Alteração nos backups do WhatsApp no Google Drive

WhatsApp

Segundo o novo contrato entre o WhatsApp e o Google, os backups do WhatsApp não serão mais contabilizados na cota de armazenamento do Google Drive. No entanto, qualquer backup do WhatsApp sem atualização há mais de um ano será removido automaticamente do armazenamento.

Esta política entrará em vigor para todos os usuários em 12 de novembro de 2018, embora algumas pessoas talvez vejam os benefícios na cota antes. Para evitar qualquer perda, recomendamos que as pessoas façam o backup do WhatsApp manualmente antes dessa data.

Ações recomendadas:

  1. Verifique se foi feito o backup do seu cliente WhatsApp para Android atual.
  2. Se você quiser atualizar qualquer backup existente, faça o backup manual do seu cliente WhatsApp antes de 30 de outubro de 2018.

Equipe do Google Drive

Anúncios

Alteração às cópias de segurança do WhatsApp no Google Drive

Google Drive

Devido a um novo acordo entre o WhatsApp e a Google, as cópias de segurança do WhatsApp deixarão de ser contabilizadas para a quota de armazenamento do Google Drive. No entanto, todas as cópias de segurança do WhatsApp que não são atualizadas há mais de um ano serão automaticamente removidas do armazenamento.

Esta política entrará em vigor para todos os utilizadores a 12 de novembro de 2018, embora alguns utilizadores possam observar as vantagens ao nível da quota mais cedo. Para evitar a perda de cópias de segurança, recomendamos que seja criada uma cópia de segurança manual do WhatsApp antes de 12 de novembro de 2018.

Ações recomendadas

  1. Confirme se foi criada uma cópia de segurança do seu cliente WhatsApp para Android atual.
  2. Se pretender atualizar cópias de segurança existentes, crie uma cópia de segurança manual do seu cliente WhatsApp antes de 30 de outubro de 2018.

A equipa do Google Drive

Como viver sem o Google? Simples, remova o Google de sua vida! Sim, isso pode ser feito

Google no aniversário de #DialisonCleberVitti #28022018

Remover o Google de sua vida? Sim, isso pode ser feito!

Google rastreadores foram encontrados em 75% dos principais milhão de sites. Isso significa que eles não estão apenas seguindo o que você procurar, eles também estão rastreando os sites que você visita e usando todos os seus dados para anúncios que seguem você em torno da internet. Os seus dados pessoais também podem ser intimado por advogados, inclusive para casos civis como o divórcio. Google respondeu mais de 100.000 tais solicitações de dados, só em 2016!

Mais e mais pessoas também estão percebendo o risco de depender de uma empresa para tantos serviços pessoais. Se você está se juntando às fileiras de pessoas que já decidiram coleta de dados do Google tornou-se muito invasivo, aqui estão algumas sugestões para a substituição com custo de comutação mínima. A maioria são livres, embora mesmo aqueles que são pagos valem a pena – o custo de não mudar é um custo para a sua privacidade pessoal, e a boa notícia é que temos uma escolha!

Google Search -> DuckDuckGo (grátis)

Vamos começar com o mais fácil! Mudar para DuckDuckGo não só mantém suas pesquisas privado, mas também dá-lhe vantagens adicionais, como nossos atalhos estrondo, acessível Instant Answers e sabendo que você não está preso em uma bolha de filtro.

Gmail, Calendário e Contatos -> FastMail (pago)

Hospedamos @ duckduckgo.com endereços em FastMail, um serviço independente, paga que também inclui calendário e contatos apoiar em todos os dispositivos. Há também várias maneiras de obter e-mail criptografado entre partes confiáveis por integrar ferramentas de criptografia PGP. Mesmo mais privado alternativas de e-mail são ProtonMail e Tutanota , ambos dos quais oferecem criptografia end-to-end por padrão.

