quando identificar que o governo está tentando acessar seus dados.

Pode parecer algo tirado diretamente das páginas de ‘1984’, o clássico distópico do escritor George Orwell onde o governo espiona toda e qualquer atividade íntima de seus cidadãos, mas é a realidade: O Google passou a exibir avisos no topo da tela a cada vez que conseguir rastrear que o governo está espionando algum cidadão de seu país e tentando acessar os seus dados.

A nova ferramenta será especialmente útil para usuários que vivem em países autoritários ou que monitoram a internet, como a China e diversas nações do Oriente Médio. O aviso não significa que a conta do usuário tenha sido hackeada, mas que pode estar sendo alvo de phishing ou malware.

Reprodução

“Estamos constantemente em busca de malware em nossos sistemas, em particular de tentativas por parte de terceiros de ingressar nas contas dos usuários sem autorização. Quando temos informação específica – seja diretamente dos usuários ou de nossos próprios esforços de vigilância – mostramos sinais claros de alerta e instalamos proteções adicionais para combater esta atividade maliciosa”, explicou o vice-presidente de engenharia de segurança do Google, Eric Grosse, em post em um blog do Google.

A advertência – uma barra de cor rosa e letras azuis, no topo da tela – será disparada toda vez que existirem evidências de um ataque, e mostrará de maneira clara se a tentativa de invasão foi feita pelo Estado.

“Você pode se perguntar como sabemos que esta atividade é patrocinada pelo Estado. Não podemos entrar em detalhes sem revelar informações que possam ser úteis a estes malfeitores, mas nossa análise detalhada – assim como os relatórios das vítimas – sugere fortemente a participação de Estados ou grupos patrocinados pelo Estado”, finaliza Grosse.

192 municípios são pré-selecionados para projeto de Cidades Digitais

a visão ideal da segurança pública

Programa prevê informatização de todos os equipamentos públicos e oferta de internet sem fio para população.

O programa do governo que prevê informatização de todos os equipamentos públicos, oferta de internet sem fio para populaçãi e fornecimento de e quatro aplicativos para as áreas de saúde, educação, finanças e tributária está começando a caminhar. De acordo com o Ministério das Comunicações, já foi iniciado o processo de escolhas dos locais que deverão se tornar as Cidades Digitais. Das 263 cidades que enviaram propostas, 192 foram habilitadas e participarão da segunda etapa do processo.

A região Nordeste, com 105 cidades habilitadas, foi a que mais enviou projetos. As demais regiões tiveram 87 municípios pré-selecionados, sendo 34 do Sul, 29 do Sudeste, 18 do Norte e 6 do Centro-Oeste. Nesta nova fase de seleção, toda a documentação apresentada pelos gestores municipais será avaliada por uma comissão técnica, que deverá escolher os 80 municípios que serão contemplados.

De acordo com o edital, são critérios de preferência cidades com até 50 mil habitantes, cidades das regiões Norte e Nordeste, municípios com menor Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal – que acompanha o desenvolvimento de todos os 5.564 municípios brasileiros em três áreas: Emprego & Renda, Educação e Saúde – e municípios com menor densidade domiciliar de acesso à banda larga. Outro critério de classificação será a indicação de equipe de servidores públicos permanente para o treinamento e gerenciamento do projeto.

Veja a lista completa dos municípios aqui.

R$ 44,5 milhões para ações de segurança pública

a visão ideal da segurança pública

Municípios e consórcios municipais poderão receber recursos do Ministério da Justiça para implantação de ações de prevenção em segurança pública. A Secretaria Nacional de Segurança Pública abriu edital para seleção de projetos nas áreas de fortalecimento das instituições de Segurança Pública, com verba de R$ 15 milhões, e apoio à implementação de políticas, com R$ 29,58 milhões.

Cada projeto deverá ser enviado até 28 de junho por meio do Sistema de Convênios e Contratos de Repasse do Governo Federal (Siconv) com valor mínimo de R$ 100 mil. A contrapartida dos municípios e consórcios municipais é de 1% ou 2% a depender da região, conforme edital.

Para se inscrever, o município precisa estar localizado nas regiões metropolitanas com maiores índices de homicídios e crimes violentos; não possuir outro convênio em aberto com o mesmo objeto; não ter efetuado devolução integral de recursos recebidos do Fundo Nacional de Segurança Pública ou do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania, por não execução ou por má gestão nos últimos quatro anos, de convênios com o mesmo objeto; comprovação de capacidade técnica para execução do convênio; inclusão de proposta de monitoramento e de avaliação de resultados da proposta.

