Crise na campanha do Coiso. Vice da coisa ruim quer o fim do 13º salário e o 1/3 das férias. Bolsonazis ficam quietos

13º Salário

É bom lembrar a comunidade que é esse o candidato a presidente do Dida Oliveira e que o prefeito não deu nenhum reajustes salarial para os servidores, mexeu na previdência que logo, logo vai dar tilt e que o Peninha 1510 apoia e foi dos que votou no teto dos investimentos sociais por 20 anos, #ReformaTrabalhista e depois da eleição, Michel Temer anunciou que irá mandar pro congresso a pauta da #ReformaDaPrevidência pra ser votado esse ano ainda.

Então pessoal, infelizmente tenho que destacar uma notícia da chapa que eu critico muito e repudio, e não posso deixar passar barato. Ontem, o general, que é o vice do Coiso, deu uma declaração chocante que disse que é contra aos poucos direitos trabalhistas que restaram após a #ReformaTrabalhista. O 13º salário e o 1/3 das férias. Tenho que destacar isso, até por que, há pessoas que irão dizer que isso é uma mentira, uma fantasia de um qualquer, mas não é um Zé Mané qualquer, é o Mourão, vice do Coiso. Por isso, os bolsominions permaneceram quietos, afinal, a maioria deles são assalariados e pobres de direita.

A declaração é real e isso irá mexer no bolso das pessoas e, consequentemente, atrapalhar a frágil economia, herança do usurpador Temer, deixando ainda mais problemática à situação do trabalhador. Do que já estava ruim, pode piorar ainda mais, e se você já perdeu direito no governo Temer, irá perder o que restou.

O trabalhador conta com isso, todo mundo na verdade. Esse “dinheirinho” a mais, nós, trabalhadores, podemos fazer uma viagem ou pagar as algumas dívidas, reformar a casa, sei lá, fazer alguma útil que irá fomentar a economia. Mas o Mourão é contra e mostrou revê-lo todos dos direitos trabalhistas.

Aumentou ainda mais a crise da sua campanha do Coiso, que está em pleno declínio. Ele proibiu o general em participar de agenda pública e abrir a boca até o dia 7 de outubro. Um tá no hospital e o outro não pode abrir a boca que suja o que já está imundo. Complicado essa chapa! Mas pra nossa felicidade, isso é muito bom.

Tem ainda o tal do Paulo Guedes que teve que sair de cena quando ele disse que iria aumentará o poço imposto do pobre e voltar com a CPMF. Bom! Paulo Guedes será o ministro da Fazenda do Coiso. Acho que o tanto o general como Paulo Guedes estão revelando o verdadeiro projeto do Coiso, aquele que já comentamos por aí, não há nenhuma pauta ou agenda política, não tem nada, a não ser, sugar os últimos suspiros do povo trabalhador.

Ninguém vai votar no cara que vai acabar com o décimo terceiro salário. A CLT é uma das questões essenciais da história dos trabalhadores brasileiros. Você vota nesse cara?

Ainda ontem #28set2018, Lula recebeu um título de doutor #HonorisCausa e foi uma mais homenagem internacional muito importante, a segunda desde que foi preso injustamente na sede da Polícia Federal – PF em Curitiba, Paraná.

Por fim, as pesquisas mostram que Fernando Haddad com mais distância e o mercado já está adaptando ao nome dele como provável presidente da República.

#LulaLivre #HaddadÉLula #HaddadPresidente #OBrasilFelizDeNovo

Anúncios

Eu tenho uma Peninha dele, coitado!

Deputado Peninha, Peninha bugado, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2016, Newsletter, FeedDialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2016, Newsletter, Feed

Uma vez, o saudoso político João Matos veio em ‪‎Ilhota pedir o apoio e voto para o Peninha afim de que ele pudesse ser reconduzido novamente ao mandato de Deputado Federal. Peninha foi eleito para o primeiro mandato e não fez nada, pelo menos eu não vi, não sei e quero saber. A desculpa ou argumento que lendário João Matos deu na ocasião para convencer a massa encarnada a vota novamente no Peninha era que estava no seu primeiro mandato e não tinha experiência no legislativo federal. Não tinha experiência? Como assim cara pálida?

O cara foi vice e prefeito em Ituporanga, deputado estadual por 3 vezes seguidos, além de um monte de coisas. No Wikipédia há um currículo do político, está aberto e qualquer um pode ler. Conferia neste link: CLIQUE AQUI!.