YouTube -> Vimeo (livre com opções pagas)

Para os vídeos que estão somente no YouTube (infelizmente, muito), você pode procurar e assisti-los em DuckDuckGo para uma melhor proteção da privacidade através do domínio “youtube-nocookie” do YouTube. Se você estiver criando e hospedagem de vídeo-se, no entanto, Vimeo é a alternativa mais conhecido que incide sobre os criadores.

Google Maps -> Mapas da Apple (gratuito), OpenStreetMap (grátis)

Para os usuários do iOS, a Apple dá-lhe uma alternativa construída em via Mapas da Apple, por isso nenhuma instalação é necessária. Para suporte a dispositivos mais amplo, veja OpenStreetMap (OSM), que é mais aberto, embora possam não ter a mesma facilidade de utilização ou da qualidade de cobertura de mapas da Apple.

Google Drive -> Resilio sincronização (livre com opções pagas)

Outro serviço que usamos internamente, Resilio Sync, fornece sincronização de arquivos peer-to-peer que pode ser usado para a armazenagem privada de arquivos, backup e compartilhamento de arquivos. Isso também significa que seus arquivos nunca são armazenados em um único servidor na nuvem! O software está disponível para uma ampla variedade de plataformas e dispositivos, incluindo servidores.

Android -> iOS (pago)

A alternativa mais popular para Android é de iOS curso, que oferece criptografia de dispositivo fácil e mensagens criptografadas via iMessage por padrão. Temos também dicas para aumentar a proteção de privacidade no seu iPhone ou iPad.

Google Chrome -> Safari (gratuito), Firefox (gratuito), Bravo (grátis)

Safari foi o primeiro navegador grande para incluir DuckDuckGo como uma opção de pesquisa privada built-in. Um navegador compatível mais cross-dispositivo é o Firefox, da Mozilla, um navegador open source com um bloqueador de rastreador built-in no modo privado. Admirável vai um passo além com bloqueio rastreador ativado por padrão. Há também muitos outros navegadores que vêm com DuckDuckGo como uma opção de built-in.

Blogger -> Santo (pago), WordPress (livre com opções pagas)

Santo é tanto uma hospedado (pago) e uma plataforma de blogging auto-instalável, por padrão e gerido por uma fundação sem fins lucrativos livre-tracker. Nós gostamos tanto que usá-lo para o nosso próprio blog ! Uma alternativa livre é WordPress, alimentando cerca de 25% dos sites do mundo. Também está disponível tanto para auto-instalação e como um serviço hospedado, sem trackers de terceiros por padrão. A comunidade é enorme, com uma extensa documentação multilingue e muitos temas para escolher.

O Hangouts do Google -> Zoom (livre com opções pagas), appear.in (livre com opção paga)

Zoom é uma alternativa de vídeo chat robusta usamos internamente que funciona bem mesmo para um grande número de participantes, embora requer software a ser instalado. Uma alternativa web somente é appear.in que não requer uma conta – basta ir ao site para abrir uma sala de chat e você está pronto.

Google Allo -> Signal (grátis)

Existem vários serviços que oferecem mensagens privada, mas, como já mencionado anteriormente, sinal recebe a nossa recomendação. Ele oferece, end-to-end encryption livre para ambas as mensagens e chamadas privadas. É também recomendado por Edward Snowden e renomado especialista em segurança Bruce Schneier, entre outros.

Como você pode ver, afastando-se Google não precisa ser difícil. Na verdade, você pode achar que você preferir as alternativas ao mesmo tempo, cada vez melhor privacidade!

Orgulhosamente DuckDuckGo

Assinatura de Dax

 

Aplicativo da Bíblia Online

bíblia online, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2014

Conheça a história do site da Bíblia Online, uma rede social a serviço do Nosso Deus altíssimo. Sou um jovem convertido, batizado em águas na graça do Nosso Senhor, uma pessoa renovada e procuro informações pra alimentar e crescer cada vez mais no poder do amor de Jesus Cristo.

