Prefeito Dida exonera secretária de saúde, sua maior apoiadora nas eleições

Portaria 11/2018 da Prefeitura de Ilhota sobre a exoneração de Jocelene da Silveira

Esse é o Dida sendo o Dida. Eu já sabia que isso iria acontecer, cedo ou tarde, mas nunca imaginei que iria demorar tanto. Por isso não o apoiei em sua campanha eleitoral, não votei nele e saí bem antes, quando soube que ele seria o candidato. Tentei avisar, ninguém ouviu e fui zombado.

Dida cumpriu com o prometido. Não o de campanha, mas a sua em particular. Enquanto desfrutava de suas férias, deu a ordem via ZapZap e logo, ao retornar, exonerou seu maior expoente durante a sua campanha eleitoral que resultou na vitória, Jocelene da Silveira, esposa do popular Dr. Lucas. A Portaria 11/2018, foi assinado em 5 de fevereiro e publicado hoje no Diário Oficial dos Municípios. Junto com a secretária, outros duas servidoras em regime de comissão também foram exoneradas.  Cheila Carla Darossi, do cargo de Diretor de Departamento e Jaqueline Aparecida Ferreti, do cargo de Chefe de Divisão.

Os áudios que o prefeito Dida enviou por engano a outros destinatários no final da semana passada, deu o que falar e falou bonito. Reza uma lenda da The Zueira Never Ends quem não sabe escrever, envia áudio. Também, quando os tiozinhos, as pessoas leigas usam a internet sem saber como funciona, dá nisso.

Depois de ter aprontado todo furdunço no ZapZap, ele publicou uma nota justificando o ocorrido, que foi postado aqui neste blog (leia a carta acessando este link). Em resumo ele dize, segundo a nota, que para quem em insiste em atacar o seu governo, os resultados estão aí para quem quiser ver. Como um clássico carrasco medial e utilizando-se de um terrível golpe de um machado super afiando, cortou a cabeça dos seus “pseudos” traidores. O prefeito começou a mudar e foi logo pela saúde, que estava de mal a pior. Cortou a cabeça da atual secretária Jocelene e membros de sua equipe.

Não vou e nem quero comemorar a desgraça alheia, pois isso vai contra minha conduta que deveria ser um princípio compartilhado por todos, mas postarei minha opinião. Nada a favor da coisa, nem muito menos contra. Cada um sabe o que faz e estão todos em pleno uso de seus juízos.

Nas entrelinhas dos bastidores da política é assim que a coisa funciona, cheio de altos e baixos, perseguições, trairagens, cinismos e todos os adjetivos propício para aqueles que deslumbram o poder. Na política, quem está com a razão é sempre o mais forte. Nem sempre é assim, nesta ordem, pois o mais fraco, do outro lado, é quem geralmente paga o pato, por não ter força para encarar o enfrentamento, perde e cai no esquecimento.

Agora, a pasta da saúde está vaga. A boca miúda, a rádio peão que circula na cidade dão por conta que o prefeito pretende contratar o ex-secretário Lavino ou mais um apadrinhado político de Luiz Alves. Há quem diga que poderá ser mais um do ex-prefeito Periquito de Balneário Camboriú, que perdeu a disputa lá e migraram pra Zióta. O banco de aposta está aberta.

Por fim, quero crer que essa portaria seja mais uma das coincidências da vida. A portaria que exonerou uma das emedebista mais fervorosas do 15, é a de número 11.

Anúncios

Carta de renúncia de Ademar Felisky da função de delegado do Diretório do MDB de Ilhota

Carta de renúncia de Ademar Felisky da função de delegado do Diretório do MDB de Ilhota

É minha gente, o ZapZap tá dano o que falar. Ele foi feito para escrever, mas como nem todo mundo sabe escrever, envia áudio e dá no que deu.

Essa é a carta de renúncia do ex-prefeito Ademar Felisky da função de delegado do Diretório do emedebê de Ilhota. Para colaborar com as notícias dos tabloides da região, o povo da oposição estão mexendo os seus os pauzinhos e conseguem se infiltrarem nos grupos adversários.

Na coluna Pimenta, do Jornal Metas, o editor descreve a situação do caso do ex-prefeito Ademar Felisky comentando a respeito de sua carta de renuncia da função ao qual foi  já pegou eleito.

