2013 foi um ano difícil para os Repórteres sem Fronteiras


Repórteres Sem Fronteiras

Não é fácil concluir um ano difícil. Em 2013, temos em todo o mundo 75 jornalistas mortos e 177 presos, cujo único defeito está fazendo seu trabalho: informar. A situação da liberdade de informação é sempre alarmante. Muitos de vocês trabalham o corpo ea alma, dia e noite para a nossa organização. Alguns de vocês estão lutando no chão e correr riscos diários à liberdade de informação.

A todos vocês, quero dizer obrigado! Devemos-lhe muito por sua coragem, seu compromisso e sua generosidade . Of todo o orgulho que sentimos todos os dias trabalhando para Repórteres Sem Fronteiras, o maior é o de tê-lo conosco. Para todos os outros, eu diria que as nossas lutas são sempre mais numerosos, enquanto os nossos recursos estão comprometidos pela crise nos atingiu. Falta-nos fundos, por isso ainda tenho de usar o seu apoio financeiro. Eu sei que todo mundo não é capaz de dar , mas ato no auge dos seus recursos, que já é um grande passo para a liberdade de informação.

Uma última vez, eu quero dizer que a nossa luta, a cada doação, contagens de cada euro https://donate.rsf.org/.

Obrigado a todos, desejo-lhe uma boa noite de Natal de 2014, e realizar todos os seus ideais.

Christophe Deloire, secretário-geral do Repórteres sem Fronteiras.

Anúncios

Uma resposta em “2013 foi um ano difícil para os Repórteres sem Fronteiras

  1. Pingback: Os cidadãos têm o direito de se manifestar, os jornalistas para informar! | Blog do dcvitti

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s