Daft Punk continua sem mostrar a cara, mas aparece cada vez mais

Daft Punk, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2014

Ninguém sabe a cara do Daft Punk, mas cada vez mais eles estão em todos os lugares. Depois que “Get Lucky” virou indiscutivelmente uma das trilhas sonoras de 2013, a dupla é quem vai virar filme no ano que vem.

O BBC Worldwide Productions France, um dos escritórios globais da emissora britânica, está produzindo um documentário sobre o Daft Punk em parceria com o canal de televisão francês Canal+. Dirigido por Hervé Martin Delpierre e co-escrito por Marina Rozenman, o especial de uma hora deve ir ao ar no ano que vem e mostra a carreira do duo que nunca tira os capacetes de sua formação em 1993 ao mega sucesso do disco “Random Access Memories”, lançado ano passado.

Os DJs Thomas Bangalter e Guy-Manuel de Homem-Christo já venderam mais de milhões de álbuns ao redor do mundo – só do single “Get Lucky”, um dos mais vendidos de 2013, foram 9.3 milhões de cópias – e ganharam seis prêmios Grammy.

A BBC afirma que o documentário será o “primeiro filme independente sobre o grupo”. Enquanto ele não é lançado, dê uma olhada nesse vídeo promocional que fala sobre as vestimentas futuristas do duo:

Anúncios

Marca desenvolve garrafa de cerveja que toca música

Beck’s, uma marca alemã de cerveja, se uniu à empresa Gyro Constructivists e à agência de criação, Shine Limited, para a fabricação de uma “garrafa musical”. O produto se chama “Beck’s Edison Bottle” e se baseou na tecnologia desenvolvida por Thomas Edison, no século 19, que utilizava um fonógrafo cilíndrico.

A técnica foi praticamente a mesma da construção original do fonógrafo de Edison, criado em 1877, que mais tarde levou à criação do gramofone para tocar discos em vinil. A partir disso, uma garrafa de vidro da cerveja Beck’s, marca fundada em 1873, teve uma música gravada em sua superfície que pode ser reproduzida neste aparelho especialmente desenvolvido para ela.

O rótulo da Beck’s deu lugar à gravação da música “Here She Comes”, o novo ‘single’ da banda de Auckland, Nova Zelândia, Ghost Wave. A “Beck’s Edison Bottle” é a primeira garrafa de cerveja a tocar música do mundo. A marca não tem intenção de comercializar a garrafa, nem o player.

Veja o que muda no sistema de arrecadação de direitos autorais

Logo da Ecad

O Senado aprovou na noite de 03 de julho, o Projeto de Lei 129, depois da Comissão de Constituição e Justiça ter dado seu favorável ao texto. Artistas como Fafá de Belém, Caetano Veloso, Roberto Carlos, Emicida, Carlinhos Brown, Rogério Flausino (Jota Quest) e Erasmo Carlos foram a Brasília acompanhar a sessão. Agora o projeto será remetido à Câmara dos Deputados e, uma vez aprovado, precisará ser sancionado pela presidente Dilma Rousseff.

Mas nem todos concordam com as mudanças. Além, obviamente, do ECAD, as associações de música questionam a intervenção de um órgão do governo na arrecadação. Confira o comunicado da Abramus (Associação Brasileira de Música e Artes):

Estas alterações interferem diretamente na estrutura do sistema de Gestão Coletiva Brasileiro, um dos mais respeitados do mundo, e na liberdade dos autores sobre como devem ser administrados seus direitos autorais, já que o Estado passa a interferir diretamente nesta Gestão. O ECAD e as Associações não temem uma fiscalização, mas não concordam com a intervenção Pública em um direito que é privado

Entre os artistas presentes, Caetano Veloso, Roberto Carlos e Carlinhos Brown

Criado como resultado da CPI do ECAD, o PLS 129 propõe mudanças no perfil da gestão, defendendo a volta da fiscalização por parte do Estado através de um órgão que terá atuação semelhante ao CNDA, extinto em 1990 no governo de Fernando Collor. Segundo o texto aprovado, caberá ao Ministério da Cultura a função de fiscalizar o sistema de arrecadação.

O texto aprovado, do senador Humberto Costa (PT-PE), derivou do original elaborado pelo senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), que presidiu a CPI do ECAD. O objetivo do projeto é aumentar a eficiência, a modernização, regulamentação e fiscalização do direito autoral no Brasil. Ele vai ao encontro das propostas de reforma do direito autoral propostas pelo MinC (Ministério da Cultura) elaborado na gestão de Juca Ferreira.

