Propostas para Conferência Nacional sobre Direitos da Pessoa com Deficiência


 Escolhidas as propostas para a Conferência Nacional sobre Direitos da Pessoa com Deficiência

Escolhidas as propostas para a Conferência Nacional sobre Direitos da Pessoa com Deficiência.

A 3ª Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência encerrou-se nesta sexta-feira, em Florianópolis, depois de três dias de discussões com participantes de todo o Estado.

Do encontro resultaram 40 propostas de Santa Catarina que serão levadas à Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, prevista para ser realizada em dezembro em Brasília. Também foram selecionados os 36 delegados que representarão o Estado no debate nacional.

Dentre as propostas levantadas estão a promoção de ações que garantam o acesso de material didático adaptado atendendo cada especificidade, incluindo recursos de tecnologias como softwares educativos, inclusive para a comunicação alternativa; disponibilizar linhas de crédito para a construção ou reforma, para adequação ou adaptação da casa própria de pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida e implantar e executar o programa de internação domiciliar para pessoas com deficiência.

O evento foi promovido pela Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), o Conselho Estadual das Pessoas com Deficiência e contou com a participação da Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc).

Neste ano, a conferência teve por objetivo avaliar, propor, divulgar e acompanhar a implantação da convenção da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre os direitos da pessoa com deficiência. O foco das discussões foi Um olhar através da Convenção sobre os direitos da Pessoa com Deficiência da ONU: novas perspectivas e desafios.

O número de pessoas com deficiência em Santa Catarina chega a 1.331.445, de acordo com o Censo 2010 do Instituto de Geografia e Estatística (IBGE). Isso representa 21% de toda a população do Estado que apresenta ao menos um dos tipos de deficiência investigadas como: deficiência visual, auditiva, motora, mental e/ou intelectual em diversos graus. A deficiência visual é a que concentra mais portadores com 12,87%.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s