Carta aberta do companheiro Cadu a toda militância

Cadu Carlos Eduardo de Souza

Companheiras e companheiros petistas e todos aqueles que sonham com a retomada do desenvolvimento social e econômico do Brasil, e com um novo jeito de governar Santa Catarina.

Nestes 20 anos de militância política de alta intensidade, estive engajado nos movimentos Estudantil, de Juventude, Sindical, na Direção Estadual do PT-SC, na presidência do PT da Capital, Florianópolis, especialmente, na resistência contra o golpe, contra a perseguição e contra a prisão política do companheiro Lula, que mesmo preso político, tem ideias livres que nos encantam, nos embalam e nos renovam cotidianamente.

Para mim só um lado nos importa: o lado dos trabalhadores e das trabalhadoras, daqueles que, verdadeiramente, produzem as riquezas que têm sido espoliadas de nosso país. Com ele, nosso líder Lula, reconhecido mundialmente como uma das mais importantes lideranças do atuais, tenho aprendido que a luta se faz com erros e acertos e que jamais podemos fraquejar ou ter dúvidas de qual lado da história nós estamos.

Por isso, em conjunto com militantes que estiveram conosco nessa trincheira, foi crescendo a nossa vontade de ocupar um espaço estratégico no campo de esquerda através de uma candidatura ao Senado no pleito de outubro de 2018.

Acreditamos que existe a necessidade de renovação na política, capaz de contemplar as novas ideias, frutos da incansável batalha dos que reivindicam justiça social, que amargam dia a dia, sem dó ou piedade, o peso das velhas e novas formas de desigualdade, de discriminação e de preconceito.

Há um grande embate acontecendo neste momento no cenário brasileiro e mundial. Ideias conservadoras são consentidas e assumidas por uma parcela da sociedade. Para combatê-las, precisamos de ideais que reoxigenam, que se movimentam e se organizem no enfrentamento ideológico ao campo tão conservador quanto neoliberal e fascista.

Apresentamos nossa candidatura com esse objetivo: renovação! Mais que isso, de comprometimento com as causas populares, do comprometimento com aqueles que nos piores momentos do golpe não esmoreceram, que se mantiveram firmes na linha de frente, ao mesmo tempo, uma renovação militante, consistente, sem aventura nem oportunismo.

No entanto, sabemos da complexidade das decisões internas, especialmente dentro do PT catarinense. No pouco tempo que tivemos para viabilizar um projeto à altura do nosso desejo, dialogamos com nossas bases de apoio, conversamos com possíveis pré-candidaturas que não se dispuseram a colocar seus nomes à disposição para a vaga. Diante disto, apresentamos nosso nome na instância partidária e respeitamos os espaços legítimos de debate e decisão do nosso partido.

Dada as condições, caímos na estrada, percorremos regiões junto com a caravana majoritária. Para nossa surpresa, aquela vaga em aberto que desejávamos ocupar com o ideal de renovação militante, aquela vaga que ninguém queria, passou a ser disputada.

Respeitamos as diferenças internas, dialogamos com todas as forças políticas e individualmente com a maioria dos dirigentes estaduais do PT. Lutamos até o fim para que, somado todo o capital político do partido, representado por nossos companheiros mais experientes mais a nossa energia militante, o PT poderia se renovar, se reinventar, formar e apresentar novos quadros. Porém, diante da decisão dada pela maioria da executiva do partido no dia 03 de agosto, chegamos à conclusão que as condições para a vitória da ideia de renovação militante ainda não estão dadas dentro da correlação de forças e nos espaços decisórios do partido.

Saímos de cabeça erguida e com a certeza de que contribuímos para lançar a semente da renovação. Inspirarmos as novas gerações partidárias e apresentamos, mesmo em tão pouco tempo, uma novidade à população catarinense.

Sabemos da intensidade que esse momento nos proporcionou e agradecemos imensamente o acolhimento de toda militância de base do PT, que acreditou e acredita serem possíveis as mudanças e as transformações.

Com muita esperança no Partido dos Trabalhadores – o nosso PT, da cor vermelha e da estrela que não deixa de brilhar, com muita vontade de eleger Lula Presidente, nos resta agradecer cada militante que nos apoiou e acreditou nesse projeto.

