Meu Mundo 2015

Meu Mundo 2015 Brasil

As Nações Unidas, em parceria com a Fundação World Wide Web e o Instituto de Desenvolvimento Internacional, bem como apoio de parceiros em todo o planeta, estão realizando uma pesquisa para saber quais são as prioridades das pessoas, entidades da sociedade civil, do setor privado, do governo e da comunidade científica na construção de um mundo melhor.

Os resultados desta pesquisa serão compartilhados com os líderes mundiais que definirão a agenda de desenvolvimento global pós-2015, que vai ampliar os resultados dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, enfrentar as desigualdades que ainda persistirem e os novos desafios que afetam o planeta.

A ONU quer que esta nova agenda resulte de um processo realmente aberto e inclusivo, que envolva pessoas de todas as partes do mundo e de todos os grupos sociais e, por isso, está realizando uma pesquisa mundial intitulada “Meu Mundo”, criada como uma ferramenta para incluir a voz de todos neste diálogo global.

“Meu Mundo” é uma pesquisa de múltipla escolha que permite a todos dizer às Nações Unidas e aos líderes globais – e, em particular, ao Painel de Alto Nível do Secretário-Geral – quais devem ser os principais assuntos a serem tratados pela agenda pós-2015. “Meu Mundo” pergunta a cada pessoa quais são os seis temas, de um total de 16, que considera mais importantes para que a vida de todos seja melhor.

Para participar como indivíduo…

…basta acessar o site da pesquisa e dar sua opinião para a construção de um mundo melhor. Clique aqui e opine: www.myworld2015.org/?lang=pr. Compartilhe a pesquisa e suas escolhas com seus amigos e família e incentive-os a participar. Se você representa e/ou faz parte de entidade/associação/movimento da sociedade civil, do setor privado, do governo e da comunidade científica…

…preencha o questionário da Consulta Pós-2015, que contém duas perguntas de múltipla escolha e quatro perguntas abertas, que deverão ser respondidas e enviadas à Equipe da ONU por intermédio do escritório do PNUD no Brasil. Clique aqui para baixar o questionário.

As respostas e os dados gerados pelos questionários serão classificados de acordo com os grupos que representam e, ao final, será feita uma síntese das principais contribuições de cada grupo para o relatório final.

Envie seu questionário, comentários e dúvidas paraconsultapos2015@pnud.org.br ou para o endereço:

  • Consultas Pós-2015
  • PNUD/Casa das Nações Unidas no Brasil
  • Setor de Embaixadas Norte, Q. 802, Conj. C, Lt 17,
  • Brasília, Brasil, CEP: 70800-400

Só serão considerados questionários enviados até o dia 28 de fevereiro de 2013!

Participe! www.myworld2015.org/?lang=pr

ONU lança campanha e pede opinião de todas as pessoas sobre o que é necessário para um mundo melhor

Meu Mundo 2015

As Nações Unidas, em parceria com a Fundação World Wide Web, e o Instituto de Desenvolvimento Internacional, com o apoio de parceiros em todo o planeta, está realizando uma pesquisa com todas as pessoas para saber quais são suas prioridades na construção de um mundo melhor.  Os resultados desta pesquisa serão compartilhados com os líderes mundiais que definirão a agenda de desenvolvimento global pós-2015, que vai ampliar os resultados dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, enfrentar as desigualdades que ainda persistirem e os novos desafios que afetam o planeta.

A ONU quer que esta nova agenda resulte de um processo realmente aberto e inclusivo, que envolva pessoas de todas as partes do mundo e de todos os grupos sociais e, por isso, está realizando uma pesquisa mundial batizada de “Meu Mundo”, criada como uma ferramenta para incluir a voz de todos neste diálogo global.

“Meu Mundo” é uma pesquisa de múltipla escolha que permite a todos dizer às Nações Unidas, e aos líderes globais – e, em particular, ao Painel de Alto Nível do Secretário-Geral – quais devem ser os principais assuntos a serem tratados pela agenda pós-2015. “Meu Mundo” pergunta a cada pessoa quais são os seis temas, de um total de 16, que considera mais importante para que a vida de todos seja melhor.

