Hoje é o nosso dia e estamos em festa!

Parabéns do dcvitti que nós estamos em festa

Olá meus amigos! Hoje é um dia muito especial pra mim, comemoro o meu aniversário, mais um ano de vida, experiência e mais uma página escrito no livro da vida. Já se foram 35 luas repletos de muitos acontecimentos. Meu maior presente foi que essa semana, alguns dias atrás, aceitei Jesus como meu único e legítimo salvador e agradeço muito a Deus por ter tomado essa importante decisão. Demorou, mas a hora chegou. Tarda mas não falha!

Agradeço pelas felicitações de todos a este dia. Obrigado mãe, minha irmã e minha amada esposa Rose e todos vocês, amigos, colegas, compas e irmãos de fé. Vida longa e sempre!

 

Anúncios

Num Segundo Qualquer

EP  Num Segundo Qualquer de Paulo Reis

Clique na imagem para ouvir as música!

“Num Segundo Qualquer” foi gravado, mixado e masterizado no 2K Estúdio e produzido por Paulo Reis e Kelwin Grochowicz, e é o primeiro EP do artista. O processo de gravação teve início em junho de 2012. O compacto é a primeira parte de um apanhado de 15 músicas que continuam sendo gravadas no estúdio e que ao final serão montados como o primeiro CD do artista.

Fazem parte do EP as canções:

  • “Ainda Procuramos” (1998) letra: Paulo Reis/Paloma Zorzetto /Tiago Constante.
  • “Num Segundo” (1998) letra e música Paulo Reis.
  • “Hei” (2009) letra e música: Paulo Reis.

Paulo Reis, músico e compositor nascido em 1980, na ilha de São Francisco do Sul, Santa Catarina, teve aos 14 anos seu primeiro contato com o violão, e no mesmo ano, já tentava montar sua primeira banda, intitulada Head Pill. Seguiram-se alguns anos, e passando por várias formações, chegamos a 1997, ano em que Paulo teve um de seus primeiros bons momentos no cenário musical francisquense, quando formou a banda Resistência Liquen.

Neste ano, além de montarem um repertório com clássicos do rock nacional, iniciaram suas primeiras composições com guitarra. Marca também o ano das primeiras composições em parceria. Esta formação atuou até 1999. Depois de um ano sem banda, Paulo formou a Código Morse, banda que teve boa repercussão na cena rock da cidade e onde começou a compor algumas das suas principais canções.

Após três anos, decidiu seguir solo e dar prioridade ao trabalho autoral. Atualmente está gravando seu primeiro CD solo, compondo e tocando com as bandas Red House Sound Project e Capitães, como projetos paralelos. Paulo chega neste primeiro álbum querendo dar unidade as composições feitas nestes 19 anos de história.

 

Cientistas descobrem a resposta para a pergunta: Como conseguir mais seguidores no Twitter?

Twitter dcvitti

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Georgia, EUA, realizaram um estudo de 15 meses de duração com 500 usuários do Twitter. O objetivo da pesquisa é encontrar respostas para a dúvida que persegue milhões de usuários cadastrados na rede social: “como conseguir mais seguidores no Twitter?”.

Após alguns milhares de tweets analisados eles chegaram a diversas conclusões, entre elas ficou evidente por exemplo que expressar sentimentos negativos é um dos fatores mais prejudiciais para o crescimento de seguidores no Twitter. Em outras palavras, se você quer ganhar mais seguidores, tente não dizer coisas ruins ou negativas sobre algo ou alguém.

Durante o estudo os pesquisadores armazenaram os dados de crescimento de seguidores de cada um dos usuários pesquisados e analisaram afundo qual é a relação entre o tamanho do crescimento e o conteúdo dos tweets de cada conta.

Os cientistas C.J. Hutto, Eric Gilbert e Sarita Yardi envolvidos no estudo o batizaram de “primeiro estudo longitudinal de crescimento de audiência no Twitter que une um conjunto tão diversificado de variáveis inspiradas ​​em teoria”. O estudo ainda conclui que conteúdo informativo atrai até 30 vezes mais seguires do que conteúdos sobre assuntos pessoais dos usuários. Em outras palavras, as pessoas preferem seguir aqueles que constantemente postam ou comentam conteúdos interessantes sobre um determinado assunto do que pessoas que falam muito de si mesmas.

