Marte, o novo projeto de Ruca Souza

Ruca Souza, Bandas, Rock, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2016, Newsletter, Feed, Música, YouTube, Vinil, LP, SoundCloud,

Estou pra fazer esse post há muito tempo, mas a preguiça desgraçada não me deixava. Então ai vai…

Ruca Souza, jornalista e roqueira é minha amiga de algum e colega de firma lá na iPhoto Editora, está em seu novo projeto, mais que sólido do que nunca, bombando nos palcos da cenas independente e tocando no mundo afora. A Ruca já toucou no Ilhota Rock Festival com a banda Café Brasilis.

Talentosa compositora itajaiense, a guitarrista e vocalista está com disco novo na praça lançado há pouco tempo e lançou-se em carreira solo com o álbum Marte, que pode ser ouvido e baixado do seu site em www.rucasouza.com. Eu ainda não tenho o disco em vinil, mas ganhei dela o CD, a camiseta e o adesivo.

Com patrocínio da Lei de Incentivo a Cultura de Itajaí e apoio do Válvula Rock Discos, Ruca ralou bastante pra concluir seu trabalho. Dei uma força no que pude. O trabalho foi produzido por Alexandre Siquera e gravado no Play Records. São oito faixas que mostram uma evolução de timbres e composições na jornada musical de Ruca.

Então pessoal, valorize a produção independente. Dê um playzinho nos principais vídeos que aqui estão disponíveis, curta o som no lá SoundCloud e siga a Ruca no Spotify.

Ruca Souza, Bandas, Rock, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2016, Newsletter, Feed, Música, YouTube, Vinil, LP, SoundCloud,

😀

Anúncios

Lembrancinha de Babi Jaques e Os Sicilianos

Banda Babi Jaques e Os Sicilianos

Hohoho!

Depois de um intenso ano de trabalho, não poderíamos deixar de agradecer a você que querendo ou não faz parte dessa grande Coisa Nostra! Afinal de contas… é tempo de festa também em Nostrife. E assim como em muitos lugares do mundo, não devemos nos concentrar apenas nos comes e bebes natalinos. Não podemos esquecer dele! Do nosso disco Coisa Nostra que está de presente no site www.coisanostra.com pra você baixar de graça!

Está lá a nossa lembrancinha e aqui nossos votos com carinho de um Feliz Natal e um ano que vem bastante produtivo, cheio de energias e dádivas de Ninkasi! E se  quiser matar a saudade da gente pode clicar aqui!

Obrigada por nos ajudar a trilhar nosso caminho e nos encontraremos novamente em 2014!

Banda Babi Jaques e Os Sicilianos

Carbona lança 10º disco de carreira independente

Carbona lança 10º disco de carreira independente

Poucas bandas nacionais permanecem na ativa com tanto tempo de carreira e chegam a essa marca de 10 álbuns lançados no Brasil, ainda mais as independentes. “Panama” marca essa trajectória dos cariocas do Carbona, que como eles mesmos dizem, estão “felizes pela oportunidade de gravar e viver mais um disco depois de 15 anos de estrada“.

O disco é uma grande comemoração para a banda: tiveram um amigo homenageando na capa, Jose Panama, ilustrado por Daniel Ete (Muzzarelas) e arte finalizada por Lerik; as músicas foram gravadas por Alexandre “Griva” e mixadas e masterizadas por Mass Giorgini – uma referência para a banda, que já trabalhou com nomes como Billie Joe Armstrong (Green Day), Anti-FlagScreeching Weasel e The Queers, entre outros.

“Panama” tem parcerias musicais com Douglas Rotentix, dos Rotentix de POA, que junto com Márcio Schenckel, Rodrigo Collin, Alexey Fernandes escreveram a fantástica “Cemitério”, assim como “Zumbi” de Paulo Rocker dos Gramofocas. “Temos um disco bacana, saído do forno. Nos divertimos muito tocando e gravando as músicas. Acho que agora é curtir o rock!” (Henrique Badke).

