A Universidade Aberta em Blumenau oferece inscrições para o curso de graduação em Gestão Pública à distância

 Universidade Aberta do Brasil – Pólo Blumenau

A UAB – Universidade Aberta do Brasil – Pólo Blumenau está oferecendo inscrições para o curso de graduação em Gestão Pública até o dia 16 de julho, para o ingresso no segundo semestre de 2012. Os interessados podem acessar o edital de ingresso e fazer a inscrição no site http://ingresso.ifsc.edu.br/portal/principal.php.

O pólo de apoio presencial da UAB em Blumenau  disponibiliza computadores para inscrição, de 2ª a 6ª feira, das 18h às 22h. O pólo está localizado na EEB Pedro II (Alameda Rio Branco, 574, Centro) e atende no telefone (47) 3222-0400. O curso com duração de dois anos terá, além das aulas à distância, aulas presenciais toda segunda-feira, com início no dia 29 de agosto 2012, no período noturno, a partir das 19h, no endereço acima.

A iniciativa é uma parceria entre o Ministério da Educação, o Instituto Federal de Santa Catarina e Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Educação e UAB.

Anúncios

Juventude fortalece projeto eleitoral do PMDB com nova executiva

JPMDB - Juventude do Partido do Movimento Democrático Brasileiro de Santa Catarina

Diante da presença do presidente Nacional da JPMDB, Gabriel Souza, do presidente do PMDB/SC, Eduardo Pinho Moreira, do vice-presidente, Paulo Afonso Vieira e dos deputados federal Celso Maldaner e estaduais Mauro De Nadal e Carlos Chiodini, a juventude peemedebista fortaleceu, neste sábado (16), em Chapeco, o projeto eleitoral do PMDB catarinense, homologando uma nova executiva para a JPMDB, com o advogado João De Nadal na presidência. “A democracia neste país só foi possível devido a mobilização da juventude. Estes jovens têm a missão de retomar e fortalecer a participação política do segmento”, afirmou Moreira.

Ainda, segundo o presidente a juventude não é só futuro é também o presente. “Estes jovens são fundamentais para o projeto peemedebista que visa o crescimento da sigla em todo o estado”, destacou.

Na frente de cerca de 1 mil pessoas, a nova executiva do segmento assumiu o compromisso de se fazer presente ativamente nas eleições municipais. “ A JPMDB será protagonista de importantes conquistas para o PMDB, é com esse espírito que estamos assumindo o segmento dias antes do registro oficial das candidaturas. Vamos somar”, afirmou De Nadal.

O deputado Mauro De Nadal ressaltou a necessidade de trazer a juventude para a discussão política e citou os cursos de formação política como ferramenta importante para esse processo. “ A participação do jovem na política, assim como de outros segmentos, só vai aumentar com incentivos, com abertura de espaços e com envolvimento efetivo”.

Entre os presentes, também o pré-candidato a vice-prefeito, Luciano Buligon, que incentivou a realização da convenção em Chapecó. Além dele, marcaram presença lideranças regionais e do município.

A convenção da JPMDB foi realizada no CTG Vaqueanos D’Oeste.

Perguntas sobre o jornalismo na internet

Perguntas sobre o jornalismo na internet

Mais um post do jornalista Carlos Castilho no Código Aberto para ler e refletir sobre os rumos do jornalismo na internet. Desta vez, em Para que serve um jornal online? Para lucrar ou para utilidade pública? Castilho analisa as consequências da redução na circulação dos jornais impressos e a migração do noticiário para as versões online nos Estados Unidos.

“A mudança do formato papel para o digital está sendo orientada por questões basicamente financeiras, de economia e de ajuste no fluxo de caixa”, escreve o jornalista. “Se a opção pelo online for tratada apenas pelo lado da economia, do corte de gastos e de pessoal, as empresas estarão empurrando a crise com a barriga, pois o negócio da notícia pela internet équalitativamente diferente no modelo da informação em papel”.

Castilho diz que na era do impresso, as opções informativas eram reduzidas e materializadas, enquanto que no caso da web, o cardápio noticioso é quase ilimitado e imaterial. “Ambos os fatores influem no custo e consequentemente no faturamento”, diz. Citando o pesquisador norte-americano Yochai Benkler, da Universidade Harvard, Castilho escreve que tudo leva a crer que a noticia online jamais será um bom negócio porque se trata de um produto extremamente barato por causa da grande oferta.

Logo, aponta Castilho, o diferencial entre os provedores de informação jornalística vai se dar inevitavelmente pela prestação de serviços ao público. “A notícia deixa de ser uma commodity comercializável para se tornar um bem público, o que significa uma volta às origens do jornalismo, quando ele ainda não era uma indústria movida a lucro”, afirma o jornalista.

Leia o post completo no Código Aberto.