Em 1996, depois de alguns acontecimentos, eu tinha necessidade de ler a Bíblia, mas como minha família não era cristã, eu tinha muita vergonha de comprar uma e levar para casa. Então eu procurava para ler na internet. Todas as que encontrava tentavam me dizer no que acreditar ou em como interpretar o que estava escrito. Eu não me sentia confortável para ler e tirar minhas próprias conclusões.

Pela graça de Deus venci a vergonha, passei a ler a bíblia, me converti e aceitei o Senhor Jesus como meu Senhor e Salvador, por entender que sou um pecador e preciso do perdão de Deus. Decidi, então fazer um site onde qualquer um poderia ler a bíblia sem opiniões. Em 1997, fiz um programa para computador que chamei de “Bíblia 98” e no ano seguinte, 1998, nascia a primeira versão da Bíblia Online.

Foi assim que nasceu a Bíblia Online. Mas não quero que as pessoas achem que eu sou contra estudos bíblicos e que as pessoas ofereçam suas opiniões. Eu consumo vários sites de estudos e opinião como o Respondi e O Evangelho em 3 Minutos. Eu mesmo já fiz um site chamados Estudos e Versículo na Tela. Mas sempre penso na pessoa que quer ler a Bíblia, somente a Bíblia, como um usuário muito importante do site. Mas até mesmo o site tem os Versículos do Dia, Facebook e agora a Newsletter que são influenciados pelo editor.

Escrever nunca foi um dom, mas espero conseguir fazer a newsletter e que o Senhor se agrade desse trabalho. Peço a oração de todos por esse trabalho. Opiniões e sugestões são bem vindas, envie um e-mail para editor@bibliaonline.com.br . Obrigado.

Baixe o aplicativo em dispositivos móveis no link abaixo e acesse a rede neste www.bibliaonline.com.br. Eu uso e recomendo!

 

Você usa Android? O governo dos EUA lê as suas mensagens de texto e sabe a senha do seu Wi-Fi

Cuidado! O Obama está lendo o seu e-mail... A charge mostra uma pessoa encurralada por eletronicos e por um grande olho na janela de casa a juncao das palavras forma a frase: "você pode confiar no governo"

Sabendo de todos esses esquemas, eu adquiri um smartphone e uso um BlackBerry que é impossível quebrar a chave criptográfica e recomendo!

O Android tem uma função, chamada “Back up my data”, que é muito prática. Ela salva automaticamente, nos servidores do Google, vários dados do seu celular: mensagens de texto, registro de ligações telefônicas, bookmarks do navegador, nomes e configurações dos seus aplicativos e senhas das redes Wi-Fi que você usa. Isso é bom porque, quando você trocar de aparelho, não precisará instalar e configurar tudo de novo – bastará digitar sua senha do Google, e todas as informações serão baixadas para o telefone novo.

Mas também há um lado ruim. Essas informações são armazenadas pelo Google sem criptografia (codificação de dados) – e podem ser facilmente acessadas pelo FBI e pela NSA, a agência de espionagem do governo americano. O recurso já vem ativado de fábrica em alguns aparelhos, mas não todos. Se você quiser saber qual é o estado do seu, entre no menu de configurações do Android e procure a opção “Backup & reset”. Se o backup automático estiver ativado, aproveite e mande um alô para as autoridades dos EUA.

PS: ao contrário do que acontece no Android, os backups do iOS são criptografados.

Notícia chupada da Revista Superinteressante.

 

Fique atento a 12 golpes online e saiba evitá-los

crimes cibernéticos

O Natal se aproxima e os cibercriminosos ‘quebram a cabeça’ para elaborar novos ataques para surpreender os internautas. Por isso a empresa de segurança McAfee listou os 12 principais golpes praticados mundialmente para roubar identidade e informações bancárias dos consumidores.