Ademar entregou um requerimento onde comunica a sua renúncia da função de delegado do Diretório do MDB de Ilhota. A decisão foi tomada depois dele ouvir o áudio do prefeito Dida que todo mundo ouviu (logo irei criar um podcast e publicar esses áudios). Segundo a coluna Pimenta, Ademar nunca escondeu sua simpatia pelo Dr. Lucas como candidato a prefeito nas últimas eleições, porém, foi voto vencido, e acabou trabalhando pela eleição de Dida. Também deve estar se sentindo parte da “Turma do Lucas”, como mencionou Dida no áudio.

Sabe o que tenho a dizer disso tudo? Nada! Apenas observo. Eles que são ilhotenses que se entendam. Se alguém quiser me contratar para assessoramento de comunicação social e marketing, me chama no inbox. Um salve a todos e fiquem com  as bênçãos de Deus!

Aos meus amigos de Ilhota – Carta do Dr. Lucas

Dr. Lucas Gonçalves do PMDB

Frente aos recentes acontecimentos, venho aqui me manifestar e dar a minha versão frente ao áudio do prefeito que circula na cidade.

Desde a eleição para prefeito que fui derrotado nas urnas, meu discurso sempre foi de não mais me candidatar a cargo político, mas procurado pelo então amigo Dida, me senti na obrigação e até para retribuir o carinho que recebi do MDB de Ilhota, de apoiá-lo na última eleição, em que ele saiu vitorioso com uma margem expressiva de votos, nunca visto na história de ilhota.

Friso aqui e desafio a qualquer um a dizer o contrário, que NUNCA pedi nada para apoiar o Dida, sempre foi ele que pedia para que eu ficasse à frente da saúde, e eu então indiquei minha esposa que é enfermeira de formação e com experiência em gestão de saúde e SUS.

Me surpreende, e muito, que ele insistisse tanto para que ficássemos a frente da saúde e agora venho descobrir pelas suas próprias palavras que ele pressionava minha esposa para que ela saísse.

Isso para mim além de ser uma traição sem medida, me transparece mais um ato de covardia, mas para que? Nunca fui ameaça para seu futuro político, não vou me colocar em uma nova disputa política, minha esposa também não, então para que tudo isso?

Isso só ele mesmo pode responder, mas que não seja leviano de levantar falsas acusações sem provas, pois aí o processo deixa de ser corriqueiro e vamos até às últimas consequências…

Não desejo o mal do Dida e de sua administração, apesar dos seus rampantes de insanidade em determinadas situações, ele tem a chance de ser o melhor prefeito de Ilhota, de se reeleger e perpetuar sua ideologia por muitos anos, mas como pessoa o Dida morreu, querer destruir quem só o ajudou e nunca pediu nada troca, e o mesmo que cortar a mão de quem sempre só o alimentou.

Me afasto definitivamente e de forma irrevogável da política e da administração de ilhota, mas permanecerei ilhotense de corpo e alma.

Publicado no perfil de Lucas Gonçalves em 2 de fevereiro de 2018. Logo em seguida o perfil saiu fora do ar.

Parabéns Dr. Lucas!

Parabéns Dr. Lucas by dcvitti

Hoje é o aniversário de um grande amigo que a vida me apresentou. Tive muito pouco tempo de caminhada junto ao seu lado e de convivência, mas pude reconhecer o seu verdadeiro valor. Resta-me apenas neste dia, homenagear essa brilhante pessoa e desejar um mar bênçãos a sua vida. Que Deus lhe tudo em dobro aquilo que foi extraído de você. Que a vida lhe traga muitas vitórias. Felicidades, vida longa e sempre!

Pesquisa eleitoral revela equilíbrio em Ilhota

Jornal Cruzeiro do Vale faz pesquisa eleitoral revela equilíbrio em Ilhota

A pesquisa eleitoral contratada pelo Jornal Cruzeiro do Vale junto ao Instituto de Pesquisa, Assessoria e Consultoria, Ipac, de Blumenau, mostra que o cenário eleitoral está equilibrado em Ilhota. Às vésperas da eleição, o candidato Lucas Gonçalves, do PMDB, está tecnicamente empatado com Daniel Bosi. O candidato Lucas ocupa o primeiro lugar com 45,4% das intenções de votos. Na segunda posição aparece o candidato Daniel Bosi, da coligação “Juntos vamos mudar”, com 41,7% da preferência do eleitorado.

