PT nunca mais?

Deixa eu te explicar uma coisa. Bolsonaro tem 30 anos de nada no congresso. Durante esse período só teve dois projetos de lei aprovados, e passou todo esse tempo defendendo ditadura, tortura e ofendendo negros, gays, índios, ex presidiários e nordestinos. Sua campanha política foi marcado pelo ódio. Ódio ao PT, ao Lula, a Dilma, e a esquerda. O que ele não se deu conta, é que pra ter um bom governo, ele precisa do apoio das bancadas. E que eu saiba a maior bancada no congresso ainda é do PT. Sem contar as demais esquerdas. Sem contar que o Lula ganhava nas pesquisas eleitorais. E aonde estão esses eleitores? Evaporaram? Não. Estão vivos e ofendidos com todas palavras de ódio ao Lula. Sem contar que Lula está velho e preso. O que agrava ainda mais a ofensa. Bolsonaro pegou o país na pior situação da história. Com metade do país exigindo mudanças imediatas. E a outra metade o odiando e torcendo pra tudo dar errado. Sinceramente, eu não queria estar na pele dele. PT? A esqueci. Só está crescendo cada vez mais.

Pastor Daniel Elias.

Anúncios

51,2% da população mundial estará conectada à internet até o fim deste ano

Facebook é um grave perigo à saúde da internet

De acordo com levantamento divulgado pela União Internacional de Telecomunicações (UIT), agência  da Organização das Nações Unidas (ONU) a temas relacionados às tecnologias da informação e comunicação, 51,2% da população mundial terá acesso à internet até o fim de 2018. É a primeira vez que o número de conectados vai ultrapassar o de pessoas que não utilizam a internet.

O índice de usuários corresponde a cerca de 3,9 bilhões de pessoas. Os países desenvolvidos são os que registram as porcentagens mais elevadas, correspondendo a 80,9% da população. Mesmo nos países em desenvolvimento, a diferença entre aqueles que têm acesso à internet e os que não têm também está diminuindo. Atualmente, 45,3% dessa população já tem algum nível de conexão.

Para o secretário-geral da UIT, Houlin Zhao, a evolução no acesso à internet colabora para a construção de uma “sociedade informacional global mais inclusiva”. “No fim de 2018, teremos ultrapassado 50/50 no uso da internet. Isso representa um passo importante em direção a uma sociedade informacional global mais inclusiva. Entretanto, muitas pessoas no mundo ainda estão esperando para colher os benefícios da economia digital. Devemos incentivar mais investimentos dos setores público e privado e criar um bom ambiente para atrair investimentos e apoiar a inovação em tecnologia e negócios para que a revolução digital não deixe ninguém offline”, destacou.

De acordo com a agência, a África é a região que registrou mais crescimento relativo no índice. Há 13 anos, apenas 2,1% da população tinha acesso à internet, atualmente esse número chega a 24,4%.

A popularização no uso de smartphones é apontada como um dos fatores decisivos para a expansão na utilização da internet em todo o mundo. Cerca de 96% das áreas povoadas do planeta têm cobertura móvel, estima o órgão da ONU. E nos celulares, há 5,3 bilhões de pessoas com assinaturas de banda larga.

Acesse a pesquisa aqui.

Portal Imprensa

Seu e-book de Educação em Direitos Humanos

Anistia Internacional, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツBaixe o e-book sobre Educação em Direitos Humanos. Esperamos que aproveite muito esse material! Nos dias de hoje, informação e educação são essenciais para a luta por um mundo melhor e  mais digno! Caso tenha tido algum problema em baixar, é só clicar na imagem e realizar o download novamente, ok?

Agora que você já tem o material, que tal explorar mais um pouco do que ele oferece e promover uma atividadeÉ um momento super legal de compartilhar o que você tem aprendido e também de aprender um pouco… afinal, a vida é feita de diálogo e trocas! Bora nessa? É hora de falar sobre direitos humanos e nada mais inspirador que usar exemplos reais de como eles são importante para nossa vida – é só lembrarmos dos casos que ilustram o material!