Não perca a chance de participar e dar sua opinião para a construção de um mundo melhor. Clique aqui e opine: www.myworld2015.org/?lang=pr

Subsídios para a atuação na Política de Educação

Subsídios para a atuação na Política de Educação. arte: Ane Francco

Com o objetivo de contribuir para que a atuação profissional na Política de Educação se efetive em consonância com o fortalecimento do projeto ético-político do serviço social e de luta por uma educação pública, laica, gratuita, presencial e de qualidade, o CFESS lança hoje a brochura “Subsídios para a atuação de assistentes sociais na Política de Educação”. A publicação faz parte da Série Trabalho e Projeto Profissional nas Políticas Sociais, que já tem os documentos referentes à atuação de assistentes sociais na Saúde e na Assistência Social.

Além disso, a brochura tem o intuito de contribuir para o aprofundamento da reflexão sobre uma concepção de educação que oriente o debate das particularidades do trabalho do/a assistente social nessa Política pública. “Convidamos as/os assistentes sociais a ler este documento e a adensar a luta pela inserção da categoria na educação, aprofundando o debate entre nós, com os/as profissionais da área da educação e com a sociedade, na certeza de que temos competência legal, teórica, operacional, ética e política para contribuirmos para a materialização da educação como direito social fundamental na construção de uma sociedade emancipada”, destaca a conselheira do CFESS e integrante do GT responsável pela elaboração do documento, Maria Elisa Braga.

É importante informar que a publicação será enviada aos CRESS e Seccionais de todo o Brasil até o fim de fevereiro, mas já está disponível aqui no site do CFESS.

Clique aqui e faça o dowload

Tragédia em Santa Maria/RS denuncia a insegurança dos espaços públicos no Brasil

Tragédia em Santa Mari. arte: Rafael Werkema

O Conselho Federal de Serviço Social (CFESS) vem a público manifestar solidariedade a todas as vítimas da tragédia ocorrida em Santa Maria (RS) no dia 27 de janeiro.  Os/as assistentes sociais do estado do Rio Grande do Sul estão sendo mobilizados/as pelo Conselho Regional de Serviço Social (CRESS) da 10ª Região para atuar no apoio à população, de acordo com o trabalho desenvolvido pela Secretaria Municipal de Sáude daquele município, atendendo pelo telefone (51) 3289 2775.

Ação como esta é prevista no Código de Ética Profissional do/a Assistente Social, em seu artigo 3º, alínea d, que afirma como um dos deveres desse/a profissional: “participar de programas de socorro à população em situação de calamidade pública, no atendimento e defesa de seus interesses e necessidades”.

Essa tragédia revela os graves problemas de segurança existentes nos espaços públicos das cidades brasileiras e alerta os órgãos competentes para a necessidade de planejamento e fiscalização, na perspectiva de evitar tragédias anunciadas.

Buscas no Google revelam quais países olham mais para o futuro

As preocupações dos brasileiros com o futuro caíram drasticamente de um ano para o outro, caso o índice idealizado pelos pesquisadores britânicos esteja correto. [Imagem: Tobias Preis/Susannah Moat]

Como saber que país é mais ligado no futuro? Analisando as buscas no Google, é claro. Pesquisadores britânicos analisaram o número de vezes que internautas de 45 países procuravam, no final do ano, pelo ano anterior ou pelo ano novo. Nas buscas do final de 2011, eles contaram quantos internautas procuraram por “2010” ou por “2012” e, no final de 2012, eles contaram as buscas por “2011” ou por “2013”.

Teorizando que isto mostra o quanto os internautas de cada país estão mais ligados no futuro do que no passado, eles compilaram o “Índice de Orientação para o Futuro”. Em termos de quem olha para o futuro, a Alemanha está no topo do ranking, seguida pelo Japão, Suíça e Reino Unido. Na passagem 2011/2012 o Brasil ficou em 3º lugar, mas a preocupação dos brasileiros com o futuro diminuiu na passagem 2012/2013, com o país caindo para a 9ª posição.

Procurando explicações

A conclusão dos pesquisadores é que, em termos gerais, quanto maior é a renda per capita de um país, maior é a preocupação com o futuro, conforme expressa no seu índice.

“Nós vemos duas explicações principais para essa relação entre as buscas e o PIB. Primeiro, esses resultados podem refletir diferenças internacionais na atenção ao futuro e ao passado, onde um foco no futuro dá suporte ao sucesso econômico,” propõe o Dr. Tobias Preis (Universidade de Warwick), que idealizou o Índice de Orientação para o Futuro em colaboração com sua colega Helen Susannah Moat (Universidade College Londres).

“Em segundo lugar, esses resultados podem refletir diferenças internacionais no tipo de informação procurada online, talvez devido a influências econômicas sobre a infraestrutura disponível da internet,” teorizou.

