Assista a entrevista de Fernando Haddad no programa Roda Viva

O outro candidato recusou a ir, mas Fernando Haddad não, jamais! E vai perder uma oportunidade dessa? Não né. Ele está pronto para qualquer entrevista e debate e mais a sabatina do Roda Viva, que acontece nesta segunda-feira, #22out2018, na TV Cultura, às 22h. Prepare-se para conhecer melhor as propostas do próximo presidente do Brasil.

O programa promoveu uma entrevista com o candidato à Presidência da República pelo PT. Ele falou sobre suas propostas para as áreas que mais preocupam os brasileiros, como Saúde, Educação, Segurança e Economia. A bancada de entrevistadores foi composto por Bernardo Mello Franco, colunista do jornal O Globo; Fernando Canzian, repórter especial do jornal Folha de S.Paulo; Maria Cristina Fernandes, colunista do jornal Valor Econômico; Vicente Nunes, editor-executivo do Correio Braziliense; e Vera Magalhães, colunista do jornal O Estado de S. Paulo e comentarista da Rádio Jovem Pan.

#HaddadNoRodaViva

Anúncios

Padre Júlio Lancellotti ensina o que é ser cristão

Peço que você que assista e reflita os poucos minutos deste vídeo. Caso dê algum problema no player assista clicando esse link! Este vídeo se destina principalmente aos católicos. Sei que o ódio foi plantado no coração de muitos de nós, mas é preciso voltar as origens da fé e refletir de verdade. Tenha um ótimo dia eque tua semana seja abençoada por Deus! Ganhe alguns minutos de sua vida e ouça as palavras do Padre Júlio Lancellotti. Uma verdadeira aula de amor fraterno! #compartilhe.

Assista outros vídeos do Padre Júlio Lancellotti.

Sua tia não é fascista, ela está sendo manipulada

Sua tia não é fascista, ela está sendo manipulada

Você se pergunta como um candidato com tão poucas qualidades e com tantos defeitos pode conseguir o apoio quase que incondicional de grande parte da população?

Você já tentou argumentar racionalmente com os eleitores deles, mas parece que eles estão absolutamente decididos e te tratam imediatamente como inimigo no mais leve aceno de contrariedade?

Até sua tia, que sempre foi fofa com você, agora ataca seus posts sobre política no Facebook?

Pois bem, vou contar uma história.

O principal nome dessa história é um sujeito chamado Steve Bannon. Bannon tinha uma visão de extrema direita nacionalista. Ele tinha um site no qual expressava seus pontos de vista que flertavam com o machismo, com a homofobia, com a xenofobia, etc. Porém, o site tinha pouca visibilidade e seu sonho era que suas ideias se espalhassem com mais força no mundo.

Para isso, Bannon contratou uma empresa chamada Cambridge Analytica. Essa empresa conseguiu dados do Facebook de milhões de contas de perfis por todo mundo. Todo tipo de dado acumulado pelo Facebook: curtidas, comentários, mensagens privadas. De posse desses dados e utilizando algoritmos, essa empresa poderia traçar perfis psicológicos detalhados dos indivíduos.

Tais perfis seriam então utilizados para verificar quais indivíduos estariam mais predispostos a receber as mensagens: aqueles com disposição de acreditar em teorias conspiratórias sobre o governo, por exemplo, ou que apresentavam algum sentimento de contrariedade difuso ao cenário político atual.

A estratégia seria fazer com que esse indivíduo suscetível a essas mensagens mudasse seu comportamento, se radicalizasse. Como as pessoas passaram a receber as notícias e a perceber o mundo principalmente através das redes sociais, não é difícil manipular essas informações. Se você pode controlar as informações a que uma pessoa tem acesso, você pode controlar a maneira com que ela percebe o mundo e, com isso, pode influenciar a maneira como se comporta e age.

Posts no Facebook podem te fazer mais feliz ou triste, com raiva ou com medo. E os algoritmos sabem identificar as mudanças no seu comportamento pela análise dos padrões das suas postagens, curtidas, comentários.

Assim, indivíduos com perfis de direita e seu tradicional discurso “não gosto de impostos” foram radicalizados para perfis paranoicos em relação ao governo e a determinados grupos sociais. A manipulação poderia ser feita, por exemplo, através do medo: “o governo quer tirar suas armas”. Esse tipo de mensagem estimula um sentimento de impotência e de não ser capaz de se defender. Estimula também um sentimento de “somos nós contra eles”, o que fecha a pessoa para argumentos racionais.

