Onde estão as crianças nas conferências sobre o trabalho infantil?


Conferência Global sobre a Erradicação Sustentada do Trabalho Infantil

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) está tendo sua IV Conferência Global sobre a Erradicação Sustentada do Trabalho Infantil em Buenos Aires nesta semana. Mas alguns estão perguntando: onde estão as opiniões de crianças em uma conferência que deveria discutir seus direitos e necessidades?

Em uma edição em Thomson Reuters Foundation, Tim Pilkington from World Vision UK, asks this simple question about how victims and survivors of child labor, including forced child labor, are represented at global conferences like this.

De acordo com as descobertas da OIT, pelo menos 152 milhões de crianças em todo o mundo são vítimas de trabalho infantil. A situação de milhões de crianças forçadas a trabalhar em campos, minas, fornos de tijolos. As crianças mais vulneráveis ​​estão sujeitas às pior formas de trabalho infantil, forçado a exploração sexual ou recrutado como soldados. Esta é uma mancha na consciência do mundo. Ela não tem lugar na 21 st  século.

Nada mudará de forma duradoura ou significativa para as crianças, se não tiverem uma palavra a dizer no futuro e se as suas vozes não forem ouvidas. Eles são os principais interessados ​​nesta questão específica. De fato, é seu direito inalienável   se envolver.

Pilkington acrescenta que crianças e jovens constantemente dizem que querem participar da formulação de políticas que afetam suas vidas. Sobre o tema do trabalho infantil, ele acredita que as crianças estão melhor posicionadas para falar sobre suas experiências e condições em seus países.

Justiça, um jovem de 16 anos de Gana, explicou que “as crianças são na sua maioria não qualificadas e oferecem uma fonte de trabalho barata, tornando-os uma opção atraente para muitos empregados gananciosos. Você pode imaginar que esses empregadores gananciosos no meu país empregam crianças tão jovens quanto 13 anos de idade? Essas crianças trabalham em campos de construção, fazendas de cacau e pedreiras, bem como nas minas”.

Para ler o artigo inteiro, clique aqui.

Freedom United

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s