Veja o que muda no sistema de arrecadação de direitos autorais de acordo com o PLS 129:

  • As associações que formam o Ecad terão que se habilitar junto ao Ministério da Cultura e comprovar condições para administrar os direitos.
  • A taxa de administração cobrada pelo Ecad não poderá ultrapassar 15% do valor arrecadado a título de pagamento de direitos.
  • O Ecad deverá ser regido por “regras democráticas de governança”, com direito a voto para todas as associações.
  • A entidade terá que criar cadastro uni cado de obras que evite o falseamento de dados e a duplicidade de títulos.
  • Emissoras de rádio e TV serão obrigadas a tornar pública a relação completa das obras que utilizarem.
  • O pagamento dos direitos autorais deverá espelhar a realidade da execução das músicas. Será extinta a distribuição com base em amostragem.
  • As associações serão dirigidas pelos detentores dos direitos autorais, com mandato  xo de três anos, podendo ser reeleitos uma única vez.
  • Os dirigentes do escritório central e das associações, bem como os usuários que descumpram as obrigações de informar a utilização das obras, serão punidos.

Fonte: Agência Senado

Stone Roses: Assista ao trailer do documentário “Made Of Stone”

Stone Roses - Trailer do documentário Made Of Stone

O Stone Roses divulgou o trailer de seu documentário intitulado “Made Of Stone”, que cobre o retorno da banda aos palcos em 2012. O filme está previsto para estrear no dia 30 de maio na Inglaterra. O documentário acompanha desde os primeiros momentos da reunião, após 16 anos de separação, até um show em Manchester, cidade de origem da banda. O filme foi feito por Shane Meadows, diretor de “This Is England”.

Com gravações que aconteceram desde outubro de 2011 a agosto do ano passado, o documentário tem filmagens não oficiais de shows em Barcelona, Amsterdam, Hamburgo, Japão, entre outros locais. “Fazendo este filme eu tive a oportunidade de fazer parte de algo realmente marcante. As duas décadas de espera para a ressurreição da minha banda favorita de todos os tempos”, disse Meadows.

O documentário ainda não tem previsão de estreia no Brasil.

Projeto Hendrix 70 – Tributo a Hendrix com Andreas Kisser

Estreou o projeto Hendrix 70 que levou grandes nomes da música nacional ao palco do Sesc Vila Mariana

Estreou o projeto Hendrix 70 na última sexta-feira (1º), que levou grandes nomes da música nacional ao palco do Sesc Vila Mariana para uma série de três apresentações em tributo a um dos maiores guitarristas de todos os tempos, Jimi Hendrix.

A lenda da guitarra, que partiu aos 27 anos, mas deixou um dos mais importantes legados da história da música – especialmente do rock -, estaria com 70 anos hoje. Para a celebração de sua vida e obra, Andreas Kisser, Edgard Scandurra, Lanny Gordin, Martin, Pitty e Hélio Flanders se uniram no comando da festa.

Os músicos Du Moreira (baixo) e Loco Sosa (bateria) assinaram a direção musical do evento e assumiram o desafiador papel de ‘cozinha’ desta banda, cumprindo a função com louvor. Afinal, nas canções mais marcantes da carreira do homem da guitarra, estavam os gigantes Noel Redding e Mitch Mitchell, até hoje ídolos do baixo e da bateria, respectivamente.

Du e Loco, acompanhados do guitarrista Estevan Sinkovitz formaram a base do espetáculo e abriram com um número instrumental antes de apresentarem as primeiras atrações: Hélio Flanders (vocalista do Vanguart) e o guitarrista Edgard Scandurra, que com sua stratocaster canhota executou os clássicos “Hey Joe” e “Fire” com muita categoria. Hélio não poupou suas emoções e interpretou todas as canções com o ‘feeling’ de um fã emocionado.

Após a interpretação meio Dylan, meio Hendrix de “All Along The Watchtower”, na qual Flanders tocou violão, gaita e cantou, Scandurra mandou “Highway Chile”, com direito aos efeitos especiais da guitarra em frente ao amplificador – como o mestre fazia infernalmente – seguidos de “Foxy Lady”. Destaque para os ótimos timbres de guitarra.

Em um momento mais introspectivo, Edgard chamou o lendário guitarrista Lanny Gordin para um instrumental em “Burning of the Midnight Lamp” repletos de arpejos e solos – só os dois. Na sequência, eles interpretaram um dos maiores hinos do “Deus”, “rei”, “pai” (como preferir) das seis cordas: “Purple Haze”.

Martin Mendonça empunhou sua SG e enfrentou o microfone num arriscado “The Wind Cries Mary”, na configuração power trio, antes de chamar sua “melhor amiga, Priscilla Leone”, a Pitty, que cantou “If 6 Was 9” e se achou mesmo na ótima interpretação de “Crosstown Traffic”.

