Seu e-book de Educação em Direitos Humanos

Anistia Internacional, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツBaixe o e-book sobre Educação em Direitos Humanos. Esperamos que aproveite muito esse material! Nos dias de hoje, informação e educação são essenciais para a luta por um mundo melhor e  mais digno! Caso tenha tido algum problema em baixar, é só clicar na imagem e realizar o download novamente, ok?

Agora que você já tem o material, que tal explorar mais um pouco do que ele oferece e promover uma atividadeÉ um momento super legal de compartilhar o que você tem aprendido e também de aprender um pouco… afinal, a vida é feita de diálogo e trocas! Bora nessa? É hora de falar sobre direitos humanos e nada mais inspirador que usar exemplos reais de como eles são importante para nossa vida – é só lembrarmos dos casos que ilustram o material!

Como organizar uma atividade #EscrevaporDireitos?

Escreva por direitos 2018 - e-Book educação em direitos humanos [Guia para educadores]

Muito fácil! No site da campanha, clique no botão “CRIE SUA ATIVIDADE” e siga as instruções. Pode ser uma reunião entre amigos e familiares, em casa, na faculdade, na praça, ou ainda uma roda de conversa, oficina de redação e de escrita de cartas… se você é professor ou professora, pode até ser uma de suas próximas aulas!

Ao registrar seu evento, você poderá solicitar mais alguns materiais para enriquecer sua atividade como papel de cartas e cartazes com os casos*.

Feliz em ter você conosco nessa mobilização!

Anistia Internacional Brasil

Anúncios

Que educação você sonha para o Brasil?

Que educação você sonha para o Brasil

Em agosto, o portal QEdu lançou a campanha Educação: Eu Vejo, Eu Sonho, Eu Faço e convidamos você a refletir sobre a educação do Brasil junto com a gente. Paramos para olhar os dados e analisar como estão nossas escolas, quanto as crianças estão aprendendo, onde estão os maiores gargalos. Os desafios são grandes, mas a #AEducaçãoQueEuVejo trabalha diariamente com uma vontade genuína de transformar a vida de nossos estudantes.

Agora, com os dados em mãos, queremos te convidar para ir além. Pare uns minutos e imagine a Educação com a qual você sonha para o Brasil. Como seriam as escolas? Quais seriam as condições para educadores e gestores educacionais trabalharem? Como seria a sala de aula? Sabemos que os dias são cheios de tarefas que não param de aparecer, mas sonhar é essencial para fazer acontecer. Então sonhe e compartilhe com a gente usando a hashtag #AEducaçãoQueEuSonho. Nos mande por email ou poste nas redes vídeos, fotos, depoimentos ou o que mais desejar para que todos saibam a educação que queremos para o Brasil! Criaremos uma galeria em nossas redes com os depoimentos que recebermos!

Compartilhe com sua rede o que você sonha para nossa educação!

Vamos sonhar juntos?

Fernando Haddad e Ana Estela desejam um feliz dia dos professores ❤ #MaisLivroMenosArmas

Eu quero um professor presidente

Feliz dia do Professor, do professor Haddad #MaisLivrosMenosArmas.

Neste 15 de outubro, a melhor forma de homenagear as professoras e professores é mostrar que a educação tem de voltar a ser prioridade para o governo federal. Trabalho e educação são a resposta para o Brasil retomar seu rumo, e não há ninguém melhor para falar sobre o tema do que o melhor ministro da educação que o país já teve. Fernando Haddad foi ministro da Educação por quase sete anos e promoveu, ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, uma verdadeira revolução na educação brasileira.

Haddad é professor universitário e vive do seu salário, assim como sua esposa, Ana Estela, com quem é casado há 30 anos. Por isso sempre valorizou os professores, profissionais fundamentais para a construção de um país mais justo e soberano.