Acesse o edital em www.mj.gov.br

Defesa Civil Estadual e Fecam promovem curso gratuito de capacitação técnica em Itajaí

Defesa Civil Estadual e Fecam promovem curso gratuito de capacitação técnica em Itajaí

A Secretaria de Estado da Defesa Civil, em parceria com a Federação Catarinense de Municípios (Fecam), realiza, do dia 12 a 27 de julho, a Capacitação Técnica em Situações de Risco e Desastre na sede da Associação dos Municípios da Região da Foz do Rio Itajaí (Amfri). O objetivo é aumentar a integração e melhoria nos resultados aos profissionais de assistência social, saúde, educação, psicologia, direito, defesa civil e áreas que atuam especificamente em casos de desastres na região.

As inscrições são gratuitas e já podem ser efetuadas [AQUI].

O curso conta com três módulos na programação e terá uma carga horária total de 45 horas. O primeiro acontece no dia 12 e 13 de julho e trata sobre a estrutura e atribuições da Defesa Civil, a resposta a situações de risco, a comunicação de alerta em desastre. Nas semanas seguintes, o II e III focam em assuntos como gerenciamento de abrigos, articulação entre os serviços e a rede socioassistencial, a integração de ações nos planos municipais de contingência, a psicologia dos desastres, entre outros temas. O aluno que se inscrever, além das palestras, ganhará um CD, que inclui os materiais da capacitação, e um certificado de conclusão com registro na Secretaria de Estado da Educação.

As aulas serão ministradas em Itajaí, na sede da Amfri, com docentes do próprio corpo técnico da Defesa Civil Estadual e convidados. A capacitação conta com o apoio das Associações de Municípios de Santa Catarina e Secretarias de Estado de Desenvolvimento Regional. Para mais informações, entre em contato pelo telefone (48) 3221 8800 ou pelo e-mail egem@egem.org.br.

Prefeitura confecciona 108 documentos

 

Banner da Prefeitura de Ilhota - Assessoria de ImprensaA prefeitura de Ilhota confeccionou em abril 32 carteiras de trabalho e 76 identidades. O serviço é disponibilizado no primeiro andar do paço municipal. O setor atende a população de segunda a sexta-feira, exceto nas quartas, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

Para fazer a carteira de identidade, tanto a primeira quanto a segunda via, o cidadão precisa apresentar os seguintes documentos: certidão de nascimento e de casamento (originais e cópias); duas fotos iguais 3×4; comprovante de residência; e CPF. “Na foto, as pessoas não podem estar sorrindo e nem estar de óculos. As taxas podem ser adquiridas no local do atendimento. Elas não estão mais sendo disponibilizadas pelo site http://www.sef.sc.gov.br”, informou a responsável pelo departamento, Maria Francisca Brokveld Nunes.

Já para a carteira de trabalho, deve-se trazer carteira de identidade e CPF, uma foto 3X4 e comprovante de residência. No caso de segunda via, apresente a data de emissão e o número do PIS da primeira e o boletim de ocorrência (BO), no caso de perda.

Os documentos levam de 20 a 25 dias para ficarem prontos. Mais informações através do telefone 3343-8817.

País começa a explorar energia limpa das ondas

País começa a explorar energia limpa das ondas

Usina pioneira na América Latina já está pronta no Ceará e será lançada durante a Rio+20.

O país começa este mês sua primeira grande experiência para aproveitar a energia das ondas do mar. A primeira usina de ondas da América Latina funciona no porto do Pecém, a 60 quilômetros de Fortaleza e será lançada oficialmente durante a Rio+20. Para os pesquisadores, o local é um laboratório em escala real onde serão ampliados os horizontes da produção energética limpa e renovável.

O potencial é grande, asseguram. O litoral brasileiro, de cerca de 8 mil quilômetros de extensão, é capaz de receber usinas de ondas que produziriam 87 gigawatts. Na prática, de acordo com especialistas da Coppe, que desenvolve a tecnologia, é possível converter cerca de 20% disto em energia elétrica, o que equivaleria a 17% da capacidade total instalada no país.

Fronteira estratégica para a tecnologia

Antes de pensar em mais usinas no litoral brasileiro, porém, é preciso testar conceitos e comprovar tanto a viabilidade quanto a confiabilidade do projeto, que é financiado pela Tractebel Energia através do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica, com o apoio do governo do Ceará.

Dois enormes braços mecânicos foram instalados no píer do porto do Pecém. Na ponta de cada um deles, em contato com a água do mar, há uma bóia circular. Conforme as ondas batem, a estrutura sobe e desce. O movimento contínuo dos flutuadores aciona bombas hidráulicas, que fazem com que a água doce contida em um circuito fechado, no qual não há troca de líquido com o ambiente, circule em um ambiente de alta pressão.