Por fim, Andreas Kisser, o músico mais esperado e ovacionado da noite, mandou a ‘power valsa’ “Manic Depression” e absolutamente matou a pau ao cantar e tocar “Who Knows” e “Stone Free”.

Para o bis, todos os artistas se juntaram na interpretação de “Little Wing”, cantada por Flanders, e com solos de todos os guitarristas, visivelmente emocionados. Uma belíssima homenagem a James Marshall Hendrix, influência obrigatória na formação de qualquer músico. O show Hendrix 70 aconteceu também nos dias 02 e 03, com ingressos esgotados.

Velhas Virgens: Carnavelhas III – Bebadoriso

Velhas Virgens: Carnavelhas III - Bebadoriso

Já é uma tradição. Chega o carnaval e a banda Velhas Virgens coloca no mercado um álbum que mistura marchinhas com rock n’ roll. Para não deixar dúvida quanto à proposta, o disco começa com uma bateria de escola de samba seguida de um pesado riff de Andreas Kisser – um dos convidados do álbum. É a faixa “Pro Samba Continuar”.

Em comum, os dois estilos – o rock e o samba – talvez tenham mais do que imagina o ouvinte desavisado. Diversão sempre foi um ponto importante para ambos. E o Velhas Virgens sabe bem disso, afinal a diversão e o Rock n’ roll estão na sua raíz. E o samba passou a fazer parte de sua história desde o primeiro Carnavelhas.

No terceiro volume dessa saga, as safadezas e referências à cachaça – “O mundo gira e a cachaça vai”, diz a letra de “Proíbe que eu gosto” – são embaladas num ritmo dançante, festivo e cheio de guitarras que ainda traz referências a personagens e quadros humorísticos brasileiros. Está aí a explicação para o subtítulo “Bebadoriso” – que aliás é uma homenagem a Paulinho da Viola que tem um “Bebadosamba”.

É difícil destacar uma ou outra canção pois todas são engraçadas, espirituosas e animadíssimas. Há até espaço para uma mensagem de ‘conscientização’ em “Marcha do Bullying” – ainda que ela acabe avacalhando o professor Raimundo, personagem de Chico Anysio – que aliás recebe mais de uma ‘homenagem’ no disco.

Se é para citar algumas faixa, escolho “Samba do Mussum e Seu Madruga”, na qual o protagonista morreu e encontra todos os humoristas no inferno, além da multilíngue, “Carmemiranda”, que termina como se fosse um punk rock. Vale mencionar que nela se emenda um discurso de Jorge Loredo, o Zé Bonitinho, que introduz a faixa “Como Zé Bonitinho”, com participação do guitarrista Luiz Carlini (Tutti-Frutti).

O álbum conta com produção e mixagem de Paulo Anhaia (que já trabalhou com Oficina G3, Charlie Brown Jr. e Luiza Possi). “Carnavelhas III – Bebadoriso” não é um disco para ‘ficar ouvindo’. Seus 42 minutos são feitos para festejar, junto a amigos e umas cervejas.

Carnavelhas III – Bebadoriso

  1. Pro samba não se acabar
  2. Proíbe que eu gosto
  3. Marcha da catifunda
  4. Carmemiranda
  5. Como Zé Bonitinho
  6. Samba do Mussum e do Seu Madruga
  7. Didi Mocó
  8. Síndrome da velha surda
  9. Ofélia, eu?
  10. Marcha do bullying
  11. No banco da praça
  12. Eta Criola Difíci
  13. Balança mais não cai
  14. Hino da eterna bebedeira

Documentário sobre o Luthier Márcio Zaganin disponível na web

Documentário sobre o Luthier Márcio Zaganin

O luthier Márcio Zaganin ganhou um documentário que pode ser visto na integra no canal da Tagima no YouTube. “Márcio Zaganin, o Luthier mais importante do Brasil” conta a história do principal responsável pelo desenvolvimento e fabricação dos instrumentos da Tagima.

Com depoimentos de Pepeu Gomes, Roberto frejat, André Christovam e vários outros músicos, o documentário de 38 minutos começa com a defifinão de ‘luthier’: “profissional especializado na construção e no reparo de instrumentos de corda com caixa de ressonância, mas não daqueles dotados de teclado”.

“Márcio Zaganin, o Luthier mais importante do Brasil” foi dirigido por Egler Cordeiro e tem fotografia de Cordeiro e Marcelo Rossi.

