Os segredos da composição na fotografia: criando molduras

[e-Book] Livro Arte da Composição - Ernesto Tarnoczy Jr - iPhoto Editora Aprenda um segredo para compor fotos incríveis

Leia na íntegra, gratuitamente, um capítulo do livro Arte da Composição, em que o fotógrafo Ernesto Tarnoczy, explica passo-a-passo como você pode criar molduras na composição de suas fotos e deixá-las com grande impacto visual. Acesse agora o PDF e aproveite muito este conteúdo: Capítulo 1 – Molduras composocionais.

Se gostar do conteúdo, depois acesse nossa loja e compre o livro completo com mais dicas e regras de composição fundamentais para melhorar suas fotos: www.iphotoeditora.com.br.

Anúncios

Confira 10 livros que o jornalista não pode deixar de ler

Livro A Arte da Composição da editor iPhoto

Faz parte da profissão do jornalista ler, ler e ler. Mas sempre há livros que não podem deixar de constar na nossa biblioteca de conhecimento pessoal. Ainda que a relação renove de tempos em tempos, alguns livros constam em muitas delas. “A Sangue Frio”, de Truman Capote, e “Chatô, o Rei do Brasil” são dois exemplos que podemos citar.

Aqui vai a lista de 10 livros indicados pela jornalista Paula Cunha, que também é palestrante e especialista em cinema, a pedido do Portal Imprensa.

A Sangue Frio – Truman Capote

 

Polêmico trabalho jornalístico do autor, que ao ler sobre os assassinatos que dois jovens, Richard Hickcock e Perry Smith, cometeram na cidade norte-americana de Holcomb, os entrevistou e acompanhou do julgamento até a condenação à morte dos dois por enforcamento. O relato da origem das vítimas e dos réus é minucioso, bem como dos vizinhos e da vida na pequena cidade do Oeste do Kansas.

A frieza da narração é assustadora e as reações que provocaram foram igualmente devastadoras, pois Capote ultrapassou todos os limites éticos ao se envolver emocionalmente com um dos acusados, Smith. Transformado em livro, marcou o início do movimento New Journalism nos Estados Unidos e a criação do gênero romance reportagem.

Chatô, O Rei do Brasil – Fernando Morais

Fernando Morais traça um perfil brilhante de Assis Chateaubriand, considerado o imperador da mídia brasileira. Conta, sem endeusar o empresário, a criação do maior conglomerado de comunicação, com os Diários Associados à frente do grupo.

São muito bem lembradas as jogadas políticas, a rivalidade com outros jornalistas, principalmente com Samuel Wainer, os detalhes da fundação do Museu de Arte de São Paulo (Masp) e a iniciativa de trazer a televisão para o Brasil em 1950, com a inauguração da Rede Tupi.

 

Minha Razão de Viver – Samuel Wainer

Samuel Wainer conta com sinceridade o início da carreira, o apoio explícito a Getúlio Vargas, a fundação do jornal Última Hora, que revolucionou o jornalismo nos anos 1950 e como isso atraiu a ira de concorrentes como as famílias Marinho (O Globo) e Mesquita (O Estado de S.Paulo) e Assis Chateaubriand (Diários Associados), a rivalidade política com Carlos Lacerda, seu inimigo.

O livro é um retrato importante da consolidação da imprensa brasileira, seu envolvimento com a política e o golpe militar de 1964.

 

A Regra do Jogo – Cláudio Abramo

O jornalista Cláudio Abramo volta ao início de sua carreira e narra como contribuiu para a modernização dos principais jornais do País. Seu relacionamento com os proprietários dessas empresas e colegas é descrito com sinceridade.

Como bônus, há uma coletânea de artigos que analisam diversas fases da política brasileira até a sua morte em 1987.

