Fontes de recursos do Terceiro Setor

O Terceiro Setor é uma terminologia sociológica que dá significado a todas as iniciativas privadas de utilidade pública com origem na sociedade civil. A palavra é uma tradução de Third Sector, um vocábulo muito utilizado nos Estados Unidos para definir as diversas organizações sem vínculos diretos com o Primeiro Setor (Público, o Estado) e o Segundo Setor (Privado, o Mercado). De um modo mais simplificado o Terceiro Setor é o conjunto de entidades da sociedade civil com fins públicos e não-lucrativas.

O primeiro setor é o governo, que é responsável pelas questões sociais. O segundo setor é o privado, responsável pelas questões individuais. Com a falência do Estado, o setor privado começou a ajudar nas questões sociais, através das inúmeras instituições que compõem o chamado terceiro setor que tem como objetivo gerar serviços de caráter público.

Olhos e voz solidários

Projetos de Audioteca Sal & Luz, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2014

Projetos de audiotecas contam com voluntários.

Já imaginou que sua visão e sua voz podem ser um dom? Que poderia modificar o mundo de uma pessoa usando apenas sua capacidade de leitura oral? Diversos projetos de audiotecas contam com voluntários para ler e gravar audiolivros para pessoas com deficiência visual.

Conheça iniciativas como a Audioteca Sal & Luz, no RJ, a audioteca da Universidade de Brasília e o projeto Purpurinar, onde você pode fazer download de programas de gravação de voz e começar a gravar livros à distância: http://goo.gl/vpmQyA.

“Tudo o que amamos profundamente converte-se em parte de nós mesmos.” Helen Keller

Seminário Social Good Brasil 2013 – seja um divulgador voluntário

Seminário Social Good Brasil 2013 - seja um divulgador voluntário

O Social Good Brasil tem vagas abertas para voluntários online para a divulgação do Seminário Social Good Brasil 2013, dia 24/9, com transmissão ao vivo pela internet.Se você quer ser um voluntário online divulgador, inscreva-se aqui: http://goo.gl/tnRzhRPortal Voluntários Online – VOL

Brasil busca voluntários para os grandes eventos globais

Brasil Voluntariado

Muita gente gostaria de ajudar o próximo, mas não sabe como começar. Atuar como voluntário de um grande evento é uma ótima forma de turbinar o currículo profissional e aprender sobre voluntariado. Agora, definitivamente é a hora, pois o Brasil sediará a Copa das Confederações, a Copa do Mundo de Futebol e as Olimpíadas.

O Governo Federal lançou ontem, dia 22 de janeiro, a Rede Brasil Voluntário. Trata-se do programa de voluntariado que irá atender a demanda da Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013 e da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. A seleção de voluntários para a Copa das Confederações, a ser realizada no Brasil ainda em 2013, foi iniciada no do lançamento da rede e terminara no dia 16 de fevereiro.

O programa conta com portal com banco de dados e rede social própria que permitirá aos candidatos trocarem informações entre si, com a organização dos eventos e com os responsáveis pela Rede Brasil Solidário.

Copa das Confederações e Copa do Mundo

No caso dos dois eventos específicos de futebol, a atuação dos voluntários será integrada com o programa de voluntariado da FIFA – cuja seleção para o programa de voluntário foi encerrada em setembro de 2012. A rede de voluntários irá atender aeroportos, áreas de fluxo, pontos turísticos, festas públicas e dar suporte ao público-alvo como torcedores, imprensa não credenciada, turistas e população em geral.

A Copa das Confederações irá selecionar 7 mil voluntários da Rede Brasil Voluntário para sua realização, atuando nas seis cidades-sede. Cerca de mais 4.500 voluntários de Brasília e do Rio de Janeiro irão atuar nas cerimônias de abertura e encerramento em 2013, em conjunto com os voluntários selecionados pela FIFA.

O segundo processo seletivo, que ocorrerá logo após a Copa das Confederações, irá selecionar ainda mais voluntários para atuar nas doze cidades-sede da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014.

Inscreva-se

Basta preencher e enviar o formulário de inscrição disponível no Portal Brasil Voluntário até as 23h59 horas do dia 16 de fevereiro de 2013. Para aumentar suas chances, insira corretamente todos os seus dados pessoais e preste atenção no preenchimento das informações sobre sua trajetória profissional, sua disponibilidade para atuar nos eventos e principais interesses.