Apesar da vantagem, considerando a margem de erro é possível apontar empate técnico entre os dois únicos candidatos a prefeito. Os números se referem à pesquisa espontânea, quando os entrevistados não são apresentados aos nomes dos candidatos. Entre os entrevistados, 1% afirmou que não pretende votar em nenhum dos dois candidatos e 11,9% não sabem ou não responderam.

Pesquisa estimulada

No levantamento estimulado, quando o pesquisador cita as opções do eleitor, o candidato Lucas Gonçalves permanece na frente, com 46,9% das intenções de voto, enquanto Daniel Bosi aparece logo atrás, com 42,3%. A diferença de 4,6% fica dentro da margem de erro de 5% apresentada pelos estatísticos e também caracteriza empate técnico. Na estimulada, 2,8% afirmaram não votar em nenhum deles e 8% não sabem ou não responderam.

Apesar do clima de rivalidade que ganhou força entre parte do eleitorado, 48,4% dos entrevistados não rejeitam nenhum dos concorrentes à Prefeitura de Ilhota. Já 21,6% dos eleitores ouvidos afirmaram que não pretendem votar em Lucas Gonçalves, 17,8% rejeitaram o voto em Daniel Bosi e 12,2% não sabem ou não responderam.

13,4% dos eleitores ainda podem mudar o voto

Com o cenário de equilíbrio, cada voto se torna mais importante e pode definir a disputa. Na pesquisa espontânea, 11,9% não sabem em quem votarão ou preferiram não responder. Já no levantamento estimulado, o índice de indecisos cai para 8%. Entre os que já decidiram o candidato, o voto já está consolidado para 80,6% dos candidatos, que afirmaram que a escolha é definitiva. 13,4% admitiram que podem mudar e 6% não sabem ou não responderam.

Pesquisa ouviu 405 eleitores

A pesquisa foi contratada pelo Jornal Cruzeiro do Vale junto ao Instituto de Pesquisa, Assessoria e Consultoria, IPAC, de Blumenau, e ouviu 405 eleitores em quatro regiões de Ilhota, entre os dias 2 e 3 de outubro. A margem de erro é de 5% para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral, TSE, sob o número SC-00579/2012. Nas páginas 8 e 9 desta edição você confere os números da pesquisa para a Prefeitura de Gaspar.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Vale

PMDB de Ilhota apresenta seu programa de governo

Plano de governo da PMDB Ilhota para eleições municipais de 2012 - Lucas e Vanildo, unidos com você por Ilhota!

O Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB de Ilhota, lançou no último sábado, dia primeiro de setembro, seu programa de governo para eleições municipais de 2012 em que tem seu candidato a prefeito Lucas Gonçalves e seu vice Vanildo Reichert. Três mil exemplares foram confeccionadas com intuitos de informar a sociedade as propostas políticas do Partido para nova fase da administração pública municipal, da continuidade do desenvolvimento promovido pelos gestores Ademar e Tonho.

Administração e finanças, defesa civil, cultura, esporte, comunicação, educação, agricultura, assistência social, mulher e política de gênero, criança e adolescente, idoso, turismo, obras, saúde e segurança pública foram os assuntos abordados no plano de governo que foi desenvolvido por técnicos e afirmam os compromissos que Lucas e Vanildo terão com o município nos próximos 4 anos.

Além da versão impressa, o partido também disponibilizou a versão virtual do informativo, um mecanismo dinâmico que agrega todos os segmentos da sociedade. Isso maraca uma nova fase da comunicação em nossa cidade e demonstra que os candidatos ao cargo majoritário do PMDB estão comprometidos com a evolução da internet, um novo conceito de fazer comunicação.

Confira através deste link o conteúdo completo digital do programa de governo do PMDB e espero que ele contribua para sua escolha.

Jingles das eleições 2012 de Lucas e Vanildo já estão na rede!

Flyer de divulgação dos candidatos majoritário do PMDB Lucas e Vanildo

Confira os jingles do candidato majoritário Lucas e Vanildo do PMDB Ilhota a prefeitura de Ilhota. Os jingles estão disponíveis pra download. Ouça, curta e compartilhe em sua rede.

