Antes da última abelha morrer


Sem abelha sem alimento

Neste exato momento, bilhões de abelhas estão morrendo. Nos EUA, já não há mais abelhas suficientes para polinizar as plantações. Na Europa, apicultores perdem no mínimo 10% de suas abelhas todos os anos. Estamos enfrentando um holocausto ambiental que ameaça nossa própria sobrevivência — sem a polinização das abelhas, nosso inteiro ciclo alimentar está em perigo!

Cientistas advertem que pesticidas são tóxicos para as abelhas e que estamos usando muito mais que o necessário em nossas plantações. Gigantes do mercado químico que vendem pesticidas rebatem as críticas financiando relatórios duvidosos, dando tempo para que os políticos atrasem decisões importantes sobre o assunto. É a mesma tática usada por empresas de petróleo sobre as mudanças climáticas.

Mas finalmente poderemos ver uma redução drástica no uso desses produtos tóxicos na Europa, Canadá e EUA esse ano — e a Avaaz montou um plano para tornar isso realidade:

  1. Levar especialistas em pesticidas para testemunhar em órgãos do governo e para agentes públicos competentes;
  2. Financiar estudos que detalham o quanto as plantações irão se beneficiar sem o uso de pesticidas;
  3. Lançar uma mega campanha junto a políticos que nos ajudem a conquistar a proibição total do uso desses produtos químicos.

Estudos científicos e campanhas globais custam caro. A Avaaz talvez seja o único movimento de financiamento coletivo capaz de arrecadar dinheiro rápido o bastante para bancar estudos sobre como é possível cultivar sem o uso desses venenos. Assim, poderemos rebater os relatórios duvidosos pagos pela indústria farmacêutica. Isso é urgente, e se não agirmos agora, não sabemos quem irá. Doe o que puder com apenas um clique — antes que a última abelha morra.

Já financiamos estudos científicos; temos a maior petição no mundo para proteção das abelhas — com 4 milhões de assinaturas! –, e nossa campanha global ajudou a conquistar na Europa uma moratória que proíbe o uso de pesticidas que matam abelhas. Além disso, trouxemos para nosso lado países chave como o Reino Unido, que passou a apoiar a proibição total destes pesticidas. Mas ainda não é o bastante.

Empresas químicas financiam campanhas eleitorais, contam com o apoio de agentes públicos e tentam caluniar provas científicas. Nos EUA, a Agência de Proteção Ambiental está sendo contaminada pela administração Trump. Já na Europa, o governo alemão acaba de renovar o uso do glifosato, dando um respiro para empresas como Bayer e Syngenta.

As abelhas são vitais para a vida na Terra

Elas polinizam ⅓ da nossa comida! Até mesmo estudos feitos pelos próprios produtores de pesticidas apontam a escala alarmante dessa crise! É surreal o que estamos precisando fazer para que esses produtos sejam proibidos de vez. Mas é para este tipo de batalha que nosso movimento existe.

Os verdadeiros especialistas — apicultores e cientistas — pedem pela proibição de pesticidas. Se todos doarmos, vamos amplificar suas vozes e dar apoio popular para uma proibição total, freando quem faz lucro às custas da morte dessas lindas criaturas das quais dependemos para sobreviver.

Com esperança, Alice, Danny, Marigona, Allison, Mia, Spyro e toda equipe da Avaaz.

Mais informações

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s