Deus está conosco!

Deus está conosco!

Desejo alegria e paz neste dia de Natal. E ao celebrar o presente de nosso Senhor e Salvador, esperamos que você aproveite muitas oportunidades para compartilhar seu amor.

Estejam sempre prontos para responder a qualquer pessoa que pedir que expliquem a esperança que vocês têm. Porém façam isso com educação e respeito.
1 Pedro 3:15-16

A Bíblia chama Jesus de, “Emanuel: Deus está conosco”. Que ótima notícia! Compartilhe a image tocando abaixo ou crie sua própria Imagem do Versículo em App da Bíblia. E que você tenha um Feliz Natal!

Anúncios

Obtenha a primeira medalha do desafio de Natal!

Medalha do desafio de Natal

Quando os compromissos das festas começam a interferir em nossa rotina diária, você pode ficar tentado a não dar ouvidos à Palavra de Deus no dia a dia. Nosso Desafio de Natal te ajuda a lembrar o por quê nós celebramos essa época: o presente de Jesus, o filho único de Deus.

Complete qualquer Plano de Natal ou do Advento entre hoje e 31 de dezembro e você ganhará a novíssima Medalha do Desafio de Natal! Comece qualquer Plano de Natal ou do Advento abaixo ou caso já esteja fazendo um Plano de Natal ou do Advento é só continuar.

Personagens do Natal

Personagens do Natal
Sociedade Bíblica do Brasil, 7 Dias

 

 

A Esperança do Natal

A Esperança do Natal
Rick Warren, 10 Dias

 

 

Advento: Cristo Está Vindo!

Advento: Cristo Está Vindo!
Thistlebend, 28 Dias

 

 

Alegria para seu Mundo! Contagem Regressiva para o Natal

Alegria para seu Mundo! Contagem Regressiva para o Natal
Just Joy Ministries, 24 Dias

 

 

🎄🎁 Campanha Natal dos Sonhos. Ajude as crianças do CADI a ter um natal melhor

Campanha Natal dos Sonhos do CADI

CADIEnfim é Natal! Época de celebração do nascimento de Jesus Cristo!

Natal é tempo de alegria! Infelizmente, muitas famílias das crianças e adolescentes atendidos pelo CADI não possuem condições de oferecer um momento de celebração. Atualmente, o CADI presta atendimento a cerca de 1.500 crianças e adolescentes (de 7 a 17 anos) que residem em comunidades em risco social. A equipe do CADI decidiu promover uma festa de Natal para todas essas crianças.

Precisamos da sua ajuda para transformar essa realidade

Não irão faltar brincadeiras, atividades, lanche, diversão, muita alegria e esperança! Nossa meta é arrecadar R$ 5.000,00 que serão dividido nas 10 unidades do CADI. Preencha o formulário e doe (R$10, R$30, R$50 ou outro valor) para transformar o Natal dessas crianças e adolescentes que vivem em comunidades vulneráveis.

Ajude as crianças do CADI a ter um natal melhor
Clique no botão e faça sua doação

Doação dcvitti

Feliz Natal do @dcvitti e da @roselivitti

Feliz Natal do @dcvitti e da @roselivitti

Obrigado a todos.

Feliz Natal!

Ilhota tem Auto de Natal neste sábado

Ilhota tem Auto de Natal neste sábado

Os principais momentos que marcaram o nascimento de Jesus Cristo serão encenados no Auto de Natal, que acontecerá neste sábado (10), a partir das 20h, no II Ilhota Natal Luz. O Grupo Cênico Texto Base é quem fará o espetáculo. Com apoio de atores amadores, o teatro contará também com o anúncio feito pelo anjo Gabriel, o recenseamento, o nascimento na gruta de Belém, o encontro dos Reis Magos com Herodes e a visita dos pastores e reis ao recém-nascido.

Segundo o superintendente da Fundação Cultural, Rui Max, um coro, formado por crianças da comunidade, cantará as mais conhecidas e tradicionais canções natalinas, preenchendo as lacunas entre as cenas. “Este espetáculo já foi apresentado no Centro de Itajaí no dia 25 de novembro e emocionou o público. Assim também acontecerá aqui na nossa cidade”.

A peça, que tem duração aproximada de 50 minutos e é gratuita, acontecerá em frente a prefeitura. O evento é uma promoção da prefeitura, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Associação Comercial e Industrial (ACII).

Confira a programação

10 de Dezembro

  • 20h – Auto de Natal com Grupo Cênico Texto Base do Centro Comunitário Dom Bosco.
  • Feira de artesanato das 19h às 22h.

17 de Dezembro

  • 20h – Caminhada Luminosa.
  • 20h30 – Cerimônia de encerramento com apresentações culturais.
  • 21h30 – Chegada do papai noel.
  • Feira de artesanato das 19h às 22h.

Detentos do Paraná estão fazendo enfeites de Natal

Presos de três penitenciárias do Paraná – Foz do Iguaçu, Londrina e Maringá – já estão produzindo enfeites de Natal. O trabalho garante remissão de penas, cestas básicas e pecúlio mensal. Em Foz, o projeto Um Natal Brilhante começou na penitenciária industrial com a confecção de enfeites que serão distribuídos entre espaços municipais e pontos turísticos da cidade.

A prisão instalou um canteiro de trabalho de reciclagem, onde os presos transformam garrafas PET, arrecadadas em escolas municipais, em objetos variados. “A colaboração dos alunos está superando as expectativas. Cerca de oito mil garrafas estão sendo recicladas por dia”, afirmou o vice-diretor da penitenciária, Alexandre Calixto.

