O que deve conter um plano de governo municipal?

Plano de Governo, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツ

Em tempos de eleição nos municípios brasileiros, o que não falta são planos de governo de candidatos a prefeitos. No entanto, um plano de governo focado nas intenções individuais ou de grupos de pessoas para quatro anos nem sempre contempla todas as necessidades de um município.

O atendimento das necessidades dos municípios, principalmente os que buscam melhorar a qualidade de vida dos seus munícipes, deve ser planejado estrategicamente, para mais de quatro anos. Inquestionavelmente, tal estudo deve levar em conta propostas coerentes, integradas e viabilizadas por meio de políticas públicas factíveis e participativas. Muitas delas podem ser viabilizadas pelas iniciativas privadas (ou parcerias público-privadas).

São inúmeras e divergentes temáticas municipais que devem ser contempladas quando se pensa em desenvolvimento local e regional dos municípios, como por exemplo: agricultura, ciência e tecnologia, comércio, cultura, educação, esporte, habitação, indústria, lazer, meio ambiente, saúde, segurança, serviços, setor social, transporte, turismo etc.

Quando se discute aberta e participativamente essas temáticas municipais observa-se na prática da gestão municipal que um grande número de municípios está passando por desafios políticos, sociais, ambientais, financeiros e na sua forma de gestão. Isso requer a aproximação e equalização dos interesses pessoais e coletivos, sejam públicos ou privados. Do ponto de vista dos valores positivos e das intenções coletivas, isso não é ruim para os municípios. Mas devem ser levados em consideração outros fatores operacionais e estratégicos do município, lembrando principalmente que o foco é o cidadão – e não somente a remuneração dos políticos ou o lucro das organizações.

No meio desses interesses está o munícipe (ou cidadão), que deve ser respeitado e priorizado. Claro que todos nós somos cidadãos, mas o foco aqui está no menos privilegiado nas temáticas municipais, principalmente as que se referem às questões de educação, habitação, lazer, meio ambiente, saúde e transporte (não excluindo as anteriormente citadas).

Pensar estrategicamente essas temáticas municipais, de forma integrada, factível e participativa, muito além do “plano de governo” significa propiciar aos munícipes uma qualidade de vida mais adequada e de longo prazo.

Nas pesquisas acadêmicas e trabalhos práticos executados em municípios, constata-se essas afirmações. Mas infelizmente também identificamos a falta de cultura e preparo dos munícipes para usar os instrumentos de planejamento de seus municípios. Lamentavelmente, observa-se que temos mais o hábito de reclamar do que de participar de maneira efetiva e constante na condução do município, seja de forma individual ou coletiva, por meio da sociedade civil organizada. Parece que estamos sempre “mordendo a cauda”.

De um lado estão os políticos dizendo que o “povo” não participa, mas também não fazendo muita questão disso, pois não propiciam atividades para sua participação (além das audiências públicas obrigatórias). De outro lado, estão os cidadãos afirmando que não pode participar ou que não sabem como participar – eles desconhecem e não exercem os seus direitos básicos. Ambos os grupos vão se conformando e confortando, o que é lamentável para um país que se diz democrático e quer se destacar no mundo.

Como cidadão, peço que todos os demais brasileiros reflitam para que tenhamos “planos de governo” que possam ir além dos quatro anos de um governo e que também contemplem inúmeras e divergentes temáticas municipais para que se possa pensar estrategicamente, agir operacionalmente e gerir competentemente os diferentes municípios brasileiros. Desse modo, vamos efetivamente contribuir para o desenvolvimento do nosso país. Proponho elaborar um planejamento estratégico do município para mais de quatro anos. Se não for possível agora, pelo menos que o “plano de governo” dos candidatos tenha um caráter abrangente, coerente, factível operacional e estratégico para além de sua própria gestão.

