Governo do Brasil reformula decreto controverso sobre escravidão

Trabalho Forçado

O presidente Michel Temer disse que o decreto seria modificado, mas não revogado.

O governo brasileiro emitirá um novo decreto que altera a definição de escravidão do país na sequência de um pedido anterior que foi amplamente criticado como uma inversão na luta contra o trabalho forçado, disse uma assessora presidencial na sexta-feira.

No Brasil, o trabalho forçado foi definido como uma forma de escravidão moderna. Isso inclui a escravidão por dívidas, condições de trabalho degradantes e longas horas de trabalho que representam um risco para a saúde ou a vida de um trabalhador e violam sua dignidade.

Ativistas dos direitos humanos disseram que um decreto emitido pelo ministério do trabalho mudou na segunda-feira a forma como a escravidão foi definida, limitando-a à liberdade de movimento da vítima, mas desconsiderando outros abusos.

O novo decreto, procurado pelo poderoso lobby da fazenda do Brasil, descarrilaria esforços de execução que libertaram 50 mil trabalhadores de condições de escravidão desde 1995, de acordo com procuradores federais e inspetores do trabalho.

Respondendo às críticas, o presidente Michel Temer disse na sexta-feira que o decreto seria modificado, mas não revogou.

Em uma entrevista com o site de notícias Poder360, Temer disse que a medida seria “aperfeiçoada” com sugestões de promotores, entre eles a criação de um departamento de polícia para crimes de escravos.

Um assessor presidencial disse mais tarde que as sugestões seriam usadas para reeditar um novo decreto. “O presidente instruiu o ministro do Trabalho a estudá-los e ver quais podem ser incorporados em um novo decreto”, disse o porta-voz.

Os grupos de direitos estipulam que centenas de milhares de pessoas trabalham em condições de escravidão em fazendas, plantações de cana-de-açúcar e fazendas de gado em áreas remotas e selvagens do Brasil, bem como em fábricas urbanas e canteiros de obras.

O decreto governamental emitido encerraria 506 de 706 condições de trabalho em casos de investigação, que já não seria considerado trabalho escravo, disse um porta-voz do Ministério Público Federal do Brasil.

Temer inclinou-se contra a pressão do lobby da fazenda para modificar o decreto em um momento em que ele confia nos votos do grupo no Congresso para bloquear acusações de corrupção na próxima semana.

O lobby da fazenda elogiou o decreto para esclarecer a definição de trabalho escravo e eliminar os “excessos” por inspetores.

Temer disse a Poder360 que o decreto precisava ser alterado porque continha detalhes irrelevantes para a definição da escravidão, como a necessidade de um suporte de barra de sabão ou uma escada para um beliche superior nos quartos de dormir dos trabalhadores.

Reuters. Reportagem de Ricardo Brito, Lisandra Paraguassú e Anthony Boadle.

Anúncios

O controverso decreto sobre escravidão do Brasil

BRAZIL’S CONTROVERSIAL SLAVERY DECREE

O presidente brasileiro, Michel Temer, respondeu à crítica de um novo decreto que alterou a definição de escravidão no país. Ele diz que o novo decreto será “aperfeiçoado”, mas que não será revogado apesar da reação.

Por anos, o Brasil definiu o trabalho forçado como uma forma de escravidão moderna, incluindo condições como “escravidão por dívidas, condições de trabalho degradantes e longas horas de trabalho que representam um risco para a saúde ou a vida de um trabalhador e violam sua dignidade”. No entanto, no novo decreto revelado na semana passada, o Brasil revisou sua definição de escravidão, afirmando que apenas se aplica aos casos em que as vítimas não têm liberdade de movimento. A mudança é amplamente vista como um ato político para Temer obter apoio do lobby da fazenda no bloqueio de acusações de corrupção.

Conforme relatado pela Fundação Thomson Reuters, isso tem conseqüências severas para casos abertos investigados pelo governo:

“O decreto do governo emitido encerraria 506 de 706 condições de trabalho em casos de investigação, que não serão mais considerados escravos, disse um porta-voz do Ministério Público Federal do Brasil.