Cartório Eleitoral divulga lista dos candidatos de Ilhota

lucas e vanildo

O cartório eleitoral da 64ª zona eleitoral de Gaspar, divulgou a lista de candidatos a prefeito e vereador em Ilhota, ao qual foram oficializados. Para prefeito, concorrem à vaga dois candidatos. Já para as vagas de vereador, estão concorrendo 39 candidatos a menor relação da história política moderna no município. Um deles o vereador e candidato a reeleição Roberto Prebianca está com a sua ficha suja e responde a processo no TRE/SC que julgará sob sua candidatura. Confira abaixo a relação de candidatos da cidades:

Vaga: Prefeito

15 – PMDB

  • Prefeito: Lucas Gonçalves
  • Vice-prefeito:Vanildo Reichert 15

Coligação Juntos vamos mudar

  • Partidos: PP, PDT, PT, DEM, PSDB, PSD
  • Prefeito: Daniel Christian Bosi
  • Vice-prefeito: Lauri Armindo Adão Junior 55

Vaga: Vereador

Partido: 15 – PMDB

  1. Raul Fernando dos Santos – 15000
  2. Paulo Vilmar Batista – 15600
  3. Lucia Helena de Freitas Wust – 15610
  4. Carlos Henrique – 15615
  5. Elizabete Burin – 15620
  6. Sandra Regina da Silva – 15640
  7. Luiz Fischer – 15650
  8. Francisco Domingos – 15670
  9. Lavino Miguel Nunes – 15680
  10. Almir Anibal de Souza – 15690

Partido: 11 – PP

  1. Gilberto de Souza – 11011
  2. Amarildo Avelino Laureano – 11155
  3. Ilário Pelz – 11111
  4. Clarice da Silva – 11222
  5. Roberto Prebianca – 11456
  6. Bruna Carla da Silva – 11999

Partido: 55 – PSD

  1. Alyne Cristina Debrassi Silva – 55000
  2. Alex Luis Mengarda – 55055
  3. Maria Idalina Conciani – 55111
  4. João Roberto Vieira – 55123
  5. Viviane Marcelino – 55333
  6. Jose Vanildo Candido – 55550
  7. Paulo Roberto Fischer – 55555
  8. Osmar Antonio Minuzzi – 55630
  9. Pedro Geronimo de Oliveira Neto – 55640
  10. Hamilton Schat – 55678

Coligação: Ilhota para todos

Partidos: PDT, PT, DEM, PSDB

  1. Jose Antonio Lessa – 12650
  2. Pedro Roberto Deschamps – 12655
  3. Juliana de Souza – 12660
  4. Carlos Alexandre Aguiar – 13000
  5. Nelson Leal – 13333
  6. Marcos Angioletti – 25555
  7. Laurinei Xavier – 45000
  8. Marilene da Cunha Jaco – 45100
  9. Renato Pedro Hostins – 45210
  10. Maristela Paulo – 45455
  11. Fabricio Pereira – 45555
  12. Paulo Roberto Drun – 45777
  13. Mairto Machado – 45999

Encontro do PMDB reúne mais de 200 pessoas na Churrascaria Toni

Prefeito Ademar Felisky no encontro do PMDB de Gaspar onde reúniu mais de 200 pessoas na Churrascaria Toni

Na noite desta sexta-feira (18) ocorreu o tradicional encontro do PMDB gasparense. Mais de 200 simpatizantes e filiados participaram da confraternização. Na oportunidade houve a filiação de novos integrantes. A do radialista Roni Muller foi abonada pelo ex-governador Paulo Afonso.

O pré-candidato a prefeito, Kleber Wan-Dall, disse que está iniciando uma caminhada difícil, mas que tem certeza que será muito boa. “Quero agradecer a todas as pessoas que direta ou indiretamente estão participando deste projeto. Estamos preparando não um plano de governo, mas um plano de futuro. Vamos levar Gaspar planejada para as próximas décadas. Vamos levar Gaspar para o futuro!”.