Especificamente para a Copa das Confederações da FIFA, é necessário ter no mínimo 18 anos de idade (não há limite para participar), residir no Brasil e ter disponibilidade de horário. Saiba TUDO sobre os programas de voluntariado da Copa das Confederações 2013 e da Copa do Mundo 2014 no Portal Brasil Voluntário.

Baixe a cartilha do Brasil Voluntário

Cartilha do voluntário - Brasil Voluntário

Clique na imagem e baixe o arquivo

O Brasil Voluntário é um programa de voluntariado coordenado pelo Governo Federal, criado para atender à Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013 e à Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Integrado ao voluntariado da FIFA, tem por objetivo auxiliar a população, os torcedores, os turistas e a imprensa não credenciada em aeroportos, áreas de fluxo, pontos turísticos, festas públicas e Fan Fests.

Durante a Copa das Confederações da FIFA 2013, serão 7 mil voluntários brasileiros atuando nas seis cidades-sede. Além disso, aproximadamente outras 4.500 pessoas participarão das cerimônias de abertura e de encerramento, em Brasília e no Rio de Janeiro, respectivamente, em conjunto com os voluntários selecionados pela FIFA.

Já na Copa do Mundo da FIFA 2014, serão ao menos 50 mil pessoas atuando nas 12 cidades-sede. Nessa segunda fase, participarão também sul-americanos, cidadãos de países da comunidade de língua portuguesa e pessoas de outras nacionalidades.

Brasileiros ficam entre vencedores do “Prêmio Voluntariado On-line 2012”

Prêmio Voluntariado On-line 2012

Legenda

O prêmio é uma homenagem aos voluntários on-line por suas contribuições para a paz e o desenvolvimento sustentável.

Programa de Voluntários das Nações Unidas (VNU) anunciou esta semana os 10 vencedores do “Prêmio Voluntariado On-line 2012” e lançou uma campanha de votação global para a escolha do vencedor favorito do público.

A votação estará aberta até o dia 4 de dezembro, véspera do Dia Internacional de Voluntariado (IVD). O VNU convida os cidadãos em todo o mundo a se inspirar nas histórias dos voluntários vencedores e a participar da votação mundial em www.onlinevolunteering.org/en/org/stories/index.htmlUm grupo de mais de 20 voluntários brasileiros, representados aqui na premiação por 13 deles, concorre entre estes campeões (mais informações abaixo).

A equipe que obtiver a maioria dos votos será anunciada como a favorita do público no dia 5 de dezembro e poderá participar de um vídeo sobre o impacto das contribuições dos voluntários nas atividades da organização. O júri de especialistas em cooperação em matéria de desenvolvimento e voluntariado escolheu os vencedores com base nos compromissos e contribuições, nos resultados da colaboração e no impacto sobre as atividades nas organizações que eles assistiram. Além de representantes da Unidade de Campo e da sede do VNU, o júri incluiu:

  • O Sr. Carsten Johnson, Gerente de Programa, Cisco Networking Academy, Cisco Systems;
  • A Sra. Dimity Fifer, CEO, do Australian Volunteers International (AVI);
  • A Sra. Emele Duituturaga, Diretora Executiva, Associação de Organizações Não-Governamentais das Ilhas do Pacífico (PIANGO);
  • O Sr. John Ericson, Chefe da Unidade de Extensão, Instituto de Gestão de Recursos Humanos, Secretariado das Nações Unidas;
  • O Sr. Ramón Gabriel Ansoain Aisa, Chefe, Recrutamento para Organizações Internacionais, Departamento de Cooperação Multilateral, Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID).