Os pesquisadores disseram ao jornal britânico Telegraph que isso pode ter relação aos “fracos laços” de amizade entre os usuários da rede social. Entre os usuários analisados, cerca de 41% dos tweets postados por eles falavam sobre si mesmos enquanto apenas 24% eram tweets relacionados a conteúdo informativo.

No final os pesquisadores concluíram dizendo que algumas atitudes podem talvez ajudar a aumentar os seguidores no Twitter, como por exemplo: ser sempre positivo, não ficar falando muito sobre o que comeu ou onde foi e com quem ou foi, não carregar demais seus tweets com hashtags, manter sempre um perfil detalhado, e muitas vezes tuitar e seguir de volta aqueles que te seguem.

Nasce um novo Dialison

dcvitti aceitou Jesus como seu único salvador

Dia 24 de fevereiro foi o dia que nasceu o novo Dialison Cleber Vitti, pois aceitei Jesus como meu único e magnífico salvador e agradeço Deus a todos que estão e estarão comigo nessa nova fase, nessa nova caminhada. O culto deste domingo foi abençoado e senti Deus tocar em meu coração.

Me passou em minha cabeça uma profunda onda de reflexão e vi que já era a hora de tomar essa decisão. Sei que o céu está em festa neste dia e muitos amigos verdadeiros estão felizes por mim. Diante disso, estendo minha felicidade e minhas singelas gratidões aqueles que dobraram e oraram por nós e terem dado o direcionamento correto dessa minha importante decisão. Deixo o meu obrigado especial aos amigos Luciano, Ricardo, Bruna, Moisés, Pastor Marcos e a minha querida esposa Rose.

Aquele Dialison que alguns falaram que está morto, de fato ele morreu. Agora, nasce um novo Dialison para honra e glória do Senhor e será mais um que edificará a obra. O ano de 2013 é o ano da vitória!

Todo homem prudente age com discernimento, mas o insensato põe em evidência sua loucura
Provérbios 13,16

Inscrições abertas para o Seminário Internacional “Governança e Solidariedade global: o lugar da sociedade civil”

Seminário Internacional “Governança e Solidariedade global: o lugar da sociedade civil”

Na próxima segunda-feira, 25/2, terá início o Seminário Internacional Governança e Solidariedade Global: o lugar da Sociedade Civil, que pretende debater os espaços de governança da sociedade civil em âmbito internacional. A proposta é avaliar a experiência das organizações da sociedade civil e movimentos sociais do Brasil em espaços internacionais, tendo em vista sua legitimidade e efetividade. A Abong dará início às atividades às 19h, com a presença de Sérgio Haddad, do Grupo de Apoio ao Processo do Fórum Social Mundial – GRAP. O evento acontece em São Paulo, SP, na Rua General Jardim, 660.

>>Para participar das atividades, acesse aqui!<<

No dia seguinte (26/2), as atividades têm início às 9h30, com a mesa “Estratégias e desafios dos espaços autônomos da sociedade civil no âmbito internacional”. Estarão presentes Miguel Santibanez, da Mesa de Articulación; Graciela Rodriguez, do Instituto Eqüit; e Kjeld Jakobsen, do IDECRI – Instituto para o Desenvolvimento da Cooperação e Relações Internacionais. No período da tarde, das 14h às 16h30, haverá o debate Espaços oficiais de governança: qual o lugar das organizações e movimento da sociedade civil?. Na mesa, estarão presentes Ana Patrícia Sampaio, do Centrac – Centro de Ação Cultural; Iara Pietricovsky, do Inesc, Instituto de Estudos Socioeconômicos; e Embaixadora Glaucia Silveira Gauch, do Ministério das Relações Exteriores / Direitos Humanos e Temas Sociais (a confirmar).