Isso está me incomodando, da falta de experiência, não tinha experiência mesmo: Vamos apurar alguns fatos… o deputado Peninha apresentou um projeto de lei para anular o referendo do desarmamento no país e maquiar o Estatuto do Desarmamento. Ele é um senhor da guerra e alguns de seus correligionários políticos catarinense, detentores de mandato eletivo, foram eleitos e favorecido com recursos oriundos de empresas armamentista. [eu já disso aqui no #blogdodcvitti e você pode reler neste link: CLIQUE AQUI!.

Os deputados financiados pela indústria de armas, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2014, Newsletter, Feed

Além dessas proezas maquiavélicas, deita o sarrafo no governo da Dilma. Quem fala, deveria dar o exemplo, não é? Pra finalizar é um dos incentivadores dessa bobagem do “Sul é o meu país”. Ele quer separar o Sul para criar um novo país. Talvez é comer tudo no seu meio dia, na hora do seu almoço. Peninha é um baita coxinha de cebola 😦

Agora apareceu essa história em que o parlamentar é campeão em gastos alimentares ressarcidos pela Câmara. Isso bombo a semana nas redes sociais estava estampado em todos os jornais. Que vergonha…

Peninha não ajudou, nem apoiou o Partido dele em #Ilhota na eleição do candidato Lucas Gonçalves. Poderia ter feito a diferença, mas não fez. Em Ilhota, ele recebeu um significativo percentual eleitoral dos votos em 2010, ficando em primeiro como o mais votado na cidade com 17,47% dos votos válidos obtidos, totalizando 1.219 votos. Neste link está a prova real!

Isso é meu ponto de vista!

Peninha na mídia catarinense

Entenda um pouco do babado da festa do dinheiro público promovido pelo parlamentar lá em Brasília. Não estou condenando, apenas afirmando que isso é legal, mas… é moral?

Um levantamento realizado pelo site Congresso em Foco, especializado na cobertura da Câmara e do Senado, aponta o deputado federal catarinense Rogério “Peninha” Mendonça (PMDB) como o campeão de despesas com alimentação ressarcidas pela Câmara Federal ao longo de 2015. Entre 1º de fevereiro (início da legislatura) e o último dia do ano passado, o parlamentar gastou pouco mais de R$ 29 mil, o que equivale a uma despesa diária de R$ 87. Pela lei em vigor, o Parlamento só ressarce as despesas alimentícias do deputado em atividades parlamentares, sem direito a acompanhantes.

De acordo com a publicação, os restaurantes favoritos do parlamentar são a Galeteria Beira Lago, o Senac e o Dalí Camões, todos nas proximidades da Câmara, onde ele gastou quase R$ 10 mil. Em uma oportunidade, no dia 2 de abril, Peninha foi ressarcido em R$ 390 por um almoço na Beira Lago, dividido em duas notas sequenciais onde não havia a descrição do que foi consumido. Segundo o Congresso em Foco, o rodízio de galeto no local custava R$ 49,90 até o mês passado.

Fonte: Diário Catarinense

PS: Realmente, o deputado aprendeu a fazer as coisas certinho. Ele não ganhou meu voto para o segundo mandato.

😀

Deputado Peninha quer acabar com a Contribuição Sindical Obrigatória. Eu sou contra!

Contribuição Sindical Obrigatória, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2015, Newsletter, Feed

O deputado catarinense do PMDB quer acabar com contribuição sindical obrigatória. Eu sou completamente contra. Eu sou completamente contra. Ninguém quer pagar mais por tantos imposto, mas todos querem que os seus direitos trabalhista sejam preservados, certo? Sabemos da ineficiência e da pelegagem de muitos sindicatos desmotivando os trabalhadores a  a não serem sindicalizados. Mas se acabarmos com a esta contribuição, propositalmente iremos acabar com os sindicatos. Se isso acontecer, quem irá defender os interesses da coletividade?

No Votenaweb, os projetos de lei sobre trabalho e impostos, em geral, despertam muito interesse das pessoas. Sabendo o site apresentou um vídeo onde o deputado explica o projeto de lei, PLC 870-2015 proposto por ele, que envolve esses dois temas. Este projeto de lei quer mudar regras na Consolidação da Leis do Trabalho, CLT, acabando com a cobrança da Contribuição Sindical Obrigatória.

Pela lei atual, ninguém é obrigado a se filiar a um sindicato. No entanto, todos os trabalhadores – filiados ou não – têm um dia de trabalho descontado de suas folhas de pagamento anualmente. Este dinheiro é remetido aos movimentos sindicais que representam a categoria.