O lançamento do CD ficou por conta dos selos paulistanos Hearts Bleed Blue e Tauil Entretenimento (antigo 13th Records).

Carbona

Carbona - capa CD PanamaA primeira faixa do novo CD “O Mundo Era Bem Mais Legal”, ganhou um video clipe, dirigido por Sergio Caldas, lançado como single no final de 2012. Assista aqui: http://youtu.be/KNFhffBOyWo. Todas as músicas de “Panama” estão disponíveis para audição aqui.

Banda Alma Livre lança seu mais novo álbum

Com elementos do jazz, soul music e reggae, banda mostra versatilidade e apresenta faixas em inglês, espanhol e português.

Há sete anos nascia na capital paulista uma das mais promissoras bandas de reggae da atualidade, a Alma Livre. Formada pelos irmãos Naldinho e Alves, acompanhados por Chico, Sabiá, Gilvan e Kleberson,  a banda lançou logo no primeiro ano de formação um trabalho demo que rendeu o troféu Os melhores do Reggae – 2006 e, também, um destaque no importante site francês “reggae-live.com”. Esse primeiro álbum superou a marca de 51 mil audições no site europeu www,jamendo.com e despertou o interesse de produtores internacionais.

Em 2010, o grupo gravou o segundo CD, El amor vencio, que rendeu um contrato com a produtora portuguesa Ritmos e Temas Produções. A parceria proporcionou ainda abertura comercial na Europa, Ásia e África. Agora, mais madura e disposta a conquistar também o mercado argentino, a banda lança o CD homônimo Alma Livre, com canções em português, inglês e espanhol.

Totalmente autoral, o álbum navega pelos estilos que fizeram parte da história da banda e também por canções românticas. A faixa A verdade é a prova disso: uma canção elegante e dançante, sem os exageros do estilo, que destaca a bela e segura voz do vocalista Alves. No reggae Culpados, a presença de metais logo no início é sedutora e a música soa como um desabafo, um pedido de socorro, que traz na letra a triste realidade de inúmeras famílias dilaceradas pela violência, o desespero e a falta de esperança. A faixa É tarde também conta com um arranjo de metais, é contemporânea e delicada e ganhou suavidade com a inserção de  backing vocals, imprimindo com classe o tom romântico da canção.  Já Its a New Day mostra a versatilidade e intimidade de Alves com os idiomas inglês e espanhol. A faixa é uma saborosa surpresa no disco, um reggae rico de elementos que remetem aos grandes nomes do gênero.

Alma LivreJesus is with me  é uma das músicas que a banda já havia gravado anteriormente. “Escrevi essa música não por motivos religiosos”, conta Alves. “Mas pra falar dessa inversão dos pontos verdadeiramente importantes da vida de Cristo. Enfatizam a forma como Ele nasceu e morreu, mas se esquecem de como Ele viveu, seus exemplos seus ensinamentos. Decidi fazê-la em reggae porque o gênero traz naturalmente uma certa ligação espiritual sublime”, explica o músico. Ser eterno é um reggae que vibra positivamente com questões delicadas, como as dificuldades que podem ser superadas  e sobre o crescimento que há no sofrimento:  “Não temo a vida/Não temo a dor/É como ferida/Que já cicatrizou”.

Naldinho, tecladista da banda, conta sobre a relação dos músicos com o trabalho. “O reggae é um estilo que sempre nos cativou por ter nascido nos guetos, num cenário de miséria, violência e preconceito. Em poucos anos se espalhou pelo mundo levando sua força,  carregando nações inteiras com seu suingue e seu grito de paz e liberdade. Nós não queríamos ser uma banda rotulada dentro de um único estilo, queríamos ter a liberdade de tocar pela essência da música, por isso o nome Alma livre”, revelou.

O CD foi gravado no estúdio Midas, em São Paulo, e levou seis meses para ficar pronto.  Produzido pela própria banda, o disco contará com a distribuição da Tratore em solo nacional e, ainda, terá divulgação na Argentina e Europa.