Temer inclinou-se contra a pressão do lobby da fazenda para modificar o decreto em um momento em que ele confia nos votos do grupo no Congresso para bloquear acusações de corrupção na próxima semana. O lobby da fazenda elogiou o decreto para esclarecer a definição de trabalho escravo e eliminar “excessos” por inspetores “.

Os ativistas agora se preocupam que milhares de trabalhadores explorados em fábricas e nas fazendas brasileiras, plantações de cana-de-açúcar e fazendas de gado terão dificuldade em acessar a justiça.

Temer diz que o novo decreto levará em consideração as sugestões dos promotores e estabelecerá um departamento de polícia para investigar o trabalho escravo. To read the entire article, click here.

Freedom United

 

Impeça a votação do PL 73/2017 antes que seja tarde de mais!

Projeto de Lei 732017 - Municipalização de trecho da Rodovia BR-470

Uma contribuição ao debate!

Comunidade ilhotense, seguinte… talvez esse poderá ser um dos maiores estragos já promovido na gestão do prefeito Dida, um grande equívoco político que a Prefeitura de Ilhota pretender sancionar com a aprovação do #ProjetoDeLei PL 73/2017 que entra em sua primeira votação hoje na Câmara de Vereadores de Ilhota.

O ponto do debate que se levantou sobre o projeto principalmente nas mídias sociais, mais especificamente no grupo do WhatsApp da Câmara de Vereadores não é criação de uma rodoviária, lombada, parque industrial, bombeiros… isso ou aquilo. Essas coisinhas estão fora que cogitação no momento, não que sejam irrelevantes, mas o projeto tem seus pontos obscuros em suas entrelinhas.

A questão que devemos nos ater ao debate no momento sobre o projeto não é aquilo que não consta nos míseros 4 artigos da lei, e sim o que está oculto dela o favorecimento a um grupo de investidores. O município tem que pensar no bem comum das pessoas e isso não está acontecendo e estamos caminhando na contra mão do interesse público.

A obra daquela rodovia, apesar de inaugurada em 2 de setembro de 2016 e entregue a comunidade está inacabada. A rodovia está afundando! O Deinfra tem projetos (estou pesquisando pra logo publicar por aqui) para construir uma rotatória no trecho para fluir o futuro tráfego de veículos que tendem a como destino Pocinho e Barranco Alto e como se espera naquele loteamento com quase 900 lotes, imaginem a imensidão de carros entrando e saindo de lá. Será uma cidade. Teremos inúmeros problemas e isso é fato!

Então eu questiono… com a municipalização a prefeitura terá condições de fazer essas ações? Sabemos o quanto e difícil e o custo que é em conservar as nossas estradas com macadame, imagina uma obra dessa magnitude. Se o trecho passar para os cuidados da prefeitura, imagino que o Estado em sua magnífica sabedoria ira se ausentar do compromisso.

Portanto, peço aos nobres edis amigos da Câmara de Vereadores de Ilhota que barrem esse projeto, abrem uma consulta popular e depois de ouvir a sociedade, retornem ao debate do projeto. Caso haja e se estiverem com alguma dúvida quanto ao projeto, não é o prefeito que irá saná-la, pois o maior interessado é ele e vai convencer todos os vereadores a aderirem e aprovarem o projeto. A única razão para boicotar o projeto é o povo, após consulta-los. Nós devemos dizer aos vereadores o que eles deverão votar, a favor ou contra.

Vox Dei est eius

Conheça a lei!

Art. 1º Fica o Município de Ilhota autorizado a municipalizar o trecho que compreende a entrada da BR-470 no quilômetro 21,8 até a entrada da SC-470, cuja extensão é de 2,4 (dois vírgula quatro) quilômetros.
Parágrafo único. Para fins de assinatura do termo de transferência, o trecho acima referido é assim denominado: ENTR BR-470 (KM 21,8) – ENTR SC-470 (INÍCIO DA ÁREA URBANA DE ILHOTA) (SNV 470ASC1005) da Rodovia Federal BR-470/SC, com extensão total de 2,40 km.

Art. 2º A municipalização referida no artigo anterior não trará nenhum ônus à União Federal.

Art. 3º O Município assume a plena responsabilidade do trecho a partir da assinatura do termo de transferência e publicação do seu extrato no Diário Oficial da União.

