Camponeses do mundo se mobilizar contra o capitalismo verde no Rio

Camponeses do mundo se mobilizar contra o capitalismo verde no Rio

Cerca de 3 mil pessoas de todo o mundo irá se mobilizar para dizer NÃO à mercantilização da vida e da natureza na Cúpula dos Povos para a Justiça Social e Ambiental e na Defesa do Commons.

A Cúpula dos Povos é um espaço de debate, discussão e construção de propostas alternativas por parte da sociedade civil global, movimentos sociais e povos organizações coletivas. La Via Campesina tem participado activamente na construção desta atividade, a fim de denunciar as falsas soluções do modelo econômico falhou mesmo que agora está sendo vestida de verde sob o nome de “economia verde”. La Via Campesina, em vez disso promover camponeses agricultura sustentável como uma verdadeira solução para as crises globais climáticas e ambientais.

A delegação da Via Campesina vai participar de várias sessões plenárias, bem como a mobilização global que terá lugar no dia 20 de Junho concentrando-se na junção das estradas Av. Rio Branco e Av. Presidente Vargas, no Rio de Janeiro. La Via Campesina vem participando ativamente no planejamento da Cúpula dos Povos, que terá lugar como uma atividade parellel para a conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável ou Rio + 20. Este encontro marca o aniversário de vinte de de 1992 Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio 92 ou Eco 92).

O espaço político mais importante na Cúpula dos Povos será a Assembléia dos Povos permanant que vai organizar em torno de três temas principais: A denúncia das causas estruturais da pobreza global e crise ambiental, bem como as novas formas de reprodução do capital; Povos soluções reais e novos paradigmas, e as agendas, campanhas e mobilizações de luta anticapitalista depois de Rio +20.

La Via Campesina é um movimento internacional que reúne cerca de 200 milhões de camponeses, pequenos produtores e médias empresas, sem terra, trabalhadores rurais e indígenas de todo o mundo. LVC defende a agricultura camponesa sustentável pequena escala como um meio de promover a justiça social e dignidade. A organização reúne mais de 150 organizações em cerca de 70 países da África, Ásia, Europa e América.

Link para o documento – La Via Campesina posição sobre a Rio +20

Para facilitar entrevistas com camponeses de diferentes continentes que temos disponível uma lista de porta-vozes da Via Campesina, bem como a agenda global da Cimeira.

Contatos de Imprensa

Anúncios