Guitarra Passo a Passo: Um confiável e condensado método de ensino

Guitarra passo a passo

Na era da internet, onde toda e qualquer informação musical se encontra ao toque de um botão, nada como um bom livro – de capa dura e acabamento em verniz, com um excelente conteúdo, atualizado e moderno – para trocar o muitas vezes fragmentado, não criterioso e excessivo conteúdo da rede por um linear, confiável e condensado método de ensino de guitarra para iniciantes.

E se o hábito do tal do “vídeo ilustrativo” das comunidades virtuais já está sedimentado na cultura atual, você não encontrará problemas ao se utilizar do DVD ROM que acompanha “Como Tocar Guitarra Passo a Passo – o Guia Completo para Dominar a Guitarra”, livro de Jason Sidwell e Jamie Dickson (Alta Books Editora, RJ, 2012).

Fica sim um pouco difícil ser original neste tipo de obra, já que os conceitos básicos são recorrentes a qualquer bibliografia que se proponha a ensinar o neófito na guitarra (há uma breve semelhança com livros mais antigos e consagrados como “The Guitar Handbook” de Ralph Denyer ou mesmo “The New Complete Guitarrist” de Richard Chapman). Porém, destaque se faz em primeiro lugar à modernidade do livro, que se encontra extremamente “up to date” ao citar não somente os guitarristas referenciais dos 60, 70 e 80 como também os da atualidade.

Moderno também na abordagem didática, fugindo de lições extremamente básicas como “Parabéns a você”, apresentando ao invés disto pequenas peças e exercícios musicados de palhetadas, bicordes e acordes, riffs, técnicas de ligadura, tapping, bends, alavanca e muito mais em versões para rock, blues e pop.

Segundo destaque: o apelo visual extremamente atrativo, apresentando centenas de fotos de guitarras e guitarristas, ilustrando capítulos essenciais ao iniciante como a anatomia do instrumento, tipos de guitarras, amplificadores e efeitos, dicas de como comprar uma guitarra, regulagens, customização e manutenção.

Figuras ilustram também as posições das mãos em cada parte dos exercícios apresentados por todas as suas 352 páginas, utilizando um interessante código de barras coloridas para identificar os passos ilustrados nas fotografias.

As escalas básicas – pentatônicas e diatônicas maiores e menores – são abordadas, assim como as suas aplicações básicas e técnicas particulares de execução. Um capítulo muito interessante apresenta as “marcas registradas de” blues, rock, metal, country, r’n’b, funk, reggae, pop, jazz, jazz rock, enumerando guitarristas essenciais ao estilo assim como seus discos, técnicas mais utilizadas e até equipamentos característicos.

Dicas de como formar uma banda, merchandising e técnicas de gravação também são abordadas. Um vasto dicionário de acordes básicos e um glossário de notação musical finaliza este que é sem dúvida um excelente material para o iniciante.

Cabe a observação de que, obviamente, pela quantidade de assuntos abordados, todos eles são tratados mais superficialmente, portanto não espere um “tratado sobre acordes” ou um manual de técnica na guitarra. Porém, as informações são dadas de uma forma bastante visual, clara e mais do que suficiente em sua complexidade e explanação para o nível de estudo proposto.

Sendo assim, não acredito que o livro seja totalmente eficaz para a maioria dos autodidatas, salvo por alguns capítulos. Porém, com o suporte de um bom professor, este pode ser um material significativo para o desenvolvimento inicial na arte da execução da guitarra.

O preço sugerido pela editora é de R$ 89,91.

Retrospectiva 2012: Linha do tempo com fatos marcantes do ano

Fundo rock and roll

O ano que acaba de terminar foi um ano rock n’ roll: 2012 começou sob a sombra do calendário Maia, que anunciava o fim do mundo. E com Michel Teló chegando ao topo das paradas na Europa logo em janeiro, nada mais justo pensar que os Maias estavam certos…

Nos últimos doze meses, recebemos muitas nostícias ruins – algumas péssimas – mas também muita coisa boa aconteceu. E o ano do fim do mundo levou muita gente, como você pode constatar na linha do tempo abaixo.

Esta lista de fatos, em ordem cronológica, é um apanhado geral dos acontecimentos da música em 2012. Excluimos datas de lançamento de álbuns e videoclipes pois a lista ficaria extensa demais. Se você lembrar de algo importante que ficou faltando, deixe um comentário.

