Dica de literatura: E.P. Freitas

Dica de literatura: E.P. Freitas

Este livro reúne material produzido diretamente nas caixas de postagem de blogs na primeira década do novo milênio. É fruto do trabalho de um blogueiro, o cronista do século 21, enveredando pelos caminhos literários. São pequenos contos duros e frios. Duros como hardware, frios como software. Contoscos. São esboços de uma literatura internética, representativos do mundo caótico da informação instantânea e das histórias lidas em telas.

No livro você encontrará os seguintes contos:

  1. Error;
  2. Madrugada fria pra cacete;
  3. Enquanto o sono não vem;
  4. Noite de vento… noite de bala perdida;
  5. Desamor e morte no bairro operário;
  6. Conversa ouvida atrás da porta;
  7. Os minutos mais longos de todos os tempos;
  8. Apenas sexo;
  9. A transformação;
  10. Tarde de domingo (cerveja, cadáveres, café…);
  11. As sutilezas;
  12. A porta;
  13. Estrondos;
  14. Todos os caminhos levam à morte;
  15. Hotel;
  16. A feiúra de viver;
  17. Verme;
  18. Medo;
  19. Farrapers;
  20. O inimigo natural

Bio

Autor gaúcho, natural da cidade de Guaíba, nascido em 1978. Escreve histórias urbanas, mais precisamente aquelas que tem como pano de fundo o outro lado da sociedade, o lado mais obscuro e marginal. Atualmente trabalha em um novo projeto com histórias envolvendo os grandes temas da humanidade que são explorados através de personagens e situações intensas.

Botechno

Botechno ROCK Beer – Um Lugar do C@r#lh* e Com Muito Rock’n’Roll! Sempre inovando, orgulha-se do mérito de ser o lugar mais underground, rico culturalmente por excelência e ser o centro das atenções de jovens e adultos, como referência para um novo movimento musical nesta cidade e outras também.

Num ambiente moderno e acolhedor, além de uma carta invejável de ótimos drinks, a casa é especializada em cervejas artesanais e importadas, narguilé, charutos, cigarrilhas e afins. É ponto para todos nós, de clientes a amigos.

Taí o diferencial! Desde 2003.

  • Funcionamento: De terça a sexta-feira a partir das 19h. Sábado as 22h.
  • Capacidade: 150 pessoas.
  • Recursos: Aceita reserva para eventos. Ambiente ao ar livre ou ar condicionado.
  • Endereço: Rua do Comércio 28, Eldorado/RS.
  • Telefone: 51 9144-6978
  • E-mail: botechno@gmail.com
  • Ou, pelo MSN do Pub: botechno_rock_bar@hotmail.com
Anúncios

Trabalhador deverá se qualificar para receber seguro-desemprego

Carteira de trabalho e previdência social

Programa começa a ser implantado na região metropolitana de Florianópolis e será direcionado aos trabalhadores que fizeram requisição do seguro-desemprego pela terceira vez nos últimos dez anos.

O governo federal condicionou o recebimento do seguro-desemprego à comprovação de matrícula e frequência em cursos de qualificação profissional para trabalhadores que fazem a solicitação pela terceira vez em 10 anos – o chamado Pronatec Seguro Desemprego, uma modalidade diferenciada do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).  A exigência do governo federal foi feita a partir da edição do Decreto 7.721, de abril de 2012.

O trabalhador deverá concluir o curso de qualificação com carga horária mínima de 160h, sob pena de não receber o seguro-desemprego. Mais de 30 mil pessoas são possíveis candidatas a esta modalidade de Pronatec em Santa Catarina.

A implantação do projeto começou nesta segunda-feira (25) e prossegue até  29 de junho nos municípios que compõem a Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) de Florianópolis. No Estado, o Pronatec  Seguro-Desemprego será realizado por meio de uma parceria entre a Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), a Superintendência do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e as instituições executoras dos cursos de qualificação profissional.