As histórias dos voluntários vencedores foram publicadas no site www.onlinevolunteering.org/en/org/stories/index.htmlonde qualquer pessoa pode votar nos seus vencedores favoritos, incluindo o grupo de voluntários on-line brasileiros. Eles participaram de uma iniciativa de mobilização requisitada pelo PNUD Brasil para a Rio+20:

André DemetrioCamila PessoaCarmen Lucia MidagliaEric BragionFernanda Luísa Pereira,Gustavo Mattos TrindadeIsadora BarisonMarcella Rossi MottaMarcelle Antunes AlvesNina CarvalhoRafael Martins DiasRaphaella PinheiroRuth Ferreira Valverde: o PNUD Brasil envolveu 22 voluntários on-line para mobilizar e sensibilizar seus contatos e redes sociais a respeito dos Diálogos para o Desenvolvimento Sustentável, também conhecida como Diálogos Rio+20. Essa iniciativa do governo brasileiro, apoiada pelo PNUD, criou um canal direto de participação da sociedade civil global na Rio+20 através de uma plataforma desenvolvida especialmente para a Conferência. Graças a isto, as pessoas puderam expressar suas opiniões e princípios através desta plataforma, debater e votar sobre questões prioritárias para o desenvolvimento sustentável. O resultado destes Diálogos foram levados ao encontro de cúpula e lidos durante a reunião plenária.

Brad Roberson: Compartilhando seus vinte anos de experiência em gestão de desenvolvimento de software de projeto e melhoria de processos de negócios, Brad Roberson (EUA) ajudou os PCs4Kids, organização voluntária, para alavancar o apoio de voluntários on-line para suas atividades. A ONG holandesa recolhe computadores usados no Azerbaijão a fim de doá-los para orfanatos, centros de refugiados e pré-escolas no país, que são remodelados e equipados com software educacional livre.

Bushra Ferdous Khan: Com o apoio do estudante de MBA Bushra Ferdous Khan, de Bangladesh, a ONG Associação para Humanistas Globais e Ética (AGHE), Paquistão, desenvolveu uma proposta de projeto que foi premiada com 8,5 milhões em rúpias paquistanesas pelo Projeto Vozes Cidadãs da USAID, por ser um modelo inovador para o reforço da participação cívica e melhora da prestação pública de contas.

Den QuinsayAnnabel LimLola ZhangLucia Hlopkova: Uma equipe de 27 escritores voluntários on-line, editores, tradutores, editores de web e designers criou uma publicação multimídia de 800 páginas destacando 40 jovens líderes da paz e suas contribuições para a causa da paz. A edição especial da revista Líder da Juventude da organização alemã Positive Nett-Works e.V. pretende trazer as experiências deles para salas de aula e comunidades em todo o mundo e incentivar os jovens em ações para a paz.

Dawn BrozekLucija Zigrovic: Para melhorar ainda mais a assistência às vítimas de tráfico de seres humanos, a ONG sérvia Ação ASTRA Antitráfico encarregou dois voluntários on-line para pesquisar e resumir as melhores práticas no tratamento terapêutico desse grupo-alvo. Os voluntários compilaram guias práticos contendo recomendações de tratamentos adequados.

Dominique TorresLina KlemkaiteMayra Juárez Denis: Três voluntários on-line juntaram forças com a Fundação Juventude para a Tecnologia (YTF), com base nos EUA, para ajudar a lançar um centro comunitário de tecnologia e aprendizagem em Soacha, um bairro marginalizado em Bogotá, Colômbia. Mais de 1.500 crianças deslocadas e suas famílias vão se beneficiar do treinamento oferecido no centro, que é chamado de Aldeia Digital de Soacha.

Kirthi Jayakumar: Liderando as iniciativas de mídia da DeltaWomen, uma ONG que trabalha para capacitar mulheres no Estado do Delta, na Nigéria, e no mundo, o voluntário on-line indiano Kirthi Jayakumar contribuiu para aumentar a conscientização sobre a causa da ONG nigeriana e para criar um impacto tangível para os seus beneficiários.

Kirthi JayakumarNatacha BorriPavithra RajanPetroc WiltonRita SherylSowmyan Jegatheesan: Usando a escrita e o conhecimento em negócios, uma equipe internacional de 29 voluntários on-line colaborou com a Associação de Empresários Africanos (AAE) para produzir um compêndio de 400 páginas de informações relevantes para o empreendedorismo na África, disponível para download gratuito no site da ONG, baseada em Gana.

Pat Redmond: O voluntário on-line Pat Redmond, desenvolvedor web freelance australiano, ajudou o ACNUR Regional, em Nairobi, a desenvolver um Portal Regional de Abrigo. O portal na internet serve como um balcão de informações técnicas sobre projetos de abrigos no leste da África, no Chifre da África e na região dos Grandes Lagos, intensificando o desenvolvimento de soluções contextualmente sensíveis para as necessidades das pessoas deslocadas.