A atividade que encerra o seminário será das 17h às 19h30, sobre a agenda de desenvolvimento pós-2015. A oficina “O mundo que queremos pós 2015” tem por objetivo compartilhar estratégias para uma consulta nacional participativa referente à campanha de mesmo nome, organizada por redes internacionais da sociedade civil. Estarão presentes Larissa Vieira Leite, do escritório das Nações Unidas no Brasil, e Tais Maldonado, representante da Secretaria Geral da Presidência da República.

Contexto

A realização de grandes encontros internacionais da sociedade civil tem mobilizado inúmeras organizações da sociedade civil e movimentos sociais. Um exemplo foi a Cúpula dos Povos por Justiça Social e Ambiental, realizada em 2012, que reuniu mais de vinte mil participantes de organizações e movimentos de defesa de direitos e atraiu um público de 300 mil pessoas durante nove dias. O Fórum Social Mundial, cuja próxima edição será na Tunísia, em março, é outro exemplo de encontro internacional da sociedade civil que tem marcado a agenda internacional na última década.

No entanto, apesar da intensa participação em eventos dessa natureza, seus impactos nem sempre são visíveis: em espaços oficiais, a sociedade civil é muitas vezes consultada, mas nem sempre vê o resultado dessas consultas expressos nas negociações oficiais. Os espaços autônomos, organizados e geridos pela sociedade civil nem sempre resultam em diálogo efetivo com setores governamentais e incidência nas políticas. Nesse sentido, o seminário terá por objetivo debater em que medida as organizações da sociedade civil e movimentos sociais influenciam na agenda de desenvolvimento internacional; quais os espaços de participação mais promissores e resultados identificáveis; quais estratégias têm maior efetividade e qual o limite do advocacy junto aos governos frente à atuação autônoma em fóruns internacionais, dentre outras questões.

Serviço

“Governança e solidariedade global: O lugar da sociedade civil

  • Abertura: 25 de fevereiro, a partir das 19h.
  • Debates e oficina: 26 de fevereiro, a partir das 9h.
  • Endereço: Rua General Jardim, 660 – Vila Buarque, São Paulo – SP
  • Para se inscrever nas atividades, clique aqui.

Brasil busca voluntários para os grandes eventos globais

Rede Brasil Voluntariado

Muita gente gostaria de ajudar o próximo, mas não sabe como começar. Atuar como voluntário de um grande evento é uma ótima forma de turbinar o currículo profissional e aprender sobre voluntariado. Agora, definitivamente é a hora, pois o Brasil sediará a Copa das Confederações, a Copa do Mundo de Futebol e as Olimpíadas.

O Governo Federal lançou ontem, dia 22 de janeiro, a Rede Brasil Voluntário. Trata-se do programa de voluntariado que irá atender a demanda da Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013 e da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014A seleção de voluntários para a Copa das Confederações, a ser realizada no Brasil ainda em 2013, foi iniciada no do lançamento da rede e terminara no dia 16 de fevereiro.

O programa conta com portal com banco de dados e rede social própria que permitirá aos candidatos trocarem informações entre si, com a organização dos eventos e com os responsáveis pela Rede Brasil Solidário.

Copa das Confederações e Copa do Mundo

No caso dos dois eventos específicos de futebol, a atuação dos voluntários será integrada com o programa de voluntariado da FIFA – cuja seleção para o programa de voluntário foi encerrada em setembro de 2012. A rede de voluntários irá atender aeroportos, áreas de fluxo, pontos turísticos, festas públicas e dar suporte ao público-alvo como torcedores, imprensa não credenciada, turistas e população em geral.

A Copa das Confederações irá selecionar 7 mil voluntários da Rede Brasil Voluntário para sua realização, atuando nas seis cidades-sede. Cerca de mais 4.500 voluntários de Brasília e do Rio de Janeiro irão atuar nas cerimônias de abertura e encerramento em 2013, em conjunto com os voluntários selecionados pela FIFA.

O segundo processo seletivo, que ocorrerá logo após a Copa das Confederações, irá selecionar ainda mais voluntários para atuar nas doze cidades-sede da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014.