Art. 4º Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação.

Erico de Olveira
Prefeito Municipal

Com alegria,
#DialisonCleberVitti

Trecho da Rodovia de acesso a Ilhota que liga a BR-470 com a Ponte de Ilhota que será municipalizada

Prefeito Dida quer municipalizar o trecho da rodovia da Ponte de Ilhota

Trecho da Rodovia de acesso a Ilhota que liga a BR-470 com a Ponte de Ilhota

Projeto de Lei Ordinária 73/2017 de 15/09/2017 de iniciativa do Executivo autoriza  municipalização de trecho da Rodovia BR-470.

O que dizer desse catastrófico #ProjetoDeLei PL 73/2017 de iniciativa da Prefeitura de Ilhota? Medo!

Os motivos que levaram a prefeitura na época a fazer a municipalização do pequeno trecho da Rodovia Jorge Lacerda no Centro da cidade de Ilhota – Minha Terra, Minha Vida foram única e exclusivamente para atender apenas a interesses e empreendimento privados de algumas gatos pingados do bolso grande, com incentivos fiscais e brandas licenças sem quase nenhuma fiscalização ambiental. Desse mesmo jeitinho ilhotense de ser é a mesma coisa que eles querem fazer com o trecho da rodovia que liga Ponte Padre Claudio Geremias Cadorin com a Rodovia BR 470.

Não há outra justificativa ou razão com a PL73/2017. Se uma pessoa quer investir na cidade, ela não sabe que tem que cumprir com determinadas normas? Claro que sabe! Antes de iniciar o projeto certamente o fulano de tal já sabia disso, mas sempre é bom especular.

Neste sentido eu pergunto, será que nessa cidade há dois pesos e duas medias? Claro que tem, e é evidente… um para os chegados do rei e outro para o resto! Interessante é fazer essa reflexão e tentar despertar nas pessoas o que essa administração didatorial está promovendo em Ilhota.

Se em um ano aquela pedacinho de asfalto da rodovia da ponte já cedeu, imagina daqui há dez ano, imaginou? Agora sonha com pesadelo! Com a municipalização, tira o dever do Estado e/ou União a responsabilidade da manutenção/conservação e obriga a Prefeitura de Ilhota a fazer o reparo.

Deinfra/SC está fazendo a tal da “revitalização” (que pra mim é mais uma operação tapa buracos) na Rodovia Jorge Lacerda e o trechinho do centrinho da #1lh074 ficou de fora, culpa dessa burrice em municipalizar e a #barroza terá que pagar o pato. Se administração não consegue resolver o problema dos semáforos na Avenida Ricardo Paulino Maes, e recuperar o asfalto, vai ter cacife corrigir a oscilação de toda rodovia que foi feita encima da terra podre, do brejo.

Isso é um grave erro e não podemos deixar passar barato. Será que vale a pena a gente pagar por isso em troca de um empreendimento que ficará livre, isento de tributação até 2036?

Com alegria,
#DialisonCleberVitti

Projeto de Lei 732017 - Municipalização de trecho da Rodovia BR-470

Conheça o IDMS 2016 de Ilhota e das cidades da região da Amfri

Mercado tem que ter sustentabilidade

O IDMS é uma ferramenta para a aplicação do conceito de desenvolvimento municipal sustentável construído a partir de uma série de indicadores considerados fundamentais para diagnosticar o grau de desenvolvimento de um território.

Esse índice, ao avaliar o desenvolvimento, configura-se como uma ferramenta de apoio à gestão capaz de evidenciar as prioridades municipais e regionais e situar as municipalidades em relação a um cenário futuro desejável.

A sustentabilidade é entendida como o desenvolvimento equilibrado das dimensões Social, Cultural, Ambiental, Econômica e Político-institucional.