#AgoraÉHaddad

 

As conquistas de Fernando Haddad como prefeito e ministro da educação

Agora é Haddad presidente

Conheça da algumas conquistas que Haddad fez como Prefeito de São Paulo:

  1. Construiu 3 UPAs e deixou 12 em construção, antes de sua gestão, São Paulo não possuía nenhuma.
  2. Recuperou mais de R$ 278 milhões desviados em esquemas corrupção para o cofre da cidade.
  3. Construiu 33 hospitais Dia da Rede Hora Certa.
  4. Construiu 3 hospitais gerais.
  5. Construiu mais de 400 creches, a ponto de quase zerar a fila de espera.
  6. Construiu universidade nos CEUs com o UniCEU.
  7. Criou um órgão de auditoria independente.
  8. Deu passe livre a 700 mil estudantes.
  9. Reduziu a dívida do município para MENOS DA METADE, sendo o primeiro prefeito da história da cidade a entregar uma dívida menor do que recebeu.
  10. Levou a Virada Cultural para periferia.
  11. Aumentou o Piso Salarial dos professores.
  12. Acabou com a máfia do ISS.
  13. Primeiro Plano Municipal de Cultura da cidade.
  14. Reduziu as mortes no trânsito, com medidas como a redução de velocidade nas marginais.
  15. Mais de 140 praças com Wi-Fi.
  16. Aprovou o plano diretor, premiado internacionalmente e elogiado pela ONU.
  17. Construiu mais de 400km de corredores e faixas de ônibus.
  18. Entregou 400km de ciclovias.
  19. Centenas de ônibus com Wi-fi, ar-condicionado, carregador de celular e de bilhete único.
  20. Bilhete Único Mensal.
  21. Sancionou a lei que obriga a inclusão de alimentação orgânica nas merendas das escolas municipais.
  22. Instalou Fab Labs na cidade, oferecendo à população acesso a computadores com internet e impressoras 3D, além de professores para ensinar como operar os equipamentos.

Conheça agora as vitórias de Fernando Haddad como ministro da educação:

  1. Criou o Programa Universidade para Todos (ProUni), democratizando o acesso à universidade para estudantes de baixa renda e inseriu mais de 1,5 milhão de jovens no ensino superior.
  2. Fortaleceu o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).
  3. Criou o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) para avaliar a qualidade do ensino nas escolas públicas no país.
  4. Foi aprovada a Lei nº 11.738/2008, que fixou um piso salarial para todos os professores de escolas públicas da educação básica.
  5. Expandiu e interiorizou o ensino superior.
  6. Criou 18 novas universidades federais.
  7. Criou 173 campus universitários.
  8. Criou 360 unidades dos institutos federais.
  9. Implementou o Enem e posteriormente o Sisu.
  10. Em 10 anos, entre 2001 e 2010, o crescimento no número de matrículas no ensino superior foi de 110%.
  11. O número de alunos entre 2003 a 2014 aumentou de 505 mil para 932 mil.
  12. Lançou o Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), por meio do PDE, houve a expansão de creches, pré-escolas e escolas técnicas.
  13. Pelo PDE, houve a ampliação do número de vagas nas universidades federais e a formação de mestres e doutores, atingindo a marca 11 mil doutores formados e 30 mil mestres.
  14. No que se refere ao analfabetismo, houve queda de 11% para 8,6% entre 2005 e 2011.

Agora é Haddad!

Tribunal de Contas do estado irá fiscalizar a execução do Plano Nacional de Educação nos 295 municípios catarinenses

Tribunal de Contas do estado irá fiscalizar a execução do Plano Nacional de Educação nos 295 municípios catarinenses

O Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC) irá avaliar a situação dos 295 municípios catarinenses quanto à execução dos Planos Municipais de Educação. O objetivo é verificar se as prefeituras estão seguindo as diretrizes, metas e estratégias para a implantação da política educacional prevista no Plano Nacional de Educação (PNE) para o período 2014/2024. Ofício circular foi encaminhado aos prefeitos, solicitando que os responsáveis pelos controles internos de todos os executivos municipais respondam o questionário eletrônico, a partir de informações prestadas pelas secretarias de Educação.

O levantamento, que busca obter elementos necessários ao diagnóstico da educação municipal, será realizado até o dia 17 de novembro. O questionário também está disponível no banner Avaliação da Execução das Metas dos Planos de Educação, na área de Destaques do site do TCE/SC. A resposta é obrigatória, conforme previsto na Instrução Normativa N. TC-024/2016, publicada no Diário Oficial Eletrônico do TCE/SC n. 1962. Eventuais dúvidas poderão ser esclarecidas pelo e-mail pneresponde@tce.sc.gov.br.

“A garantia do pleno acesso a uma educação de qualidade é um desafio posto aos entes federativos e à sociedade brasileira, além de ser tarefa essencial para a construção de um país justo, democrático e plural”, afirmaram o presidente Luiz Roberto Herbst e o auditor substituto de conselheiro Gerson dos Santos Sicca, responsável pelo gerenciamento e acompanhamento do trabalho no TCE/SC, na apresentação do questionário.