Para o presidente do partido, Roberto Pereira, O PMDB demonstra com o encontro que está unido. “Precisamos de pessoas novas na política, com ânimo e vontade de fazer diferente. Precisamos de um prefeito para cidade, para Gaspar, e não para um partido”, ressaltou. Já o presidente de honra, Oswaldo Schneider, mais conhecido como Paca, ressaltou que nesta eleição, o PMDB espera contar com a imprensa, empresários e pessoas que querem uma Gaspar melhor. “Queremos ver a cidade crescer, como cresceu há 40 anos no meu governo, quando criamos vários bairros, como o Sete de Setembro e Santa Terezinha, fizemos a Avenida das Comunidades e construímos diversas escolas. Esta noite vai ficar na história, mostrando que o partido está unido em torno do nome de Kleber Wan-Dall. Precisamos de uma cidade planejada para pelo menos mais 50 anos”.

Em seu discurso, o vereador Raul Schiller disse que, quando desafiado, o PMDB se torna ainda mais forte. “E o nosso fortalecimento vem com a renovação, através de Kleber e Roberto. Hoje estou falando em nome de uma bancada de dois vereadores, mas no próximo pleito falarei em nome de mais parlamentares, com certeza!”.

Diversas autoridades se fizeram presente, como deputado federal, Peninha; secretário de articulação nacional, João Mattos, secretário adjunto estadual de infraestrutura, Paulo França; vice-presidente do PMDB estadual e ex-governador, Paulo Afonso; prefeito de Ilhota, Ademar Felisky, pré-candidato a prefeito em Ilhota, Lucas Gonçalves, ex-deputado estadual, Álvaro Correia; presidente do PSD, Fernando Neves; presidente do PTB, Ernesto Hostins; vereador de Blumenau, Beto Tribess; vereador de Gaspar, Raul Schiller; presidente do PMDB Mulher, Ivete Hammes; vereador Rodrigo Althoff; presidente do PMDB em Ilhota, Lavino Miguel Nunes.

Dr Lucas no encontro do PMDB de Gaspar onde reúniu mais de 200 pessoas na Churrascaria Toni

Discurso de outras autoridades

Paulo França – secretário adjunto estadual de infraestrutura
“A proximidade das cidades de Gaspar e Ilhota é muito importante para o partido, pois se pode trabalhar unido em torno de um único objetivo: eleger os candidatos. expectativa de renovação, de novos métodos e ideias estão tomando conta do Vale do Itajaí. No que eu puder ajudar, ajudarei”.

Paulo Afonso – ex-governador
“Quando fui governador, muitas foram às obras que destinei recursos para Gaspar. O Kleber é jovem, mas dá pra ver que tem experiência. A juventude está participando ativamente da política, o que nos dá muito orgulho. Ser candidato é um ato de coragem, companheirismo e patriotismo”.

Álvaro Correia – ex-deputado
“Há  50 anos formávamos a diretoria do MDB. Este partido que fundamos está vivo ainda e vamos rumo a vitória no dia 07 de outubro”.

João Mattos – secretário de articulação nacional
“Quero ser um dos padrinhos políticos do Kleber, assim como fui do prefeito de Ilhota, Ademar Felisky. Quero que você faça um trabalho extraordinário em Gaspar e tenho certeza que vais fazer. Continue contando com o João Mattos. Conduziremos o Kleber à prefeitura de Gaspar”.

Peninha – deputado federal
“Quero fazer duas referências. Primeiro ao ex-deputado Álvaro, que está lançando um livro sobre a história de Gaspar. E, em segundo, a candidatura do Kleber. Em dezembro passado estivemos no Gaspar Grande e lançamos o nome do Paca. Depois, por problemas de saúde, ele acabou tirando seu nome. O PMDB tinha que ter candidato a prefeito e surgiu o nome de Kleber. Ele é jovem e representa renovação e mudança”.

Ademar Felisky – prefeito de Ilhota
“A maior riqueza do homem é proporcionar o bem às pessoas. E este é o papel de um prefeito. E para ocupar este cargo é preciso ter coragem. Hoje, para ser político, precisa ter coragem. A você, Kleber, digo que a semente da política a gente planta hoje e colhe muito rápido. Que você tenha muitos frutos a colher em outubro”.

Lucas Gonçalves – pré-candidato a prefeito de Ilhota
“Todo o sonho que se sonha sozinho é apenas um sonho. Quando se sonha junto, pode ser uma realidade. Estou sonhando contigo e vamos comemorar juntos em Outubro a nossa vitória”.