Segundo o deputado autor deste projeto, o repasse financeiro às entidades representativas das classes deve ser voluntário. A legislação já prevê outras contribuições que os sindicatos podem usar para custear suas atividades, como: a contribuição confederativa, a contribuição assistencial e as mensalidades dos associados.

O sindicato é a voz organizada de luta pelos direitos dos trabalhadores. Não surpreende que queiram retirar-lhes a fonte de financiamento. De repente se acredita que cortar a contribuição sindical ajuda o trabalhador. Sindicatos são demonizados e muita gente acredita que o problema é trabalhador ter direito de mais.

Assista e dê sua opinião nesta proposta  apresentado pelo deputado Rogério Peninha Mendonça do PMDB.

😀

Encontro do PMDB reúne mais de 200 pessoas na Churrascaria Toni

Prefeito Ademar Felisky no encontro do PMDB de Gaspar onde reúniu mais de 200 pessoas na Churrascaria Toni

Na noite desta sexta-feira (18) ocorreu o tradicional encontro do PMDB gasparense. Mais de 200 simpatizantes e filiados participaram da confraternização. Na oportunidade houve a filiação de novos integrantes. A do radialista Roni Muller foi abonada pelo ex-governador Paulo Afonso.

O pré-candidato a prefeito, Kleber Wan-Dall, disse que está iniciando uma caminhada difícil, mas que tem certeza que será muito boa. “Quero agradecer a todas as pessoas que direta ou indiretamente estão participando deste projeto. Estamos preparando não um plano de governo, mas um plano de futuro. Vamos levar Gaspar planejada para as próximas décadas. Vamos levar Gaspar para o futuro!”.

Para o presidente do partido, Roberto Pereira, O PMDB demonstra com o encontro que está unido. “Precisamos de pessoas novas na política, com ânimo e vontade de fazer diferente. Precisamos de um prefeito para cidade, para Gaspar, e não para um partido”, ressaltou. Já o presidente de honra, Oswaldo Schneider, mais conhecido como Paca, ressaltou que nesta eleição, o PMDB espera contar com a imprensa, empresários e pessoas que querem uma Gaspar melhor. “Queremos ver a cidade crescer, como cresceu há 40 anos no meu governo, quando criamos vários bairros, como o Sete de Setembro e Santa Terezinha, fizemos a Avenida das Comunidades e construímos diversas escolas. Esta noite vai ficar na história, mostrando que o partido está unido em torno do nome de Kleber Wan-Dall. Precisamos de uma cidade planejada para pelo menos mais 50 anos”.

Em seu discurso, o vereador Raul Schiller disse que, quando desafiado, o PMDB se torna ainda mais forte. “E o nosso fortalecimento vem com a renovação, através de Kleber e Roberto. Hoje estou falando em nome de uma bancada de dois vereadores, mas no próximo pleito falarei em nome de mais parlamentares, com certeza!”.

Diversas autoridades se fizeram presente, como deputado federal, Peninha; secretário de articulação nacional, João Mattos, secretário adjunto estadual de infraestrutura, Paulo França; vice-presidente do PMDB estadual e ex-governador, Paulo Afonso; prefeito de Ilhota, Ademar Felisky, pré-candidato a prefeito em Ilhota, Lucas Gonçalves, ex-deputado estadual, Álvaro Correia; presidente do PSD, Fernando Neves; presidente do PTB, Ernesto Hostins; vereador de Blumenau, Beto Tribess; vereador de Gaspar, Raul Schiller; presidente do PMDB Mulher, Ivete Hammes; vereador Rodrigo Althoff; presidente do PMDB em Ilhota, Lavino Miguel Nunes.

Dr Lucas no encontro do PMDB de Gaspar onde reúniu mais de 200 pessoas na Churrascaria Toni

Discurso de outras autoridades

Paulo França – secretário adjunto estadual de infraestrutura
“A proximidade das cidades de Gaspar e Ilhota é muito importante para o partido, pois se pode trabalhar unido em torno de um único objetivo: eleger os candidatos. expectativa de renovação, de novos métodos e ideias estão tomando conta do Vale do Itajaí. No que eu puder ajudar, ajudarei”.

Paulo Afonso – ex-governador
“Quando fui governador, muitas foram às obras que destinei recursos para Gaspar. O Kleber é jovem, mas dá pra ver que tem experiência. A juventude está participando ativamente da política, o que nos dá muito orgulho. Ser candidato é um ato de coragem, companheirismo e patriotismo”.

Álvaro Correia – ex-deputado
“Há  50 anos formávamos a diretoria do MDB. Este partido que fundamos está vivo ainda e vamos rumo a vitória no dia 07 de outubro”.