Como organizar uma atividade #EscrevaporDireitos?

Escreva por direitos 2018 - e-Book educação em direitos humanos [Guia para educadores]

Muito fácil! No site da campanha, clique no botão “CRIE SUA ATIVIDADE” e siga as instruções. Pode ser uma reunião entre amigos e familiares, em casa, na faculdade, na praça, ou ainda uma roda de conversa, oficina de redação e de escrita de cartas… se você é professor ou professora, pode até ser uma de suas próximas aulas!

Ao registrar seu evento, você poderá solicitar mais alguns materiais para enriquecer sua atividade como papel de cartas e cartazes com os casos*.

Feliz em ter você conosco nessa mobilização!

Anistia Internacional Brasil

[Documentário] O fim do sonho americano

Talvez seja um dos filmes mais esperados do ano.

O documentário mostra através de embasamento científico de Noam Chomsky, considerado como o maior intelectual vivo do planeta, como se mantém a estrutura de poder e corrupção pelo mundo. Como uma minúscula oligarquia mundial, através de seu poderio, consegue sabotar qualquer sonho de democracia e bem-estar.

O filme relaciona os 10 princípios da concentração de riqueza e poder:

  1. Reduzir a democracia;
  2. Moldar a ideologia;
  3. Redesenhar a economia;
  4. Deslocar o fardo de sustentar a sociedade para os pobres e classe média;
  5. Atacar a solidariedade;
  6. Controlar os reguladores;
  7. Controlar as eleições;
  8. Manter a ralé na linha;
  9. Fabricar consensos e criar consumidores; e
  10. Marginalizar a população.

Vale muito a pena assistir!

[Vídeo] Esperança para corações aflitos

Deus nunca está do lado do opressor, do escravagista e do rico espoliador. Assista a pregação do Pastor Ricardo Gondim da Igreja Betesda.

[Vídeo] Assista ao depoimento completo de Lula no caso do Sítio de Atibaia

Agora você pode ver, na íntegra, tudo o que Lula e seus advogados discutiram hoje em Curitiba com a juíza Gabriela Hardt sobre a acusação de Lula e o sítio de Atibaia. Afinal, a pergunta que fica é #CadêAProvaContraLula? Acesse www.cadeaprovacontralula.com.br e acompanhe todas as novidades da luta contra essa perseguição política.

Assim que enfrentaremos Bolsonaro

JAIR BOLSONARO

Acho que estamos todos em choque. Acabamos de eleger o presidente mais extremista das últimas décadas. O que será de nosso futuro? A verdade é que não tem como saber. Mas tem uma coisa que todos podemos fazer para garantir que ele seja responsabilizado: Consertar o Whatsapp.

Bolsonaro não teria vencido sem o WhatsApp. 98% do seu eleitorado viu notícias falsas nas eleições e 89% acreditou nelas. E se você acha que ele vai parar com as mentiras agora que ele ganhou, pense bem: se funcionou tão bem uma vez, por que ele pararia agora?!

O Whatsapp está sofrendo uma forte pressão global para combater a enxurrada de fake news que inundam a plataforma. Um grande apelo dos brasileiros e brasileiras pode fazer a diferença para a proteção da democracia em nosso país e no mundo. Assine agora para adicionar seu nome e vamos ser a oposição popular. Hoje! Clique para exigir uma limpeza em nossas redes sociais

As empresas e exércitos de trolls que atuam em nome de Bolsonaro não vão parar depois da eleição. Modi da Índia, Hu na China, Putin na Rússia… essa nova roupagem da tirania usa enormes exércitos de trolls para controlar a conversa na internet e moldar a opinião pública. Os novos autocratas adoram este método muito mais do que a censura óbvia da tirania “tradicional”. Agora, eles podem mentir online descaradamente, e ganhar legiões de apoiadores!