Músico ilhotense quer fazer parte da Sinfonia de Guitarra de Eric Clapton

Esses dias eu postei um artigo em que falei da história de um amigo músico e que poucos o conhecem na cidade, mas você pode conhece-lo ao reler a postagem através deste link [http://bit.ly/WGtjE5]. Na publicação abordei seu novo projeto, uma versão inusitada de Cocaine e que o mesmo estará concorrendo da campanha comercial de Eric Clapton para fazer parte da Sinfonia de Guitarra de Clapton. Dê uma olhadinha no link [http://bit.ly/Y549Al] e ajude o amigo Cristiano a conquistar essa façanha. “Da uma ajudinha ai, preciso de um voto para este concurso, se puder votar em mim agradeço”, comentou o músico pelo bate-papo via facebook. A divulgação do vencedor será anunciada dia 6 de fevereiro de 2013.

O concurso tem por objetivo a celebração pelos 35 anos do álbum Slowhand, Eric Clapton está liberando as partituras de guitarra de “Cocaine” e convidando guitarristas aspirantes para enviar um vídeo apresentando sua melhor versão instrumental cover da música. Todas as versões serão compiladas numa versão orquestral e lançada pelo webiste oficial do Eric Clapton e em todos os seus respectivos canais de mídia social.

A Escolha da Universal Music

Todas as versões enviadas serão compiladas num cover de orquestra da música, que será lançada no website e canais de mídia social oficiais do Eric Clapton. Em Adição, um grande vencedor receberá:

  • Uma guitarra Fender ‘Blackie’ (no valor de US$2,5 mil).
  • Uma edição super-deluxe and uma versão LP vinil do relançamento do álbum Slowhand.
  • Exposição para sua versão através do Facebook oficial de Eric Clapton

A Escolha do Público

O guitarrista mais votado receberá:

  • Uma edição super-deluxe do relançamento do álbum Slowhand.
  • Exposição para sua versão através do Facebook oficial de Eric Clapton

Então, se tiver tempo e vontade nesse curto espaço de tempo, corra lá e bora votar neste link: http://www.talenthouse.com/cristianovalle. Valeu \o/\O/\o/

Porque que a mídia não se manifesta? Dois pesos duas medidas!

dois pesos duas medidas

O possível envolvimento do senador Álvaro Dias (PSDB-PR) com empresários ligados à origem do escândalo do “mensalão”, a Ação Penal (AP) 470, que o Supremo Tribunal Federal (STF) terminou de julgar em meados deste mês, piora a imagem pública do político tucano. Dedicado a apontar falhas de caráter em integrantes da esquerda brasileira, Dias bebeu do próprio veneno ao ver noticiada, nos últimos dias, a condenação judicial a que será submetido em um processo na Vara de Família de seu Estado. O processo, movido por sua filha menor de idade, levou-o a admitir a propriedade de cinco mansões em seu nome, no valor de R$ 16 milhões. À Justiça Eleitoral, o parlamentar declarou patrimônio de apenas R$ 1,9 milhão.

Em notícia divulgada nesta sexta-feira, na internet, Dias teria obtido parte dos recursos necessários à construção de seu patrimônio junto às empresas dos irmãos Basile e Alexandre George Pantazis, que estiveram envolvidas nos primórdios do escândalo nos Correios. A denúncia, reproduzida no blog Amigos do Presidente Lula, apresenta a ligação entre o senador paranaense no processo, que não está protegido por nenhum segredo de Justiça, que cita como ré a empresa AGP Administração, Participação e Investimentos, cujo sócio-gerente seria Pantazis, dono também da Dismaf Distribuidora de Manufaturados. Esta última é a empresa envolvida nas investigações dos Correios e citada em reportagem da revista semanal de ultradireita Veja, de 13 de abril de 2011. Segundo a reportagem, a empresa teria pagado propinas ao PTB sobre contratos nos Correios.

Segundo o blog, “o aparecimento desta súbita fortuna causou perplexidade à nação brasileira, que pergunta: como o senador, da noite para o dia, aparece como um dos parlamentares mais ricos do Brasil?. Detalhe: o processo não está em segredo de justiça, ao contrário do que disse o senador em seu twitter, e não é uma mera disputa familiar. É uma disputa patrimonial graúda envolvendo mais 10 réus ao lado de Álvaro Dias, e quatro deles são pessoas jurídicas. Uma das empresas ré na causa é a AGP Administração, Participação e Investimentos Ltda., de Alexandre George Pantazis, indicando que Álvaro Dias teve algum tipo de negócio com esta empresa envolvendo os R$ 16 milhões em questão”.