Ilhota

  • IDMS: 0,607
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Blumenau
  • Área: 253 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 13.676,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 10.925 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 447.291,38 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hWy1Ap

IDMS 2016 - Ilhota

Balneário Camboriú

  • IDMS: 0,687
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área: 47 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 131.727,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 91.574 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 4.445.241,01 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hXx3Uk

IDMS 2016 - Balneário Camboriú

Balneário Piçarras

  • IDMS: 0,645
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área: 99 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 21.253,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 15.814 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 479.886,06 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hVi4KP

IDMS 2016 - Balneário Piçarras

Bombinhas

  • IDMS: 0,754
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área: 34 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 18.052,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 13.262 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 451.510,17 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hVi4KP

IDMS 2016 - Bombinhas

Camboriú

  • IDMS: 0,661
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área: 215 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 76.592,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 42.669 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 974.358,23 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hVEU4Y

IDMS 2016 - Camboriú

Itajaí

  • IDMS: 0,766
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área: 289 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 208.958,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 143.201 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 17.128.932,09 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hYEdHQ

IDMS 2016 - Itajaí

Itapema

  • IDMS: 0,706
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área59 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 59.147,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 37.853 (fonte: TSE/2016)
  • PIBR$ 1.363.896,10 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hVF780

IDMS 2016 - Itapema

Luiz Alves

  • IDMS: 0,599
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Blumenau
  • Área: 260 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 12.162,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 8.799 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 470.846,90 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hYETgm

IDMS 2016 - Luiz Alves

Navegantes

  • IDMS: 0,753
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área: 111 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 74.964,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 46.326 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 3.682.249,10 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hW6sHj

IDMS 2016 - Navegantes

Penha

  • IDMS: 0,616
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área: 62 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 30.262,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 20.987 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 505.115,98 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hVZOke

IDMS 2016 - Penha

Porto Belo

  • IDMS: 0,726
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área: 96 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 19.744,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 12.853 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 1.118.772,32 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hWctE2

CIDADES CIRCUNVIZINHAS DE ILHOTA

Gaspar

  • IDMS: 0,713
  • Associação: AMMVI
  • Secretaria Regional: ADR Blumenau
  • Área: 387 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 66.213,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 44.283 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 2.392.250,25 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hWor0j

IDMS 2016 - Gaspar

Blumenau

  • IDMS: 0,754
  • Associação: AMMVI
  • Secretaria Regional: ADR Blumenau
  • Área: 520 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 343.715,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 230.368 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 16.767.107,12 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hWmbGo

IDMS 2016 - Blumenau

Brusque

  • IDMS: 0,726
  • Associação: AMMVI
  • Secretaria Regional: ADR Brusque
  • Área: 283 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 125.810,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 84.654 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 5.394.834,78 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hWDXcy

IDMS 2016 - Brusque

Fonte

Julian Assange oferece recompensa por informações sobre assassinos de jornalista

Twitter Julian Assange

O fundador do Wikileaks, Julian Assange, prometeu uma recompensa de 20 mil euros por informações que levem aos assassinos da jornalista maltesa Daphne Caruana Galizia. A repórter, vítima de um atentado no dia 16 de outubro, foi fundamental na investigação e divulgação de denúncias no âmbito do “Panamá Papers”.

“Indignado de saber que a jornalista investigativa e blogger maltesa Daphne Caruana Galizia foi assassinada esta tarde perto de casa com uma bomba em seu carro. Ofereço uma recompensa de 20 mil euros por informações que conduzam à condenação de seus assassinos”, escreveu Assange em seu blog.

Esta semana, o filho da jornalista, Matthew Caruana Galizia, que também é membro do Consórcio Internacional de Periódicos de Investigação (ICIJ), acusou as autoridades de Malta de cumplicidade do assassinato. “Vocês são cúmplices, responsáveis”, disse por sua conta no Facebook.

Na quarta-feira (18), a União Europeia se pronunciou sobre o crime. “Estamos horrorizados pelo fato de ser uma jornalista conhecida e respeitada, a senhora Daphne Caruana Galizia, perdeu sua vida no que parece ser um ataque especificamente dirigido contra ela”, disse Margarita Schinas. “Foi um ato escandaloso”, assegurou, “O que conta agora é que se faça justiça”.

O primeiro ministro de Malta, Joseph Muscat, que reconheceu que a jornalista publicava constantemente críticas contra ele, tachou o assassinato como um ato de “barbarie” e ordenou aos serviços de segurança que dediquem todos os recursos possíveis à investigação.