 

 

 

Os Sertões – Euclides da Cunha

Euclides da Cunha publicou o livro sobre a Guerra de Canudos em 1902. Ele é o resultado do trabalho do autor como correspondente do jornal “O Estado de S. Paulo” durante o conflito e se encaixa na categoria de livro-reportagem, que se utiliza ao mesmo tempo das prosas científica e artística.

Pertence à fase do pré-modernismo da literatura brasileira e, por isso, apresenta características de diversas escolas literárias como o Realismo e técnicas que antecipam o Modernismo. Pode ser considerada também uma obra de estudo sociológico, geográfico e histórico. Apresenta forte crítica social ao retratar as dificuldades dos sertanejos (“O sertanejo é, antes de tudo, um forte”) e a já histórica indiferença das elites brasileiras.

Todos os Homens do Presidente – Carl Bernstein e Bob Woodward 

Os repórteres Carl Bernstein e Bob Woodward narram todo o processo de investigação e apuração de informações da invasão do edifício Watergate, sede do Partido Democrata em Washington, capital dos Estados Unidos. O jornal onde trabalhavam, o Washington Post, liderou a corrida da elucidação do escândalo até a renúncia do presidente republicano Richard Nixon em agosto de 1974.

Repleto de fatos importantes que envolviam o contexto político da época e a respeito da busca pelas informações, a recusa de algumas fontes a oferecer informações e o envolvimento com o famoso informante do governo apelidado de Garganta Profunda (famoso filme pornográfico lançado no início da década de 1970), o livro também é recheado de histórias saborosas sobre as tentativas canhestras de Bernstein de falar espanhol com uma possível fonte do México, que provocavam a paralisação do trabalho na redação, já que todos os colegas queriam se divertir às custas dele.

A adaptação para o cinema omite esse clima, mas contribuiu para que um público maior conhecesse os detalhes dessa importante fase da vida política norte-americana.

Décadas Púrpuras – Tom Wolfe

Tom Wolfe, um dos fundadores do New Journalism nos Estados Unidos, aplica nesse livro todas as técnicas desse novo estilo jornalístico como a descrição literária de fatos apurados e dos diálogos com as fontes.

Apresenta um painel da cultura entre 1964 e 1981, com relatos instigantes dos mais variados grupos como surfistas, artistas e intelectuais do bairro novaiorquino do Village, empresários, estrelas de cinema e da música, entre outros.

 

 

Sem Lugar para se Esconder – Glenn Greenwal 

O ex-advogado e jornalista do The Guardian, Glenn Greenwald, publicou uma série de reportagens que relatava os métodos que a Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) utilizava para espionar não apenas os cidadãos e empresas dos Estados Unidos, mas também líderes políticos e habitantes de outros países, aliados ou não. Sua principal fonte foi Edward Snowden, ex-prestador de serviços à NSA.

O livro não se restringe a relatar os fatos e os detalhes dos contatos entre Greenwald e Snowden mas também analisa as consequências da invasão de privacidade em escala mundial para a democracia.

O Sequestro da América – Charles Ferguson

O escritor e diretor de documentários Charles Ferguson analisa com profundidade, obtida por meio de uma pesquisa exaustiva de dados, a lama em que o sistema financeiro dos Estados Unidos afundou e o vale-tudo desonesto em que se transformou após todas as medidas tomadas por sucessivos governos, republicanos e democratas, para desregulamentar e afrouxar o setor até eliminar todas as regras de atuação com o objetivo de beneficiar as elites do país. Todos esses desmandos resultaram na crise financeira de setembro de 2008.

O conteúdo do livro é um aprofundamento do documentário “Inside job”, que Ferguson lançou em 2010 e que recebeu o Oscar de melhor trabalho deste gênero.

As Ilusões Perdidas – Honoré de Balzac

Um dos romances mais famosos do autor francês, Honoré de Balzac, narra a vida e as decepções de Lucien de Rubempré, jovem aspirante a escritor, bem como de sua família durante a Revolução Francesa.