Janeiro

  • 02/01/2012: Falece Larry Reinhardt, guitarrista que integrou as bandas Captain Beyond e Iron Butterfly.
  • 03/01/2012: Morre Bob Weston, ex-guitarrista do Fleetwood Mac.
  • 08/01/2012: Morre o pianista Alexis Weissenberg aos 82 anos.
  • 16/01/2012: Morre lenda do funk, Jimmy Castor, aos 64 anos.
  • 20/01/2012: Morre, aos 73 anos, a diva Etta James.
  • 20/01/2012: Morre Mark Reale, guitarrista e fundador do Riot.
  • Youssou N’Dour candidata-se à presidência do Senegal. Em abril, foi feito ministro do turismo e da cultura do país.
  • Estúdio Abbey Road, usado pelos Beatles, abre para visitação.
  • Thin Lizzy: são encontradas 700 canções gravadas por Phil Lynott.
  • Tony Iommi: guitarrista do Black Sabbath está com câncer.
  • The Doors divulga faixa inétida após 40 anos.
  • Anthony Kiedis faz cirurgia no pé e cancela shows.
  • Sinéad O’Connor tenta suicídio e pede ajuda pelo Twitter.
  • Pe Lanza, vocalista do Restart, leva pedrada na cabeça durante show.
  • Fã invade casa de Kate Bush para pedi-la em casamento.
  • Rita Lee anuncia aposentadoria de shows.
  • Rita Lee é detida por ter desacatado policiais em Sergipe

Fevereirio

  • 08/02/2012: Morre o cantor Wando aos 66 anos.
  • 08/02/2012: Morre Luis Alberto Spinetta, lenda do rock argentino.
  • 11/02/2012: Falece, aos 48 anos, a cantora Whitney Houston.
  • 17/02/2012: Baixista do MC5 falece aos 68 anos.
  • 24/02/2012: Morre o cantor e compositor Pery Ribeiro, aos 74 anos.
  • 29/02/2012: Morre Davy Jones, vocalista do Monkees, aos 66 anos.
  • Bill Ward pula fora da reunião do Black Sabbath.
  • Álbum de Adele supera “Bad” de Michael Jackson em vendas no Reino Unido.
  • Oscar 2012: Carlinhos Brown não leva prêmio.

Março

  • 01/03/2012: Morre o cantor italiano Lucio Dalla, aos 68 anos.
  • 03/03/2012: Guitarrista Ronnie Montrose morre aos 64 anos.
  • 06/03/2012: Morre Robert Sherman, compositor de “Mary Poppins”.
  • 08/03/2012: Morre músico de jazz, Joe Byrd, aos 78 anos.
  • 12/03/2012: Baterista Michael Hossack (Doobie Brothers) falece aos 65 anos.
  • 27/03/2012: Morre a cantora Ademilde Fonseca aos 91 anos.
  • Partitura desconhecida de Mozart é descoberta na Áustria.
  • Rock In Rio anuncia edição na Argentina em 2013.
  • Adele ultrapassa Pink Floyd em lista de discos mais vendidos.
  • Corpo de Tim Maia é exumado para exame de DNA.
  • Snoop Dogg anuncia que seu disco será de reggae.

Abril

  • 05/04/2012: Morre a lenda dos amplificadores, Jim Marshall, aos 88 anos.
  • 07 e 08/04/2012: Primeira edição do festival Lollapalooza no Brasil.
  • 19/04/2012: Greg Ham, do Men At Work, é encontrado morto.
  • 19/04/2012: Morre o baterista Levon Helm, aos 71 anos.
  • Madonna bate recorde de Elvis Presley em vendas.
  • Novo álbum de Madonna bate recorde de queda nas vendas.
  • Bob Dylan veta imprensa em seus shows no Brasil.
  • Axl Rose recusa indicação ao Hall da Fama do Rock, é vaiado na cerimônia e publica carta aberta.
  • Snoop Dogg lança livro com páginas “fumáveis”.
  • Keith Moon, baterista morto em 1978, é convidado para cerimônia das Olimpíadas.
  • Tupac “ressuscita” através de holograma no festival Coachella.
  • Tom Petty recupera cinco guitarras desaparecidas