Artigo de Denis Alcides Rezende, pós-doutor em administração municipal, consultor e professor da PUCPR e da Unifae www.denisalcidesrezende.com.br

Anúncios

A opinião do meu amigo Rudnei sobre os dois planos governos dos candidatos a prefeito em Ilhota

Plano de Governo, Eleições 2016, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツ

As pessoas não podem fazer promessas que não podem cumprir! Isso é fato. Mas para ficar a bonito aos eleitores e cumprir os requisitos da justiça eleitoral ao registrarem suas candidatura, instituem os planos de governos. Se isso não fosse obrigatória, talvez isso não existira.

Mas a construção de um plano inicia-se com inserção do partido junto as suas bases, na elaboração das concepções políticas-administrativas, envolvendo militância e sociedade.

Em tempos de eleição, o que não falta são planos de governo de candidatos a prefeitos. No entanto, um plano de governo focado nas intenções individuais ou de grupos de pessoas para quatro anos nem sempre contempla todas as necessidades de um município.

O atendimento das necessidades dos municípios, principalmente os que buscam melhorar a qualidade de vida dos seus munícipes, deve ser planejado estrategicamente, para mais de quatro anos. Inquestionavelmente, tal estudo deve levar em conta propostas coerentes, integradas e viabilizadas por meio de políticas públicas factíveis e participativas

Pensar estrategicamente essas temáticas municipais, de forma integrada, factível e participativa, muito além do “plano de governo” significa propiciar aos munícipes uma qualidade de vida mais adequada e de longo prazo. Mas nem sempre é assim. Pelo que eu sei, poucos eleitos, esquecem no primeiro do mandato o que prometeram em campanha.

Após uma enchida na linguiça neste post e tentar explicar um pouco sobre plano de governo, vamos ao objetivo, em compartilhar a opinião dos dois projetos em pautas nessas eleições. Vamos nessa:

Compartilho com #aminhaopinião em relação aos dois planos de governos dos nossos candidatos a prefeito desta eleição em #Ilhota. Gostaria de deixar claro que não possuo qualquer vínculo partidário, interesse em alguma situação que o resultado final do pleito de 2 de outubro possa trazer, nunca tive bandeira ou placa de quaisquer candidato ou partido, nunca ganhei gasolina nem outros presentinhos. Fui domingo passado acompanhar meu primeiro comício e retorno a Pedra de Amolar no próximo domingo para acompanhar mais um. Ao expor meu ponto de vista, não pretendo influenciar, magoar ou ofender ninguém, curto acima de tudo uma boa conversa, uma boa discussão, que resultam em bons resultados, mas para ela ser praticada precisamos de cidadãos livres de interesses, sem sede de vingança política, com a mente aberta para o bem coletivo e não somente de um grupo restrito. #aminhaopinião será baseada no que está escrito e nas fotos, como disse respeito as mais variadas opiniões e opções que iram surgir.

Os dois planos apresentam inúmeras novidades, mais a que mais chama a atenção #minha são os sorrisos dos candidatos, poxa a politica faz coisa.

O plano peemedevista é o que mais tempo está na praça, bonito e futurista. Dida e seus aliados capricharam. Destaco a página dedicada ao compromisso com a administração, gestão pública eficiente. É o único que menciona a iluminação na Ponte. Lamento não termos a palavra continuidade ou uma página ou parágrafo com algo referente a continuidade de algum projeto que é atualmente executado. Será possível implantar o pronto atendimento na unidade central? Será possível revitalizar todo o perímetro urbano? Inclusive com uma ciclovia? Substituir apostilas por tablets? Construção de escola e CEI no Centro? E o compromisso com a cultura, restaurar o prédio na antiga prefeitura será viável? A construção do estádio municipal… olha isso eu vô cobrar! Não acho uma boa a questão da compra do caminhão de lixo… para concluir #naminhaopiniao esse plano de governo e razoável, audacioso, por isso receio que no pontos mais futuristas, seja impraticáveis em 4 anos.

