O Pré-Sal na mão dos interesses estrangeiros

pre-sal, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツ

Nossa soberania foi nocauteada na noite de ontem (05/10) e levaram junto ao chão o futuro da Educação. O Petróleo do pré sal já não é mais nosso, pertence agora a Shell, Exxon e Chevron. Serra/Temer e o Congresso golpista entregaram o Pré-Sal de mão beijada aos interesses dos EUA.

José Serra Traidor da Pátria cumprir a promessa que fez ao embaixador americano antes da derrota pra Dilma em 2010: Entregar o petróleo. Sem dar um tiro, vão levar de mão beijada a maior jazida mundial. Todos os países que entregaram o petróleo aos estrangeiros amargam pobreza, desigualdade e subdesenvolvimento.

😦

Grito pelo Ártico

Grito pelo Ártico, Greenpeace, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2015, Newsletter, Feed

Já que a petrolífera Shell invadiu o lar dos ursos polares e continua com os seus planos que ameaçam destruir o Ártico, a ursa polar Aurora foi até a sede da empresa na madrugada de terça-feira.

Junte-se a nós

Pesando três toneladas e com a altura de um ônibus de dois andares, a ursa gigante exige que a petrolífera pare de explorar o Ártico e vá embora de lá imediatamente! Seis ativistas estão dentro do boneco para garantir que Aurora não seja expulsa do local antes do fim do mês.

Caso a Shell não dê ouvido aos protestos e a mais de 7 milhões de pessoas que lutam ao nosso lado para salvar o Ártico, o impacto de suas atividades pode ser desastroso para o planeta! O gelo da região vai derreter, não só ameaçando os ursos polares de extinção, mas também contribuindo para o aquecimento global.

Compartilhe essa mensagem com seus amigos, colegas e familiares, para que eles também se tornem protetores dessa rica e única região. Precisamos do seu apoio agora para continuarmos pressionando a Shell. Junte-se a nós!

😀

Lego, pare de brincar com nosso futuro

Lego, pare de brincar com nosso futuro, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2014, Newsletter, Feed

GreenpeaceA Shell, além de invadir o Ártico para explorar petróleo, agora quer poluir a mente de nossas crianças colocando seu logo em milhões de brinquedos da LEGO. Peça para a LEGO desmontar essa parceria com a Shell.

A Shell está usando a LEGO para limpar sua imagem e ganhar apoio do público enquanto plataformas se preparam para perfurar o gelo que derrete no extremo norte do planeta. Um vazamento de petróleo na região coloca em risco de extinção animais únicos como o urso polar, a baleia beluga e o narval.

Nós acreditamos que a LEGO não deseja fazer parte da destruição do Ártico, assim como mais de cinco milhões de pessoas de todo o mundo que apoiam a campanha em defesa do Ártico. É hora da LEGO usar sua criatividade e inovação para ajudar quem realmente quer construir um mundo melhor – e não a empresa que ameaça ele.

Lego, Greenpeace

Junte-se a nós

Se conseguirmos convencer a LEGO a romper sua parceria com a grande empresa de petróleo, isso representaria um grande baque na estratégia da Shell de utilizar de marcas bem aceitas pelo público para desviar atenção de suas operações controversas no Ártico. Quando mostrarmos a verdadeira face da Shell, será cada vez mais difícil para que ela ganhe o apoio necessário para seguir com suas práticas destrutivas.

Não fique parado. Junte-se a nós e ajude a salvar o Ártico da exploração de petróleo e da petroleira Shell.

Junte-se a nós

Mais uma ameaça ao Ártico

Mais uma ameaça ao Ártico, Greenpeace, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2014, Newsletter, Feed

GreenpeaceDesde Setembro de 2013 estamos trabalhando intensamente pela proteção do Ártico. Nosso trabalho na região começou em 2012, e após a prisão dos 30 ativistas do Greenpeace que protestavam na plataforma de petróleo na Rússia, o Ártico entrou no foco do mundo.

De lá para cá conseguimos muitas vitórias, como a liberdade dos nossos ativistas e do navio Arctic Sunrise, e o apoio de mais de 5 milhões de pessoas em todo mundo. Tudo isso foi conseguido com a ajuda de pessoas como você! Mas precisamos fazer muito mais, faça parte do nosso time.