Sandrine Legros : A voluntária on-line Sandrine Legros, advogada francesa, especializada em Administração Internacional, foi encarregada pela Fundação Joseph The Worker, baseada em Benin, de desenvolver recomendações para os padrões mínimos a serem seguidos na administração da justiça juvenil, a fim de proteger os direitos das crianças que estão em conflito com a lei.

Todos os anos, o VNU conecta mais de 11 mil voluntários on-line a organizações de desenvolvimento em todo o mundo através do serviço de voluntariado pela web (www.onlinevolunteering.org). Felicitando os vencedores, a Coordenadora-Executiva do VNU, Flavia Pansieri, enfatizou que “o prêmio reconhece as contribuições que esses voluntários on-line estão dando para a paz e o desenvolvimento sustentável, trabalhando através da Internet”.

No Dia Internacional do Voluntário (IVD), dia 5 de dezembro de 2012, a família da ONU celebra o compromisso com as ações que contribuem para a construção de um mundo melhor. O foco principal do IVD 2012 é a conscientização e o reconhecimento de voluntários e organizações de voluntários. O objetivo é reconhecer esse engajamento para informar as pessoas sobre o impacto do voluntariado na paz e no desenvolvimento sustentável e aplaudir os voluntários pela dedicação e impacto.

O programa de Voluntários das Nações Unidas (VNU) é a organização da ONU que promove o voluntariado para apoiar a paz e o desenvolvimento mundial. O voluntariado pode transformar o ritmo e a natureza do desenvolvimento e beneficia tanto a sociedade em geral, quanto o voluntário como indivíduo. O VNU contribui para a paz e o desenvolvimento, defendendo o voluntariado em nível mundial e incentivando parceiros a integrar o voluntariado em programas de desenvolvimento e mobilizando voluntários.

Festival de Ideias 2012

Festival de IdeiasIdentificar experiências inovadoras e incentivar novas iniciativas brasileiras que usam o poder das tecnologias para mudanças sociais é uma dos objetivos do Programa Social Good Brasil. Para tornar isso realidade, o SGB se uniu ao Festival de Ideias (FdI), plataforma que reune ideias inovadoras e estimula a cocriação para torná-las reais.

O Festival de Ideias é uma rede de colaboração e troca de informações entre empreendedores, investidores e o público em geral. Ele tem como objetivo de fomentar soluções criativas frente aos problemas atuais e promover a inovação e o empreendedorismo. O FdI 2011 foi um sucesso e para 2012 ele traz novos temas – entre eles, o Social Good Brasil.

Convidamos a todos que têm uma grande ideia sobre como o uso das tecnologias podem ajudar na mudança social para participar do FdI! Os eventos de seleção do tema Social Good Brasil serão em Florianópolis –  um deles durante o Seminário Social Good Brasil, em novembro!

Como funciona?

Para participar, é preciso ter uma boa ideia sobre como a tecnologia pode ser utilizada para a mudança social e inscrevê-la no site do Festival de Ideias  entre os dia 17 de setembro e 26 de outubro. As ideias selecionadas para participar do Festival de Ideias Social Good Brasil serão divulgadas no dia 31 de outubro.

Vamos oferecer dois encontros de cocriação em Florianópolis. No dia 10 de outubro das 18h as 21h e nos dias 6, 7 e 8 de novembro, durante o Seminário Social Good Brasil. Logo em seguida, no dia 8 de novembro, serão divulgadas as ideias que receberão o investimento-semente (seedmoney).

Calendário

O Festival de Ideias Social Good Brasil será pautado pelas seguintes datas para 2012:

  • 17 de setembro – Lançamento do presente regulamento e abertura das inscrições.
  • 10 de outubro – Reunião de cocriação presencial em Florianópolis. Local a confirmar.
  • 26 de outubro – Finalização das inscrições.
  • 31 de outubro – Divulgação pública (site e blog oficial) das ideias selecionadas para participar da segunda etapa do Festival de Ideias 2012, na categoria Social Good Brasil.
  • 06, 07 e 08 de novembro – Realização do Festival de Ideias Social Good Brasil, no CIC-Centro Integrado de Cultura, em Florianópolis.
  • 08 de novembro – Divulgação das ideias que receberão o estímulo em dinheiro

Investimento-semente (seedmoney)

O Festival de Ideias 2012 optou por não ter premiação com valores fixados previamente. Para isso, a organização concederá um investimento com um valor que torne possível a realização dos projetos. Esse valor dependerá de cada ideia e suas necessidades para a realização. O FdI também já avisa em seu site que boas ideias que possam ser realizadas com pouco investimento ganharão destaque, já que o objetivo é poder selecionar o maior número de ideias.