Sites e blogs foram fabricados com notícias falsas para bombardear diretamente as pessoas influenciáveis a esse tipo de mensagem. Além disso, foi explorado também um sentimento anti-establishment, anti-mídia tradicional e anti “tudo isso que está aí”. Quando as pessoas recebiam várias notícias de forma direta, e não viam essas notícias repercutirem na grande mídia, chegavam à conclusão de que a grande mídia mente e esconde a verdade que eles tem.

Se antes a mídia tradicional podia manipular a população, a manipulação teria que ser feita abertamente, aos olhos de todos. Agora, todos temos telas privadas que nos mandam mensagens diretamente. Ninguém sabe que tipo de informação a pessoa do lado está recebendo ou quais mensagens estão construindo sua percepção de realidade.

Com esse poder nas mãos, Bannon conseguiu popularizar a alt right (movimento de extrema direita americana) entre os jovens, que resultou nos protestos “unite de right” no ano passado em Charlottesville, Virgínia que tiveram a participação de supremacistas brancos. Bannon trabalhou na campanha presidencial de Donald Trump e foi estrategista de seu governo. A Cambridge Analytica trabalhou também no referendo do Brexit, que foi vencido principalmente por argumentos originados de fake news.

Quando a manipulação veio à tona, Mark Zuckerberg foi chamado ao senado americano para depor. Pra quem entendeu o que houve, ficou claro que a democracia da nação mais importante do mundo havia sido hackeada. Mas os congressistas pouco entendimento tinham de mídia social; e quem estaria disposto a admitir que a democracia pode ser hackeada através da manipulação dos indivíduos?

Zuckerberg estava apenas pensando em estabelecer um modelo de negócios lucrativo com a venda de anúncios direcionados. A coleta de dados e a avaliação de perfil psicológico das pessoas tinham a intenção “inocente” de fazer as pessoas clicarem em anúncios pagos. Era apenas um modelo de negócios. Mas esse mesmo instrumento pode ser usado com finalidade política.

Ele se deu conta disso e sabia que as eleições brasileiras podiam estar em risco também. Somos uma das maiores democracias do mundo. O Facebook tomou medidas ativas para evitar que as campanhas de desinformação e manipulações ocorressem em sua rede social. Muitas contas fake e páginas que compartilhavam informações falsas foram retiradas do Facebook no período que antecede as eleições.

Mas não contavam com a capilarização e a popularização dos grupos de Whatsapp. Whatsapp é um aplicativo de mensagens diretas entre indivíduos; por isso, não pode ser monitorado externamente. Não há como regular as fake news, portanto, fazer um perfil fake no Whatsapp também é bem mais fácil que em outras redes sociais e mais difícil de ser detectado.

Lembram do Steve Bannon, que sonhou com o retorno de uma extrema direita nacionalista forte mundialmente? Que tinha ideias que são classificadas como anti minorias, racistas e homofóbicas? E que usou um sentimento difuso anti “tudo que está aí”, e um medo de os homens se sentirem indefesos para conquistar adeptos?

Pois bem, ele se encontrou em agosto com Eduardo Bolsonaro. Bolsonaro disse que o Bannon apoiaria a campanha do seu pai com suporte e “dicas de internet”, essas coisas. Bannon é agora um “consultor eventual” da campanha. Era o candidato ideal pra ele, por compartilhava suas ideias, no cenário ideal: um país passando por uma grave crise econômica com a população desiludida com a sua classe política.

Logo depois de manifestações de mulheres nas ruas de todo o Brasil e do mundo contra Bolsonaro, o apoio do candidato subiu, entre o público feminino, de 18 para 24 por cento. Um aumento de 6 pontos depois de grande parte das mulheres se unir para demonstrar sua insatisfação com o candidato.

Isso acontece porque, de um lado, a grande mídia simplesmente ignorou as manifestações e, por outro, houve um ataque preciso às manifestações através dos grupos de Whatsapp pró-Bolsonaro. Vídeos foram editados com cenas de outras manifestações, com mulheres mostrando os seios ou quebrando imagens sacras, mas utilizadas dessa vez para desmoralizar o movimento #elenão entre as mais conservadoras.

Além disso, Eduardo Bolsonaro veio a público logo após a manifestação e declarou: “As mulheres de direita são mais bonitas que as de esquerda. Elas não mostram os peitos e nem defecam nas ruas. As mulheres de direita têm mais higiene”. Essa declaração pode parece pueril ou simplesmente estúpida mas é feita sob medida para estimular um sentimento de repulsa para com o “outro lado”.