Para nos fortalecermos coletivamente, sem jamais nos omitirmos da luta e da nossa responsabilidade, vamos levar nossos temas para serem incorporados pela campanha majoritária. Então, rumo à vitória, companheiras e companheiros!

TamoJuntoCadu
#RenovaçãoMilitante
#LulaLivre
#LulaPresidente

Carlos Eduardo de Souza – Cadu

Anúncios

Mensagem do Cadu a Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores

A Comissão Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores se reunirá nesta quinta-feira (2/8) às 17h, na sede estadual do PT de Santa Catarina para definir a chapa majoritária do Partido para as eleições gerais de 2018. Em áudio e vídeo, Cadu envia mensagem aos membros da Executiva e pede o apoio para renovarmos a esperança.

#TamoJuntoCadu
#RenovaçãoMilitante
#CaduSenador
#LulaLivre

Vídeo de apoio do Cadu Carlos Eduardo de Souza aos membros da Executiva Estadual do PT SC

Cadu pré-candidato a Senador do PT por Santa Catarina

Cadu Carlos Eduardo de Souza

Olá companheiros e companheiras!

Vocês me conhecem pela minha militância nos movimentos sindicais, e pela Educação pública e de qualidade em Santa Catarina.

Nos últimos três anos de enfrentamento ao golpe, temos construído a resistência na nossa capital e vocês sabem o quanto isso é desafiador.

Incansavelmente construímos e destacamos a importância da Frente Brasil Popular.

Nas eleições de 2014 fizemos de Florianópolis a cidade de Santa Catarina que mais retirou votos do Aécio Neves no segundo turno.

Depois do sucesso da caravana Lula em Florianópolis recebi muitos incentivos da militância para ser candidato nessas eleições. O meu trabalho foi de construir pontes para além do Partido dos Trabalhadores, na defesa incansável contra o golpe e pela libertação da nossa maior liderança.

A minha experiência em eleições foram poucas, em 2000 me candidatei para ajudar a construir o Partido dos Trabalhadores em Ilhota, e nas últimas duas eleições em Florianópolis para o cargo de vereador, onde sou suplente e irei assumir o mandato no próximo dia 13 de agosto.

Nesses últimos meses dialoguei muito sobre uma possível candidatura, e como havia espaço aberto ao senado fui convencido de que esta seria uma oportunidade de apresentar uma proposta de renovação.

Renovar para encantar especialmente a militância de esquerda, mas também tendo no horizonte aqueles que não veem opção na política e precisam de esperança.

E por que esperança?

Desde cedo militando no PT aprendi com a vida de luta e, com o companheiro Lula, que mais do que oferecer respostas para a sociedade e para nossos companheiros de partido, precisamos oferecer esperança. A vida não pulsa sem motivação e sem fé num futuro melhor.

Na luta em defesa do companheiro Lula, vivendo o dia-a-dia do acampamento em Curitiba, no meio de tanta dificuldade e perseguição que temos passado, pude sentir uma força e energia intensa que só ocorre quando estamos unidos em prol de algo maior. Dessa união, saí com a certeza de que o PT sairá fortalecido de todo este processo histórico que vivemos.

Sábado decidiremos sobre os candidatos majoritários do Partido dos Trabalhadores em Santa Catarina, respeito muito a trajetória de todos postulantes, mas com tudo que tenho acumulado nos meus 20 anos de militância, acredito ser uma opção real de renovação no partido e por isso gostaria de contar com seu apoio.

Seguimos juntos.

Sou Carlos Eduardo de Souza, mais conhecido como Cadu!

#TamoJuntoCadu
#RenovaçãoMilitante
#CaduSenador
#LulaLivre

Eduardo Moreira é reeleito presidente estadual do PMDB/SC

Dcvitti e Eduardo Pinho Moreira

Com 318 votos, a chapa Sempre PMDB, do vice-governador Eduardo Pinho Moreira, conquistou 57,92% dos votos da Convenção Estadual da sigla, realizada neste sábado, em Florianópolis. Com essa votação a chapa tem direito a 38 dos 64 nomes que compõem o novo Diretório Estadual do PMDB. A chapa Ulysses Guimarães – Unidade e Democracia, liderada pelo deputado federal Mauro Mariani, tem direito a 26 nomes do diretório. Além deles, os ex-presidentes e o líder da bancada estadual compõem a relação total de 71 nomes.