  1. Lojas virtuais falsas: Sites falsos de comércio eletrônico, que parecem ser reais, tentam induzir o consumidor a digitar seu número de cartão de crédito e outros dados pessoais. Após obter os dados do usuário, o consumidor jamais receberá a mercadoria e suas informações pessoais permanecerão em risco par uso indevido do cibercriminoso.
  2. Aplicativos móveis mal-intencionados: Os usuários de dispositivos Android baixaram mais de 25 bilhões de aplicativos. Com o aumento da popularidade desses programas, também crescem as chances de que o consumidor baixe um aplicativo mal-intencionado projetado para roubar informações ou distribuir mensagens de texto pagas sem o seu conhecimento.
  3. Golpes de viagens: Antes de reservar um voo ou hotel para viajar nessa época, o consumidor não deve se esquecer de que os golpistas querem atraí-lo com preços abaixo do mercado. Páginas da Web de agências de viagens falsas são usadas para induzir o fornecimento de dados financeiros.
  4. Spam/phishing de Natal: Muitos dos emails de spam apresentam temas natalinos. Relógios Rolex e produtos farmacêuticos baratos, por exemplo, podem ser anunciados como “o presente perfeito” para pessoas especiais. Atenção às ofertas boas demais para serem verdadeiras!
  5. iPhone, iPad e outros golpes com presentes de Natal atraentes: O entusiasmo causado por equipamentos eletrônicos de última geração são a isca preferida dos cibercriminosos quando planejam seus golpes. Eles divulgam os presentes de Natal obrigatórios em links perigosos, concursos falsos e emails de phishing como forma de atrair a atenção dos consumidores e fazer com que eles revelem informações pessoais ou cliquem em links perigosos, que podem baixar malwares para suas máquinas e dispositivos.
  6. As mensagens de Skype: O Skype é bastante utilizado para contatar amigos e parentes na época de Natal. Entretanto, os usuários devem estar cientes do novo golpe de mensagens do Skype, que infecta as máquinas. Muitas vezes, esses programas maliciosos sequestram arquivos e, para tê-lo de volta, o usuário é obrigado a pagar um resgate.
  7. Cartões e Vales-presentes falsos: Os cibercriminosos oferecem, ainda, cartões de presente falsos na Internet. É preciso ter cuidado ao comprar vales-presentes de terceiros, pois eles podem ser uma fraude.
  8. SMiShing de Natal: SMiSishing é a prática de phishing por meio de mensagens de texto em dispositivo móvel. Assim como nos emails de phishing, o golpista tenta induzir o usuário a revelar informações, fingindo ser uma empresa legítima.
  9. Golpes de redes e mídias sociais: Muitos internautas usam sites de rede social para conversar com a família e os amigos na época de Natal. Por saber que os usuários confiam em seus contatos, os cibercriminosos usam esses canais para anunciar concursos falsos e ofertas de trabalho em casa. Os golpistas também podem tentar invadir contas do Facebook e do Twitter para distribuir alertas falsos a todos os amigos do usuário.
  10. Instituições beneficentes falsas: Este é um dos maiores golpes a cada temporada de festas. Os golpistas aproveitam as doações usuais a instituições beneficentes e enviam emails de spam com publicidade de instituições falsas.
  11. Cartões virtuais perigosos: Os cartões virtuais são uma maneira popular de enviar um agradecimento rápido ou desejar Boas Festas, mas alguns são mal-intencionados e podem conter spyware ou vírus que são baixados no computador ou dispositivo quando o usuário clica no link para ver a mensagem.
  12. Classificados falsos: Os sites de classificados na Internet podem ser um ótimo lugar para procurar presentes de Natal, mas é preciso ter cuidado com ofertas falsas que pedem muitas informações pessoais ou que seja transferida uma quantia em dinheiro, pois pode tratar-se de um golpe ou fraude.