Conforme destacado pelo presidente e pelo auditor, no ofício circular, o PNE é o marco de um compromisso de todos os entes federativos com o aprimoramento quantitativo e qualitativo da educação brasileira. “Representa um desafio em termos de construção e de execução de políticas públicas, a ser vencido entre 2014 e 2024”, ressaltam.

A Portaria N.TC-307/206 constituiu, no TCE/SC, grupo para auxiliar no gerenciamento e acompanhamento do Acordo de Cooperação Técnica celebrado entre o Ministério da Educação (MEC), o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), a Associação Nacional dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) e o Instituto Rui Barbosa (IRB). Deverá ser padronizada a metodologia de fiscalização, estimulada a transparência em relação aos recursos investidos em educação, além de aplicada sanção a gestores públicos que não se comprometerem com as ações dos planos de educação (Saiba mais 1 e 2).

O auditor fiscal de controle externo do TCE/SC Renato Costa, coordenador da implantação da iniciativa na Corte catarinense, explica que somente deverão ser respondidas as questões referentes às metas e às estratégias estabelecidas no Plano de Educação aprovado pelo município.

A previsão do auditor substituto de conselheiro Gerson dos Santos Sicca é que até o fim deste ano seja traçada uma espécie de radiografia da educação em todos os municípios do Estado. Segundo ele, os dados serão considerados na definição das auditorias a serem incluídas nas programações de fiscalização do Tribunal de Contas.

Rede nacional

O TCE/SC foi uma das 34 Cortes de Contas do país que aderiu ao acordo de cooperação técnica e operacional para monitoramento das ações do Plano Nacional de Educação (PNE) 2014/2024 (Lei Federal nº 13005/2014) e da Lei de Transparência.

Os esforços para o cumprimento da parceria também levarão em conta a Resolução Atricon nº 03/2015, que aprovou as diretrizes de controle externo relacionadas à temática “Controle externo nas despesas com educação”. A norma estabelece que os Tribunais de Contas devam considerar como atuação prioritária a fiscalização da aplicação dos recursos destinados à educação.

Fonte: TCE/SC

Você sabe como sua escola se saiu no Enem 2013?

Resultado Enem 2013 por escola disponível no QEdu, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2014, Newsletter, Feed

Resultado Enem 2013 por escola disponível no QEdu.

O Inep/MEC disponibilizou ontem, dia 22 de dezembro, os dados de desempenho no Enem 2013 de todas as escolas do Brasil. O time QEdu fez plantão e já liberou os dados detalhados pra você conhecer as médias de cada uma das escolas e ainda visualizar todas as escolas de um município. Acesse o especial que preparamos para o EnemObrigado por fazer parte do maior portal de informações sobre educação do Brasil.

😀

Matrículas para rede estadual de ensino começam nesta segunda-feira

Matriculas abertas

A Secretaria de Estado da Educação (SED) divulga os períodos destinados à rematrícula e novas matrículas nas 1.100 escolas da rede pública estadual de ensino. De segunda, 21/10, até sexta-feira, 25/10, ocorrerá renovação da matrícula de alunos que já estudam na rede; e, de 28/10 a 1º/11, será realizada a matrícula para os novos alunos. Crianças e jovens que não conseguirem se matricular terão uma nova chance entre os dias 3 a 7 de fevereiro de 2014.

Entre os principais critérios para a matrícula na rede estadual ou municipal está o zoneamento. Isto é, o aluno deve procurar a escola mais próxima da sua residência ou do trabalho dos pais. Como documentação, além da certidão de nascimento ou documento de identidade e duas fotos 3×4, a secretaria da escola deve solicitar atestado de vacina ou declaração dos pais/responsáveis do aluno, assegurando estar em dia com a vacinação, para todos os níveis de escolaridade.

Nas unidades prisionais, socioeducativas e centros terapêuticos, a renovação para os antigos e a matrícula de novos estudantes ocorrerá de 3 a 7 de fevereiro de 2014.

Conhece alguém que vai prestar o Enem?