Para o lançamento,  a banda preparou uma apresentação no Na Mata Café, em São Paulo, no  dia 11 de julho. Um super show que apresentará as faixas do novo trabalho e, também, contará com o repertório produzido pela banda nesses sete anos de estrada.

Show: Macaco Bong e Skrotes em Joinville. Vai ser porrada!

Macaco Bong e Os Skrotes - Divulgação

Junção de composições. Macaco Bong e Os Skrotes se unem em turnê que passará por Joinville.

O único remanescente da última formação do Macaco Bong (MT) resolveu manter a banda com músicos fixos ou não; com ou sem vocais; na estrada ou estúdio. A ideia é experimentar. Para isso, Bruno Kayapy estabeleceu um projeto de vivências e acertou em cheio ao convidar Os Skrotes, de Florianópolis, para dividir o palco no novo momento do grupo.

A intenção é desprezar leis e o trio ilhéu se encaixa perfeitamente nesse conceito.  A fusão foi batizada de “Macaco Bong e Os Skrotes” e passará por três estados. A abertura da turnê acontecerá na sexta-feira (21), em Joinville. No sábado (22), é a vez de Itajaí. O último show em Santa Catarina será na sexta-feira (28), em Florianópolis. As apresentações continuam em São Paulo e, encerram no Rio de Janeiro, em julho.

O guitarrista Bruno Kayapy está em Florianópolis desde a segunda quinzena de maio. Os ensaios com Os Skrotes em uma casa na região do Campeche renderam um repertório de 12 músicas, com destaque para Japabugre, Morando Tango, Quero-quero e Summer Seeds, do Macaco Bong, e Voo pra Bahia e Mared Marofa, d’Os Skrotes. A junção de composições provoca um novo olhar e a intenção é transformá-las em singles.

O primeiro show da turnê será em Joinville e o Somaa fará as honras da casa. A banda dividirá o palco pela terceira vez com Os Skrotes. O grupo joinvilense lançou o clipe de “Três”, no mês passado. O audiovisual conta com mais de 2 mil visualizações. A música é do EP “Colisões e outras histórias ordinárias”, disponibilizado no fim de 2012. A ideia é produzir mais dois clipes até dezembro.

Serviço

  • O quê: Macaco Bong e Os Skrotes e Somaa.
  • Quando: Sexta-feira, 21 de junho, às 23h.
  • Onde: Ambrosia – Restaurante, Bar e Cafeteria. Rua Tijucas, 386 – Centro.
  • Quanto: R$ 20,00.
  • Contato: 3207-0119.

Velhas Virgens: Carnavelhas III – Bebadoriso

Velhas Virgens: Carnavelhas III - Bebadoriso

Já é uma tradição. Chega o carnaval e a banda Velhas Virgens coloca no mercado um álbum que mistura marchinhas com rock n’ roll. Para não deixar dúvida quanto à proposta, o disco começa com uma bateria de escola de samba seguida de um pesado riff de Andreas Kisser – um dos convidados do álbum. É a faixa “Pro Samba Continuar”.

Em comum, os dois estilos – o rock e o samba – talvez tenham mais do que imagina o ouvinte desavisado. Diversão sempre foi um ponto importante para ambos. E o Velhas Virgens sabe bem disso, afinal a diversão e o Rock n’ roll estão na sua raíz. E o samba passou a fazer parte de sua história desde o primeiro Carnavelhas.

No terceiro volume dessa saga, as safadezas e referências à cachaça – “O mundo gira e a cachaça vai”, diz a letra de “Proíbe que eu gosto” – são embaladas num ritmo dançante, festivo e cheio de guitarras que ainda traz referências a personagens e quadros humorísticos brasileiros. Está aí a explicação para o subtítulo “Bebadoriso” – que aliás é uma homenagem a Paulinho da Viola que tem um “Bebadosamba”.

É difícil destacar uma ou outra canção pois todas são engraçadas, espirituosas e animadíssimas. Há até espaço para uma mensagem de ‘conscientização’ em “Marcha do Bullying” – ainda que ela acabe avacalhando o professor Raimundo, personagem de Chico Anysio – que aliás recebe mais de uma ‘homenagem’ no disco.

