Conheça o IDMS 2016 de Ilhota e das cidades da região da Amfri

Mercado tem que ter sustentabilidade

O IDMS é uma ferramenta para a aplicação do conceito de desenvolvimento municipal sustentável construído a partir de uma série de indicadores considerados fundamentais para diagnosticar o grau de desenvolvimento de um território.

Esse índice, ao avaliar o desenvolvimento, configura-se como uma ferramenta de apoio à gestão capaz de evidenciar as prioridades municipais e regionais e situar as municipalidades em relação a um cenário futuro desejável.

A sustentabilidade é entendida como o desenvolvimento equilibrado das dimensões Social, Cultural, Ambiental, Econômica e Político-institucional.

Ilhota

  • IDMS: 0,607
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Blumenau
  • Área: 253 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 13.676,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 10.925 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 447.291,38 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hWy1Ap

IDMS 2016 - Ilhota

Balneário Camboriú

  • IDMS: 0,687
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área: 47 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 131.727,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 91.574 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 4.445.241,01 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hXx3Uk

IDMS 2016 - Balneário Camboriú

Balneário Piçarras

  • IDMS: 0,645
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área: 99 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 21.253,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 15.814 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 479.886,06 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hVi4KP

IDMS 2016 - Balneário Piçarras

Bombinhas

  • IDMS: 0,754
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área: 34 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 18.052,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 13.262 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 451.510,17 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hVi4KP

IDMS 2016 - Bombinhas

Camboriú

  • IDMS: 0,661
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área: 215 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 76.592,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 42.669 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 974.358,23 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hVEU4Y

IDMS 2016 - Camboriú

Itajaí

  • IDMS: 0,766
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área: 289 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 208.958,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 143.201 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 17.128.932,09 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hYEdHQ

IDMS 2016 - Itajaí

Itapema

  • IDMS: 0,706
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área59 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 59.147,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 37.853 (fonte: TSE/2016)
  • PIBR$ 1.363.896,10 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hVF780

IDMS 2016 - Itapema

Luiz Alves

  • IDMS: 0,599
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Blumenau
  • Área: 260 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 12.162,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 8.799 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 470.846,90 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hYETgm

IDMS 2016 - Luiz Alves

Navegantes

  • IDMS: 0,753
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área: 111 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 74.964,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 46.326 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 3.682.249,10 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hW6sHj

IDMS 2016 - Navegantes

Penha

  • IDMS: 0,616
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área: 62 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 30.262,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 20.987 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 505.115,98 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hVZOke

IDMS 2016 - Penha

Porto Belo

  • IDMS: 0,726
  • Associação: AMFRI
  • Secretaria Regional: ADR Itajaí
  • Área: 96 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 19.744,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 12.853 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 1.118.772,32 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hWctE2

CIDADES CIRCUNVIZINHAS DE ILHOTA

Gaspar

  • IDMS: 0,713
  • Associação: AMMVI
  • Secretaria Regional: ADR Blumenau
  • Área: 387 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 66.213,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 44.283 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 2.392.250,25 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hWor0j

IDMS 2016 - Gaspar

Blumenau

  • IDMS: 0,754
  • Associação: AMMVI
  • Secretaria Regional: ADR Blumenau
  • Área: 520 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 343.715,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 230.368 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 16.767.107,12 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hWmbGo

IDMS 2016 - Blumenau

Brusque

  • IDMS: 0,726
  • Associação: AMMVI
  • Secretaria Regional: ADR Brusque
  • Área: 283 km² (fonte: IBGE/2010)
  • População: 125.810,00 (fonte: IBGE/Censo/2016)
  • Eleitores: 84.654 (fonte: TSE/2016)
  • PIB: R$ 5.394.834,78 (fonte: IBGE/2014)
  • Link do relatório completo: http://bit.ly/2hWDXcy

IDMS 2016 - Brusque

Fonte

Anúncios

Fórum de Cidades Digitais em Navegantes reúne gestores de mais de 20 municípios

II Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí - Amfri em Navegantes

Evento antecede encontro estadual sobre o tema e aborda aplicação de tecnologia e inovação no desenvolvimento das localidades.

O uso da tecnologia como importante meio para melhorar a vida do cidadão foi o tema central de encontro entre gestores nesta quinta-feira (13), em Navegantes, interessados em conhecer soluções e iniciativas que aprimorem as administrações municipais e o atendimento nos serviços públicos. Representantes de mais de 20 municípios participaram, no Centro Integrado de Cultura, do II Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí, promovido pela Rede Cidade Digital (RCD) em parceria com a Prefeitura de Navegantes e que teve o objetivo de estimular o surgimento de localidades mais eficientes na região.