Se não fosse Bolsonaro a usar esses métodos para subverter nossa democracia, poderia ter sido outro partido ou político – inclusive, há evidências de que o PT usou táticas semelhantes. Por isso, limpar as redes sociais é lutar contra a corrupção! Podemos conseguir isso pressionando as próprias empresas a fazer reformas reais. Assine a campanha agora  — a Avaaz entregará as assinaturas no escritório do WhatsApp, em São Francisco: Clique para exigir uma limpeza em nossas redes sociais.

A Avaaz está lutando contra as notícias falsas e a desinformação em todo o mundo. No Brasil, nosso grupo de combate às fake news expôs uma das maiores redes de desinformação do país e conseguiu derrubá-la. Mas foi muito pouco, e muito tarde. Os algoritmos das redes sociais têm grande poder sobre nossas sociedades, e eles estão nos envenenando à força nesse mesmo instante. Em nome de tudo que amamos, precisamos limpá-los antes que seja tarde demais.

Com esperança, Flora, Ricken, Christoph, Fadi, Emma, Alice, Rosa, e todo o time da Avaaz.

Mais informações

Assista aos programas de TV de Haddad Presidente do 2º turno das eleições

Brasil em primeiro lugar! Fernando Haddad vai governar para os brasileiros. Não vamos entregar nosso país a ninguém. Em vez de arma, Haddad quer ver o brasileiro com um livro numa mão e uma carteira de trabalho na outra. Vamos unir o Brasil, pela democracia! Assista ao novo programa.

Da periferia ao sertão, do Oiapoque ao Chuí, Fernando Haddad vai governar para todos os brasileiros. É hora da virada! Vamos fazer o Brasil feliz de novo votando 13! #ViraVoto.

Assista agora os programas.

#HaddadPresidente

 

[Documentário] Driblando a democracia – Como Trump venceu

Conheça o método de trabalho do assessor de Trump e Bolsonaro.

O documentário “Driblando a democracia – Como Trump venceu”,  sob a direção de Thomas Huchon, produzido na França este ano, retrata a metodologia de trabalho de Steve Bannon, o diretor de campanha do então candidato à Presidência dos Estados Unidos e hoje assessor de Jair Bolsonaro, com base na manipulação do uso de dados, alcance nas redes sociais sob apelo popular e Fake News.

Como, contrariando todas as previsões, Donald Trump conseguiu se tornar presidente? Revelando uma trama que envolve fake news, o uso de dados pela misteriosa Cambridge Analityca e a ação de poderosos empresários americanos ultraconservadores, este documentário explica como se chegou ao resultado da eleição que chocou a comunidade internacional, é a resenha do documentário.

“Steve Bannon, diretor de campanha de Donald Trump é também assessor da campanha de Jair Bolsonaro. O filme conta em detalhes as estratégias baseadas em fake news e roubo de dados pessoais, que foram usadas para levar Trump a vitória, enganando a América”, informou a produtora de filmes Ogum, que disponibilizou o documentário de origem francesa de 50 minutos, na íntegra.

Jornal GGN

Assista a entrevista de Fernando Haddad no programa Roda Viva

O outro candidato recusou a ir, mas Fernando Haddad não, jamais! E vai perder uma oportunidade dessa? Não né. Ele está pronto para qualquer entrevista e debate e mais a sabatina do Roda Viva, que acontece nesta segunda-feira, #22out2018, na TV Cultura, às 22h. Prepare-se para conhecer melhor as propostas do próximo presidente do Brasil.

O programa promoveu uma entrevista com o candidato à Presidência da República pelo PT. Ele falou sobre suas propostas para as áreas que mais preocupam os brasileiros, como Saúde, Educação, Segurança e Economia. A bancada de entrevistadores foi composto por Bernardo Mello Franco, colunista do jornal O Globo; Fernando Canzian, repórter especial do jornal Folha de S.Paulo; Maria Cristina Fernandes, colunista do jornal Valor Econômico; Vicente Nunes, editor-executivo do Correio Braziliense; e Vera Magalhães, colunista do jornal O Estado de S. Paulo e comentarista da Rádio Jovem Pan.

#HaddadNoRodaViva