As críticas não se restringem à hipocrisia e dualidade da sociedade em geral e apresenta também uma visão sarcástica e demolidora do jornalismo praticado na época, descrito pelo autor como “a mais perversa forma de prostituição intelectual”. Não é preciso acrescentar mais nada sobre a sua importância.

 

Portal Imprensa

DVD Aprendendo Composição Fotográfica!

DVD Aprendendo Composição Fotográfica!

Hoje, para se obter uma foto diferenciada, não basta uma boa câmera. É preciso muito mais. Neste DVD, Ernesto Tarnoczy Júnior, um estudioso de composição fotográfica, mostra em estúdio e na rua, como compor, com precisão, suas imagens através de 11 conceitos universais. Aprenda o quanto a composição pode transformar suas fotos, sejam elas de casamento, moda, beleza, publicidade, still ou fotojornalismo. Uma obra imperdível!

No DVD são apresentados os seguintes conceitos de composição, tanto na teoria como na prática:

  • Conceito de movimento;
  • Conceito de equilíbrio;
  • Conceito de ritmo;
  • Conceito de diversidade;
  • Conceito de unicidade;
  • Conceito de diálogo;
  • Conceito de diagonal;
  • Conceito de primeiro plano;
  • Conceito de perspectiva;
  • Conceito de razão áurea;
  • Conceito de momento decisivo;
  • Conceitos aplicados em fotografia de casamento e muito mais…

Interessados enviar seu e-mail para atendimento@iphotoeditora.com.br ou chamar por imbox no facebook do Atendimento da iPhoto Editora.

 

A simetria dos elementos fotográficos

Contraapa do livro a Arte da Composição, volume 2 de Ernesto Tarnoczy Júnior

A simetria dos elementos pode nos levar a produzir belas criações fotográficas. Em arquitetura, a paisagem, os corredores de um edifício ou em um retrato, usando a simetria você destaca uma composição minuciosa e eficaz. As linhas direcionam o olhar do espectador para um ponto de fuga. Os temas são múltiplos: as linhas, o ponto de fuga e todos os elementos presentes no quadro. Este tipo de exercício fotográfico requer precisão e saber suplantar certas regras para integrar outras.

A simetria em suas imagens pode ser usada e abusada de diversas maneiras. Desta maneira, os fotógrafos não terão problema de imaginação, atentos aos vários contextos e situações. Verticalmente pode ser obtida facilmente quando você tem uma superfície reflexiva. A água de um lago, calma e lisa é o meio ideal para criar essa simetria perfeita, desde que o fotógrafo fique bem reto e gerencie os eixos, adequadamente. Uma casa à beira de um lago, um carro ou um transeunte que passa dará, obviamente, consistência à sua fotografia.

Na minha opinião, só o conceito de uma moldura dentro de outra moldura já vale o experimento por si só! A ideia é utilizar uma moldura interna na foto além da moldura já oferecida pela foto em si! Não é fantastico? Isto não somente foca a atenção do observador no objeto emoldurado, como, muitas vezes, oferece todo um contexto para a fotografia.

A Arte da Composição, o livro que todo fotógrafo precisa ler!

Livro a Arte da Composição, volume 2 de Ernesto Tarnoczy Júnior.jpg

O livro possui 9 conceitos totalmente diferentes dos que existem no DVD, e no livro Volume 1, publicado em 2008, pela Editora Photos. Esse livro é uma continuação do conteúdo do DVD, por isso, quem ainda não comprou, é legal sugerir a compra do livro e DVD, assim montando um kit, porém sem nenhum tipo de desconto. Não podemos queimar o lançamento com preço baixo já de início.

