30 municípios estão inscritos para o Fórum de Cidades Digitais em Piçarras

Confirmação de Inscrição - Fórum de Cidades Digitais em Piçarras

Prefeitos de Rio do Sul, Lages e Bombinhas apresentam inovações no encontro que acontece na região da Foz do Rio Itajaí.

Gestores de 30 municípios estão inscritos para o III Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí, que será realizado em Balneário Piçarras, dia 07 de fevereiro, por meio de uma parceria entre a Rede Cidade Digital (RCD) e a Prefeitura de Balneário Piçarras. O objetivo do encontro é reunir prefeitos, gestores públicos, vereadores e empresários para troca de experiências, facilitando o planejamento dos municípios voltado para Tecnologia da Informação e Comunicação. As inscrições são gratuitas para servidores públicos e podem ser feitas pelo www.forum.redecidadedigital.com.br.

Balneário Piçarras tem investido fortemente em tecnologia no setor público desde 2013, contando com todas as unidades públicas ligadas por fibra óptica. Foi o primeiro município na região a informatizar todo o sistema de Saúde pública trazendo algo inovador que garantiu redução de filas e maior controle do fluxo de atendimento e demanda de médicos necessários por região. No início deste ano, a Prefeitura adquiriu um aparelho de raio-x digital para facilitar o acesso aos exames. O diretor de Tecnologia da Informação, Eliabe Meldola Pereira, explica que o equipamento irá reduzir o tempo de espera de atendimento aos pacientes.

A Educação é outra área 100% online, com uma atenção especial para o reforço escolar onde alunos e professores podem acessar os materiais pedagógicos via internet e aplicativos móveis. “Ainda no ano corrente será disponibilizado o acesso através da internet e aplicativos móveis para que os pais possam acompanhar o rendimento escolar de seus filhos através do acesso às notas escolares, assim como também a possibilidade de matriculas online”, disse o diretor de TI, informando que no mês de fevereiro a Prefeitura de Piçarras também deve ser lançar um aplicativo para consulta da folha de pagamento dos servidores e solicitação de alvarás.

III Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí será realizado no auditório do Museu Oceanógrafo Univali, a partir das 8h30. A iniciativa tem o patrocínio prata da 1Doc e bronze da Celk Sistemas, Yukaline Informática e da Editora Positivo, além do apoio institucional da Federação Catarinense de Municípios (FECAM), da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (AMFRI) e do Itacolomi Hotel.

Serviço

III Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí
07 de Fevereiro – Balneário Piçarras
Local: Museu Oceanógrafo Univali
Início: 8h30
Inscrições gratuitas para servidores públicos: www.forum.redecidadedigital.com.br

Bombinhas apresenta avanços da cidade digital a gestores do Estado

Cidade digital

Prefeita Paulinha é uma das palestrantes do III Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí, que será realizado em Balneário Piçarras.

A prefeita de Bombinhas, Ana Paula da Silva, apresenta, no próximo dia 07 de fevereiro, os avanços tecnológicos do município a gestores do Estado durante o III Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí, que será realizado em Balneário Piçarras, pela Rede Cidade Digital (RCD) em parceria com a Prefeitura Municipal de Piçarras. Prefeitos, secretários e gestores de 30 municípios já estão inscritos para o encontro que visa promover a troca de experiências para facilitar a implantação de melhorias no atendimento à população através das Tecnologias da Informação e Comunicação.

São diversas inovações implantadas em Bombinhas que vem garantindo maior eficiência da administração municipal e resultaram em reconhecimento ao município. Bombinhas foi considerada pelo Conselho Federal da Administração a terceira melhor gestão do Brasil e a primeira de Santa Catarina. “E eu asseguro que a tecnologia foi decisiva. Ela pode ajudar a resolver qualquer problema que você tenha”, destaca a prefeita Paulinha, que recebeu nos últimos dois anos o título de prefeita inovadora, reconhecimento entregue durante os Congressos Catarinenses de Cidades Digitais, promovidos pela RCD, em 2016 e 2017.

Os investimentos nos últimos quatro anos na área de tecnologia e digitalização da gestão somam quase R$ 6 milhões, dentre eles estão a aquisição de equipamentos de informática, tablets para os alunos da rede municipal de ensino, compra de microchips e leitores digitais para controle dos animais, instalação de câmeras (são 15 instaladas em locais estratégicos da cidade), aquisição de sistemas e softwares de gerenciamento de dados, instalação de 14 pontos de internet gratuita, cabeamentos de fibra ótica, entre outros. O município também teve um acréscimo de R$22 milhões em 12 meses apenas com investimentos em sistemas de georreferenciamento.