Essa semana foi divulgada a parceria publicitária que a Shell fez com a Lego. O objetivo da gigante do petróleo é desviar a atenção para retornar suas atividades controversas no Ártico. Não podemos permitir que essa brincadeira com a região continue! Você também pode fazer a mudança acontecer.

Não podemos descansar, o Ártico ainda está em grande perigo. Outra gigante petroleira, a Gazprom, ainda está na região sem a consciência de que pode destruir uma das regiões mais ricas e belas do mundo. Isso não pode continuar. Venha, junte-se a nós e aos mais de 5 milhões de vozes pelo Ártico.

Junte-se a nós

Lego, fique longe da Shell!

Lego, fique longe da Shell, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2014, Newsletter, Feed

GreenpeaceA Lego, umas das empresas mais queridas pelas crianças e também pelos adultos que tiveram sua infância marcada pelos bloquinhos coloridos, fechou um contrato publicitário com a Shell. O objetivo da gigante do petróleo é desviar a atenção de suas atividades controversas no Ártico.

A notícia não é boa: com a Shell visando explorar petróleo no Ártico, sua parceria com a Lego coloca a empresa de brinquedos a favor da destruição dessa região, que é fundamental para o equilíbrio climático do planeta. Sem contar a influência que a Shell exercerá sobre nossas crianças, consumidoras diretas desses produtos.

Segundo Susan Linn, psicóloga da Escola de Medicina de Harvard, “As crianças criam laços durante a infância que seguem para o resto da vida. É preciso protegê-las dessas marcas por várias razões, incluindo a necessidade delas de explorar suas próprias ideias e desenvolver sua visão de mundo”.

Por isso protestamos hoje em Londres, na Inglaterra, para pedir o fim da parceria entre a Lego e a Shell. Proteste você também, assim poderemos expulsar de vez a Shell dos brinquedos de nossas crianças e do Ártico.

Esperamos que essa denúncia atinja uma escala global. Assine a petição para pedir à Lego que ela desmonte essa perigosa parceria com a gigante do petróleo.

Junte-se a nós

Quer ajudar ainda mais? Junte-se a nós e ajude a salvar o Ártico da exploração de petróleo e da petroleira Shell.

Junte-se a nós

Greenpeace manda recado para Obama

Greenpeace manda recado para Obama

Divulgue a campanha

Quando o presidente norte-americano, Barack Obama, foi reeleito em 2012 para mais quatro anos de mandato, ele prometeu que o melhor estaria por vir. Será? Bom, quem pode garantir que o futuro mundial será, de fato, melhor é o próprio Obama. E uma das principais atitudes que ele pode tomar é a de proibir qualquer exploração predatória e comercial no frágil ecossistema Ártico.

Esse foi o recado que ativistas do Greenpeace levaram, ou melhor, penduraram na Ponte Calatrava, em Jerusalém, em Israel. Um banner de aproximadamente 150m² com a mensagem “Obama, você pode impedir a perfuração no Ártico” foi desenrolada do alto da ponte.

Se o presidente norte-americano quer ser um líder mundial precisa começar a agir como um. Essa é a chance que ele tem de dar o primeiro passo para que o derretimento das geleiras do Ártico não seja uma oportunidade de lucros cada vez maiores com a exploração de petróleo.

A proteção de um dos mais importantes ecossistemas do mundo depende da nossa ajuda e é por isso, que sua contribuição é muito importante. Junte-se a nós e faça com com que a Shell e outras empresas petrolíferas fiquem bem longe do Polo Norte.

 

Obama, salve o Ártico!

Obama, salve o Ártico!Participe

A Shell resolveu assumir o que todos já sabiam: ela não está preparada para explorar petróleo no Ártico. Diante deste fato irrefutável – e depois de muitas trapalhadas e acidentes – a gigante anglo-holandesa decidiu abandonar seu projeto durante 2013. É uma boa notícia, mas ela pode se tornar ainda melhor se a Shell se retirar do Ártico para sempre.

Agora é o momento para o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, proteger um dos mais importantes ecossistemas do mundo e manter a exploração industrial bem longe do Polo Norte. É por isso que precisamos da sua ajuda para continuar nosso trabalho.

Envie um e-mail para Barack Obama dizendo que a Shell já teve sua chance e que se ele quer ser um verdadeiro líder, deve lidar de maneira decisiva com o aquecimento global. É hora de dar o primeiro passo para que o mundo se livre do “vício” dos combustíveis fósseis e invista em formas limpas de energia, como solar e eólica.