Rodrigo Althoff – vereador
“É uma satisfação estar à mesa com autoridades tão queridas e importantes. Enquanto vereador, sempre pedi ao Kleber que colocasse o seu nome à disposição. O Partido Verde vai apoiá-lo. Gaspar precisa de renovação. O Kleber está preparado para administrar Gaspar”.

Fernando Neves – presidente PSD
“Somos parceiros do PMDB. Temos um adversário em comum. A gente se une para o bem, não dos partidos, mas da cidade. Gaspar ainda pode ser referência no estado em diversos setores. Tem potencial”.

PMBD de Ilhota elege novo diretório

Dr. Lucas, vereador Lavino e o vice-prefeito Tonho são os pré candidatos do PMDB a prefeito

Os filiados e simpatizantes do Partido do Movimento Democrático Brasileiro, PMDB de Ilhota, compareceram em grande público no último domingo (27) na convenção municipal que elegeu o novo Diretório e Comissão Executiva para o biênio de 2011/2013. Ao todo, cerca de 1000 participaram do evento que lotou a sede a Associação dos Servidores Públicos.

A única chapa inscrita foi eleita conduzindo o atual presidente Lavino Miguel Nunes, vereador no município, por mais um mandato e conduzirá o novo diretório composto por 60 filiados e a nova executiva do Partido que foi toda renovada. Lideranças da comunidade, vereadores, ex-prefeitos e lideranças regional do partido como Paulo França estiveram presentes. “Somos hoje o maior partido de Ilhota e queremos crescer assim como o município vem crescendo. Queremos contribuir com a política local, dando a continuidade de gestão empregada pelo prefeito Ademar e propondo novos conceitos”, declarou o presidente do partido.

Convenção do PMDB de Ilhota para escolha do novo diretório municipal

Além dessas representações, secretários do governo municipal e partidos que compõem o círculo de alianças estiveram presentes a convenção, simbolizando a união da política local. “Foi à maior de todas as convenções que o PMDB de Ilhota já fez ao longo de sua história. Isso muito me orgulha de fazer parte deste Partido”, declarou o ex-prefeito Hercules.

Durante o evento o partido ofereceu aos seus filiados e simpatizantes um grande almoço festivo que os evolveu durante todo o dia, propiciando a família PMDB um dia diferente de confraternização tendo atrações a todos os públicos. “Esse é o espírito PMDB. Queremos manter nossa família cada vez mais unida e ampliar nossos laços com todos, por isso estamos abertos ao diálogo com outras agremiações partidárias”. A convenção

Prefeito Ademar na convenção do PMDB de Ilhota para escolha do novo diretório municipal

O evento também serviu para apresentar os possíveis pré-candidatos que o partido tem a pleitear nas próximas eleições nas chapas majoritária e proporcional. “Isso é ser um partido organizado”, declarou o prefeito Ademar. O PMDB tem três nomes ao cargo majoritário. Dr. Lucas, vice-prefeito Tonho e vereador Lavino deverão concorrer a vaga comandado por Felisky ao longo de sua administração. “O Partido deverá promover uma consulta interna no início de 2012 para escolha do nome que deverá ser homologado na convenção de junho” finalizou o presidente. Além dos candidatos a prefeito o partido também apresentou os 14 candidatos que deverão pleitear as 9 vagas do legislativo.

O diretório municipal de Ilhota também possui seus representantes na instância estadual. O prefeito Ademar Felisky é membro do diretório estadual e o assessor da juventude Dialison Cleber Vitti é membro da executiva estadual da juventude do Partido.

Convenção do PMDB de Ilhota para escolha do novo diretório municipal

Nova executiva

Presidente: Lavino Miguel Nunes;

1º vice-presidente: Ivanor Januário;

2º vice-presidente: Silvio Januário;

Secretário-geral: Dialison Cleber Vitti;

Secretário adjunto: Clésio Fischer;

Tesoureiro: Adejair Manoel Cordeiro;

Vogais: Carlos Henrique e Sandro Luiz Zimmermann;

Líder da bancada na Câmara de Vereadores: Valindo Reichert;

Suplentes: Ederval Scottini, Marcelo Jacob, Paulo Vilmar Batista e Valdemar Schmitt;