Inscreva-se

Basta preencher e enviar o formulário de inscrição disponível no Portal Brasil Voluntário até as 23h59 horas do dia 16 de fevereiro de 2013.

Para aumentar suas chances, insira corretamente todos os seus dados pessoais e preste atenção no preenchimento das informações sobre sua trajetória profissional, sua disponibilidade para atuar nos eventos e principais interesses.

Especificamente para a Copa das Confederações da FIFA, é necessário ter no mínimo 18 anos de idade (não há limite para participar), residir no Brasil e ter disponibilidade de horário.

Saiba TUDO sobre os programas de voluntariado da Copa das Confederações 2013 e da Copa do Mundo 2014 no Portal Brasil Voluntário.

com informações da Rede Brasil Voluntário

Vista aérea do festival de Woodstock, em 1969

Vista aérea do festival de Woodstock, em 1969

Em um dos períodos mais conturbados da humanidade, quatro jovens idealizaram um festival de música sem ter noção de que o mesmo se tornaria o maior evento mundial do rock. Tinha o objetivo inicial de reunir cerca de cem mil pessoas. Porém, estima-se que 450 mil pessoas compareceram ao evento.

Woodstock ficou conhecido como o maior dos festivais, tendo como lema “Três Dias de Paz, Amor e Rock and Roll“.Através do mesmo, reuniram-se consagrados nomes do rock and roll, como Janis Joplin, Jimi Hendrix, Joe Cocker, Jefferson Airplane, Santana, dentre outros. Nesse festival da contra cultura, marcou-se a liberdade dos jovens, em uma apologia à diversão e ao estilo musical que extrapola as regras e os limites impostos pelos mais conservadores da época.

Nova Iorque de repente se viu em um dos maiores engarrafamentos de sua história, mas como a paz era um dos principais elementos que figuravam no movimento, não aconteceram acidentes ou manifestações de violência. O festival deveria ocorrer originalmente na pequena cidade de Woodstock, mas os moradores locais não aceitaram, o que levou o evento para a pequena Bethel, a uma hora e meia de distância.

O festival exemplificou a era hippie e a contracultura do final dos anos 1960. Trinta e dois dos mais conhecidos músicos da época apresentaram-se durante um chuvoso fim de semana defronte a meio milhão de espectadores. Apesar de tentativas posteriores de emular o festival, o evento original provou ser único e lendário, reconhecido como um dos maiores momentos na história da música popular.

Porém, a precariedade da estrutura montada não foi suficiente para atender a multidão presente no local, o que fez apresentar problemas de higiene, falta d’água e de alimentos. Foi marcado também pelo disseminado uso de drogas. Woodstock simbolizou os valores da juventude da década de 60, protestando contra a guerra e contra o capitalismo, levantando a bandeira do amor livre.

Texto de Diego Vieira. Administração Imagens Histórica

Homens pelo fim da Violência Contra as Mulheres

Homens pelo fim da Violência Contra as Mulheres

A violência contra a mulher é entendida como qualquer ato ou conduta, que cause morte, dano ou sofrimento físico, sexual ou psicológico à mulher, tanto público como privado. Este tipo de violência já é reconhecido pela própria ONU – Organização das Nações Unidas – como um grave problema de saúde pública.

A Lei nº 11.340/2006 é conhecida por “Lei Maria da Penha”, regulamenta os casos de violência doméstica e familiar contra a mulher. Recebeu este nome em homenagem a ema mulher chamada Maria da Penha que tornou-se símbolo de um caso de violência doméstica contra a mulher.

Os números de violência contra as mulheres são impressionantes. De acordo com a OMS, quase metade das mulheres assassinadas são mortas pelo marido ou namorado, atual ou ex. Pelo menos umas em cada três mulheres apanham, são violentadas ou forçadas a manter relações sexuais em algum momento de sua vida. No Brasil, uma mulher é espancada a cada 15 segundos. Na Inglaterra, por semana, duas mulheres são mortas pelos seus parceiros. No Egito, 35% dizem ter apanhado do marido. Na África do Sul, 147 mulheres são estupradas todos os dias. Na França, 25 mil mulheres são violentadas a cada ano. Nos Estados Unidos, uma é estuprada a cada 90 segundos.