O trabalho tem a participação de 120 internos, que confeccionam bolas com luminárias, árvores em balão e fios iluminados para ruas e avenidas. São 30 presos que trabalham por turno, totalizando 24 horas por dia. Cada dupla realiza uma atividade diferente, entre reciclagem, corte, recorte e armação. Para compor a decoração natalina, estão previstos ainda velas e pacotes de presentes gigantes, confeccionados com latões e contêineres.

O objetivo é que se comece a colocação dos enfeites na primeira semana de dezembro. Todos os internos que estão trabalhando nas atividades têm benefícios, entre remissão de pena, cesta básica e pecúlio mensal. Entre os que participam, 60 recebem pecúlio e remissão e os outros 60 ganham cesta básica e remissão de pena. A divisão foi feita pela própria unidade que conseguiu as cestas básicas da prefeitura municipal. “Essa é a contribuição que posso dar para que Foz tenha um Natal bonito e ainda estou ajudando a minha família”, afirmou o interno A..D.L , que não quis se identificar.

Na Penitenciária Estadual de Londrina (PEL), as atividades de Natal também já foram iniciadas. Lá uma parte dos enfeites está sendo produzida com materiais recicláveis e a outra com materiais não-recicláveis, como CDs utilizados para declaração do imposto de renda, doados pela Receita Federal. A idéia de utilizar CDs foi dos alunos do curso de Desenho Industrial da Unopar, porque não precisam de iluminação artificial, o que reduz o consumo de energia nesta época do ano.

Oportunidade

As técnicas foram repassadas aos internos que montam os enfeites, mais de mil sinos e pombas já estão prontos para serem colocados nas rotatórias e avenidas de Londrina, dando oportunidade de trabalho a 80 internos.

A representante da Associação Comercial, Cláudia Prochet, que coordena o projeto na penitenciária, afirmou que a atividade é muito bem aceita pelos detentos. “Os internos têm muita facilidade em aprender trabalhos manuais e estão felizes de colaborar.”

Na penitenciária de Maringá, os presos estão montando um presépio em tamanho natural. Ao todo, são 15 peças que irão enfeitar o pátio da unidade. Painéis natalinos e apresentações teatrais também fazem parte da programação de dezembro da unidade.

Para o secretário da Segurança, José Tavares, são atividades como essas que estimulam a reinserção social dos detentos, melhorando sua auto-estima com a conseqüência legal da redução da pena através do trabalho. “É importante que os presos participem do espírito natalino. As atividades ajudam muito no tratamento de ressocialização dos presos”, disse Tavares.

Presos fazem enfeites de Natal com garrafas plásticas

Os presos da Colônia Penal Agrícola (CPA), em Piraquara, são os responsáveis pela decoração de Natal da Secretaria de Estado da Justiça e de mais três empresas em Curitiba. As mãos que um dia se juntaram para praticar algum delito se uniram para transformar garrafas de plástico em arte. São pinheiros, guirlandas, velas e outros enfeites. O espetáculo fica mais bonito à noite, quando as luzes das garrafas se acendem, refletindo o desejo dos presos de uma vida nova. A decoração foi inaugurada ontem.

O projeto foi criado pelo mímico Everton Ferre. Desde junho, ele realiza espetáculos em Curitiba e Região Metropolitana para arrecadar as 300 mil garrafas. “Ao mesmo tempo em que levamos arte para as regiões carentes, conseguimos as garrafas”, conta. O material foi para a CPA e lá se transformou em enfeites natalinos.

Antônio Silva de Souza, 27 anos, começou a participar do projeto em novembro. “O material que a gente cortou se transformou em lindas flores e enfeites”, se empolga. Foi na prisão que ele teve o primeiro contato com o artesanato e nas horas de folga começou a fazer enfeites para vender e arrecadar um dinheiro extra. Ele faz canetas, pulseiras e bonecas. “Quem se interessa, compra”, revela. Quando sair da CPA, Antônio quer uma vida melhor, arranjar um bom emprego e não pensa em abandonar o artesanato.

Paulo Roberto Rocha, 42 anos, também participou do projeto. É a primeira vez que a sua mão lida com arte tão delicada para enfeitar o Natal. “O trabalho ficou bom, muito bonito”, comemora. No entanto, os presos ainda não tiveram a oportunidade de ver como a decoração ficou. Durante o dia, o que chama a atenção dos visitantes na Secretaria da Justiça é a árvore de quase três metros de altura, no salão de entrada. Mas à noite, o espetáculo fica completo, com as luzes acesas, que se refletem nas guirlandas e velas em todas as janelas da fachada do prédio.

Dez presos estiveram envolvidos na atividade e receberão um salário mínimo de recompensa. Além disso, a cada três dias de trabalho reduzem um dia de pena. Ano que vem, Ferre quer ampliar o número de detentos envolvidos. “Para isso precisamos aumentar os pedidos”, fala. Ele espera atrair a atenção de pelo menos mais trinta empresários e da Prefeitura.

O mímico Ferre começou a enfeitar o Natal com garrafas em 2000, na cidade de Medianeira, Oeste do Estado. Foram usadas 35 mil garrafas para decorar o município, que recebeu cerca de 100 mil visitantes. Depois foi a vez das cidades de Foz do Iguaçu e Gramado (RS) aderirem à idéia. “Além de deixar a cidade mais bonita, também ajuda a preservar o meio ambiente”, comenta.