Isso não é nenhuma novidade. A máquina de propaganda do nazismo alemão associava os judeus a ratos. O discurso era que os judeus estavam infestando as cidades alemãs como os ratos. Esse é um discurso que associa o sentimento de repulsa e nojo a uma determinada população, o que faz com que o indivíduo queira se identificar com o lado “limpo” da história. Daí os 6 por cento das mulheres que passaram a se identificar com o Bolsonaro.

Agora é possível compreender porque é tão difícil usar argumentos racionais para dialogar com um eleitor do Bolsonaro? Agora você se dá conta do nível de manipulação emocional a que seus amigos e familiares estão expostos? Então a pergunta é: “o que fazer?”

Não adiante confrontá-los e acusá-los de massa de manobra. Isso só vai fazer com que eles se fechem e classifiquem você como um inimigo “do outro lado”. Ser chamado de manipulado pode ser interpretado como ser chamado de burro, o que só vai gerar uma troca de insultos improdutiva.

Tenha empatia. Essas pessoas não são tolas ou malvadas; elas estão tendo suas emoções manipuladas e estão submetidas a uma percepção da realidade bastante diferente da sua.

Tente trazê-las aos poucos para a razão. Não ofereça seus argumentos racionais logo de cara, eles não vão funcionar com essas pessoas. A única maneira de mudar seu pensamento é fazer com que tais pessoas percebam sozinhas que não há argumentos que fundamentem suas crenças e as notícias veiculadas de maneira falsa.

Isso só pode ser feito com uma grande dose de paciência e de escuta. Peça para que a pessoa defenda racionalmente suas decisões políticas. Esteja aberto para ouvi-la, mas continue sempre perguntando mais e mais, até ela perceber que chegou num ponto em que não tem argumentos para responder.

Pergunte, por exemplo: “Por que você decidiu por esse candidato? Por que você acha que ele vai mudar as coisas? Você acha que ele está preparado? Você conhece as propostas dele? Conhece o histórico dele como político? Quais realizações ele fez antes que você aprova?”

Em muitos casos, a pessoa tentará mudar o discurso para falar mal de um outro partido ou do movimento feminista. Tal estratégia é esperada porque eles foram programados para achar que isso representa “o outro lado”, os inimigos a combater.

Nesse caso, o caminho continua o mesmo: tentar trazer a pessoa para sua própria razão: “Por que você acha que esse partido é tão ruim assim? Sua vida melhorou ou piorou quando esse partido estava no poder? Como você conhece o movimento feminista? Você já participou de alguma reunião feminista ou conhece alguém envolvido nessa luta?”

Se perceber que a pessoa não está pronta para debater, simplesmente retire-se da discussão. Não agrida ou nem ofenda, comportamento que radicalizaria o pensamento de “somos nós contra eles”. Tenha em mente que os discursos que essa pessoa acredita foram incutidos nela de maneira que houvesse uma verdadeira identificação emocional, se tornando uma espécie de segunda identidade. Não é de uma hora pra outra que se muda algo assim.

Duas das mais importantes democracias do mundo já foram hackeadas utilizando tais técnicas de manipulação. O alvo atual é o nosso país, com uma das mais importantes democracias do mundo. Não vamos deixar que essas forças nos joguem uns contra os outros, rasgando nosso tecido social de uma maneira irrecuperável.

P.S.: Por favor, pesquise extensamente sobre todo e qualquer assunto que expus aqui, e sobre o qual você esteja em dúvida. Não sou de nenhum partido. Sou filósofo e, como filósofo, me interesso pela verdade, pela ética e pelo verdadeiro debate de ideias.

Artigo recebido e compartilhado via WhatsApp e desconheço a autoria.

É hora de lutar! Estamos do lado certo da história

E hora de lutar! Estamos do lado certo da história

Nossos inimigos dizem: a luta terminou.
Mas nós dizemos: ela começou.

Nossos inimigos dizem: a verdade está liquidada.
Mas nós dizemos: nós a sabemos ainda.

Nossos inimigos dizem: mesmo que ainda se conheça a verdade
Ela não pode mais ser divulgada.
Mas nós a divulgamos.

É a véspera da batalha.
É a preparação de nossos quadros.
É o estudo do plano de luta.
É o dia antes da queda
De nossos inimigos.