O plano de Keka e Cia saiu online faz uns 10 dias e no último sábado o impresso. Confesso que fiz críticas a esse atraso, a resposta a este atraso, foi que os candidatos em visitas as localidades ouviram os moradores e juntos montaram o plano. Parabéns pela iniciativa! Gostei da palavra ampliar. A ampliação e continuidade de projetos gera uma economia tremenda de dinheiro público. Destaco a continuidade da apostila positivo e do programa sábado saudável, mas tenho que citar que a reforma do campo municipal no centro, onde em um ato que até hoje não consigo entender, virá a gerar gastos desnecessários. A construção da pista de skate… poxa, eu já li isso antes! O plano é simples, objetivo e creio que mais executável.

Quem tiver alguma crítica, elogio ou sugestão aos envolvidos nesta corrida eleitoral, fica a vontade para comentar. Abraços!

Complementando o artigo do amigo Rudnei Batista Waltrick, postado no grupo Bolão da Eleição 2016, no Facebook, destaco alguns comentários e aqui descrevo.

Para Elaine Souza, professora e historiadora, autora de livros que aborda a história da cidade, disse que:

Adorei suas observações! Meu ceticismo com relação a esta eleição vai muito além ao de muito tempo! Rsrs Contudo acredito q pelo menos sonhar é necessário para esta terra! Neste aspecto acredito que o Dida pode até fazer a diferença mais que necessária diga-se de passagem esse nosso centro é horrível! A sorte é o comércio que investiu por conta própria nas lojas… Agora a ciclovia vai sair aonde? Sob p rio ou aérea, pois nem acostamento tem! Já os méritos do Keka uma coisa simples que fez toda a diferença em sua adm frente ao posto de saúde foi o agendamento de consultas! MEUS PARABÉNS! Me doía a alma ver os mais carentes é necessitados madrugando pra pegar uma ficha e ter q voltar pra ser atendido quando conseguiam ficha… Sem precisar de jeitinho, conhecidos, médico bonzinho! Prova de que o simples pode fazer a diferença, mais ousar também é imprescindível!

Fabio Costa, um importante líder dos Bombeiros Voluntários de Ilhota, comentou que:

Também acredito em uma opção de continuidade, seja o mais viável… pq muito se gasta, e 4 anos na administração publica passam muito rápido. Também deixo meu ponto de vista sobre tudo o que se tem colocado nos dois planos de governo. E acho q optar pelo mais simples, quando se fala em obras é o mais correto na situação atual a nível nacional. Espero sim independentemente do resultado, que nossos futuros governantes saibam realmente oq precisamos, e escolher a opção de ouvir o povo seja a mais vantajosa… sorte pra todos

Há 30 dias que antecedem as eleições, eu compartilhei em meu perfil no Facebook e no grupo doBolão da Eleição 2016, as propostas de governo dos candidatos ao poder executivo em #Ilhota, publicado recentemente no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para as #Eleições2016. Abaixo, os links das propostas:

>>> http://bit.ly/PropostaDeGovernoKeka “Keka e Beto

>>> http://bit.ly/PropostaDeGovernoDida “Dida Oliveira

Não há mais considerações a fazer!

Minha opinião, o plano dos peemedebê é uma mentira.

Vamos ver quem será o plano vencedor e cobrar a efetivação das promessas e tentar acompanhar de perto as políticas públicas do novo prefeito.

Quem autorizou incluir o Ilhota Rock Festival no plano de governo?

Plano de governo, coligaçãcao, compromisso com o futuro, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツ

A terça-feira foi meia quente na cidade de Ilhota, talvez o início da verdadeira campanha eleitoral, aquela que nós estamos acostumado a ter por aqui. Bate-boca e mimimis na internet foram a tônica desse 19º dia que antecedem a votação. O que deu pano pra manga, foi minha postagem ao qual compartilhe em meu perfil no Facebook.

Mas vamos ao assunto desse post!