A pré-inscrição dos cursos será feita em qualquer uma das 110 unidades do Sine em Santa Catarina ou nas unidades da Superintendência do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Os cursos ficam disponíveis no sistema e são mapeados com a inserção do número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) da pessoa. Depois disso, os atendentes fazem uma busca para verificar os cursos oferecidos no município e o número de vagas.  Caso haja um curso compatível e vagas disponíveis, o trabalhador é encaminhado a uma das instituições de ensino credenciadas para oferecer as qualificações como os Institutos Federais (IF-SC), Institutos Federais Catarinenses (IFC), Senai, Senac, e Senat.

O trabalhador poderá fazer qualquer um dos cursos disponíveis, mesmo que não seja exatamente na sua área. Se não houver nenhum curso ou vaga de emprego disponível, o seguro-desemprego será pago.

O aluno receberá transporte e lanche gratuitos e poderá participar dos cursos diurnos do Pronatec Social ou da Educação disponíveis no seu município. “O objetivo é incentivar a qualificação profissional e assim, melhorar a qualidade da mão de obra”, explicou o diretor em exercício da Diretoria de Trabalho, Emprego e Renda, Edilson Godinho.

Os postos de atendimento ao trabalhador do Sine devem concentrar a maior parte das solicitações de seguro-desemprego. A estimativa é que cerca de 70% do total das requisições no Estado ocorram nestes locais. De janeiro até o início de junho de 2012 foram encaminhados pelo Sine 80 mil solicitações de seguro-desemprego num total de R$ 237 milhões em benefícios pagos pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) no Estado. Em 2011 foram 220 mil pessoas atendidas e R$ 750 milhões em benefícios pagos.

Apesar do Pronatec  Seguro-Desemprego ter começado na região da SDR de Florianópolis, o objetivo é atingir outras regiões do estado pouco a pouco. Os municípios que compõem a Secretaria de Desenvolvimento Regional de Florianópolis são Águas Mornas, Angelina, Anitápolis, Antônio Carlos, Biguaçu, Florianópolis, Governador Celso Ramos, Palhoça, Rancho Queimado, Santo Amaro da Imperatriz, São Bonifácio, São Pedro de Alcântara e São José.

Ilhota 54 anos: mais de cinco mil pessoas passaram pela festa

Fotos do Jornal Metas da galera do #ClubeDoRock na Estraatfest 2012

Banner da Prefeitura de Ilhota - Assessoria de ImprensaMais de cinco mil pessoas vieram a Ilhota entre os dias 21 e 24 para prestigiar os 54 anos de emancipação político administrativa da cidade. O público superou as expectativas da organização. “A participação da comunidade foi muito boa. Eles não perderam a oportunidade e participaram de todas as noites. A festa estava intimista, mais familia. A diversidade cultural no palco agradou a todos, com a presença de DJs, Banda Gospel, Bandas que tocam de tudo, do gaúcho ao tecno, fanfarra e dança de rua”, ressalta o diretor de cultura, Vanderlei Dal Bello Lazzarotti.

O ponto alto, na sua opinião, foram as bandas Kauana e Curingas, que atraíram público de cidades vizinhas como Gaspar, Navegantes e Blumenau, que juntas somaram um público de 2.500 pessoas aproximadamente. “Outro ponto alto é a festa de amigos, no domingo, que já é tradição na cidade”, destacou.

As atrações vieram de Gaspar, Itajaí e de Ilhota. “Neste ano valorizamos muito a prata da casa, bandas gospel, duplas sertanejas e Djs da cidade mesmo. Enfim, a festa ficou bem intimista, aproximou as pessoas, não tivemos nenhuma ocorrência policial ou brigas”, finalizou.

Logo do Grupo Ovelhinhas de Jesus do Ministério Infantil da Igreja CEI de Ilhota

Logo do grupo Ovelhinhas de Jesus

Atendendo ao pedido da minha querida esposa Rose @roselivitti, produzi essa logo para o Grupo Ovelhinhas de Jesus do Ministério Infantil da Igreja CEI de Ilhota onde ela é líder do ministério. Acho que ficou legal!