“Fazendo uma analogia com uma usina hidrelétrica, em vez de termos uma queda d’água, temos isso de forma concentrada em dispositivos relativamente pequenos, onde a pressão simula cascatas extremas de 200 a 400 metros” explica Segen Estefen, professor de Engenharia Oceânica da Coppe. “A água sob pressão vai para um acumulador, que tem água e ar comprimidos em uma câmara hiperbárica, que é o pulmão do dispositivo”.

O mar tem sido encarado pelos pesquisadores da Coppe como uma fronteira estratégica na qual o Brasil pode ser o líder tecnológico. Somente no projeto da usina de ondas, foram investidos R$ 15 milhões em quatro anos.

O Ceará não foi escolhido aleatoriamente. Sua grande vantagem estratégica é a constância dos ventos alísios, resultado da rotação da Terra. O movimento do ar gera ondas regulares no mar brasileiro. Elas não são grandes, mas estão sempre batendo. Poder contar com o movimento praticamente o tempo todo aumenta a eficiência da nova usina.

alguns anos, o Brasil, por suas características, não era incluído em debates ou fóruns internacionais. Hoje, entendemos que não basta ter ondas grandes. Elas atuam em somente 20% do ano. Já as nossas batem de forma constante em mais do que 70% do ano” afirma Estefen. “Desenvolvemos o domínio tecnológico para atividades que, nas próximas décadas, vão acontecer cada vez mais no mar, que cobre 71% das superfície do planeta”.

Ainda há um longo caminho a ser percorrido para que as usinas de onda passem a fazer parte da paisagem brasileira. Os especialistas evitam compará-las às hidrelétricas, que, em geral, têm custo de produção quatro vezes menor.

Na corrida pela viabilidade desta tecnologia, o vento é o principal concorrente. A energia eólica costuma ter a metade do custo. No entanto, os especialistas esperam uma redução de custos com aumento da escala de produção das usinas de ondas.

Em alguns locais, há grande vantagem estratégica para a usina de ondas. Por exemplo, há estudos para o arquipélago de Fernando de Noronha, onde a energia vem da queima de diesel. Isso leva a riscos ambientais, inclusive em relação ao transporte do combustível” ressalta o especialista da Coppe.

Estação abastecerá o próprio porto de Pecém

Por outro lado, barreiras legais, além do custo, se interpõem no caminho das usinas de ondas. Algumas das localidades consideradas de grande potencial energético são preservadas por leis ambientais. Nestes casos, seria necessário alterar a legislação, num processo que costuma suscitar muita polêmica e, muitas vezes, resistência de associações locais.

“Há limitações para colocar dispositivos de conversão em áreas de preservação ambiental. Temos que levar em conta os benefícios da usina de ondas e os riscos ambientais que já existem hoje” alerta Estefan. “Dependendo do local, apesar do custo de implantação, a usina de ondas se torna mais competitiva. O Reino Unido entra com força nesta tecnologia porque julga fundamental ter fontes de energia alternativas ao petróleo. Daqui a dez anos, eles querem garantir que 20% de suas fontes sejam renováveis”.

A energia gerada em Pecém será consumida no próprio porto. Mas já há planos de ampliação da quantidade de braços mecânicos com bóias, que captam a energia do mar convertida em eletricidade. Toda a estrutura é feita em módulos, que podem ser acrescentados para aumentar a potência. Basta acrescentar flutuadores.

Inscrições abertas para aula de karatê

Inscrições abertas para aula de karatê

Banner da Prefeitura de Ilhota - Assessoria de ImprensaA prefeitura de Ilhota, através do departamento de esportes e do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA), está oferecendo aulas gratuitas de karatê a crianças e adolescentes do bairro Pedra de Amolar. O principal objetivo, segundo o coordenador de esportes, Diego Zeferino, é estimular a prática do esporte, dando mais qualidade de vida aos pequenos. Quem quiser participar, é só entrar em contato com o setor no telefone 3343-8800.

As aulas são realizadas as segundas-feiras, das 9h às 10h, e nas quartas-feiras, das 16h às 17h, no galpão ao lado do Campo Municipal do bairro. O professor responsável é Anissandro Ferreira Dias. Em todo o município já são mais de 70 alunos.

E o Estatuto da Juventude?

Estatuto da Juventude

Você pode não lembrar o que comeu no mês passado, mas tem o dever de saber que o Senado está analisando o Estatuto da Juventude desde outubro de 2011. O Projeto de Lei da Câmara 98/2011 está na Comissão de Assuntos Sociais desde o dia 7 de março de 2012.

Um dos pontos mais polêmicos da proposta é o desconto de 50% para os jovens na compra de ingressos para espetáculos culturais e de lazer.