O prefeito de Navegantes, Emílio Vieira, comentou sobre a importância da tecnologia na gestão de dados e os investimentos do município para conectividade das comunidades mais afastadas da zona urbana, aquisição de lousas digitais nas escolas e informatização das unidades de saúde, com a adoção do prontuário eletrônico. “Os municípios têm que estar inseridos na questão da tecnologia porque nos dias de hoje sem sistemas não se consegue nada. A importância do gestor é que ele entenda que a tecnologia da informação, a estrutura que fica na Prefeitura, não seja realmente um puxadinho, mas um departamento fundamental. Os prefeitos têm que dar prioridade para essa área porque hoje nós precisamos de informação rápida e a tecnologia é fundamental para o sucesso da gestão pública”, avaliou.

Para a prefeita de Bombinhas e presidente da Associação de Municípios da Foz do Rio Itajaí (Amfri), Ana Paula da Silva, o desenvolvimento tecnológico precisa ser sistêmico e a capacitação dos servidores contínua. A cidade, referência na aplicação de tecnologia na Saúde, foi um dos modelos apresentados durante o evento. “Não existe a menor chance de fazer gestão divorciados da tecnologia. A gestão pública brasileira é muito pouco profissional e os municípios, no geral, não têm acompanhado o desempenho da sociedade. A tecnologia é tão importante na vida do cidadão porque ela é transformadora na questão da competência, da resolutividade e dos resultados. No nosso caso, por exemplo, os investimentos que fizemos na área da Saúde permite que o nosso usuário tenha o atendimento com maior rapidez e a informação em tempo real”, frisou ela, ressaltando o reconhecimento da localidade por três anos consecutivos como a melhor gestão de Saúde em atenção básica do país.

Já a diretora do Departamento de Infraestrutura para Inclusão Digital do Ministério da Ciência Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC), Eloá Mateus, destacou que o uso das infraestruturas de redes tem impactado na redução de custos nas cidades digitais. Segurança, Saúde e Mobilidade são os temas considerados fundamentais dentro do projeto de cidade inteligente discutido pelo governo federal, segundo a diretora. “Na iluminação pública, os sistemas têm reduzido consideravelmente os custos. Isso precisa ser trabalhado por meio de parceria público-privada e a partir daí começa a se implantar outros sensores para monitoramento de chuvas, deslizamentos, entre outros, que poderão avisar a população com maior rapidez”, observou Eloá.

Tecnologias para integração regional, internet na zona rural e a adoção da telessaúde foram alguns dos assuntos abordados nesta quinta.

De acordo com o diretor da RCD, José Marinho, o Fórum, além de promover a troca de experiências, contribui com o planejamento de ações pautadas nas Tecnologias da Informação e Comunicação nos municípios. “Muitas iniciativas nas cidades nascem em encontros como este da RCD, cujo objetivo é levar a discussão para os pequenos e médios municípios, que carecem de informações sobre o assunto e sobre como melhorar a vida das pessoas por meio da tecnologia”, disse o diretor da RCD.

O II Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí teve o patrocínio master da Furukawa, ouro da Exati Tecnologia e prata da Celk Sistemas. A iniciativa contou ainda o apoio da Amfri e do Hotel BR Suítes.

Rede Cidade Digital

Bombinhas apresenta modelo de cidade digital e gestão inteligente

Cidade Digital

Prefeita Ana Paula é uma das palestrantes do II Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí, em Navegantes; Tecnologia na Saúde fez do município a melhor gestão de saúde em atenção básica do Brasil por três anos consecutivos

A prefeita de Bombinhas, Ana Paula da Silva, apresenta a gestores durante o II Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí, que será realizado na próxima quinta-feira (13), em Navegantes, os investimentos em tecnologia que fazem da localidade referência em termos de cidade digital no Estado e que renderam a ela o reconhecimento como Prefeita Inovadora 2016, no 1º Congresso Catarinense de Cidades Digitais.

Os investimentos nos últimos quatro anos na área de tecnologia e digitalização da gestão somam quase R$ 6 milhões, dentre eles estão a aquisição de equipamentos de informática, tablets para os alunos da rede municipal de ensino, compra de microchips e leitores digitais para controle dos animais, instalação de câmeras (são 15 instaladas em locais estratégicos da cidade), aquisição de sistemas e softwares de gerenciamento de dados, instalação de 14 pontos de internet gratuita, cabeamentos de fibra ótica, entre outros.

Segundo a prefeita de Bombinhas, Ana Paula da Silva, foram inovações que facilitaram de forma significativa a população do município, principalmente no que tange a área da saúde e do controle de reclamações e pedidos.

A implantação dos sistemas eletrônicos, de acordo com ela, revolucionou a vida do usuário do sistema público de saúde. Hoje, os pacientes que necessitam de um exame de sangue após uma consulta médica, por exemplo, não necessitam mais carregar papel para pedir autorização e carimbo. O paciente simplesmente se dirige ao laboratório no dia seguinte e o sistema se encarrega de enviar sua autorização.

