Exposição de Ilhota está aberta a visitação em Itajaí

Exposição de Ilhota está aberta a visitação em Itajaí

Banner da Prefeitura de Ilhota - Assessoria de ImprensaOs alunos da Fundação Cultural de Ilhota estão expondo suas fotografias no Espaço Mendes Sibara, em Itajaí. A exposição prossegue até o dia 20 de Outubro. A visitação pode ser feita em horário comercial, de domingo a domingo, na Avenida Beira Rio, número 800.

O curso de fotografia é oferecido gratuitamente pela prefeitura de Ilhota. Para o professor Vanderlei Dal Bello Lazarotti, esta itinerância de exposição é mais uma forma de divulgar a cidade e seus artistas pela região. “O curso tem como objetivo despertar o aluno para o olhar fotográfico, criando imagens com estéticas e conteúdos mais elaborados, a arte de fotografar e da imagem que se vai produzir”.

O conteúdo do curso contempla introdução a arte visual; conhecimento da câmera; técnicas fotográficas; como criar uma fotografia; e exposição fotográfica.

Anúncios

Alunos da Escola Marcos Konder limpam rio Itajaí-Açú

Alunos da Escola Marcos Konder limpam rio Itajaí-Açú

Banner da Prefeitura de Ilhota - Assessoria de ImprensaNo último sábado, (15), os alunos da Escola Marcos Konder, professores e a equipe dos Bombeiros Voluntários de Ilhota realizaram uma atividade da semana da água, referente à limpeza do rio Itajaí-Açú.

De acordo com a professora Viviane dos Santos, a experiência foi muito proveitosa, pois todos puderam sentir a situação do rio de perto, fazer coleta de lixo depositado em suas margens e com isso ter a consciência de que é necessário preservar as fontes de águas, indispensáveis à sobrevivência humana. “Agradecemos imensamente a ajuda e auxílio dos bombeiros voluntários, que prontamente atenderam ao pedido e auxiliaram com segurança”, considerou.

Nesta semana terá a ação de panfletagem para conscientização da importância da preservação da água e visitas à CASAN para entendimento do processo de tratamento da água.

Juventude luta por mais engajamento no Sistema ONU

Membros da ONU

O engajamento global da juventude e, mais especificamente, dentro do Sistema das Nações Unidas, foi o foco da reunião do grupo “Juventude 21”, que aconteceu no início de agosto, no escritório da UN-HABITAT – agência das Nações Unidas para habitação – em Nova Iorque.

Governos de todo o mundo reconhecem a juventude como pioneira, como “líder do amanhã”. A juventude vem se transformando em força positiva para a mudança em todos os continentes.

O “Juventude 21” é uma iniciativa que visa melhor engajar a juventude dentro do Sistema das Nações Unidas. Foi lançada em Oslo, na Noruega, no outono de 2011, e busca desenvolver junto à juventude, governos e sociedade civil, um processo que leve à criação de mecanismos que assegurem uma participação internacional de maior potência no campo de negociação internacional.

O relatório “Juventude 21: construindo uma arquitetura para o engajamento da juventude no Sistema ONU” propôs diversos cenários para tal engajamento – dois dos mais proeminentes foram a denominação de um representante da juventude e o estabelecimento de um fórum permanente para a juventude. Em janeiro de 2012, o Secretário Geral da ONU, Ban Ki Moon, anunciou a criação de um posto de conselheiro especial para a juventude, um divisor de águas para a juventude globalmente.

Em março de 2012, 300 jovens e representantes governamentais se reuniram em Nairobi, no Quênia e desenvolveram a Declaração Nairobi, a qual não só parabeniza o Secretário Geral na sua decisão sobre a criação do cargo, mas também o encoraja a estabelecer um corpo de ação mais representativo. A reunião de Nairobi foi seguida por um painel de discussão que ocorreu na Rio+20, em que governos requisitaram o estabelecimento de um fórum permanente sobre a juventude.

“O estabelecimento de um fórum permanente sobre a juventude seria um divisor de águas para a participação global da juventude dentro do Sistema ONU”, afirmou Bruno Vanhoni, conselheiro de juventude para assuntos internacionais do Governo do Brasil. Após a reunião em agosto, “Torna-se importante para nós, como governo, e para a juventude a sociedade civil continuar trabalhando para atingirmos esse objetivo”.

Foi acordado que uma política de decisão abrangente para o maior engajamento da juventude no Sistema ONU – como o próprio estabelecimento do fórum permanente – só poderá ser bem implementada através de processos da própria ONU. Isso requereria consultas extensas e formais com os Estados-Membros culminando na adoção de uma resolução em algum órgão do corpo da ONU. Uma campanha de mídia será lançada para conscientizar e aumentar o apoio dessa iniciativa por parte de governos, organizações juvenis e a sociedade como um todo.

O próximo passo no processo será o evento paralelo ao Fórum Urbano Mundial – a Assembleia da Juventude Urbana, em Nápoles, em setembro de 2012, seguido por uma reunião de cúpula sobre o “Juventude 21”, que acontecerá em conjunto com uma reunião da Assembleia Geral da ONU. Esse último evento focará em engajar os Estados-membros sobre a iniciativa de se criar um fórum permanente e aumentar a conscientização sobre a importância de engajar a juventude no Sistema ONU.