João Mattos – secretário de articulação nacional
“Quero ser um dos padrinhos políticos do Kleber, assim como fui do prefeito de Ilhota, Ademar Felisky. Quero que você faça um trabalho extraordinário em Gaspar e tenho certeza que vais fazer. Continue contando com o João Mattos. Conduziremos o Kleber à prefeitura de Gaspar”.

Peninha – deputado federal
“Quero fazer duas referências. Primeiro ao ex-deputado Álvaro, que está lançando um livro sobre a história de Gaspar. E, em segundo, a candidatura do Kleber. Em dezembro passado estivemos no Gaspar Grande e lançamos o nome do Paca. Depois, por problemas de saúde, ele acabou tirando seu nome. O PMDB tinha que ter candidato a prefeito e surgiu o nome de Kleber. Ele é jovem e representa renovação e mudança”.

Ademar Felisky – prefeito de Ilhota
“A maior riqueza do homem é proporcionar o bem às pessoas. E este é o papel de um prefeito. E para ocupar este cargo é preciso ter coragem. Hoje, para ser político, precisa ter coragem. A você, Kleber, digo que a semente da política a gente planta hoje e colhe muito rápido. Que você tenha muitos frutos a colher em outubro”.

Lucas Gonçalves – pré-candidato a prefeito de Ilhota
“Todo o sonho que se sonha sozinho é apenas um sonho. Quando se sonha junto, pode ser uma realidade. Estou sonhando contigo e vamos comemorar juntos em Outubro a nossa vitória”.

Rodrigo Althoff – vereador
“É uma satisfação estar à mesa com autoridades tão queridas e importantes. Enquanto vereador, sempre pedi ao Kleber que colocasse o seu nome à disposição. O Partido Verde vai apoiá-lo. Gaspar precisa de renovação. O Kleber está preparado para administrar Gaspar”.

Fernando Neves – presidente PSD
“Somos parceiros do PMDB. Temos um adversário em comum. A gente se une para o bem, não dos partidos, mas da cidade. Gaspar ainda pode ser referência no estado em diversos setores. Tem potencial”.

PMDB de Ilhota reúne líderes do Partido

Vereador Lavino, presidente do PMDB Ilhota e Paulo França

Mais de 200 militantes da maior agremiação política do município de Ilhota, o PMDB, estiveram reunidos para discutir os encaminhamentos para o pleito eleitoral de 2010. O encontro, que serviu como reunião ampliada do Diretório local, contou com a presença do Vice-presidente Estadual da Legenda, Dep. Federal João Matos; do Coordenador Regional, Paulo França; Dep. Estadual, Rogério “Peninha” Mendonça.

Na oportunidade, os líderes e a militância também definiram as melhores formas de atuação da legenda, além de uma avaliação dos 7 anos do PMDB no Governo do Estado. “O partido está sólido, unido e caminha para o terceiro mandato consecutivo no Governo do Estado, pois sempre estivemos a frente das grandes mudanças desta nação. Além disso, formaremos uma bancada forte”aposta Paulo França, que também é pré-candidato a Deputado Estadual.

A unidade da legenda também foi lembrada por João Matos. O parlamentar fez um diagnóstico do cenário atual da política catarinense e explicou os motivos que contribuíram para não concorrer novamente a Deputado Federal.

“Eu abri mão por entender que sou menor que o meu partido. Abro espaço para os companheiros (Paulo França e Peninha) ascenderem, unindo a região. Coloco meu nome a disposição do PMDB para outros desafios, se assim entenderem”, ressaltou.

A empolgação entre os peemedebistas foi tamanha que o Prefeito de Ilhota, Ademar Felisky, disse que o desafio está lançado: “se os demais municípios repetirem o mesmo percentual de votos que aqui será feito, teremos uma eleição consagradora em Santa Catarina, com Paulo França na Assembléia (Legislativa) e Eduardo Moreira no Governo de Santa Catarina”.

Além dos militantes de Ilhota, também participaram líderes das coordenações regionais do PMDB de Blumenau e Timbó que, com abrangência de 12 municípios, estão trabalhando em conjunto para o pleito deste ano. Incluídos no planejamento do partido, os diretórios de Ascurra, Benedito Novo, Blumenau, Doutor Pedrinho, Gaspar, Ilhota, Indaial, Luis Alves, Pomerode, Rio dos Cedros, Rodeio e Timbó finam o discurso e defendem um projeto único para região.

 

Fonte: Comunicação PMDB Médio Vale do Itajaí.