Maio

  • 02/05/2012: Morre cantor sertanejo Tinoco, aos 91 anos.
  • 04/05/2012: Morre Adam “MCA” Yauch, do Beastie Boys, aos 47 anos.
  • 13/05/2012: Morre Donald “Duck” Dunn, baixista do Booker T. & The M.G.’s.
  • 16/05/2012: Morre Chuck Brown, padrinho do estilo go-go, aos 75 anos.
  • 17/05/2012: Morre a cantora Donna Summer aos 63 anos.
  • 18/05/2012: Morre Peter Jones, baterista do Crowded House, aos 45 anos.
  • 20/05/2012: Morre Robin Gibb, do the Bee Gees.
  • 29/05/2012: Morre Doc Watson, ícone do folk, aos 89 anos.
  • 31/05/2012: Músico Nelson Jacobina morre aos 58 anos.
  • Bruce Dickinson (Iron Maiden) abre empresa de reparo de aviões.
  • Blink 182 cancela shows depois de cirurgia de emergência do baterista.
  • Emicida é detido por desacato à autoridade, após show em Belo Horizonte.
  • Depois da MPB, presidente Dilma fixa Dia Nacional do Reggae.
  • Lady Gaga é proibida de se apresentar na Indonésia.
  • Velvet Revolver: Scott Weiland anuncia volta, mas Slash nega.
  • Cancelado show gratuito de Justin Bieber no RJ.
  • Axl Rose cai no palco em show na Inglaterra.
  • Rolling Stones agradecem aos 10 milhões de fãs do Facebook em vídeo.
  • Angra: Edu Falaschi anuncia saída da banda.
  • Elton John cancela série de shows após ser hospitalizado.
  • Bobby Womack está livre de câncer no cólon.
  • Bomba é achada no quintal de David Gilmour.
  • Shirley Manson (Garbage) expulsa fã de show por ter agredido garota.
  • Show gratuito de Justin Bieber acaba com 49 feridos na Noruega.
  • Paul McCartney e esposa sofrem acidente de helicóptero. A notícia só foi divulgada em novembro.

Junho

  • 07/06/2012: Morre Bob Welch, ex-integrante do Fleetwood Mac.
  • Justin Bieber bate a cabeça em parede de vidro.
  • Morrissey cogita aposentadoria.
  • Katy Perry tem biografia contada em quadrinhos.
  • Rebeldes recebe ouro e platina por vendas de trabalho ao vivo.
  • Queda de palco faz vítimas em show do Radiohead.
  • Viper começa turnê de reunião em Santo André, na Grande São Paulo.
  • Geoff Tate sai do Queensrÿche.
  • Swedish House Mafia anuncia separação.
  • 50 Cent é hospitalizado após acidente de carro.
  • Godsmack cancela turnê na Europa por doença do vocalista.
  • Jessie J é processada por plágio em “Domino”.
  • Vocalista do Lamb Of God é preso por homicídio.
  • Flaming Lips bate recorde com oito shows em 24 horas.
  • Eddie Van Halen: “Era eu mesmo em De Volta para o Futuro”.
  • Lauryn Hill confessa sonegação de impostos à justiça.

Julho

  • 07/07/2012: Morre José Roberto Bertrami, tecladista do Azymuth, aos 66 anos.
  • 16/07/2012: Morre Jon Lord, tecladista do Deep Purple, aos 71 anos.
  • 16/07/2012: Compositor Ed Lincoln morre aos 80 anos.
  • 16/07/2012: Rainha do Country, Kitty Wells, morre aos 92 anos.
  • 16/07/2012: Morre aos 74 anos Bobby Babbitt, baixista do Funk Brothers.
  • 18/07/2012: Compositora e cantora Vera Brasil morre aos 80 anos.
  • 21/07/2012: Morre Marcos Roberto, cantor da Jovem Guarda, aos 71 anos
  • 27/07/2012: Morre o cantor Tony Martin aos 98 anos.
  • 31/07/2012: Morre Tony Sly, vocalista do No Use For A Name, aos 41 anos
  • Zakk Wylde batiza filho de Sabbath Page
  • Paul Di’Anno anuncia turnê de despedida.
  • Dois integrantes deixam o Clap Your Hands Say Yeah.
  • Marisa Monte cancela shows por recomendação médica.
  • Chumbawamba anuncia fim das atividades.
  • Slipknot: Corey Taylor passa mal e desmaia durante show.
  • Vocalista do Garbage recebe ameaças pelo Twitter.
  • Nove pessoas são esfaqueadas em show do Swedish House Mafia.
  • Ministry: Vocalista desmaia durante show em Paris.