“A Dismaf foi objeto de uma reportagem da revista Veja (pág. 64, edição 2212 de 13/04/2011), acusando a empresa de pagar propinas ao PTB sobre contratos nos Correios, no caso que deu origem ao ‘mensalão’ a partir da gravação feita por um araponga de Carlinhos Cachoeira, que levou Roberto Jefferson a dar a entrevista em 2005. A reportagem foi baseado na denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal. Declarada inidônea pelos Correios, a empresa não podia participar de licitações, mas ganhou uma na Valec (que constrói a ferrovia norte-sul) para fornecer trilhos. O fato foi alvo de auditoria na CGU e foi um dos motivos para demissão do ex-presidente da Valec, o Juquinha”. Somente uma investigação sobre os contratos e quebra de sigilo bancário “poderá esclarecer o real envolvimento do senador tucano com o dono da Dismaf”, acrescenta o texto.

O Correio do Brasil tentou entrar em contato com o senador, tanto por telefone quanto na área de contato do sítio que ele mantém na internet, mas sem nenhum retorno até o fechamento desta matéria. Em sua página do microblog Twitter, Dias apenas postou, no final da manhã desta sexta-feira, uma mensagem cifrada: “Não vou subestimar a inteligência das pessoas que confiam em mim respondendo a inimigos levianos, desonestos A ma fé tem como resposta a ação”.

Prefeitos do Médio Vale participam de encontro nacional

Nova Marcha de prefeitos a Brasília

Uma comitiva composta por prefeitos do Médio Vale do Itajaí participa em Brasília, de 28 a 30 de janeiro, do Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas. O evento, promovido pelo governo federal, objetiva estabelecer parcerias com os gestores municipais para promover crescimento econômico com inclusão social, equilíbrio ambiental e participação cidadã. Participam do encontro os prefeitos de Blumenau, Botuverá, Brusque, Gaspar, Guabiruba, Indaial, Rodeio e Timbó.

Na programação serão apresentados os principais programas federais compreendidos nos eixos de desenvolvimento social, econômico, ambiental e urbano, participação social e cidadania. Cada temática destacará as políticas dos ministérios e órgãos federais voltadas para o respectivo tema.

Programas prioritários do governo federal, executados em parceria com os governos municipais, como o Programa de Aceleração do Crescimento e a Política Nacional de Resíduos Sólidos e de Saneamento, entre outros, irão compor a programação principal do evento.

Também serão apresentadas boas práticas de municípios e consórcios intermunicipais, além de oficinas técnicas sobre o sistema de convênios e contratos de repasse e instrumentos de modernização administrativa.

O presidente da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (Ammvi), Laércio Schuster Junior, prefeito de Timbó, analisa que o encontro será importante para buscar uma integração maior entre os gestores municipais e a União. “Além disso, é momento dos prefeitos cobrarem ações efetivas do governo federal e pedir soluções para velhos problemas como, por exemplo, o pacto federativo”, disse.

Recursos

Na abertura do encontro, a presidente Dilma Rousseff pediu um minuto de silêncio em memória dos jovens mortos na tragédia de Santa Maria. Em seguida, a presidente fez um relato a uma plateia de milhares de prefeitos, prefeitas e vices sobre principais programas do governo federal.

Na ocasião, Dilma anunciou o aporte de R$ 66,8 bilhões em recursos novos para investimentos em diferentes áreas. O governo federal abrirá seleção de projetos nas áreas de saneamento, infraestrutura e mobilidade urbana, habitação, educação e saúde. Segundo ela, o governo fará a ampliação de 5.629 unidades básicas de saúde e a construção 1.253 novas unidades, além de recursos para melhorar os equipamentos dos postos de saúde.

Dilma anunciou ainda a liberação de R$ 100 milhões para apoiar as prefeituras na implementação de cidades digitais e a construção de 300 unidades de iniciação ao esporte. Além disso, a presidente garantiu a doação de uma retroescavadeira aos municípios com população igual ou inferior a 50 mil habitantes e uma motoniveladora para todos os municípios que não foram beneficiados em 2012.

Em seu discurso, a presidente convocou os prefeitos a trabalhar cada vez mais junto com o governo federal que, segundo ela, aumenta a capacidade de realização de cada município, cada Estado e da União. “Temos o compromisso de manter uma parceria respeitosa, produtiva e fraterna para superar os gargalos desse país. Os desafios do Brasil estão em cada município. E o desafio de cada município é o desafio de todo país”, destacou.