Para o porta-voz do executivo europeu, Caruana Galizia era “uma pioneira do jornalismoinvestigativo em Malta” e explicou que o presidente da Comissão Jean-Claude Juncker, e seus comissários “condenam com máxima força este ataque”.

Portal Imprensa

Santa Catarina gera mais de 8 mil vagas de emprego em setembro, o segundo melhor resultado do país

Emprego com carteira assinada

Santa Catarina voltou a ser destaque nacional na geração de empregos. Em setembro, o Estado gerou um saldo de 8.011 novas vagas de trabalho com carteira assinada, segundo balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, divulgado na tarde desta quinta-feira, 19. Entre todos os estados, Santa Catarina ficou em segundo lugar no mês, atrás apenas de Pernambuco, que registrou saldo de 13.992 novos empregos. No Brasil, o saldo foi de 34.392 postos de trabalho.

O governador Raimundo Colombo comemorou o bom desempenho. “A geração de emprego é um fator essencial para a retomada da economia e ver Santa Catarina se destacando mais uma vez confirma que estamos no caminho certo e que o pior já passou”, avaliou.

Entre os desempenhos por setores, destaque para a indústria (saldo de 2.696 em setembro), para o segmento de serviços (2.501) e para o comércio (2.072). O número de setembro também representou o melhor resultado para o mês desde 2013, quando foi registrado saldo de 11.224 vagas em setembro daquele ano.

Santa Catarina já tinha ficado em segundo lugar na geração de empregos em agosto, com um saldo de 6,1 mil vagas, atrás apenas do resultado de São Paulo, que naquele mês registrou 17,3 mil novas vagas.

Secretaria de Estado de Comunicação – Secom

Começa neste domingo, na Espanha, a maior regata do mundo que estará em Itajaí em abril

Volvo Ocean Race

O secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan, participa neste domingo, 22, em Alicante, na Espanha, da largada oficial da 13ª edição da Volvo Ocean Race (VOR), que, em abril de 2018, estará em Itajaí, única parada na América do Sul da maior e mais difícil regata do mundo.

“Itajaí será o centro do mundo da vela em abril do ano que vem”, definiu o secretário Pavan. O município do Litoral Norte catarinense recebeu o evento pela primeira vez na regata 2011-2012, quando mais de 250 mil pessoas visitaram a Race Village montada para a competição. Na edição 2014-2015, recebeu novamente o evento e foi a segunda maior etapa em público, com mais de 350 mil pessoas.

Itajaí será o oitavo porto da regata. Após largar em Alicante, os barcos passarão por Lisboa (Portugal), Cidade do Cabo (África do Sul), Melbourne (Austrália), Hong Kong, Guangzhou (China), Hong Kong novamente e Auckland (Nova Zelândia). Após a parada catarinense, as embarcações seguirão a Newport (Estados Unidos), Cardiff (País de Gales), Gotemburgo (Suécia) e Haia (Holanda). A chegada à última estação está prevista para 20 de junho do ano que vem.

Em Itajaí, a Vila da Regata ficará aberta ao público de 5 a 22 de abril. A previsão é que os primeiros barcos cheguem ao Litoral catarinense no dia 8, após a parte mais difícil da prova, a passagem pelo Cabo Horn, no Extremo-Sul do planeta, que é considerado o mar mais radical do mundo.

No dia 20 de abril, será realizada a In-Port Race, uma competição que acontece nos locais de parada. No dia 21, os barcos estarão abertos ao público e, no dia 22, será a partida das sete equipes competidoras para o próximo porto. A estimativa é que a passagem da prova pela cidade gere mais de R$ 50 milhões em negócios para Santa Catarina.

O que é a Volvo Ocean Race?

A Volvo Ocean Race é conhecida como a competição mais longa e mais dura no esporte profissional e como um dos três grandes eventos no mundo da vela, ao lado dos Jogos Olímpicos e da America’s Cup. Considerada a Fórmula-1 dos Mares, a VOR terá na edição 2017-2018 a distância mais longa de sua história, navegando por quatro oceanos e com paradas em 12 cidades de cinco continentes, num total de 45 mil milhas náuticas.

Não há prêmio em dinheiro para os vencedores, mas ver o seu nome gravado em um dos anéis de prata que compõem o troféu da Volvo Ocean Race é considerada a maior recompensa para os competidores.