Agosto

  • 06/08/2012: Morre o cantor e guitarrista Celso Blues Boy, aos 56 anos.
  • 08/08/2012: Morre o músico Magro Waghabi do MPB4, aos 68 anos.
  • 15/08/2012: Morre flautista Altamiro Carrilho, aos 87 anos.
  • 15/08/2012: Morre o músico Scott McKenzie aos 73 anos.
  • 22/08/2012: Cantor de reggae Matthew McAnuff é morto na Jamaica.
  • Rapper will.i.am lança nova música em Marte, pelo jipe-robô Curiosity.
  • Marcelo D2 anuncia show de reunião do Planet Hemp.
  • Bruce Springsteen quebra próprio recorde com show de quatro horas.
  • Lily Allen muda nome artístico para Lily Rose Cooper.
  • DJ Tiësto é o mais bem pago do mundo.
  • Beth Carvalho é internada para fazer cirurgia na coluna.
  • The Monkees anuncia primeira turnê sem Davy Jones.
  • Em testamento, Adam Yauch proíbe uso de músicas do Beastie Boys em propaganda.
  • Gusttavo Lima quebra guitarra e atinge fã de 10 anos.
  • Vocalista do Killing Joke que estava desaparecido é achado no deserto do Saara.
  • Banda Pussy Riot é declarada culpada por vandalismo.
  • Nasa usa músicas dos Beatles e Anthrax para despertar robô em Marte.
  • Mark Chapman, assassino de John Lennon, tenta liberdade condicional pela sétima vez.
  • Rapper LL Cool J reage a assalto em casa e prende ladrão.
  • Andreas Kisser é homenageado no Cavern Club, em Liverpool.
  • Ringo Starr e Phil Collins são listados como os bateristas mais ricos do mundo.
  • Pesquisa diz que 71% dos seguidores de Lady Gaga no Twitter são falsos.
  • Duran Duran cancela shows por doença do tecladista.
  • Eddie Van Halen passa por cirurgia de emergência e banda cancela turnê.
  • Dr. Dre é o artista mais bem pago da indústria musical.

Setembro

  • 01/09/2012: Morre Hal David, compositor de “Raindrops Keep Fallin’ On My Head”.
  • 02/09/2012: Morre Mark Abrahamian, guitarrista do Starship.
  • 05/09/2012: Morre Joe South, compositor de “Hush” e “Games People Play”.
  • 13/09/2012: Morre Dorothy McGuire, do trio The McGuire Sisters, aos 84 anos.
  • 25/09/2012: Morre o cantor Andy Williams, aos 84 anos.
  • Green Day: Billie Joe Armstrong é hospitalizado e banda cancela show na Itália
  • One Direction ganha na justiça o direito de usar o nome.
  • Gravações da primeira banda de Ringo Starr são encontradas.
  • Slipknot: Médico é acusado de homicídio culposo pela morte de Paul Gray.
  • Rapper Professor Green passa por cirurgia para retirar nódulo na cabeça.
  • Charlie Brown Jr.: Chorão acusa Champignon de ter voltado à banda por dinheiro.
  • Milton Nascimento e Toquinho serão homenageados no Grammy Latino.
  • Mötley Crüe: Vince Neil fratura o pé durante apresentação da banda.
  • James Taylor processa gravadora Warner em US$ 2 milhões.
  • Brian Wilson passa por nova cirurgia na região lombar.
  • Restart: Glastonbury pede para fãs pararem de sugerir a banda para o festival.
  • Fiona Apple é presa por porte de drogas nos EUA.
  • Universal Music compra a concorrente EMI.
  • Green Day: Vocalista Billie Joe se interna em clínica de reabilitação.
  • One Direction é acusado de plagiar música do The Clash.
  • Sonic Youth recupera guitarras roubadas há 13 anos.

Outubro

  • 02/10/2012: Guitarrista Big Jim Sullivan morre aos 71 anos.
  • 24/10/2012: Compositor de “Oh Pretty Woman”, Bill Dees, morre aos 73 anos.
  • 28/10/2012: Morre Terry Callier, cantor e compositor de soul e jazz, aos 67 anos.
  • George Michael cancela turnê na Austrália por crise de ansiedade.
  • Foo Fighters anuncia férias por tempo indeterminado.
  • “Love Me Do”: Primeiro ‘single’ dos Beatles completa 50 anos.
  • Lady Gaga recebe prêmio LennonOno da paz.
  • Justiça russa liberta integrante do Pussy Riot.
  • Vocalista do The Vines é preso por agressão.
  • Hacker invade Twitter do Garbage e se passa por Shirley Manson.
  • Flavor Flav, do Public Enemy, é preso por violência doméstica.
  • Neil Young pergunta no Twitter: “Quem é Bono?”.
  • James Blunt nega que irá se aposentar.
  • Fãs organizam ‘flash mob’ para Lady Gaga em São Paulo.
  • Rod Stewart revela ter usado cocaína pelo ânus.
  • Rapper Lil Wayne sofre convulsão durante voo.