 

Bertolt Brecht
(1898-1956)

Confira a lista de algumas condutas corruptas, bem atuais e extensas desse coiso

#EleNão

Quando uma pessoa apoia Bolsonaro, geralmente ela diz que ele é o único candidato honesto. Essa pessoa pode até estar bem intencionada, mas está totalmente mal informada.

Confira uma lista de condutas corruptas bem atuais e extensas desse Coiso.

  1. Jair Messias Bolsonaro tem uma lista de condutas corruptas bem atuais e extensas. Confira: http://bit.ly/2O3TMRv.
  2. É citado na lista de Furnas como receptor de propina: http://bit.ly/2DVy7X6.
  3. É citado como integrante de esquema de corrupção ATIVA na quebra de sigilo do Tucano Aécio Neveshttp://bit.ly/2IDUVt5.
  4. É acusado de sonegação de impostos: https://abr.ai/2ydw3nq.
  5. Acusado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de receber propina da JBL: http://bit.ly/2Rp6V5H.
  6. É também acusado de enriquecimento ilícito através da máquina pública: http://bit.ly/2P6qSwC.
  7. Está apontado em suspeita de lavagem de dinheiro: http://bit.ly/2OAFGqd.
  8. Envolvido em #Caixa2 de Campanha: http://bit.ly/2DXepKx
  9. Recebeu de Michel Temer cerca de 18 Milhões: http://bit.ly/2DVznti

📌 Além de toda essa corrupção Jair Messias Bolsonaro, enquanto parlamentar foi capaz de:

  1. Criar um projeto de Lei que impede o #SUS de atender mulheres violentadas sexualmente: http://bit.ly/2E0nDFY.
  2. Veja o que Bolsonaro fez em toda a sua carreira parlamentar (27 anos) spoiler apenas 2 projetos e nenhum projeto de segurança: http://bit.ly/2PbhlnW.
  3. Bolsonaro defendeu a redução da licença maternidade: https://abr.ai/2Qwz0a8.
  4. A lista é tãããooo grande que eu vou abreviar. Aqui tem 5 leis que Bolsonaro votou a favor: http://bit.ly/2zRJKu3.
  5. Outras provas de conduta parlamentar criminosa (pró lobby): http://bit.ly/2O8Jobp.
  6. Argentina mandou pra cadeia 43 militares de alta patente que atuaram na ditadura. Jair Bolsonaro idolatra Carlos Alberto Brilhante Ustra torturador que colocava ratos vivos dentro das genitais de mulheres que eram contra a ditadura, entre outras atrocidades passíveis de condenação pela Convenção de Genebra. Veja o que o jornal EL PAÍS Brasil fala sobre a ideologia de Bolsonaro: http://bit.ly/2IDvJTy.

Pra encerrar, assista esse vídeo

#EleNão #AgoraÉHaddad

Ele Não gif

Crise na campanha do Coiso. Vice da coisa ruim quer o fim do 13º salário e o 1/3 das férias. Bolsonazis ficam quietos

13º Salário

É bom lembrar a comunidade que é esse o candidato a presidente do Dida Oliveira e que o prefeito não deu nenhum reajustes salarial para os servidores, mexeu na previdência que logo, logo vai dar tilt e que o Peninha 1510 apoia e foi dos que votou no teto dos investimentos sociais por 20 anos, #ReformaTrabalhista e depois da eleição, Michel Temer anunciou que irá mandar pro congresso a pauta da #ReformaDaPrevidência pra ser votado esse ano ainda.

Então pessoal, infelizmente tenho que destacar uma notícia da chapa que eu critico muito e repudio, e não posso deixar passar barato. Ontem, o general, que é o vice do Coiso, deu uma declaração chocante que disse que é contra aos poucos direitos trabalhistas que restaram após a #ReformaTrabalhista. O 13º salário e o 1/3 das férias. Tenho que destacar isso, até por que, há pessoas que irão dizer que isso é uma mentira, uma fantasia de um qualquer, mas não é um Zé Mané qualquer, é o Mourão, vice do Coiso. Por isso, os bolsominions permaneceram quietos, afinal, a maioria deles são assalariados e pobres de direita.

A declaração é real e isso irá mexer no bolso das pessoas e, consequentemente, atrapalhar a frágil economia, herança do usurpador Temer, deixando ainda mais problemática à situação do trabalhador. Do que já estava ruim, pode piorar ainda mais, e se você já perdeu direito no governo Temer, irá perder o que restou.