O usuário também recebe mensagem de texto na véspera de sua consulta para lembrá-lo do agendamento. Caso o paciente não possa comparecer, ele pode desmarcá-la através de mensagem de texto. “Essas e outras inovações sistêmicas têm colocado Bombinhas como a melhor gestão de saúde em atenção básica do Brasil por três anos consecutivos, mas o melhor é ver a população satisfeita”, frisou a prefeita.

Para a prefeita, o sucesso obtido ao longo dos anos se deve ao investimento no desenvolvimento sistêmico por meio da tecnologia. “Seja a gestão pública ou privada, nos tempos de hoje não se administra sem utilizar os recursos tecnológicos disponíveis. As vantagens são infindáveis, percorrendo os princípios da transparência, economicidade, eficiência, agilidade, controle, e, mais que tudo, dando condições de tornar a gestão muito mais próxima dos interesses dos seus cidadãos”.

Fórum de Cidades Digitais

O evento é gratuito para servidores públicos e as inscrições podem ser feitas pelo http://redecidadedigital.com.br. O Fórum é organizado pela Rede Cidade Digital (RCD) em parceria com a Prefeitura de Navegantes e conta com o patrocínio máster da Furukawa, ouro da Exati Tecnologia e prata da Celk Sistemas. A iniciativa, que tem ainda o apoio da Associação de Municípios da Foz do Rio Itajaí (Amfri) e do Hotel BR Suítes, visa promover a troca de experiências entre os gestores e contribuir com o surgimento das cidades digitais e inteligentes no Estado.

Serviço

II Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí
13 de Abril, em Navegantes
Inscrições gratuitas para gestores públicos
http://forum.redecidadedigital.com.br
Informações pelo forum@redecidadedigital.com.br ou pelo (41)3015-6812

Rede Cidade Digital

Mensagem de aniversário de Navegantes do Vereador Murilo Cordeiro

Meu grande amigo e companheiro Murilo Cordeiro, vereador do PT na cidade de Navegantes fez um vídeo institucional em homenagem ao aniversário do município. Murilo é de família de Pedra de Amolar, e já foi candidato a vereador em Ilhota, chegando a ser o mais vota da sigla em 2000.

 

Edital para duplicação da BR-470 entre Navegantes e Ilhota

O edital para duplicação da BR-470, entre Navegantes e Ilhota foi lançado. A licitação para as empresas interessadas foi aberta em primeiro de maio e os envelopes com os valores  abertos em 21 de junho, em Florianópolis.

O projeto na rodovia catarinense é feito em lotes separados, sendo que a licitação somente é aberta após a conclusão das demais partes. Entre o trecho de Navegantes a Blumenau há quatro lotes, diferente da área entre Blumenau e Gaspar, que será realizado em três. As empresas responsáveis já estão definidas. O lote 2, entre Ilhota e Gaspar, ainda depende de conclusão do projeto executivo. A previsão é que este edital seja lançado até o fim de maio.

No dia 23 de abril, a empresa responsável pela duplicação do lote quatro da BR-470, entre Blumenau e Indaial,  foi definida. Entre seis empresas participantes, as propostas, em valores, foram abertas na sede do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). O trecho é entre o km 57,7 e 73,18 e será coordenado pela empresa Sul Catarinense, que apresentou o valor de R$ 205.915,971 milhões.

Vereador Murilo Cordeiro tem seus pleitos aprovados

Vereador Murilo Cordeiro do PT de Navegantes tem seus pleitos aprovados

Aconteceu nesta segunda-feira (04/02) a primeira sessão ordinária do mês de fevereiro de 2013. Na pauta estavam duas indicações e um requerimento de autoria do Vereador Murilo Cordeiro, do PT de Navegantes, meu amigo.

As indicações tratavam da reivindicação dos moradores da Rua José Manoel da Costa, que solicitam a colocação de lombadas físicas na via.A outra indicação tratava da solicitação das escolas de samba de Navegantes, para terem um local para armazenar seus carros alegóricos durante o ano. As indicações foram aprovadas por unanimidade.

O requerimento de autoria do vereador Murilo Cordeiro, solicitava a presença do Diretor/Presidente da empresa Rag Serv, responsável pela regularização fundiária em Navegantes. O requerimento solicita que o mesmo compareça à Câmara para prestar esclarecimento aos vereadores e a comunidade sobre os processos de regularização fundiária que foram prestados por esta empresa a diversos moradores da cidade. O documento foi aprovado por unanimidade.

Além das indicações e do requerimento, o Vereador Murilo aproveitou para utilizar a tribuna para prestar esclarecimentos sobre as atividades do mandato, e no final de seu discurso, foi aplaudido pelos visitantes da Câmara de Vereadores.