Novembro

  • 01/11/2012: Morre Mitch Lucker, vocalista do Suicide Silence, aos 28 anos.
  • 22/11/2012: Morre, aos 22 anos, o pianista Austin Peralta.
  • 27/11/2012: Morre Mickey Baker, guitarrista de jazz e blues, aos 87 anos.
  • Acusado de racismo, No Doubt se desculpa e retira videoclipe da internet.
  • Fã invade palco e derruba Robert Plant na Argentina.
  • Fã morre e outros 19 ficam feridos em show do Linkin Park.
  • INXS anuncia aposentadoria após 35 anos de carreira.
  • 10,000 Maniacs se reúne e anuncia álbum de inéditas.
  • Björk comemora sucesso da cirurgia nas cordas vocais.
  • Latino tem conta no Youtube encerrada por violação de direitos autorais.
  • Filme sobre Marcelo Yuka estreia nos cinemas.
  • Guitarra queimada por Jimi Hendrix é leiloada por 380 mil dólares.

Dezembro

  • 05/12/2012: Morre o ícone do jazz, Dave Brubeck, aos 91 anos.
  • 06/12/2012: Morre o baterista Ed Cassidy aos 89 anos.
  • 09/12/2012: Cantora Jenni Rivera morre em acidente de avião no México.
  • 11/12/2012: Morre o músico indiano Ravi Shankar, aos 92 anos.
  • 21/12/2012: Iron Butterfly: morre o baixista Lee Dorman.
  • 22/12/2012: Mike Scaccia, guitarrista do Ministry morre aos 47 anos.
  • 24/12/2012: Morre Ray Collins, vocalista do Mothers of Invention.
  • 26/12/2012: Falece a cantora Fontella Bass, aos 72 anos.
  • Filho de Marvin Gaye desaprova filme com Lenny Kravitz no papel do músico.
  • Randy Blythe, do Lamb Of God, é formalmente indiciado por homicídio.
  • Vince Neil tenta agredir fã durante show.
  • Joe Perry diz que novo álbum do Aerosmith pode ter sido o último.
  • Norah Jones cancela shows no Brasil após morte do pai, Ravi Shankar.
  • Adele lidera lista de álbuns mais vendidos no iTunes em 2012.
  • Vocalista do Lostprophets é acusado de pedofilia.
  • Spice Girls desmentem boatos de reunião sem Victoria.
  • “Die Young”: Música de Ke$ha é banida das rádios após massacre em escola nos EUA.
  • “Gangnam Style” alcança 1 bilhão de visualizações no YouTube.
  • Adele registra o próprio nome para evitar mau uso.

Retrospectiva 2012: Declarações polêmicas, ressentidas, tolas ou equivocadas

Declarações polêmicas, ressentidas, tolas ou equivocadas

Os artistas falam e a imprensa reproduz. Às vezes o assunto é polêmico. Outras vezes, tenta ser. Patrick Carney, do duo Black Keys, por exemplo, pegou pesado. Logo no início de janeiro de 2012 uma entrevista sua anunciava: “O rock está morrendo por causa do Nickelback”. A banda “agradeceu” a crítica. O resultado da declaração: no mesmo mês o Nickelback anunciou uma turnê depois de dois anos de hiato.

Um boca mole em 2012 foi Sammy Hagar: afirmou que esperava muito mais da reunião do Van Halen. Pura inveja, disse a maioria. E teve uma igreja evangélica norte-americana que armou um protesto em frente a um show do Radiohead, em Kansas City, EUA: “são uns macacos malditos com músicas medíocres”. Até o presidente norte-americano andou se metendo na música: Barack Obama disse preferir Jay-Z a Kanye West: “É um idiota, mas talentoso”.

E tem declaração que vira barraco. Durante um show em Apucarana, no Paraná, em setembro, o vocalista do Charlie Brown Jr., Chorão, fez um discurso acusando o baixista de ter voltado à formação apenas por dinheiro. O baixista deixou o palco sob vaias da plateia e gritos de “arregou”. Vídeos feito por fãs foram direto para o YouTube. Depois, o vocalista pediu desculpas públicas, em vídeo oficial da banda.

Tommy Lee, do Mötley Crüe, disse que “odeia” tirar fotos e que “não deve nada aos fãs”. Billy Corgan, líder do Smashing Pumpkins, declarou as bandas Soundgarden e Pavement só voltaram aos palcos para “ganhar dinheiro”. Neil Young perguntou no Twitter: “Quem é Bono?”. Paul McCartney disse que Yoko Ono não acabou com os Beatles – vá dizer isso para os fãs xiitas.

Reunião nunca mais: “The Smiths nunca vão se reunir”, disse o porta-voz de Morrissey. E o Oasis não voltaria nem se “todas as crianças famintas do mundo dependessem disso”, segundo Noel Gallagher.

Mas o momento mais #fail em termos de declarações/comunicados veio do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres, que convidou Keith Moon, baterista do The Who, para a festa de cerimônia dos jogos. Só que o baterista morreu em 1978.