Começou as 7r3745 das pesquisas eleitorais

Print do jornal Página 3, Página 3, Jornal Página 3, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツ

Começaram as 7r3745 com as pesquisas de intensão de votos em #Ilhota.

A imagem acima [clique aqui para ter acesso ao link], fala de uma empresa que presta serviços de pesquisas e consultoria. Eu já vi algumas fotos daquele senhor que ilustra a matéria do tabloide numas reuniões de uma coligação aqui em #Ilhota. #SóAcho!

Estamos em meio a uma grande mentira, numa grande farsa. Falo e comento por ai que o interesse dos candidatos é apenas ganhar, ganhar e ganhar. Estão sedentos pelo poder. Não importa o que está escrito em seus planos de governo, nada daquilo será implementado. A única coisa que farão quando eleitos e empossados é vingar-se dos opositores. Todo mundo quer lucrar com a política e iludir seus simpatizantes, militantes e eleitores.

Um amigo, irmão em Cristo, me disse, certa vez, que estava circulando em grupos fechados no WhatsApp um suposto resultado de uma pesquisa eleitoral. Me parece que as coisas começam a fazer sentido. Infelizmente eu não sei de nenhum resultado, até mesmo, ele não foi doido em falar de números e eu não sou louco em divulgar quaisquer resultados em meu blog ou em outras mídias que são gerencias por mim. Isso é crime. Se é crime, por que os partidos insistem tanto em fazer as coisas por baixo dos panos, fora da lei? Não sei!

Certa vez, estava na fila do banco, e comentou-se sobre umas pesquisas eleitorais de intensão de votos que circulava na cidade. Fui pesquisar nos sites da Justiça Eleitoral e não encontrei nada! Nesta semana iniciou mais uma e está rolando outra pesquisa por ai. Sei disso porque minha esposa comentou ao chegar em casa.

No sábado, me perguntaram como estavam as coisas por que não estou envolvido diretamente com o processo eleitoral. Disse que as coisas estão meio que empatados entre as partes e a falta de uma terceira cria uma enorme interrogação #SóAcho. O moço que me perguntou isso me disse que eu estava louco porque o manda brasa do 15 está anos luz na frente, todo mundo só fala dele,  que já ganhou e é o melhor. Eu argumentei dizendo que o Dr. Lucas em 2012 também estava assim e não perdia nunca. Enfim… todos sabem qual foi o resultado daquela eleição!

Pelo que imagino, deve haver um grande números de indecisos até o momento e isso pode favorecer o candidato do 11. Essa gente pode descarregar no novo ao invés no senhor do 15 que todo mundo já sabe quem ele é. Não quer dizer que o novo seja a esperança e nem a salvação, mas há uma grande diferença entre o candidato velho.

Mas o que me deixa encucado é com uma coisa… o candidato da coligação #CompromissoComOFuturo está na rua há quase 3 anos e todo mundo já sabe que ele seria (e é) o candidato e mesmo assim, ainda tem gente que está com dúvida de votar nele? Vale apena lembrar aos amigos que o candidato da coligação #AvanteIlhota é candidato há poucas semanas.

Foi por isso que sai do Partido, para não apoiar do candidato do 15 e isso não quer dizer que votarei nele. Estou indeciso e logo, decidirei sobre minha dúvida em quem votar!

O que eu quero dizer com essa postagem? É informar aos amigos que me lê agora que pesquisas eleitorais não é resultado de eleições. É um termômetro que pode alterar as estratégias de campanha para conduzir uma vitória. O interesse maior disso tudo é deles mano, mais deles do que nosso. Jesus é a nossa única certeza. Políticos, principalmente candidatos, por mais que sejam nossos amigos, o interesse é somente deles. Será que vale a pena ficar brigando e carregando bandeirinha por ai, para esses caras pra que depois venham a aumentar quase o dobro os seus salários, governar e legislar em causa própria? Pensa um pouquinho ai #champs. Vale a pena isso? Na minha igreja, temos cultos apenas dois dias na semana, que são todas as quartas-feiras (19h30) e domingo (19h) e você é o nosso convidado.

Resgato a memória das eleições de 2012, alguém ai se lembra? Eu sei o que vocês fizeram na eleição passada!

Seja feliz em sua escolha.

Anúncios

Justiça Eleitoral manda recolher material irregular da coligação #CompromissoComOFuturo

Decisão judicial da 64ª zona eleitoral, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツ

A coligação #CompromissoComOFuturo utilizou termo vetado por lei

O Juiz Eleitoral da 64ª Zona Eleitoral de Gaspar, Dr. Rafael Germer Condé, concedeu liminar determinando a busca e apreensão no comitê de campanha eleitoral da coligação “Compromisso com Ilhota (PMDB/DEM/PSDB/PPS)” todo o material de propaganda impresso do candidato a majoritária Erico de Oliveira, o “seu Dida” identificado como “Plano de Governo” que consta o nome de uma das candidatas a vereadora, Eliane Batista Simon, como “Eliane da Saúde“, teoricamente fazendo menção ao cargo ocupado pela candidata na Prefeitura.

A determinação judicial veio baseada no artigo 40 da Lei 9504 de 1997 que proíbe o “uso, na propaganda eleitoral, de símbolos, frases ou imagens, associadas ou semelhantes às empregadas por órgão de governo, empresa pública ou sociedade de economia mista”. A lei ainda diz que “constitui crime, punível com detenção, de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa no valor de dez mil a vinte mil UFIR”.

A coligação supostamente tinha conhecimento do fato, por os materiais foram parcialmente rasurados antes da entrega, de acordo com a denúncia protocolizada no Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina, mas mesmo assim o juiz informou que a chapa deve se abster de veicular o material, sob pena de multa de R$ 500,00 (quinhentos reais) por peça distribuída em desacordo com a referida Lei. O decisão judicial também requer que seja retirado dos meios eletrônicos a propaganda que cita irregularmente “Eliane da Saúde”.

Com a mini reforma eleitoral, que diminuiu o tempo de campanha, vetou o uso de placas e também limitou o tamanho de impressos, fez com que essas eleições tenham se pautado principalmente em ações judiciais. Está óbvio que quem errar menos e tiver melhor assessorado vai dar menos trabalho para a Justiça Eleitoral e fará uma campanha com menos custo.

Clique aqui e confira na íntegra a decisão judicial.

Escrito por Jefferson Santos da redação do Notícias Vale do Itajaí.