“A melhor maneira de os usuários se protegerem é conhecer os truques dos cibercriminosos para evitá-los. Os consumidores não podem baixar a guarda para os ataques virtuais durante o Natal”, ressalta José Matias Neto, diretor de Suporte Técnico da McAfee para a América Latina.

O executivo dá algumas dicas sobre como se proteger contra os golpes das festas de fim de ano:

  1. Desconfie sempre: Os consumidores devem desconfiar de qualquer oferta que pareça ser boa demais e sempre procurar indicações de que um e-mail ou site possa não ser legítimo, como imagens em baixa resolução, erros ortográficos, erros de gramática ou links estranhos.
  2. Pratique a navegação segura: Para descobrir se um site pode conter ameaças ao computador ou dispositivo, antes de clicar nele, instale um plug-in de pesquisa segura. O SiteAdvisor usa ícones de verificação nas cores vermelha, amarela e verde para avaliar os sites no momento em que o consumidor realiza a busca, alertando-o para o risco ou não em acessar o site indicado na pesquisa.
  3. Compre com segurança: Quando realizar compras online, sempre utilize sites respeitados e procure um selo que indique que a segurança do site foi verificada por um fornecedor externo confiável, como Marcão selo de confiança McAfee SECURE™. Além disso, procure um símbolo de cadeado e verifique se consta a letra “s” “https” no início do endereço do site (em vez de apenas “http”), para verificar se o portal usa criptografia para proteger seus dados.
  4. Use senhas de alta segurança: As senhas devem ter pelo menos oito caracteres e conter uma variedade de letras, números e caracteres especiais que não formem palavras. Evite usar a mesma senha para suas contas importantes e nunca as revele a ninguém. Crie uma senha forte!
  5. Tenha cuidado ao clicar: Não clique em links que aparecem em mensagens de pessoas desconhecidas e, caso você se depare com uma URL abreviada, use um expansor de URL para saber o destino do link antes de clicar nele.
  6. Use uma proteção abrangente no computador e dispositivos móveis: Os consumidores precisam de uma proteção completa, que inclua antivírus, antispyware, antispam e um firewall. Verifique se essa proteção está atualizada. Estas soluções auxiliam na segurança dos consumidores e de seus familiares.
  7. Informe-se: Mantenha-se atualizado sobre os últimos golpes e truques aplicados pelos cibercriminosos, hackers e fraudadores e evite possíveis ataques. O consumidor pode encontrar mais informações e dicas úteis no Centro de Informações de Segurança da McAfee (página em português).

De quantas mídias sociais você precisa?

Redes sociais

Recebo diariamente as atualizações do blog Coluna Extra assim como participo do fórum da rede via e-mail, e como de costume, republico os artigos em minhas redes.  A seguir, o blog  reproduz o texto que guia minha conversa com os alunos. Logo abaixo, publico o power point que fiz com dicas e sugestões de leitura.

Comunicação Digital: rotina de trabalho com mídias sociais

O uso de mídias sociais associado ao trabalho de comunicação social tanto na esfera pública quanto na empresarial passa por uma reflexão: De quantas mídias sociais você precisa?

A resposta para esta pergunta depende do tipo e da quantidade de informação produzida e da infraestrutura disponível para dar conta da tarefa. Sem esquecer que blog também é uma mídia social, Twitter e Facebook seguem como as mais relevantes.

Para que serve o Twitter? Notícias, texto, urgência, agilidade, monitoramento, SAC, interação, distribuição, seguidores.

Para que serve o Facebook? Promoção, imagens, compartilhamento, curtir, lançamentos, relacionamento, amigos. O crescimento do Facebook não mexeu com o Twitter, que ainda é destaque principalmente por causa da sua facilidade de medir e exibir os assuntos mais relevantes via Trending Topics. No Facebook, a relevância costuma ser medida pelo número de compartilhamentos, “curtir” e comentários. Muito em função dessas características, o Orkut ficou para trás.