Se é para citar algumas faixa, escolho “Samba do Mussum e Seu Madruga”, na qual o protagonista morreu e encontra todos os humoristas no inferno, além da multilíngue, “Carmemiranda”, que termina como se fosse um punk rock. Vale mencionar que nela se emenda um discurso de Jorge Loredo, o Zé Bonitinho, que introduz a faixa “Como Zé Bonitinho”, com participação do guitarrista Luiz Carlini (Tutti-Frutti).

O álbum conta com produção e mixagem de Paulo Anhaia (que já trabalhou com Oficina G3, Charlie Brown Jr. e Luiza Possi). “Carnavelhas III – Bebadoriso” não é um disco para ‘ficar ouvindo’. Seus 42 minutos são feitos para festejar, junto a amigos e umas cervejas.

Carnavelhas III – Bebadoriso

  1. Pro samba não se acabar
  2. Proíbe que eu gosto
  3. Marcha da catifunda
  4. Carmemiranda
  5. Como Zé Bonitinho
  6. Samba do Mussum e do Seu Madruga
  7. Didi Mocó
  8. Síndrome da velha surda
  9. Ofélia, eu?
  10. Marcha do bullying
  11. No banco da praça
  12. Eta Criola Difíci
  13. Balança mais não cai
  14. Hino da eterna bebedeira

Os Skrotes participam do concurso Breakout Brasil Sony Spin

Os Skrotes

Então galera! Os Skrotes já estão voando alto e ninguém para mais a skrota. Dessa vez a banda que já tocou o terror no Ilhota Rock Festival, o primeiro shows deles fora da Floripa, estão participando do concurso Breakout Brasil Sony Spin. A galera amiga está mobilizando todas as forças pra fazer com que seja ouvidos pela mais conceituada gravadora/produtora da cena comercial, a Sony.

Vamos lá fazer a nossa parte (por que a minha eu já fiz). É só entrar neste link (http://www.breakoutbrasil.com/breakoutBrasil/entry/skrotes), ouça as duas músicas e avaliar com quantas estrelinhas você acha que eles merecem,  que vai de um à cinco (eu dei cinco), logar com o facebook, pra confirmar que você é um ser humano e pronto ! Facinho, facinho.

Tá, mas aí você pode se perguntar – isso vai render alguma coisa? “Não sabemos… mas precisamos da tua ajuda e de quem mais você conseguir fazer votar na gente. Se der liga você vai ser o primeiro a saber… chama os amigos e vamos lá” disse um dos integrantes da banda, o baterista Guilherme Ledoux.

Regras do concurso

  • Você precisa se registrar ou usar sua conta no Facebook para avaliar a música. Isso provará que você é um ser humano.
  • Lembre-se que você deve avaliar cada faixa, não só a banda. Ouça e avalie quantas faixas você quiser.
  • Gostou de uma música? Compartilhe em suas redes sociais e ajude a sua banda favorita!
  • Preparado para conhecer a nova cara da música no Brasil? Conte aos seus amigos que o Breakout Brasil está bombando e logo estreia no canal SPIN!
  • Faça o download dos álbuns e desfrute de graça das melhores bandas do Reino Unido. Este álbum foi doado pela SupaJam, a rede de música líder na Europa. Essa é a nossa maneira de dizer obrigado por votar na nova cara da música no Brasil!

Os Prêmios

O Sony Spin e a SupaJam, em parceria com a Sony Music e o Youtube, prepararam uma oportunidade que realmente poderá mudar o rumo da sua carreira. Todos terão a chance de mostrar seu talento para o mundo, aumentar o número de fãs e quem sabe, ser o grande vencedor do programa e assinar um contrato com a Sony Music.

O grande prêmio consiste no seguinte:

  • Um contrato de gravação de álbum com a Sony Music.
  • Um contrato artístico com Day 1, uma afiliada da Sony Music

O que você está esperando?

