Resenha do documentário “Luz, Trevas e o Método Científico”


O Filme construído por Leopoldo de Meis – Luz, Trevas e o Método Científico, têm como finalidade explorar a relação das descobertas da ciência desde o surgimento das espécies até a contemporaneidade. O trabalho desenvolvido surge da necessidade de mostrar a evolução da ciência até às descobertas atuais. Todo filme é ditado por um tom extremamente humanista, com destaque do próprio professor Leopoldo de Meis sobre as benesses e as tragédias – quando mal utilizada – que a ciência pode trazer.

Este vídeo propicia-nos um olhar pelo percurso multiforme na historia da ciência, podemos percorrer por cenas de luta, perseguição, sangue, guerra, fome e também conquistas. Onde a defesa de um ideal era patente na sua produção, bem como na sua ação cultural cívica e humanista.

O homem é a espécie mais recente do planeta, cuja sobrevivência, fazia necessário enfrentar a fome, grandes predadores e principalmente microoganismos e vírus, que ao final sempre conduzia a morte do individuo, no qual acreditava ser sobrenatural. O curandeiro possuía poderes inquestionáveis, exigindo total submissão. Varias religiões pregava o sacrifício humano como forma de aplacar as iras dos deuses, ao mesmo tempo também estava surgindo outra forma de pensar, baseado no funciona ou não funciona, nas tentativas e erros (experimentação), perpassando pela lógica e observação, criado por Aristóteles. Logo após, Hipócrates contestava que todas as doenças seriam de origem divina, não sendo um castigo divino. Em detrimento a isso, um grupo de homens iniciou uma nova forma de refletir mudando a maneira de ser e pensar do homem.

Porém, esse grupo de homens enfrentou forte rejeição da igreja, a partir do século XII essa perseguição tornou-se oficial, sendo denominada Inquisição; para fazer cumprir a suposta vontade divina, os inquisitores promoviam a constante vigilância, baseado no medo e na intolerância religiosa. Qualquer um que fosse considerado bruxo, pecador ou erudito seria torturado para confessar seus pecados. As mulheres eram as maiores vítimas nesse período, eram humilhados e considerados seres inferiores sendo maltratadas pela sociedade.

Mas, em meio a essa guerra, surgiram homens corajosos com seus pensamentos começaram a modificar a situação caótica em que o Mundo vivia. Um exemplo foi Francis Bacon, dizia que apenas com a lógica e observação não seria suficiente para descrever a realidade, a experimentação seria fundamental, devido a essa imaginação o preço foi alto, o Papa Clemente ordenou sua prisão perpetua. Eram na maioria das vezes intimidados e obrigados a recuar.

Não se podia pensar nada mais daquilo que a igreja define como inquestionável. Muitas lutas e mortes foram necessárias para chegar ao patamar que nos encontramos na atualidade. Desta forma, a ciência que conhecemos hoje, começou a se desenvolver, o método cientifico, abriu caminho para a revolução científica; as academias ajudaram a disseminar e consolidar esta atitude.

As ciências naturais avançaram enormemente a vida do homem no planeta, mudando radicalmente nos últimos anos. Com exemplo a isso, principiou a evolução dos meios de transporte, máquinas, tecnologias além do direito das mulheres sendo respeitados.

Destarte, a evolução das ciências permitiu ao homem trazer a realidade alguns de seus sonhos antigos, como voar, navegar em baixo d’água, chegar até a lua, atenuar a fome e aumentar sua expectativa de vida, mas para isso, custou preço de sangue, as idealizações eram constantemente rejeitadas e os pensadores eram na maioria das vezes punidos quando não sacrificados.

O pensamento destes homens/filósofos serviu como alicerce de diversas ideologias que duram até a contemporaneidade. Hoje, o conceito de ciência está bastante difuso entre as populações em geral, embora não se saiba corretamente sua definição, mas constantemente estamos vivendo a ciência e com a ciência.

Sobre o autor

Laudinéia Maria Neves Dias – Graduada em Enfermagem – Especialista em PSF, Licenciada em Biologia e Física via Complementação Pedagógica, Especialização em atenção básica em Saúde da Família (UFMG) MESTRANDA em Ciências da Educação pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Lisboa- Parceria com Universidade Federal do Espírito Santo – UFES. Email: laudineia_dias@yahoo.com.br.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s