Após a confirmação do resultado, Moreira discursou para a militância que comemorou com ele a confirmação de sua continuidade na presidência do PMDB catarinense. “O PMDB é um partido muito forte, a presença maciça demonstra que há interesse em participar ativamente das decisões e o resultado aponta que temos muito trabalho e que será necessário planejamento e organização para conduzir da melhor forma o futuro do partido. E para isso tudo precisamos seguir juntos, porque só a união vai permitir que o PMDB continue forte”, afirmou.

O presidente em exercício do partido, ex-governador Paulo Afonso Vieira, fez um balanço positivo do resultado. “Foi uma convenção empolgante, entusiasmante e democrática, onde o resultado demonstrou de forma inequívoca que o PMDB quer ser protagonista da política catarinense”, disse.

O novo diretório reúne-se na quinta-feira (4), às 15 horas, em local ainda não confirmado, para definir a composição da nova Executiva do PMDB/SC e homologar a presidência de Eduardo Moreira e o Conselho Fiscal.

Fotos da convenção, acesse a fan page do Partido no Facebook: http://www.facebook.com/PMDBSC

Novo diretório estadual do PMDB

  1. Eduardo Pinho Moreira
  2. Neuto Fausto de Conto
  3. Luiz Henrique da Silveira
  4. Paulo Afonso Evangelista Vieira
  5. Casildo João Maldaner
  6. Adelcio Machado dos Santos
  7. Zuleika Mussi Lenzi
  8. Saulo Vieira
  9. Ronaldo José Benedet
  10. Edson Bez de Oliveira
  11. Rogério Mendonça
  12. Ada Lili Faraco de Lucca
  13. Antônio Mauro Rodrigues de Aguiar
  14. Aldo Schneider
  15. Mauro de Nadal
  16. Valdir Vital Cobalchini
  17. Manoel Mota
  18. Moacir Sopelsa
  19. Renato Luiz Hinnig
  20. Romildo Luiz Titon
  21. Gean Marques Loureiro
  22. Romanna Giulia Seccon Leandro Remor
  23. Dalmo Claro de Oliveira
  24. Dirce Aparecida Heiderscheidt
  25. Edison Adrião Andrino de Oliveira
  26. Paulo Roberto Tesserolli França
  27. Valter José Gallina
  28. João Batista Mattos
  29. Renato de Mello Viana
  30. Paulo Roberto Meller
  31. Udo Döhler
  32. Edson Renato Dias
  33. Wilmar Carelli
  34. Luciano Veloso Lima
  35. José Ari Vequi
  36. Milton Martini
  37. Acélio Casagrande
  38. Miguel Ximenes de Melo Filho
  39. Adenor Piovesan
  40. Gelson Sorgatto
  41. Cleonir Branco
  42. Gilberto Amaro Comazzetto
  43. Garibaldi Antonio Ayroso
  44. Sergio Almir dos Santos
  45. Mauro Mariani
  46. Celso Maldaner
  47. Dário Elias Berger
  48. Valdir Colatto
  49. Carlos Alberto Chiodini
  50. João Eduardo de Nadal
  51. Moacir da Silva
  52. Rodrigo João Fachini
  53. Luiz Carlos Tamanini
  54. Alexandre Saad Benedet
  55. Leoberto Weinert
  56. Fernando Mallon
  57. Luiz Basso
  58. Marco Aurélio de Andrade Dutra
  59. Hélio Francisco Dal Piva
  60. Renato Stasiak
  61. Alceu Gaio
  62. Deglaber Goulart
  63. Neri Osvaldo do Amaral
  64. Christopher Camargo Oliveira
  65. Mauricio Soares
  66. Vilmar Grosskopf
  67. Moacir Montibeler
  68. Alcides Grohskopf
  69. Aroldo Heiderscheidt
  70. Nilson Bylaardt
  71. Líder da Bancada Estadual ?

PMDB dá arrancada à pré-campanha com reforço nacional

Força 15 - Encontro Estadual

Faltou espaço no auditório do Hotel Castelmar, em Florianópolis, durante o encontro estadual do PMDB/SC, realizado na manhã desta quinta-feira (10). Mais de 600 peemedebistas atenderam ao pedido do diretório estadual e participaram do encontro Força 15, que registrou a arrancada do partido rumo às novas conquistas eleitorais.