Os Skrotes

Skrotes, vivos desde 2009, debutam com canções fiéis ao seu estilo autêntico e plural, que mistura rock, funk, jazz, salsa e outros gêneros. Os experimentos de Guilherme Ledoux (bateria), Chico Abreu (baixo) e Igor da Patta (teclados) sugam aleatórias inspirações e se transformam em organismos sem identidade, prontos para flutuarem livres em um céu nebuloso e complexo. Em seu primeiro álbum, os três seguem estas premissas através de viagens sonoras que cada vez mais tem atraído ouvidos e olhares no sul do Brasil.

Primeiro single do novo EP do Somaa

Colisão teaser

Vem desse jeito aí, engolindo e mastigando o que vê pela frente, o segundo EP do Somaa. Colisão e Outras Histórias Ordinárias chega oficialmente no dia 15, com um show na Liga de Sociedades, trazendo mais do que as cinco faixas gravadas no Estúdio Ocotéa, entre elas, Colisão, single que debuta na internet mostrando um sonoro up no habitual peso do trio joinvilense. Está aí na janelinha pra todo mundo ver/ouvir. Para embalar visualmente o novo rebento, a banda convocou os serviços do ilustrador blumenauense Diego Oliveira, que criou uma história em quadrinhos de 16 páginas que traz as letras das músicas e coisas como tubarões brotando do asfalto.


Por Rubens Herbst

Os Skrotes em Joinville. Premissa de viagens sonoras

Os Skrotes - Cartaz Sesc Lages e Joinville

O experimentalismo intuitivo é a premissa para as viagens sonoras d’Os Skrotes. E, os joinvilenses, serão atraídos novamente para essa dimensão, já que a banda se apresenta pela segunda vez na cidade. O show acontecerá domingo (02), às 20 horas, no Teatro do Sesc. A entrada é gratuita. O ingresso poderá ser retirado na bilheteria do local a partir das 19 horas.

O trio florianopolitano é formado por Chico Abreu (baixo), Igor De Patta (teclados e sintetizadores) e Guilherme Ledoux (bateria). A banda já participou de audiovisuais e festivais como, Goiânia Noise Festival, Macondo Circus, Floripa Noise Festival e Ufsctock.

O grupo lançou um EP em 2011 e um disco nesse ano. O álbum leva o nome da banda. O material foi gravado e mixado em Florianópolis. Na sequência, foi disponibilizado no mercado no formato de álbum/magazine, pelo selo SIC Music.

Fevereiro da Silva em Jaraguá do Sul e Florianópolis

Bnada Fevereiro da Silva no Panorama Sesc de Musica

O Fevereiro da Silva foi um dos grupos selecionados para participar da etapa regional do Panorama Sesc de Música de Santa Catarina. A banda se apresentará em Jaraguá do Sul, na sexta-feira (09). O show acontecerá às 20 horas, no Teatro do Sesc. O espaço tem capacidade para 150 pessoas e a entrada é gratuita. Os ingressos estarão à disposição do público na biblioteca e no setor de cultura. Além do Fevereiro da Silva, as atrações de hoje e amanhã são as bandas joinvilenses Fairans e Canela Brasil, respectivamente. No sábado (10), é a vez do local Pablo Varela e Os Convidados.

Os quatro grupos também participarão de uma oficina ministrada pelo baterista do Almah – banda de Edu Falaschi, ex-Angra –, Marcelo Moreira. O músico e produtor abordará vários temas relacionados à condução de uma banda, entre eles, os primeiros passos, nome e marca; gravação, mixagem, masterização, arte e finalização do CD; aspectos musicais, mercadológicos e técnicos; organização de eventos; marketing e assessoria de imprensa. O encontro começa amanhã e termina sábado (10), no Sesc Jaraguá do Sul.

A etapa estadual ocorre em Florianópolis e contará com a participação de grupos de quatro regiões do Estado. Cada banda se apresentará duas vezes na sede do Sesc. Os shows do Fevereiro da Silva acontecerão no dia 14 de novembro. O primeiro às 12h50, e o segundo, às 20h20. A entrada é gratuita. Mais informações: http://on.fb.me/TmDb2l