Sou um dos 65 mil mesários convocados pelo TRE para as Eleições 2018 em Santa Catarina

Confirmação do recebimento da carta de convocação

O que eu não queria acabou aconteceu, mas confesso que estava esperando por isso há muito tempo. Fui convocado, oficialmente, pela primeira vez, a prestar o serviço junto a Justiça Eleitoral nas eleições gerais de 2018. Recebi a correspondência em em 17 de agosto deste ano.

No ano de 2000, primeira eleição 100% digital do país, totalmente informatizada, fui estagiário na 97ª seção eleitoral em Itajaí, quando estudava na faculdade de Ciência Política pela Univali, e lá trabalhei naquela eleição e adquiri muita informação no que tange o conteúdo da jurisprudência eleitoral. Queria ser presidente, mas fui convocado para ser primeiro mesário, e prestarei o serviço na escola onde sempre votei, no local de votação Valério Gomes.

Eleições 2018

Convocação geral

A Justiça Eleitoral catarinense iniciou no dia 6 de julho as convocações dos mesários que trabalharão nas Eleições 2018, que acontecem no dia 7 de outubro e, nos casos de 2º turno, 28 de outubro. A estimativa é de que aproximadamente 65 mil mesários serão necessários para realização do pleito.

As convocações acontecem via carta de convocação, entregue fisicamente ou em formato eletrônico em caso de inscrição voluntária pelo Portal do Eleitor. A notificação para mesários voluntários é enviada ao e-mail cadastrado no Portal, e o notificado deve acessar a plataforma para finalizar o processo.

A partir de 8 de agosto também será disponibilizada a lista de mesários convocados no site do TRE-SC, atualizada diariamente. Dúvidas sobre o assunto podem ser esclarecidas na página de perguntas frequentes, no site do TRE-SC, ou pelo 0800 647 3888.

Vantagens de trabalhar como mesário

O trabalho de mesário nas eleições prevê dois dias de folga para cada dia de convocação (Lei n. 9.504/1997, art. 98), a validação das horas trabalhadas como atividade complementar em universidades conveniadas, a preferência de desempate em concursos públicos no TRE-SC e, quando previsto em edital, em outros concursos públicos, além da direta contribuição com a transparência do processo eleitoral.

As inscrições para mesário voluntário continuam abertas no Portal do Eleitor. No entanto, a inscrição não garante a convocação, que é definida pelo juiz responsável pela Zona Eleitoral.

Quem pode e quem não pode trabalhar como mesário

Todo eleitor, maior de 18 anos, e que esteja em situação regular com a Justiça Eleitoral poderá ser mesário. Consulte sua situação eleitoral aqui.

Não poderão ser mesários

  • Candidatos, seus cônjuges e parentes de até segundo grau (mãe, pai, avó), mesmo que por afinidade (sogro, genro, cunhado).
  • Membros dos Diretórios de partidos que exerçam função executiva.
  • Agentes e autoridades policiais, assim como funcionários com cargos de confiança do Executivo.
  • Pertencentes ao serviço eleitoral.

Assessoria de Comunicação Social do TRE-SC

Anúncios

Cientistas calculam quantos amigos você tem

Cientistas calculam quantos amigos você tem

Em média, há entre três e cinco pessoas em nossas vidas com as quais temos um relacionamento muito próximo (amigos íntimos e/ou família), cerca de 10 com quem temos amizades íntimas, um grupo maior de cerca de 30 a 35 pessoas com quem interagimos com frequência e, finalmente, cerca de 100 conhecidos com quem entramos em contato de vez em quando.

Em outras palavras, nós interagimos regularmente com cerca de 150 pessoas.

Esse número é conhecido como “número de Dunbar” e indica a quantidade de amigos com quem o nosso cérebro pode lidar, de acordo com uma teoria formulada na década de 1990 por Robin Dunbar, professor de antropologia da Universidade de Oxford.

Agora, o próprio professor Dunbar se uniu a colegas espanhóis para verificar sua teoria na prática. E eles concluíram que a organização das nossas amizades é guiada em grande parte por nossa capacidade cognitiva, ou seja, pela quantidade de tempo e esforço mental que podemos dedicar aos amigos.

“É a primeira vez, tanto quanto eu saiba, que uma teoria puramente matemática, baseada em um princípio físico básico (o da máxima entropia), prediz um fenômeno social ou estrutura que é posteriormente encontrada nos dados,” disse Anxo Sánchez, da Universidade Carlos III de Madri.

Isso também pode acontecer em pequenas comunidades, onde há menos pessoas disponíveis para estabelecer um relacionamento, levando à ampliação do círculo de amizades próximas entre as pessoas disponíveis.

“O que a nossa teoria prevê, e o que agora conseguimos averiguar, é que pessoas com alta capacidade cognitiva poderiam expandir seu círculo de amizades íntimas,” explica Sánchez.

Algo semelhante acontece ao contrário, segundo os pesquisadores.

“É impossível ter relações com 150 pessoas e ser íntimo de todas. Por isso, se se tem um grande número de relacionamentos, isso deve significar que são quase todos superficiais,” disse Ignacio Tamarit, coautor do trabalho.

Diário da Saúde