O trabalhador conta com isso, todo mundo na verdade. Esse “dinheirinho” a mais, nós, trabalhadores, podemos fazer uma viagem ou pagar as algumas dívidas, reformar a casa, sei lá, fazer alguma útil que irá fomentar a economia. Mas o Mourão é contra e mostrou revê-lo todos dos direitos trabalhistas.

Aumentou ainda mais a crise da sua campanha do Coiso, que está em pleno declínio. Ele proibiu o general em participar de agenda pública e abrir a boca até o dia 7 de outubro. Um tá no hospital e o outro não pode abrir a boca que suja o que já está imundo. Complicado essa chapa! Mas pra nossa felicidade, isso é muito bom.

Tem ainda o tal do Paulo Guedes que teve que sair de cena quando ele disse que iria aumentará o poço imposto do pobre e voltar com a CPMF. Bom! Paulo Guedes será o ministro da Fazenda do Coiso. Acho que o tanto o general como Paulo Guedes estão revelando o verdadeiro projeto do Coiso, aquele que já comentamos por aí, não há nenhuma pauta ou agenda política, não tem nada, a não ser, sugar os últimos suspiros do povo trabalhador.

Ninguém vai votar no cara que vai acabar com o décimo terceiro salário. A CLT é uma das questões essenciais da história dos trabalhadores brasileiros. Você vota nesse cara?

Ainda ontem #28set2018, Lula recebeu um título de doutor #HonorisCausa e foi uma mais homenagem internacional muito importante, a segunda desde que foi preso injustamente na sede da Polícia Federal – PF em Curitiba, Paraná.

Por fim, as pesquisas mostram que Fernando Haddad com mais distância e o mercado já está adaptando ao nome dele como provável presidente da República.

#LulaLivre #HaddadÉLula #HaddadPresidente #OBrasilFelizDeNovo

Viu uma agressão? Apite, aponte, grite: “Agressão! Agressão!”

FOTO: GONÇAVES (CPDOCJB)

Sou Dialison Cleber Vitti e compartilhou uma publicação postado em meu perfil no FacebookCom a interatividade dos meus seguidores em nosso perfil, há muita agressão associado a um debate de ódio, rancores, com uma pitada reacionária. Um salve ao companheiro Sandro Silva, membro militante do Comitê pela Democracia Itajaí e Região que produziu esse artigo. Vamos a leitura!

Viu uma agressão?
Apite, aponte, grite: “Agressão! Agressão!”.

Não ataque o agressor.
Abrace a vítima.
Você, eu e quem mais estiver junto, abracemos a vítima.

Viu vandalismos?
Não corra, não disperse.
Junte-se com os seus. Faça um bloco coeso e homogêneo.
Frustre a ação do infiltrado em se misturar com você e com os seus.
E aí apite, aponte, grite!

Vá com seu celular já pronta(o) para filmar, fotografar.
Filme e fotografe a beleza dos seus, mas também filme os demais, discretamente.

Percebeu algo estranho?
Viu alguém com alguma arma branca ou de fogo?
Não aja por si.
Comunique imediatamente os organizadores e se junte com os seus.

Não responda a xingamentos.
Abra os ouvidos para os elogios.
Faça coro com as palavras de ordem do movimento.
Plante as boas sementes com os seus.

E, mais do que tudo, não esqueça:
Sorria, você está sendo filmada(o).

Sempre fui fiel na escolha para presidente

Dialison é Haddad e Manuela #LulaLivre

Única vez que não votei no PT – Partido dos Trabalhadores para presidente foi nas eleições de 1989 porque naquele ano não tinha idade e só fui votar em 1994 quando fiz o meu título aos 16 anos e de lá pra cá sempre fui fiel. Meu primeiro voto foi pro Lula, em cédula de papel.

O mesmo não posso dizer para governador. O PT de Santa Catarina nunca foi para o segundo turno nas eleições no estado. O melhor desempenho do partido foi com José Fritsch em 2002 quando conseguimos 27,3 dos votos válidos. Faltou menos de 3% para irmos a próxima etapa. Em Santa Catarina, no ano de 1994, minha primeira eleição, votei em para Nelson Wedekin (PDT) no 1º turno e Angela Amin (PPR) no segundo turno. Em 1998 votei no Milton Mendes (PT) em turno único. Já na eleição de 2002, votei no José Fritsch (PT) no 1º turno e Luiz Henrique da Silveira (PMDB) no segundo turno e repeti o voto da eleição anterior, votando em 2006 para José Fritsch (PT) no 1º turno e Luiz Henrique da Silveira (PMDB) no segundo turno. As eleições de 2010 votei no Raimundo Colombo (DEM) em turno único. Em 2014 votei no Claudio Vignatti (PT) em turno único.