Participe da nossa campanha para proteger o Ártico. Faça agora uma doação para a apoiar a campanha pelo Ártico e salvar a vida dos animais polares.

 

Pior empresa do ano

Shell a pior empresa do ano

Lembra que eu avisei que os planos da Shell de exploração de petróleo no Ártico eram perigosos? Muita gente agora já está ciente. O público escolheu a petroleira como a vencedora do Public Eye Award 2013. Além de mais de dois milhões de pessoas que já se juntaram a nós na luta por um santuário na minha região, outras 41 mil votaram na Shell como a pior empresa do ano.

Todos os anos, quem teve a pior atuação socioambiental no ramo empresarial é escolhida para passar vergonha durante o Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, onde o prêmio é entregue. As inúmeras e fracassadas tentativas da Shell de explorar petróleo no Polo Norte renderam a ela apenas uma reputação com uma grande mancha de óleo.

Divulgue a campanha

O Ártico é um dos ecossistemas mais frágeis e inóspitos do planeta. Por suas condições delicadas, os riscos para a exploração de petróleo são tão elevados que seria quase impossível conter um vazamento na região. Agora que sabe disso, você também pode ajudar a defender meu lar desses terríveis vilões.

Quer fazer parte da turma do Greenpeace? Seja um colaborador e junte-se a nós nessa luta. Nosso trabalho pelo meio ambiente é independente, e por isso seu apoio é fundamental para que ele continue.

Empresa com pior atuação socioambiental

Empresa com pior atuação socioambiental

Eu não fiquei surpresa quando descobri que a Shell está entre as finalistas do Public Eye Awards. Nada mais justo do que a empresa que mais intimidou meu lar – e também dos ursos polares, das focas e de outras espécies – ser reconhecida publicamente como uma ameaça por tentar explorar petróleo no Ártico.

O Public Eye Awards anuncia todos os anos a empresa que teve a pior atuação socioambiental escolhida por voto popular. E a Shell faz parte das sete empresas indicadas para concorrer ao prêmio por suas inúmeras tentativas – e fracassos – de explorar petróleo no Polo Norte.

Divulgue a campanha

Os riscos para a exploração de óleo no Ártico, um dos ecossistemas mais inóspitos, são tão elevados que seria quase impossível conter um vazamentona região. Você pode ajudar a defender meu lar, assinando e compartilhando a petição que pede a criação de um santuário global no Ártico, protegendo-o da exploração de petróleo e de outras atividades industriais.

Você também pode se juntar ao Greenpeace tornando-se um colaboradorSeu apoio é fundamental para que possamos continuar trabalhando de forma independente pelo meio ambiente.

Plataforma da Shell encalha no Alasca

Plataforma da Shell encalha no Alasca

A época do Ano Novo é um momento para reflexões. As pessoas param para pensar sobre o que fizeram no ano que passou e sobre o que querem fazer nos próximos 12 meses. É um período de avaliação e de mudança de comportamento para todos…bom, aparentemente menos para a Shell.

A gigante petrolífera continua insistindo em investir na exploração de petróleo no frágil ecossistema do Ártico, ameaçando um dos mais importantes santuários do mundo. Como se não bastasse o incidente com o Noble Discoverer, plataforma que pegou fogo em novembro de 2012, e o fato de que a própria Shell assumiu não ter um plano de segurança eficaz em caso de vazamento de petróleo no polo norte, foi a vez da plataforma Kulluk encalhar na costa do Alasca.

A Kulluk estava sendo rebocada ao porto de Seattle quando foi atingida por más condições climáticas que quebraram a linha de reboque e fizeram com que a plataforma ficasse à deriva e atingisse a costa.

Esse é o momento para a Shell entender que explorar petróleo no Ártico é inviável. E você pode nos ajudar compartilhando a petição que pede a criação de um santuário internacional no polo norte que irá proteger a região. Um vazamento de óleo nesta região teria efeitos devastadores para o sensível ecossistema da região, que já sofre com os efeitos do aquecimento global e redução das calotas polares.

Divulgue a campanha

Você também pode se juntar ao Greenpeace tornando-se um colaborador. Seu apoio é fundamental para que possamos continuar trabalhando de forma independente pelo meio ambiente.

PS: Imagine a cada mês se encantar com uma paisagem diferente… No calendário Greenpeace 2013, você encontrará fotos incríveis da atuação da organização em todo o mundo. Fazendo uma doação única de R$40,00, você ganha o calendário.