O presidente Nacional do PMDB, Valdir Raupp, que chegou ao evento acompanhado do vice-governador, Eduardo Pinho Moreira, dos pré-candidatos Gean Loureiro e Djalma Berger, do prefeito Dário Berger, e do deputado Renato Hinnig, garantiu que com as demonstrações de força partidária, como a de Santa Catarina, não há dúvidas de que o PMDB vai sair da eleição de 2012 novamente como o maior partido do Brasil. E ainda afirmou que “o PMDB terá mais de 1200 candidatos à prefeito e mais de 10 mil à vereador e em 2018 terá candidato à presidente da República”.

Eduardo Moreira enfatizou o crescimento do PMDB, que hoje é a maior força política do Estado, no comando de 114 prefeituras. “Em 2008 tivemos mais do que o dobro de conquistas em relação ao segundo colocado e no próximo ano seremos ainda maiores”, destaca. Moreira ressaltou ainda que a força e a união do PMDB catarinense são seu maior patrimônio, e brincou ao tirar o paletó e mostrar que vestia a mesma camisa que o ex-governador Paulo Afonso Vieira. “Nossa sintonia é tanta que vestimos a mesma camisa”, disse.

Na mesma linha o prefeito da Capital, Dário Berger, ressaltou que a Força15 não é uma força qualquer. “A força deste partido é desproporcional em relação à categoria política de Santa Catarina”. Berger também fez referência ao irmão, Djalma Berger, pré-candidato em São José, e a Gean Loureiro, pré-candidato por Florianópolis.

Em nome dos pré-candidatos do partido, Gean Loureiro falou do desafio que é a sucessão de Dário na Capital. “Temos uma grande responsabilidade que é suceder Dario Berger, o mais vitorioso do Estado e que deixa Florianópolis depois de fazer a melhor administração municipal de todos os tempos na capital”.

Peemedebistas também comemoram aniversário de Paulo Afonso

Ao completar 54 anos de vida, o ex-governador Paulo Afonso foi surpreendido durante o evento com um bolo surpresa. “Se vocês acham que o PMDB não iria homenagear o seu sempre governador Paulo Afonso, podem ficar de pé”, disse o deputado Renato Hinnig ao convidar ex-funcionários do governo de Paulo Afonso para entrar no auditório com um enorme bolo branco, com a bandeira do partido. “Eu tenho orgulho e fico feliz em comemorar meu aniversário aqui, em um vento do partido, porque nenhum outro aspecto de minha vida está tão fortemente vinculado a mim, como o PMDB”, destacou Paulo Afonso.

Ao dar continuidade a seu discurso, o ex-governador afirmou que a maior responsabilidade dos peemedebistas é com o partido. “Fazemos parte deste governo e temos uma grande responsabilidade com a administração Estadual, pois temos o vice-governador, secretários e a maior bancada estadual na Assembleia, que apoia o governo. Mas nossa responsabilidade política é com o PMDB, portanto se formos adversários do PSD em qualquer município, derrotaremos o candidato e o governador”.

E ainda impulsionou a eleição municipal. ” A eleição daqui é emblemática porque aqui se pavimenta a eleição estadual”, concluiu Paulo Afonso, em referência a eleição de Florianópolis.

Força, união e mobilização marcam discursos dos parlamentares

Coordenador da bancada federal, o deputado Mauro Mariani apontou a força municipalista como ingrediente de sucesso. “Nossa força não vem das lideranças. Nossa força é do PMDB de cada município. Crescemos da força municipalista”, lembrou.

O líder da bancada estadual, Aldo Schneider, chamou pelos deputados estaduais no sentido de atuarem mais diretamente nas questões partidárias. “Temos que dar satisfação aos catarinenses que nos elegeram, mas também não podemos deixar de lado o partido que nos colocou lá também”.

Presidente da Fundação Ulysses Guimarães, o deputado licenciado Renato Hinnig falou da importância dos planos de governos, fundamentais e obrigatórios para o registro das candidaturas. “A elaboração dos planos representa uma oportunidade de mobilização dos pré-candidatos junto às comunidades”.