Estima-se que mais da metade das mulheres agredidas sofram caladas e não pediram ajuda. A vergonha, dependência emocional ou financeira do agressor são alguns dos principais motivos para este silêncio.

 

O relato de uma brasileira que mora em Cuba

O relato de uma brasileira que mora em Cuba

Saiu na página do Socialismo da Depressão no facebook! Se informem com A VERDADE e não com as imensas manipulações que estão rodando na rede.

Antes que digam qualquer coisa referente ao povo cubano, sobre a ausência na comunicação e internet, Cuba tem acesso sim, só que o acesso é bem mais caro do que para nós. Os debates pelos fóruns vimos que que há muitos cubanos em redes sociais e até sites de notícia de lá muito bem feitos. Cuba sofre com um embargo econômico, não se esqueçam. O aprimoramento de tecnologias não funciona como aqui. Além do mais, ou no começo desse ano ou no final do ano passado, Cuba começou a operar com o auxílio de cabos de fibra óptica vindos da Venezuela. Cuba conta com grande auxílio dos países latinos pra vencer esse embargo, mas as coisas não funcionam de um dia pra noite.

Acho bem legal a Tainá colocar um ponto de vista oposto – é assim que se constrói o debate e se chega mais perto da verdade. No entanto, meu questionamento está ligado não à organização teórica (e talvez até constitucional!) do sistema político cubano, e sim do seu funcionamento na prática. Ainda que exista, pelo menos recentemente, um sistema honesto e competitivo nas eleições cubanas, a eleição de Raul é algo, sem dúvida, polêmico – a manutenção do controle executivo do país pela família Castro é algo preocupante, já que indica ou uma atitude muito forte da população a favor da manutenção das políticas de Fidel, ou uma manipulação através de um sistema que se diz competitivo mas não o é de fato (lembremos da falsa oposição entre ARENA e MDB durante o regime militar). De qualquer forma, ainda acho que o assunto requer mais conhecimento do que o simples relato no blog, ou das alegações de uma blogueira.

Quem questiona se é verdade o que a Tainá fala ou se é verdade o que a Yoani Sánchez é porque Yoani normalmente sai papagueando o que ela diz, o que garantimos que é verdade é que não é a primeira vez que ouço isso de um brasileiro que mora em Cuba, além do mais, eles não se conhecem. Antes que digam qualquer coisa, eu queria sim morar em Cuba, se você não gostou, pague as passagens que eu irei de vez pra lá! Se você é contra ao sistema e quer viver sendo manipulado, viva seu mundo e respeite as opiniões divergentes. Eu sou socialista sim!

De Cuba, com Carinho. Livro de Yoani Sánchez

De Cuba, com CarinhoYoani Sánchez escreve um dos blogs mais visitados do mundo, Generación Y, com vários milhões de acessos mensais, mas quase não consegue ser lida em Cuba, onde mora com seu marido Reinaldo Escobar e seu filho adolescente Teo. Quando eleita pela revista Time uma das mulheres mais influentes do mundo, ou quando recebeu o prêmio Ortega y Gasset, seus feitos não foram registrados, muito menos festejados pelo governo cubano. Mas ela não escreve sobre política.

De Cuba, com carinho é um belo livro que narra a vida cotidiana de quem vive na ilha, sofre com a decadência da economia cubana, mas ama seu país. Alguém que não deseja que conquistas obtidas nas últimas décadas sejam jogadas fora, mas acha que o regime envelheceu junto com seus dirigentes. E conta tudo isso em textos cheios de vida, humor e certo amargor, mas muita esperança.

Eu não sei se irei comprar, vejo que não. O livro foi lançado no Brasil, [ISBN 978-85-7244-449-1], com o formato 16 x 23, 208 páginas e custa 35 pila na Editora Contexto. Apresento o link do blog da blogueira, a rede mais popular do mundo. Confere aí [http://www.desdecuba.com/generaciony_pt/], já está em português!