O Orkut praticamente só “deu certo” no Brasil e na Índia e nunca foi “adotado” de verdade pelo Google. Mas depois de algumas tentativas que deram em nada, como Google Wave e Google Buzz, o Google lançou o Google+, que até agora não emplacou. Fica a pergunta: vale apostar no Orkut e no Google+? Uma outra questão importante sobre o uso das mídias sociais: resista ao impulso de entrar em uma nova mídia social assim que for lançada. “Todos pira” sempre que aparece uma novidade, mas antes de começar a usar, avalie.

Ser o primeiro pode não ser a melhor estratégia. O tempo ajuda na decisão e, mais do que isso, ajuda a estudar a forma mais criativa e inovadora de usar a mídia social. Neste contexto, dois exemplos de novas mídias sociais para observar:

Instagram: consolidada e fortalecida com venda para o Facebook e chegada ao Android. Pinterest: ainda em fase de estudo. Corre o risco de virar “mídia cult” e não mídia segmentada.

Veja apresentação completa.

Analistas preveem que Facebook comprará Nokia para lançar smartphone próprio

Especialistas acreditam que, para fazer sucesso com celular, rede social precisa fazer parcerias com empresas que entendam de tecnologia

Especialistas acreditam que, para fazer sucesso com celular, rede social precisa fazer parcerias com empresas que entendam de tecnologia.

No início da semana, você deve ter acompanhado os rumores de que o Facebook tem planos de lançar seu próprio smartphone já no ano que vem. E parece que a rede social está dando o primeiro passo nesse sentido, já que a companhia estaria em negociações com engenheiros da Apple para ajudar no desenvolvimento do dispositivo.

Agora, alguns analistas começam a fazer previsões sobre qual o melhor caminho para que Mark Zuckerberg coloque o projeto em prática. Para alguns especialistas, o fundador do Facebook poderia gastar mais alguns milhões de dólares e adquirir uma das empresas de maior renome no mercado: a finlandesa Nokia.

“O Facebook vai lançar o ‘FacePhone’. Se vai ser azul e com um grande F, eu não sei – e nem mesmo o Facebook sabe. Mas sei que eles precisam de uma relação com alguém que entenda de rede, tecnologia, relacionamento com operadoras e logística. Eles poderiam comprar a Nokia ou a RIM, e não gastar nem muito dinheiro com isso”, disse Paul Amsellem, diretor do Mobile Network Group.

O executivo acredita que a negociação seria boa para todos os envolvidos. Isso porque tanto a Nokia quanto a RIM enfrentam momentos financeiros cruciais no mercado de telefonia móvel. Além disso, o celular do Facebookpoderia ser uma boa concorrência contra o Android e o iOS.

Por outro lado, há quem acredite que a rede social não siga esse caminho. “OFacebook parece estar tentando imitar o Google, assim como o Google tentou fazer com a Apple. Uma cópia de uma cópia não parece boa ideia, ainda mais pelo fato de o iOS e o Android já serem bem poderosos”, declarou Rod Enderle, analista do Enderle Group, em entrevista para a ComputerWorld.

Apple disponibiliza oficialmente o download do iOS 5

Central de notificaçõesEntre os destaques da nova versão estão o recurso de voz Siri, maior integração com Twitter e um sistema de notificações atualizado.

Em meio à pré-venda do iPhone 4S e ainda lamentando a perda de seu líder, a Apple colocou para download a quinta versão do iOS, a nova versão do sistema operacional para iPad, iPhone, iPod Touch e AppleTV traz, como sempre, novidades muito aguardadas como sincronização de arquivos online e um novo sistema de notificações.

A novidade mais destacada é a Central de Notificações. Ao invés das mensagens que interrompiam o que usuário estivesse fazendo, o novo sistema do iOS 5 agora lembra o formato de alertas do WebOS e do Android, com uma mensagem discreta no topo da tela que desaparece em seguida. O usuário pode consultar os alertas mais tarde deslizando o dedo do topo da tela para baixo.