Transmissão ao vivo

O início da corrida será transmitido ao vivo em www.volvooceanrace.com e em www.facebook.com/volvooceanrace a partir das 13h30 pelo horário local (9h30, horário de Brasília).

Governo do Estado de Santa Catarina
Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte (SOL)
Assessoria de Comunicação

Volvo Ocean Race 2017-2018

Seu cão está bebendo bastante água?

Minha Catarina com o Kikinho meu cachorrinho no colo

A água compõe cerca de 80 por cento do corpo de um cão. É essencial para uma saúde ótima – tanto para humanos quanto para animais de estimação -, mas quanto é suficiente para nossos animais de estimação? E existe algo como muita água?

Cuidar de um animal é uma grande responsabilidade, uma vez que eles dependem dos seres humanos para suas necessidades. Nós tendemos a assumir que, enquanto nós fornecemos nossos cachorros com uma tigela de água, eles beberão a quantidade necessária, mas, infelizmente, isso nem sempre é verdade.

Alguns cães estão sub-hidratados, enquanto outros podem beber demais. Aqui está o que todos os donos de animais devem saber sobre a hidratação.

O papel vital da água no corpo

A água é a base da vida, pois hidrata, nutre e limpa o corpo. Enquanto seu cão pode sobreviver durante um longo período de tempo sem alimentos, o consumo de água insuficiente pode danificar seriamente o corpo. Em um período de tempo relativamente curto, apenas uma queda de 10% na hidratação pode ser fatal.

Do estado de alerta mental e facilidade de respiração, para uma digestão e movimentos intestinais ótimos, todo processo metabólico no corpo de um cão será afetado por seu nível de hidratação.

O fluxo sanguíneo bombeia oxigênio através do corpo e remove toxinas, mas uma hidratação fraca pode levar a um acúmulo de toxinas nos músculos e órgãos, causando uma enorme variedade de problemas de saúde. Os cães regulam seu calor ofegante, e esta respiração pesada faz com que muita umidade deixe o corpo – especialmente em dias quentes ou durante o exercício.

A falta de água pode resultar em desidratação, falência de órgãos e cálculos renais ou outros problemas do trato urinário, mas, além desses problemas de saúde direta, a ingestão insuficiente de água pode ser um indicador de problemas existentes.

O consumo de água pode ser um indicador de saúde

Os cães que não estão bebendo água ou que têm uma sede insaciável podem apresentar sinais de problemas de saúde mais sérios – e é por isso que é essencial observar atentamente os hábitos de consumo.

Cães com doenças como parvovírus, pancreatite e leptospirois – assim como muitos outros – não tendem a beber muita água, então se você perceber que seu cachorro não consegue beber nada, vale a pena levá-los para um check-up. Por outro lado, cães com infecções da bexiga, diabetes e doença de Cushing – entre outros – geralmente têm muita sede e podem ser observados bebendo quantidades excessivas de água.

Embora seja importante monitorar o quanto o seu cão está bebendo, lembre-se de manter as coisas em perspectiva com seus outros comportamentos, condições de temperatura e assim por diante, para que você não se preocupe demais toda vez que seu cachorro tem uma grande bebida!

Então, quanto de água seu cão precisa?

As necessidades de água de um cão variam de raça a raça e também dependem do tamanho, idade, dieta, nível de atividade e condições ambientais. A  ingestão de água recomendada  para um cão é de aproximadamente uma onça de água por libra de peso corporal, por dia.

A dieta do seu cão desempenhará um papel importante na quantidade de água que precisa consumir. Por exemplo, cães que apenas comem biscoitos secos ou crocantes receberão significativamente menos hidratação de seus alimentos do que aqueles em dietas ricas em umidade.

Durante o tempo quente, se o seu cão tiver muita sede depois de uma longa caminhada ou uma sessão de jogo, é uma boa ideia deixar ele ou reidratar durante um longo período de tempo, em vez de deixar o cachorro cair bastante água ao mesmo tempo.

Se o seu cão terminar toda a água em sua tigela, aguarde uma meia hora antes de enchê-lo, de modo que seu cachorro tenha tempo para descansar e digerir. Você também pode ajudar a manter os cachorros hidratados durante o exercício, dando-lhes acesso à água – pouco e muitas vezes é melhor.

