Para Hinnig, Santa Catarina será referência internacional através do Invest in SC

Para Hinnig, Santa Catarina será referência internacional através do Invest in SC

O secretário de Desenvolvimento Regional da Grande Florianópolis, deputado Renato Hinnig, participou de duas importantes reuniões para Santa Catarina, nesta segunda-feira (6), em Brasília. Hinnig esteve na Secretaria das Relações Institucionais e na Embaixada do Reino Unido para tratar do projeto Invest in Santa Catarina, que visa tornar o estado uma referência mundial para investimentos internacionais.  “A efetivação do programa começa a tornar o estado mais competitivo e globalizado e, mesmo com projeção a médio e longo prazos, já apresenta os primeiros resultados concretos”, destacou Hinnig durante as audiências.

Na Embaixada do Reino Unido o objetivo do encontro foi apresentar o Invest In SC para  destacar que o Estado quer importar a experiência e a tecnologia da Bolsa de Londres. O primeiro passo para isso é  o registro de contratos bilíngues com fé pública, que será implantado nos próximos dias pela Junta Comercial catarinense, sendo a primeira experiência no Brasil.   Hinnig, o empresário Fabrizio Ferreira, da BR-PAR, e o gerente da Secretaria de Assuntos Internacionais, Rodrigo Prisco Paraíso foram recebidos pelo embaixador Alan Charlton e pelo gerente para agronegócios e relações governamentais,  Nick Graham.

Os ingleses ressaltaram que o Reino Unido é o 4º país investidor no Brasil e que estão dispostos a realizarem parceria na área de ciência e inovação. Disseram que vão fazer contato com a City UK para explorar possibilidades no setor financeiro e enviarão uma pessoa a Florianópolis para conhecer de perto a realidade local.

Na Secretaria das Relações Institucionais a comitiva foi recebida pelo Subchefe de Assuntos Federativos da Presidência da República, Olavo Noletto, e pelo  assessor especial para assuntos de SC, Maurício Weitidgent. Hinnig apresentou o programa Invest In como um excelente meio de captação de recursos estrangeiros. Solicitou o apoio institucional de Noletto para agilizar a interlocução com o Banco Central e Receita Federal para viabilizar as movimentações financeiras e destacou  que se isto for viabilizado SC se constituirá na porta de entrada do investimento estrangeiro do país.

Segundo Noletto, o Governo Federal tem interesse em apoiar o programa e incentivar seu desenvolvimento em Santa Catarina. No final do encontro os catarinenses estiveram com a Ministra Ideli Salvatti, para quem apresentaram o programa.

Invest in SC

Através do Invest in SC, o Estado já constituiu o Fundo Catarinense de Desenvolvimento (FCD), financiado e administrado pelo setor privado com a participação do poder público na tomada de decisões; Santa Catarina também deve receber, fruto de ações do programa,  a primeira gravadora e produtora americana da América Latina;  já foi consolidada a implantação da primeira fábrica de módulos fotovoltaicos da América Latina, com  investimentos de 36 milhões de euros; e iniciado o processo de funding privado de R$ 2 bilhões para um empreendimento imobiliário de alto luxo. “Estes são apenas os primeiros passos para que sejamos, em breve, a porta de entrada não só do Brasil, mas da América Latina, para o capital internacional”, destacou Hinnig.

Anúncios