Lançamento! DVD Ensaio Sensual de Mulheres Comuns de @fernanda_preto

Lançamento! DVD Ensaio sensual de mulheres comuns

Fotógrafos paulistas, anotem na agenda: lançamento oficial do DVD Ensaio Sensual de Mulheres Comuns pela renomada fotógrafa Fernanda Preto no dia 2/7. Vai tá imperdível! O evento acontece na Livraria da Vila da Rua Fradique Coutinho, 963 na capital paulista, no dia 2/7, terça-feira, durante os horários da 18h30 às 21h30.

Adquire o DVD Ensaio Sensual

Fotografar uma mulher e revelar em fotos sua beleza, poder e personalidade compõem a essência deste DVD. Fernanda Preto conta como faz para extrair a sensualidade oculta de mulheres comuns e realizar ensaios sensuais com arte e bom gosto. Através de de quatro ensaios práticos, Fernanda Preto mostra como selecionar o figurino, a maquiagem e, principalmente, como fazer a composição, a direção e a iluminação em cada ensaio. A autora conta em detalhes como funciona todo o seu fluxo de trabalho e quais poses não podem faltar em um ensaio sensual de uma mulher.

Sobre a autora

Fernanda Preto é formada em fotografia e artes visuais. Desde 2009 desenvolve o projeto Ensaio Pitanga (www.ensaiopitanga.com) de fotografia sensual para mulheres comuns, sendo uma das maiores especialistas do Brasil. Fotógrafa da agência americana Novus Select, contribui para diversas revistas, como a National Geographic, Traveler e Audubon. Foi selecionada para o Projeto Mezanino de Fotografia do Itaú Cultural e a Mostra EROTICA – os sentidos na arte, no Centro Cultural Banco do Brasil. Suas fotos fizeram parte de exposições no México, Brasil e Estados Unidos.

Siga Fernanda Preto e obtenha mais informações da fotógrafa pelos links:

Anúncios

Diagramação de álbuns de casamento. Um dos temas do PhotoShow 2013

Diagramação de álbuns de casamento

Diagramação de álbuns de casamento ganha importância na fotografia a cada ano que passa. Com o aumento da especialização de fotógrafos na área de casamentos, aumenta diretamente também a área de diagramação desses álbuns. Afinal, o que importa na fotografia comercial é principalmente o que é entregado para o cliente, tendo assim a necessidade de um material de beleza e qualidade.

Unindo um trabalho fotográfico belíssimo com a qualidade de uma excelente diagramação, Marcelo Caetano dá o toque final que muitas vezes se torna tão importante quanto as próprias fotografias apresentadas. Não perca a palestra de Marcelo Caetano no Congresso Photoshow Goiânia. Nos dias 15, 16 e 17 de julho em Goiânia – GO, 12 palestrantes, 3 dias de congresso e palestras com práticas ao vivo. Garanta já sua vaga no site:www.iphotoeditora.com.br/photoshow

Afinal de contas, o Movimento Passe Livre se retirou das manifestações sociais ou não?

Movimento Passe Livre

Não, ele sempre continuará. O movimento Passe Livre é uma das bandeiras defendidas pelos movimentos estudantis e que hoje ganhou adesão dos proletariados. Daqui pra frente causas serão defendidas isoladamente em cada cidade onde as injustiças e desigualdades prevalecem pelo doce sabor do capital, mas sempre terão a adesão daqueles que tendem sede por justiça e inclusão social, porque agora as vozes que ecoam pelas ruas enclaustradas ganham corpo nas mídias sociais independentes. As lutas pelo Passe Livre é de todos. Agora, o movimento que iniciou com o aumento das tarifas, ganhou um novo formato e isso sim irá continuar, por algum período, por todos os lugares, ao mesmo tempo com a mesma força e voz a partir das propostas apresentadas pela presidente, nesta segunda-feira durante a reunião com governadores e prefeitos das capitais, que na minha avaliação, são extremamente ótimas.

Depois de dizer em cadeia nacional que vai trazer médicos do exterior para os municípios distantes do Brasil, Dilma propõe um plebiscito para a reforma política. Quero ver a Câmara dos Deputados e o Senado Federal endossar a proposta. Se não endossar, tá na hora dos protestos mudarem de foco não é verdade? E plebiscito pra mim significa: nós decidimos! Se rolar o plebiscito para este ano, espero que as decisões já tenham validade para 2014. Já vi muita mudança, como foi a redução de cadeiras nas câmaras de vereadores, ter validade para a eleição seguinte. Se não tiver uma pressão, essas coisas só vão valer para 2016. Fiquem atentos nos congressistas.

Reforma política: Dilma propõe plebiscito para Constituinte exclusiva. Eu apoio!

 

Carta de reivindicações dos protestos de quinta-feira

Carta de reivindicações dos protestos de quinta-feira

Manifestantes protocolam pauta de reivindicações na Câmara e no Senado.

Sete manifestantes que participaram dos protestos de quinta-feira (20) voltaram ao Congresso nesta sexta-feira (21) para protocolar uma pauta com 13 reivindicações colhidas durante a manifestação. Eles entregaram o documento no protocolo administrativo do Senado, no protocolo da Presidência da Câmara, na Comissão de Legislação Participativa desta Casa e também foram recebidos pelo diretor-geral da Câmara, Sérgio Sampaio.

Os jovens afirmaram que se conheceram ontem na manifestação e decidiram apresentar uma pauta comum para dar um foco à reivindicação. O estudante Clay Zeballos ressaltou que o grupo é apartidário e não tem a intenção de se tornar lideranças do movimento. Ele espera que o diretor-geral apresente as reivindicações aos parlamentares. “Gostaríamos que os parlamentares nos procurassem. Como somos apartidários, não seria interessante procurá-los, mas, sim, o contrário”, disse.

Reivindicações

Os manifestantes também pretendem protocolar o documento no Supremo Tribunal Federal (STF) e na Presidência da República. O texto traz 13 reinvindicações: rejeição das PECs 33, que submete decisões do STF ao Congresso, e 37, que limita o poder de investigação do Ministério Público; fim do voto secreto parlamentar; mais investimentos para a saúde, educação e segurança; CPI para apurar o superfaturamento das obras da Copa; por um estado laico efetivo; cassação e prisão dos envolvidos no mensalão; tornar a corrupção um crime hediondo; fim do foro privilegiado; retirada de Renan Calheiros da Presidência do Senado; veto ao ato médico; melhorias imediatas no transporte público; redução salarial dos parlamentares; voto facultativo.

A manifestação de ontem reuniu cerca de 30 mil pessoas em Brasília. Os protestos começaram pacíficos, mas no final da noite o clima ficou tenso quando manifestantes quebraram vidraças e invadiram o Palácio do Itamaraty e tocaram fogo em uma estrutura metálica montada no canteiro central da Esplanada dos Ministérios. Paradas de ônibus, placas e até a Catedral foram depredadas.

Está marcado um novo protesto para este sábado (22). Por isso, a visitação ao Congresso está suspensa.

Íntegra da proposta:

A reprodução das notícias é autorizada pela Agência Câmara Notícias.