Quando falo que o plano de governo do Dida, aquele do PMDB, candidato do 15, lider da coligação #CompromissoComOFuturo é uma mentira, de fato é sim um mentira bem mentirosa. Sabe por que? Porque foi um plano discutido e criado por algumas pessoas que não representando nenhum setor ou organismo sociais. Criaram um plano para dizer que tem e justificar a Justiça Eleitoral suas diretrizes de governo, ações que ficarão somente no papel, porque quem planeja a administração são os contadores.

Então eu me pergunto, quem autorizou a incluir o Ilhota Rock Festival nesse plano?

Certa vez conversei com o meu amigo Rafael Weiss, meu #champs do mundo alternativo, o que ele estava fazendo tanto aqui pela cidade e me disse que estava na campanha do Dida. Me disse que rolou umas 7r3745 comigo e o partido e que o pessoal do manda brasa estava discutindo o plano de governo deles e estava pra incluir o Ilhota Rock Festival no projeto. Pedi pra ele não envolver isso no programa, pois não foi discutido com o nosso coletivo, mas de forma ditatorial, eles resolveram de forma arbitrária em publicar sem nenhuma consulta.

O Ilhota Rock Festival não é de um partido nem pertence a prefeitura e ainda, utilizaram um verbo inapropriado para destacar o tópico. Não consegui engolir aquilo quando aquilo. O Ilhota Rock faz parte de um movimento onde sou apenas um braço.

Conversei com quase todos os membros do grupo e ninguém (até agora) foi consultado sobre incluir o IRF no plano da coligação.

Na campanha do Lucas, em 2012, nós fizemos parte de forma modesta da campanha e não incluímos na proposta dele do festival para que não alimentasse o ódio e a divisão do grupo que fazia parte do movimento, pois nem todos estavam com o PMDB, até por que o projeto não é político.

Ai eu te pergunto #champs, você que lê, quando foi que envolveram o nosso coletivo no debate de elaboração desse plano? Vocês não conversaram com a gente, não querem diálogo conosco, mas conversaram com algum de nós? O grupo foi consultado? Não! Forçam um apoio que não existe. Nos castigam em seus forunzinho e nos grupos fechados do WhatsApp, falam mal da gente, nos ridicularizam nas mídias sociais mas usam nossas ideias para se promover. Isso é muito lindo ❤ Parabéns! Estão promovendo um golpe bunitinho.

Eu conheço um pouco das entrelinhas da política aqui em #Ilhota. Não vou denegrir a imagem de ninguém, mas isso, o que o candidato Dida fez no seu plano incluir algo de que ele quer distância é muita injustiça, mas quero que saibam de uma coisa… quando criamos o Ilhota Rock Festival o vice prefeito era do Dida. Pergunta pra ele se nos apoiou naquela primeira edição lá em 2003, pergunta? Aproveita e questiona o todo poderoso do 15 do apoio que aquela administração deu para o festival, pergunta? Nem diálogo teve, nada, nenhum apoio. Engraçado que agora ele quer envolver o projeto, nossas ideias a sua imagem. Isso é injusto, nada democrático.

Aproveito pra lembrar meus leitores e seguidores que um dos articuladores da campanha do Dida hoje era o prefeito da época. Nós não ganhamos nada. Depois que não eram mais políticos, nem o Betinho, nem o Dida, como empresários, contribuíram com o festival.

Por isso digo que esse plano é uma mentira.

O único que apoiou o projeto foi o Ademar. Ele bancou a ideia e foi durante o período dele as melhores edições do festival.

Por falta de diálogo, o Daniel, durante a sua gestão, respeitou o grupo e não usufruiu de seu poder em realizar o festival por conta própria. Isso prova que todos devem ter um elo, um canal para que possamos envolver todos os organismos em prol do desenvolvimento social da cidade. Isso não é o que acontece com aqueles que querem o poder a todo custo. Reconhecemos o esforço de Miro Santos, como secretário na gestão do prefeito Daniel, que promoveu ensaiar uma aproximação, fez contato em tentar reativar o Ilhota Rock. Não deu!

Por fim… se a coligação for vitoriosa e o Dida ganhar como prefeito, a administração virá conversar com a gente sobre o festival? Terá diálogo com esses setores ou irão dará um golpe igual ao que o Michel Temer deu?