Maiores informações na Assessoria Vereador Murilo Cordeiro – 9967-1546 / 8435-1697

19 lombadas Eletronica de Navegantes a Rio do Sul

19 lombadas Eletronica de Navegantes a Rio do Sul

A nossa e Bela Santa Catarina, já não parece tão mais bela, visto que a rodovia que rasga a floresta e une o interior ao litoral está doente, pois está pipocada de lombadas eletrônicas”.
No trecho que liga Navegantes (km 3,9), a Rio do Sul (km 143), foram instaladas 19 lombadas eletrônicas, sendo a média de uma lombada a cada 7,32km, ainda tem mais, a polícia rodoviária fica em trechos mais longos inclusive a noite com radar móvel (para pegar mais dinheiro do povo quer dizer mais infratores, pois eles não tem interesse algum em pegar dinheiro do povo),  diga-se de passagem “é um absurdo”,  mais um roubo para o governo descaradamente.

Tanto se pode falar, mas acho que só perderia meu tempo, pois não tenho esta didática, mas me revolto contra estes absurdos e ninguém faz nada, todos cruzam os braços e simplesmente falam, “é lei federal fazer o que?”. Gostaria  de houvir mais opiniôes e se possível alguém que levasse mais  a sério e fizese críticas que aparecessem mais nos jornais e televisão, talvez assim alguns políticos tomassem vergonha na cara  e lutassem pela doença da Nossa e Bela Santa Catarina.

Primeira campanha de doação de sangue de Navegantes acontece nesta quinta-feira

Doação de sangue

Acontece nesta quinta-feira, em frente à Igreja Matriz, a 1ª Campanha de Doação de Sangue de Navegantes, uma realização do Hemosc e Secretaria Municipal da Saúde.  O ônibus do Hemocentro de Santa Catarina estará no município das 08h30min às 17h30min e fará as coletas de sangue.

O diretor de Vigilância em Saúde, Juliano Busana, pede para que todos se sensibilizem e contribuam para esta campanha, que é um ato de amor e salva muitas vidas.

O sangue recolhido na campanha será destinado para o banco de sangue da Hemosc. O sangue é utilizado em pacientes que perdem muito sangue e precisam fazer uma transfusão para repor o sangue que foi perdido. É utilizado ainda em cirurgias muito longas, para garantir e manter a quantidade de sangue necessária no paciente.

Algumas doenças como a hemofilia, que se caracteriza pela dificuldade do corpo em conter sangramentos, também dependem quase que exclusivamente da solidariedade do próximo para sobreviver.

Radioamador Escoteiro assume a coordenação de Emergência de Radioamadores em Navegantes

O radioamador Plácido Marcondes (que opera a base PP5PME), que atua também como dirigente do Movimento Escoteiro, foi indicado pela LABRE/SC (Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão em SC) para assumir a Coordenação de Emergência de Radioamadores em Navegantes.

Criada em 2001 pelo Governo Federal, a RENER tem como objetivo suprir os meios de comunicações usuais quando os mesmos não puderem ser acionados, em razão de desastre, situação de emergência ou estado de calamidade pública. Estados Unidos, Japão, México, Espanha, Colômbia e Argentina são alguns dos países que possuem Redes de Emergência de Radioamadores.

Todas elas funcionam de forma integrada com as autoridades compet entes, nas situações de terremotos, inundações, desabamentos, deslizamentos, incêndios florestais, epidemias, furacões, secas, busca e salvamento de aeronaves e embarcações.

Dirigente Escoteiro assume coordenação de Emergência de Radioamadores em Navegantes

Rede Nacional de Emergência de RadioamadoresO dirigente do Movimento Escoteiro Plácido Marcondes, que atua também como radioamador (e opera a base PP5PME), foi indicado pela LABRE/SC (Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão em SC) para assumir a Coordenação de Emergência de Radioamadores em Navegantes.

A Coordenação Estadual é exercida pelo senhor Roberto Clausen, que opera a base PU5FFC. Ambas as funções fazem parte da RENER, a Rede Nacional de Emergência de Radioamadores.

Criada em 200 1 pelo Governo Federal, a RENER tem como objetivo suprir os meios de comunicações usuais quando os mesmos não puderem ser acionados, em razão de desastre, situação de emergência ou estado de calamidade pública. Estados Unidos da América, Japão, México, Espanha, Colômbia e Argentina são alguns dos países que possuem Redes de Emergência de Radioamadores.

Todas elas funcionam de forma integrada com as autoridades competentes, nas situações de terremotos, inundações, desabamentos, deslizamentos, incêndios florestais, epidemias, furacões, secas, busca e salvamento de aeronaves e embarcações.