O caminho do Estatuto da Juventude é longo. O projeto será por três comissões do Senado antes de ser analisado pelo plenário da casa. E depois será devolvido à Câmara dos Deputados.

O Randolfe falou, o Randofe avisou

“Se não conseguirmos votar em Plenário até junho ou julho, não conseguiremos mandá-lo para a Câmara neste ano, que é eleitoral.  Precisamos colocar o projeto em regime de urgência”, afirmou o Senador Randolfe Randolfe Rodrigues no dia 23 de março em entrevista a Agência Senado.

Mas quais são as pautas prioritárias?

A notícia mais recente do Estatuto da Juventude no Senado é sobre a Lei Geral da Copa e foi publicada na semana passada pela Agência Senado. A matéria “Senadores querem votar Lei da Copa com rapidez” relata o diálogo de senadores e deputados sobre o texto que estabelecerá regras especiais para a competição de 2014.

Segundo a referida matéria, o Deputado Renan Filho afirmou que os deputados aprovaram um texto que garante respeito integral ao Estatuto do Idoso, ao Código de Defesa do Consumidor e ao Estatuto da Juventude.

Participe!

Se você deseja participar das discussões sobre o Estatuto da Juventude e sobre a Lei Geral da Copa, não deixe de enviar um email ou mensagem pelo Twitter para o parlamentar de sua preferência.

Outra forma de contribuir com o desenvolvimento de políticas públicas – nesse caso de uma lei orgânica que pode mudar a vida de muitos jovens – é através do compartilhamento da sua opinião com a sua rede de amigos e parceiros. Lei, escreva, fotografe, sinta e… compartilhe!

com informações do Twitter e da Agência Senado

Festival da Canção vai distribuir R$18 mil em prêmios

Festival da Canção vai distribuir R$18 mil em prêmios

Candidatos de todo o estado podem se inscrever no site www.fecapi.com.br. Evento vai reunir novas novas promessas da música estadual entre 16 e 18 de agosto.

eguem abertas as inscrições para o 8º Festival da Canção de Balneário Piçarras. Os novos talentos da música estadual têm até 15 de julho para se inscreverem no site http://www.fecapi.com.br. Ao todo serão distribuídos R$18 mil nas categorias composição própria e interpretação. Os candidatos inscritos terão um perfil no site do evento, onde o público terá acesso ao vídeo da canção inscrita.

Até o fim das inscrições, o júri formado por profissionais da música regional avalia e seleciona os candidatos que vão se apresentar no palco do evento, entre 16 e 18 de agosto, na Associação Senior´s de Piçarras (ASP).

Como todo o processo de seleção é online, ninguém precisa se deslocar até Balneário Piçarras para fazer a inscrição. Basta gravar um vídeo, pode ser com câmeras compactas comuns, e postar no site” afirma a secretária de turismo, cultura e esporte, Flávia Coradini.

Espaço para todos

As apresentações do Festival da Canção serão divididas em duas etapas: municipal, exclusiva para moradores de Balneário Piçarras, e estadual, aberta a participantes de todo o estado. Ao fazer a inscrição, os candidatos também vão escolher a modalidade em irão disputar: composição inédita ou interpretação.

Os primeiros colocados em cada categoria levam R$2mil. Para os segundos lugares o prêmio em dinheiro é R$1,5 mil e de R$1mil para os terceiros colocados. “Não há disputa entre candidatos de etapas e modalidades diferentes. Ao todo vão ser distribuídos 12 premiações para os três primeiros colocados em cada uma”, explica a chefe de cultura Adriana de Souza.

Criado em 1992, o Festival da Canção é uma realização do Governo Municipal de Balneário Piçarras, retomada em 2009 depois de ser interrompida por quatro anos. Nas últimas três edições, mais de duzentas novas promessas da música estadual já passaram pelo palco do festival.

Quem pode participar?

Compositores/músicos residentes em Balneário Piçarras ou em qualquer cidade de Santa Catarina, que não tenham gravado profissionalmente.

Como se inscrever?

Acesse o site do festival, leia o regulamento e preencha a ficha de inscrição. É preciso postar um vídeo seu (ou da sua banda) executando a canção a ser inscrita.

Seleção de candidatos

Acontece entre os dias 15 e 16 de julho, quando o júri vai acessar os vídeos inscritos e atribuir notas às canções e respectivas execuções. Participam das etapas estadual e municipal os quinze primeiros colocados em cada modalidade.

Premiação

Os três primeiros colocados de cada categoria nas etapas estadual e municipal recebem prêmios em dinheiro e troféus. Totalizando doze premiações.

  • 1os Lugares – R$2.000,00 + troféu,
  • 2os Lugares – R$1.500,00 + troféu, e
  • 3os Lugares – R$1.000,00 + troféu.