Vivemos num meio cercado de corruptos e gananciosos, envolta de uma grande mentira, numa grande farsa. Falo e comento por ai que o interesse dos candidatos é apenas ganhar, ganhar e ganhar. Só isso!Estão sedentos pelo poder. Não importa o que está escrito em seus planos de governo, nada daquilo será implementado. A única coisa que farão quando eleitos e empossados é vingar-se dos opositores. Todo mundo quer lucrar com a política e iludir seus simpatizantes, militantes e eleitores.

É assim há mais de 50 anos e sempre será.

O que o PMDB fez por vocês em 2012!

O governo do prefeito Ademar Felisky promoveu uma grande transformação em nossa cidade e realizou e está executando 57 obras, investimentos, planos e conquistas somente neste ultimo ano. Conheça as obras através a publicação digital do informativo neste link!

PMDB, o Partido do movimento

Informativo do PMDB de Ilhota

Nosso partido sempre foi o de maior preferência política nas eleições municipais. Somos o maior partido do Brasil. O nosso PMDB tem a maior agremiação em número de vereadores e prefeitos entre todas as legendas. O municipalismo é uma das principais bandeiras do PMDB e com nossa experiência adquirida em gestão pública, queremos apresentar o resultado das ações realizadas pelos nossos administradores.

O município de Ilhota cresceu e se projetou imensamente a partir da administração de Ademar e Tonho. Iremos mostrar neste informativo as principais realizações que o governo do PMDB fez por você neste ano de 2012. Inúmeras obras nas áreas humanas, social, cultural, educacional e de infraestrutura, além da criação de importantes planos e programas que ficarão pra sempre registradas em nossas memórias.

Em quase oito anos de mandato, muitas portas se abriram em Ilhota, muitas oportunidades foram construídas. A expectativa econômica e os avanços imobiliários fizeram uma Ilhota diferente de ser viver e uma referência nos municípios catarinenses do mesmo porte.

O PMDB continua cada vez mais forte e mais influente na política local e, nestas eleições, queremos seguir com o modelo que deu certo.

Diretório Municipal do PMDB Ilhota

Link

O governo do prefeito Ademar Felisky promoveu uma grande transformação em nossa cidade e realizou e está executando 57 obras, investimentos, planos e conquistas somente neste ultimo ano. Conheça as obras através a publicação digital do informativo neste link!

Conheça o plano de governo do candidato a prefeito do PMDB Ilhota Dr. Lucas

PMDB de Ilhota apresenta seu programa de governo

Plano de governo da PMDB Ilhota para eleições municipais de 2012 - Lucas e Vanildo, unidos com você por Ilhota!

O Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB de Ilhota, lançou no último sábado, dia primeiro de setembro, seu programa de governo para eleições municipais de 2012 em que tem seu candidato a prefeito Lucas Gonçalves e seu vice Vanildo Reichert. Três mil exemplares foram confeccionadas com intuitos de informar a sociedade as propostas políticas do Partido para nova fase da administração pública municipal, da continuidade do desenvolvimento promovido pelos gestores Ademar e Tonho.

Administração e finanças, defesa civil, cultura, esporte, comunicação, educação, agricultura, assistência social, mulher e política de gênero, criança e adolescente, idoso, turismo, obras, saúde e segurança pública foram os assuntos abordados no plano de governo que foi desenvolvido por técnicos e afirmam os compromissos que Lucas e Vanildo terão com o município nos próximos 4 anos.

Além da versão impressa, o partido também disponibilizou a versão virtual do informativo, um mecanismo dinâmico que agrega todos os segmentos da sociedade. Isso maraca uma nova fase da comunicação em nossa cidade e demonstra que os candidatos ao cargo majoritário do PMDB estão comprometidos com a evolução da internet, um novo conceito de fazer comunicação.

Confira através deste link o conteúdo completo digital do programa de governo do PMDB e espero que ele contribua para sua escolha.