Sinopse do livro

Aprenda, neste livro, como compor suas fotos usando alguns conceitos fundamentais como: molduras, simetria, assimetria, minimalismo, entre outros. Ernesto Tarnoczy Júnior utiliza centenas de imagens abstratas, de arquitetura e algumas de casamento (do fotógrafo Adriano Gonçalves) e produto, para ilustrar como esses conceitos são aplicados. Com base nesses fundamentos, basta você adaptar as técnicas à sua fotografia. Neste livro, Ernesto Tarnoczy Júnior, mostra nove conceitos de composição que servem como pré-requisito para, literalmente, transformar em arte suas fotos de casamento, natureza, produto, fineart ou fotojornalismo, seja você um fotógrafo profissional ou apenas um amante da fotografia.

Índice do livro:

  • Capítulo 1: Molduras composicionais;
  • Capítulo 2: O conceito de fluidez;
  • Capítulo 3: O conceito de assimetria;
  • Capítulo 4: O conceito de simetria;
  • Capítulo 5: O conceito de minimalismo;
  • Capítulo 6: O tempo na fotografia;
  • Capítulo 7: A originalidade do olhar;
  • Capítulo 8: O monento incisivo; e
  • Capítulo 9: O salto quântico.

Descrição técnica

  • Título: Arte da Composição. Volume 2;
  • Autor: Ernesto Tarnoczy Júnior;
  • Acabamento: brochura;
  • Número de páginas: 200;
  • Formato: 17x24cm;

Ernesto Tarnoczy Júnior

Importante: o Ernesto usa mais de 100 fotos para ilustrar como cada conceito funciona. Ele trabalha principalmente com fotos abstratas, natureza ou fotojornalismo, mas também há fotos de casamento, no caso do Adriano Gonçalves e algumas fotos de produto. Porém, todos os conceitos podem ser usados para qualquer tipo de fotografia. Basta que o fotógrafo tenha um pouco de percepção para adaptar cada conceito.

Fotógrafos iniciantes que tem dificuldade de fazer essa relação, entre fotos abstratas e sua fotografia, é um pouco mais difícil para vender, mas nosso mailing é composto por fotógrafos entre intermediário e avançado, o que facilita.

Os principais conceitos que estão no livro e podemos citar e mostrar exemplos são: simetria, molduras composicionais, minimalismo e originalidade do olhar. Abaixo alguns links para vocês lerem e saber o que é cada um desses conceitos (atenção: esses links não são do Ernesto. É só para vocês verem o que significa cada conceito e como é aplicado e fotos comerciais)

Compre

Adquire seu exemplar na loja virtual da iPhoto Editora no site [http://www.altairhoppe.com.br/livro-arte-da-composic-o-vol-2.html] ou pelo 0800 601-5622.

Aprendendo composição fotográfica

Hoje, para se obter uma foto diferenciada, não basta uma boa câmera. É preciso muito mais. No DVD Aprendendo Composição Fotográfica, Ernesto Tarnoczy Júnior, um estudioso de composição fotográfica, mostra em estúdio e na rua, como compor, com precisão, suas imagens através de 11 conceitos universais. Aprenda o quanto a composição pode transformar suas fotos, sejam elas de casamento, moda, beleza, publicidade, still ou fotojornalismo. Uma obra imperdível!

Enfoque: teórico em estúdio e prática na rua. Uma verdadeira exploração aos fundamentos da composição fotográfica.

Autor: Ernesto Tarnoczy Júnior. Tempo: 110 minutos.

Conceitos abordados:

  • Conceito de movimento.
  • Conceito de equilíbrio.
  • Conceito de ritmo.
  • Conceito de diversidade.
  • Conceito de unicidade.
  • Conceito de diálogo.
  • Conceito de diagonal.
  • Conceito de primeiro plano.
  • Conceito de perspectiva.
  • Conceito de razão áurea.
  • Conceito de momento decisivo.
  • Conceitos aplicados em fotografia
  • de casamento e muito mais…

Segue a apresentação com um link para você visualizar em formato de filme o lançamento da iPhoto Editora, o Adobe Photoshop V.4 – CS5.

Qualquer informação ou maiores esclarecimentos pode me ligar ou enviar um e-mail. Peço por gentileza que ao efetuar uma compra, me procure.