Em nome das mulheres a deputada Ada de Luca pediu pela valorização das mulheres no partido, pois não só o PMDB, mas todos os partidos ainda não estão dando a devida atenção para isso.

PMDB prepara candidaturas para 2012 organizando ações junto a suas lideranças

Diante de mais de 500 lideranças, a Fundação Ulysses Guimarães e o Diretório Estadual do PMDB/SC deram a largada, no sábado (4), ao programa “Estradas e Bandeiras, Rumos aos municípios”, com o objetivo de fortalecer e preparar a sigla para as eleições municipais de 2012. “Proporcionalmente, o PMDB de Santa Catarina tem o melhor desempenho do país. Contamos com 10% dos vereadores e prefeitos do partido e a maior bancada federal. Por isso, o desafio é muito grande para 2012, porque temos que crescer”, afirmou o presidente estadual do PMDB, vice-governador Eduardo Moreira.

Moreira comemorou com os companheiros de sigla o retorno oficial à presidência do PMDB, e anunciou que a partir de agora o trabalho será extenso. “Organização não acontece com paixão e sim com ação e planejamento”, disse. Nos próximos dias o presidente dará início a um roteiro pelo estado buscando mobilizar as bases. “Onde o PMDB quiser ter candidato, estarei ao lado de qualquer companheiro. Meu maior compromisso é com o partido”, destacou Eduardo Moreira, que deve convocar uma reunião com o diretório estadual para discutir as convenções municipais e as mobilizações partidárias, nos próximos dias.

Os senadores Casildo Maldaner e Luiz Henrique falaram das ações do PMDB no Congresso Nacional, com destaque aos espaços conquistados por Santa Catarina, fruto da política da descentralização, iniciada no primeiro governo LHS, e defenderam bandeiras com as reformas política e tributária. Maldaner, ainda, ressaltou o seu retorno ao Senado, lembrando que a conquista foi fruto de um sonho conjunto. “Tornar um sonho realidade só é possível quando há mais gente sonhando. O PMDB sonhou e deu certo. Tiramos o Colombo de lá e tomamos conta”, brincou, fazendo referência à coligação que conduziu Raimundo Colombo ao Governo do Estado.

Organização

O presidente nacional da Fundação Ulysses Guimarães, deputado Eliseu Padilha (PMDB/RS), destacou a unidade nacional, apresentou um vídeo com os 45 anos de história do partido e falou da força peemedebista, representada por 6 ministros, 172 deputados estaduais, 1.175 prefeitos, 8.495 vereadores, 4.6761 diretórios municipais, cinco governadores e oito vice-governadores. Segundo o presidente, o tamanho do PMDB é fruto de sua participação e estruturação partidária. “Para vencer tem que concorrer”, lembrou ao ressaltar que para as eleições de 2012 a sigla precisa apresentar nominatas completas para vereadores e candidatos a prefeito no maior número de municípios.

Para estruturar e preparar o partido a FUG apresentou um programa com cursos de formação política para candidatos, militância e simpatizantes e ações para construção dos planos municipais de governo. ” O objetivo é ter um exército preparado para levar o nome do PMDB até o eleitor, apresentando programas pragmáticos que irão ao encontro dos anseios sociais”, enfatizou o presidente da fundação em Santa Catarina, deputado Renato Hinnig.

O coordenador do programa de mobilização política, em Santa Catarina, Adenor Piovesan (Noi), listou as atividades previstas e o planejamento das ações, que deverão ser discutidas a partir dos próximos dias junto aos coordenadores regionais do PMDB.

Ex-presidente do PMDB/SC, João Matos, aproveitou o evento para agradecer aos companheiros pelo apoio durante os dez meses em que conduziu o partido, lembrando das conquistas alcançadas.

Em nomes das mulheres, a deputada Ada De Luca, também fez uso da palavra pedindo empenho para que o PMDB continue crescendo e incentivando a participação da juventude e da mulher.

Também presentes, o ex-governador Paulo Afondo Vieira; deputados estaduais e federais, prefeitos, vice-prefeitos, coordenadores regionais, presidentes e membros de diretórios, secretários de Estado, vereadores, além dos presidentes da FUG do Espírito Santo, Francisco Donatto, e do PMDB de Mato Grosso do Sul.

Veja mais fotos: http://www.pmdb-sc.org.br/index.asp?dep=44&galeria=401