Para testar se o seu cão pode estar desidratado, você pode levantar a pele na parte de trás do pescoço e assistir para ver a rapidez com que retorna à sua posição normal. Se for uma espécie de tenda, e não voltar a colocar no lugar imediatamente, seu cachorro pode estar desidratado.

Ninguém sabe o seu cão melhor do que você e, observando o comportamento do seu cão, você pode dizer se ele ou ela está feliz e saudável – ou mostrando sinais de desidratação ou doença. Regularmente o monitoramento da ingestão de água deve se tornar um hábito, pois pode lhe dizer muito sobre a saúde e o bem-estar do seu cão.

Fonte: Care2

 

Importantes informações de segurança para usuários do Yahoo

Yahoo!

Esta post refere-se a um problema de segurança de dados anunciado pelo Yahoo em dezembro de 2016. Na ocasião do anúncio, o Yahoo tomou as medidas descritas abaixo para ajudar a proteger sua conta com relação a este problema.

O que aconteceu?

Em 14 de dezembro de 2016, com base em análise de arquivos de dados fornecidos por autoridades de segurança pública, o Yahoo anunciou o roubo de dados associados a algumas contas de usuários, em agosto de 2013, por um agente terceiro não autorizado. O Yahoo notificou os usuários identificados na época como possivelmente afetados Recentemente, recebemos mais informações e, depois de analisá-las com a ajuda de especialistas forenses, determinamos que dados da sua conta podem ter sido afetados também.

Quais informações foram afetadas?

Os dados roubados incluem nomes, endereços de e-mail, números de telefone, datas de nascimento, senhas com hash (usando MD5) e, em alguns casos, perguntas e respostas de segurança com ou sem criptografia. É possível que nem todos estes dados estivessem presente em sua conta na ocasião. A investigação indica que as informações roubadas não incluem senhas em texto simples, dados de cartão de pagamento ou de conta bancária. Os dados de cartão de pagamento e de conta bancária não são armazenados no sistema afetado.

Medidas tomadas

Na ocasião do anúncio de dezembro de 2016, o Yahoo tomou medidas para proteger outros usuários, além dos que foram identificados como possivelmente afetados na época, incluindo você. Em especial:

  • O Yahoo solicitou que usuários potencialmente afetados alterassem suas senhas.
  • O Yahoo solicitou que os demais usuários que não haviam alterado suas senhas desde o momento do roubo também atualizassem suas senhas.
  • O Yahoo invalidou perguntas e respostas de segurança não criptografadas para que elas não pudessem ser usadas por terceiros para acessar as contas de usuários.

Estamos trabalhando neste incidente juntamente com as autoridades de segurança pública e continuamos a aprimorar nossos sistemas de detenção e bloqueio de acesso não autorizado a contas de usuário.

O que você pode fazer

Apesar de o Yahoo já ter tomado medidas para ajudar a proteger sua conta, recomendamos que você adote as seguintes medidas adicionais de segurança:

  • Altere suas senhas e perguntas e respostas de segurança para todas as contas nas quais usou as mesmas informações ou informações similares às usadas na conta do Yahoo.
  • Verifique se há atividades suspeitas em suas contas.
  • Seja cauteloso com quaisquer comunicações não solicitadas que peçam suas informações pessoais ou o redirecionem para uma página web que solicita informações pessoais.
  • Evite clicar em links ou fazer download de anexos de e-mails suspeitos.

Além disso, considere usar a Chave da conta do Yahoo, uma ferramenta de autenticação simples que elimina a necessidade de senha acessar para o Yahoo como um todo.

Para obter mais informações

Para obter mais informações sobre este problema e nossos recursos de segurança, consulte a página de Perguntas Frequentes sobre o problema de segurança de dados de 2013: https://help.yahoo.com/kb/index?locale=pt_BR&page=content&y=PROD_ACCT&id=SLN28451&actp=productlink. Valorizamos a confiança de nossos usuários em nós, e a segurança deles continua a ser nossa principal prioridade.

Chris Nims
Diretor de Segurança da Informação