Se dependesse do eleitorado volátil que se diz Bolsonazi, Geraldo Alckmin e Marina SilvaAécio Neves seria presidente e Eduardo Cunha estaria na Câmara dos Deputados. O que está ruim hoje, estaria muito pior! #HaddadÉLula #HaddadPresidente#HaddadEManu13 #LulaLivre

O PT é uma estrela, mas não uma estrela qualquer

Cadu e Haddad em Florianópolis

O PT é uma estrela. Mas cada vez mais me convenço de que não é uma estrela qualquer. É uma estrela feita de milhares de milhões de estrelas com brilho próprio. É uma estrela que não está lá longe, na distância do céu. Está aqui, pé no chão, ombro a ombro com todos os milhões de estrelas que formam o nosso povo.

E o que nós vimos ontem, aqui, bem no coração de Florianópolis? Vimos o brilho inapagável de nossas estrelas. Inapagável e impagável, porque o que vimos ontem não tem preço!

O que aconteceu na nossa história recente?

Lutamos e chegamos à presidência do país. Juntos!

Reelegemos nosso presidente Lula. Juntos!

Vimos nosso povo empregado, estudando, viajando de avião, consumindo, se sentindo parte da sociedade. Juntos!

Vimos nosso país ser reconhecido e respeitado. Juntos!

Elegemos a presidenta Dilma. Juntos!

Reelegemos a presidenta Dilma. Juntos!

Enfrentamos todos os ataques da mídia, do judiciário, do setor produtivo, das forças externas, dos gananciosos e dos ignorantes. Juntos!

Vimos nosso governo ser golpeado. Vimos desaparecer toda a evolução conquistada. Juntos!

Vimos nosso presidente Lula ser preso. Tristes, abalados, mas juntos!

E o que fizemos? Continuamos juntos!

Juntos, fomos para as ruas denunciar o golpe. Juntos, fomos para as ruas defender o patrimônio e a soberania nacional. Juntos, lutamos contra as reformas impostas pelos golpistas.

E toda essa luta, ao invés de nos cansar, nos deu mais força e mais brilho.

Agora, companheiros e companheiras de constelação, estamos juntos, assistindo, de pé e de cabeça erguida, a caminhada do PT novamente rumo ao topo do país. Com passos firmes que só podem dar aqueles que têm propósitos claros: uma vida melhor para todas e para todos, um governo inclusivo, com visão desenvolvimentistas, sim, mas com bases na justiça social, algo ainda tão distante de nossa nação.

O que vimos ontem à noite foi a expressão disso tudo que eu escrevi até aqui. A explosão de sentimentos, a nossa alma sendo lavada e renovada pela esperança de podermos trilhar, novamente, o caminho que já experimentamos e que já sabemos que dá certo.

Como vai ser daqui para frente? Continuaremos juntos, é claro! Dirigentes, militantes, simpatizantes, população, explicando, ensinando, fazendo entender o que de fato fizeram com nosso país. E o que agora podemos e devemos fazer para colocar o nosso maravilhoso Brasil de volta no rumo certo. No rumo que nós, povo brasileiro, escolhemos!

A emoção me tomou ontem. A emoção me toma agora, quando escrevo. A emoção me toma sempre que vivo o que é ser PT.

Por Carlos Eduardo de Souza – Cadu
Presidente do Partido dos Trabalhadores de Florianópolis

As conquistas de Claudio Vignatti para Ilhota #VoteVignatti #Vignatti1340 ✌⭐

Claudio Vignatti é o meu candidato a #DeputadoFederal. Pra quem diz que o #PT nunca trouxe nada para Ilhota, entra na fila que te mostro, isso sem fala na Construção Ponte De Ilhota. Em Ilhota, Vignatti ajudou a liberar recursos para a infraestrutura da cidade, transporte e saúde, lutas que vou continuar fazendo por toda Santa Catarina! Eu voto Vignatti 1340 #DeputadoFederal.

Acompanhe as ações do #SangueBom nas redes sociais ✌

💻 www.claudiovignatti.com.br

📲 WhatsApp (49) 99820-1340

📸 Instagram @vignatti.claudio

📝 Twitter @vignatticlaudio

           ⭐ 1⃣ 3⃣ 4⃣ 0⃣ ⭐