A posse

Elegemos um grupo do WhatsApp para governar o país!

Elegemos um grupo do WhatsApp para governar o país!

Não irei à sua posse
Porque sou negro cotista
Sou filho da diarista
Daquela cuja empregada
que a carteira assinada
Você queria negar.

Não irei à sua posse
Porque sou homoafetivo
Filho do índio nativo
Dono desse lugar
Cujas terras demarcadas
Você reluta em tomar.

Não irei à sua posse
Porque sou mulher educada
Não nasci de fraquejada
E luto por igualdade
E isso me engrandece
Mas respeito e liberdade
não é coisa pra covarde
Isso você desconhece.

Não irei à sua posse
Porque sou trabalhador
Se sem direitos estou
É porque você contribuiu
Pra reforma trabalhista
Assassinou o sindicato
E o povo pagará o pato
Do modelo escravagista.

Não irei à sua posse
Porque eu sou um retirante
Filho de um imigrante
Imitante de Jesus
Que também por um instante
foi um simples imigrante
Pra cumprir com sua cruz.

Não irei à sua posse
Porque sou deficiente
Sou humano, sou valente
Mas tenho vergonha na cara
Minha cadeira de rodas
Segue outra direção:
A do respeito, inclusão
A direção bem contrária
Dessa farsa anunciada.

Não irei a sua posse
Porque eu sou a poesia
Sou poeta sou folia
Sou a cantiga de rodas
Sou quilombo, sou favela
Sou a pipa da janela
Voando a favor do vento
Caindo na plantação
De uma reforma agrária
Sou a raça libertária
Sou alegria perene
Por isso não me condene!
Sua graça é temporária.

Recebido no grupo do Comitê pela Democracia
Autor desconhecido.

Anúncios

Em 2019, não soltaremos a mão de ninguém!

Em 2019, não soltaremos a mão de ninguém

Em 2019, não soltaremos a mão de ninguém, nem abriremos mão dos nossos princípios ético-políticos!

No ano que se passou, a categoria de assistentes sociais foi às ruas para defender pautas históricas como a previdência social, saúde e assistência social, como política social pública, e combater medidas conservadoras e violadoras de direitos.

Se o conservadorismo reuniu condições de se fortalecer no contexto das últimas eleições e se mostra também em processo de reatualização no interior da nossa profissão, quando vimos, por exemplo, inúmeras manifestações de colegas assistentes sociais nas redes sociais apoiando retrocessos que já superamos há quase quatro décadas, nossa resposta será também nas ruas e nas lutas!

É tempo de mãos dadas, de manter os olhos no horizonte à frente.

Em tempo… a descrição da imagem a arte é inspirada na ilustração de Thereza Nardelli, “Ninguém solta a mão de ninguém”, que mostra imagem de duas mãos se segurando, em referência à resistência necessária para 2019, e ao fundo a árvore que simboliza o Código de Ética do/a Assistente Social com os princípios em seus ramos. No meio dos ramos, a frase “não soltaremos a mão de ninguém!”