Como Escrever Para o Enem - roteiro para uma redação nota 1000 de Arlete SalvadorO Enem 2013 está chegando. Neste ano mais de 7 milhões de estudantes farão a tão temida prova de redação. Todo mundo conhece algum candidato que neste momento está em pânico: um irmão, uma filha, um sobrinho, uma aluna, um amigo. Para prepará-los para a prova, a Editora Contexto está lançando Como Escrever Para o Enem: roteiro para uma redação nota 1000, de Arlete Salvador. Um guia prático e completo, o melhor material para preparar qualquer estudante que vai prestar o Enem. Que tal indicar ou presenteá-lo(a)?

Produzir uma redação correta não basta. É preciso escrever de forma adequada, apresentar bem os argumentos e caprichar na coerência para conseguir uma boa pontuação no Enem. É o que esperam fazer os milhões de estudantes que prestam o exame todos os anos. Além de responder às questões de múltipla escolha, os alunos encaram a temida redação. Poucos, porém, conseguem a almejada nota máxima. Arlete Salvador mostra que por trás do complicado nome “dissertação argumentativa” – exigida na prova – há um caminho possível de se percorrer pelos alunos para alcançar a sonhada redação nota 1.000.

Carta de Abraham Lincoln para o professor de seu filho

Abraham Lincoln

Confesso em dizer que eu desconhecia essa carta. Na verdade, eu desconheço quase tudo dessa pessoa que foi, segundo a história, um dos mais importantes presidente que os estadunidense já tiveram. Li essa carta que andou circulando nas entrelinhas do facebook e resolvi imortalizar em meu blog.

Caro professor, ele terá de aprender que nem todos os homens são justos, nem todos são verdadeiros, mas por favor diga-lhe que, para cada vilão há um herói, para cada egoísta, há um líder dedicado.

Ensine-o, por favor, que para cada inimigo haverá também um amigo, ensine-o que mais vale uma moeda ganha que uma moeda encontrada.

Ensine-o a perder, mas também a saber gozar da vitória, afaste-o da inveja e dê-lhe a conhecer a alegria profunda do sorriso silencioso.

Faça-o maravilhar-se com os livros, mas deixe-o também perder-se com os pássaros no céu, as flores no campo, os montes e os vales.

Nas brincadeiras com os amigos, explique-lhe que a derrota honrosa vale mais que a vitória vergonhosa, ensine-o a acreditar em si, mesmo se sozinho contra todos.

Ensine-o a ser gentil com os gentis e duro com os duros, ensine-o a nunca entrar no comboio simplesmente porque os outros também entraram.

Ensine-o a ouvir todos, mas, na hora da verdade, a decidir sozinho. Ensine-o a rir quando estiver triste e explique-lhe que por vezes os homens também choram.

Ensine-o a ignorar as multidões que reclamam sangue e a lutar só contra todos, se ele achar que tem razão.

Trate-o bem, mas não o mime, pois só o teste do fogo faz o verdadeiro aço. Deixe-o ter a coragem de ser impaciente e a paciência de ser corajoso.

Transmita-lhe uma fé sublime no Criador e fé também em si, pois só assim poderá ter fé nos homens.

Eu sei que estou a pedir muito, mas veja o que pode fazer, caro professor.

Subsídios para a atuação na Política de Educação

Subsídios para a atuação na Política de Educação. arte: Ane Francco

Com o objetivo de contribuir para que a atuação profissional na Política de Educação se efetive em consonância com o fortalecimento do projeto ético-político do serviço social e de luta por uma educação pública, laica, gratuita, presencial e de qualidade, o CFESS lança hoje a brochura “Subsídios para a atuação de assistentes sociais na Política de Educação”. A publicação faz parte da Série Trabalho e Projeto Profissional nas Políticas Sociais, que já tem os documentos referentes à atuação de assistentes sociais na Saúde e na Assistência Social.

Além disso, a brochura tem o intuito de contribuir para o aprofundamento da reflexão sobre uma concepção de educação que oriente o debate das particularidades do trabalho do/a assistente social nessa Política pública. “Convidamos as/os assistentes sociais a ler este documento e a adensar a luta pela inserção da categoria na educação, aprofundando o debate entre nós, com os/as profissionais da área da educação e com a sociedade, na certeza de que temos competência legal, teórica, operacional, ética e política para contribuirmos para a materialização da educação como direito social fundamental na construção de uma sociedade emancipada”, destaca a conselheira do CFESS e integrante do GT responsável pela elaboração do documento, Maria Elisa Braga.

É importante informar que a publicação será enviada aos CRESS e Seccionais de todo o Brasil até o fim de fevereiro, mas já está disponível aqui no site do CFESS.

Clique aqui e faça o dowload