A prefeita ressalta a informatização da Saúde como um dos principais ganhos. Além do prontuário médico e controle de medicamentos, por exemplo, a comunicação online tem melhorado o atendimento dos pacientes para exames e marcação de consulta. “Essas e outras inovações sistêmicas têm colocado Bombinhas como a melhor gestão de saúde em atenção básica do Brasil por três anos consecutivos, mas o melhor é ver a população satisfeita”, observou a prefeita.

Além da prefeita Paulinha, estão confirmados para o III Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí os prefeitos de Rio do Sul, José Thomé, além do vice-prefeito, atualmente prefeito em exercício de Lages, Juliano Polese, para o compartilhamento das iniciativas em seus municípios. O encontro será realizado no auditório do Museu Oceanógrafo Univali, a partir das 8h30. As inscrições são gratuitas para servidores públicos e podem ser feitas pelo www.forum.redecidadedigital.com.br.

O Fórum tem o patrocínio da Celk Sistemas, Yukaline Informática e da Editora Positivo, além do apoio institucional da Federação Catarinense de Municípios (FECAM), da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (AMFRI) e do Itacolomi Hotel.

Serviço

III Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí
07 de Fevereiro – Balneário Piçarras
Local: Museu Oceanógrafo Univali
Início: 8h30
Inscrições gratuitas para servidores públicos
www.forum.redecidadedigital.com.br

Estado investe R$ 1,5 milhão em dois molhes de contenção no município de Piçarras

Estado investe R$ 1,5 milhão em dois molhes de contenção no município de Piçarras

Com um investimento de R$ 2 milhões, sendo R$ 1,5 milhão do Governo do Estado e R$ 500 mil de contrapartida da prefeitura, o município de Balneário de Piçarras executa desde dezembro a construção de dois molhes que ajudarão a reduzir o impacto das correntes marinhas sobre a praia. A assinatura do repasse foi feita pelo governador Raimundo Colombo, nesta segunda-feira (12), na prefeitura de Balneário de Piçarras.

Colombo destacou a importância do turismo para a região e o impacto que a destruição da praia causou na cidade. “Com a construção desses molhes, vamos recuperar a qualidade e a confiabilidade do município.” O governador informou que é uma obra importante, pois irá devolver à praia sua beleza e balneabilidade, trazendo o desenvolvimento econômico e turístico.

Em novembro de 2011, o município decretou Estado de Calamidade Pública devido aos estragos caudados pelas fortes ressacas do mar. A partir de então, a prefeitura definiu prioridades para solucionar o problema de erosão, que ocorre com frequência desde os anos 80. A empresa Baltt Terraplenagem, responsável pela construção, está finalizando a obra do primeiro molhe, localizado na Rua Alexandre Guilherme Figueredo, com a conclusão do trecho transversal, que terá 60 metros de comprimento. A próxima etapa será a instalação de uma rede especial de drenagem no interior do quebra-mar.

O prefeito de Piçarras, Umberto Teixeira, disse que a obra é importante para a economia do município, que depende do turismo. “Essa obra traz um alento aos moradores e investidores que fazem a economia girar, além de garantir mais qualidade de vida para nossa gente”.

As duas estruturas terão 153 metros de comprimento e dez de largura. No total, os dois molhes de contenção irão receber aproximadamente 15 mil toneladas de pedras e terão tubulações para escoamento das águas fluviais, evitando os alagamentos na região da orla. O outro quebra mar será construído na descida da Avenida Getulio Vargas. Atuam na construção 25 caminhões, uma escavadeira hidráulica, uma equipe de topografia, engenheiros e cerca de 30 funcionários.

O morador e comerciante João de Macedo, proprietário de dois restaurantes na beira da praia, um deles em frente à obra, acredita que o os molhes darão um novo fôlego para o comercio local, que contabilizou prejuízos com a destruição da orla central. “Com essa obra, acreditamos que a areia da praia será mantida por mais tempo. Agora vamos nos preparar para a próxima temporada, recuperar os prejuízos, e fazer com que nossa praia volte a ser aquele cantinho gostoso para os turistas”.