A central inclui ainda a opção de incluir widgets como previsão do tempo e cotação de ações, semelhante a algumas modificações do Android. As notificações podem ser consultadas mesmo com a tela bloqueada, um simples deslizar de dedos sobre uma delas permite acessá-la.

Outros recursos que ganharam uma atualização considerável foram a Banca (Newsstand) e o Lembretes (Reminders). Eles aproveitam melhor agora os recursos de integração do iOS com o iCloud, permitindo sincronizar suas compras, assinaturas e lembretes entre diversos dispositivos.

O iCloud sincroniza ainda outras informações e até mesmo compartilha compromissos marcados na agenda. O serviço mantém atualizado em todos os seus aparelhos cadastrados os e-mails, documentos, listas de leitura do Safari, fotos e músicas.

Uma atualização que parece comum – qual programa atualizado não anuncia maior integração com redes sociais? – mas que pode ter um impacto considerável na maneira como as pessoas interagem com o aparelho é o uso nativo do Twitter Bronze No ranking semanal. Contatos e avisos da rede de microblogs agora estão integrados ao aparelho.

Mais do que isso, é possível disparar um tuíte de praticamente qualquer aplicativo do seu iTreco, seja ao tirar uma foto, consultar um mapa, visitar um site ou vendo um vídeo no YouTube Em português Ouro No ranking semanal.

Siri

maior novidade do iOS, porém, está reservada para quem adquirir o iPhone 4S e recebe o nome de Siri. Praticamente um HAL 9000 de bolso, o recurso reconhece sua voz (por enquanto somente em inglês, francês e alemão), e permite criar lembretes, enviar mensagens, acessar favoritos e até responder perguntas como “Onde fica a cafeteria mais próxima?”.

Apesar dos recursos, vale a pena aguardar as primeiras correções de bugs da nova versão, mesmo com um processo de beta teste demorado, sempre surgem relatos de problemas de compatibilidade, seja com o aparelho, com o processo de atualização ou mesmo aplicativos.

Intel e Samsung apoiarão novo Linux para celulares

LinuxDois grupos de software Linux anunciaram na quarta-feira que uniram forças para desenvolver um novo sistema operacional para celulares e outros aparelhos em colaboração com a Intel e Samsung Electronics.

No entanto, analistas consideram que a nova plataforma Tizen deve enfrentar dificuldade para atrair mais apoio dos programadores e fabricantes na concorrência com os cerca de 12 outros sistemas operacionais já existentes em um mercado dominado pela Apple e pelo Google Android, também baseado noLinux.

Mesmo grandes empresas de tecnologia como a Nokia e a Hewlett-Packard optaram por abandonar suas plataformas próprias para celulares, este ano.

A melhor esperança para o projeto é que as grandes operadoras comecem a se preocupar com o crescente domínio do Android sobre os celulares inteligentes e decidam deliberadamente optar por plataformas rivais, a fim de restringir a grande influência que o Google vem desenvolvendo sobre o mercado móvel – disse o analista Neil Mawston, da Strategy Analytics.

A LiMO Foundation e a Linux Foundation anunciaram que a nova plataforma Tizen será um sistema operacional de fonte aberta e padronizado para múltiplos aparelhos, entre os quais smartphones, tablets, televisores inteligentes, netbooks e sistemas de informação e entretenimento para veículos.

O lançamento inicial deve acontecer no primeiro trimestre de 2012, o que permitirá que os primeiros aparelhos equipados com o Tizen cheguem ao mercado na metade do ano que vem, anunciaram os dois grupos.

A Intel, maior fabricante mundial de semicondutores, que desenvolveu o MeeGo, um sistema operacional próprio baseado no Linux, e a Samsung, segunda maior fabricante mundial de smartphones e uma das principais colaboradoras da LiMo, presidirão o comitê técnico que orientará o desenvolvimento do Tizen.