E aí? Já tem alguma ideia para inscrever? Não deixe de participar!

Informações pelo site: www.socialgoodbrasil.org.br/festival-de-ideias.

Congresso Mundial da Juventude busca voluntários líderes

Congresso Mundial de Juventude

Essa é a última chance para ser voluntário em um evento global no mês de junho. O 6º Congresso Mundial de Juventude Rio 2012 seleciona voluntários nas áreas de produção cultural, jornalismo e liderança. Se você tem um currículo interessante, domina o idioma inglês e mora no Rio de Janeiro, envie seu currículo para endereço: parcerias@unijuv.org.br até a próxima quarta, dia 16.

O evento, que será realizado de 4 a 13 de junho na cidade do Rio de Janeiro, recruta jovens com dominío da língua inglesa e diversas características que dependem da área escolhida. Além das habilidades especificas, características genéricas como boa comunicação verbal e escrita e capacidade de aprender, sistematizar, lidar com conflitos e com metas são desejaveis em todos os perfis. Experiência em grandes eventos não é obrigatória, mas trata-se de um diferencial.

A Peace and Child, a Universidade da Juventude e a Raízes da Tradição esperam que os voluntários possam contribuir na preparação, realização e avaliação do Congresso Virtual Mundial de Juventude. Confira as responsabilidades específicas de cada perfil de voluntário:

Jornalista

  • Revisar e sistematizar as notícias do Congresso e do Portal Infojovem;
  • Elaborar notícias de forma adequada para o público jovem brasileiro e mundial;
  • Elaborar release sobre o Congresso;
  • Administrar as redes sociais do Congresso;
  • Monitorar as contribuições dos usuários do Congresso.

Produtor cultural

  • Acompanhar o desenvolvimento de parcerias com artistas, grupos e líderes comunitários;
  • Sistematizar dados referentes a grade de workshop e grade de programação cultural;
  • Dar suporte à realização do congresso, em particular a shows culturais, grade de workshop e visitas a comunidade;
  • Dar suporte aos participantes do congresso;
  • Assessorar a organização em demandas de produção cultural;

Voluntário líder

  • Atuar como liderança, se relacionar, apoiar e assegurar a comunicação com os participantes do Congresso Mundial de juventude;
  • Colaborar com a coordenação dos participantes;
  • Dar suporte as questões referentes a logística, infra-estrutura, produção, recursos humanos e realização do congresso.

Congresso Mundial de Juventude

O World Youth Congress (nome internacional do evento) nasceu – em 1997 – diante das necessidades apontadas pela Cúpula da Terra, a RIO+5. Nessa ocasião, foi verificada que a Ajuda ao Desenvolvimento caiu cerca de 17% desde 1992, retrocesso que frustrou as previsões de aumento propostas pela Cúpula da Terra.

Assim, o 1º Congresso Mundial da Juventude foi concebido como sendo uma espécie de Cúpula da Terra dos Jovens. Realizado no Havaí, em 1999, o evento converteu-se num processo muito mais abrangente de identificação de prioridades para o novo milênio e, por conta disso, acabou denominado de Congresso dos Jovens do Milênio. Milhares de jovens de todo o mundo identificaram 10 prioridades-chave para o novo milênio.

Com informações do 6º Congresso Mundial de Juventude

Prorrogadas as inscrições de voluntários do Congresso Mundial de Juventude

Congresso Mundial de Juventude

Quem tem um currículo interessante e quer colaborar com um evento internacional deve se apressar. As inscrições para os voluntários do 6º Congresso Mundial de Juventude Rio 2012 vão somente até o dia 11 de maio. Os interessados devem enviar currículos para endereço: parcerias@unijuv.org.br.

O evento, que será realizado de 4 a 13 de junho na cidade do Rio de Janeiro, busca voluntários líderes e especialistas nas seguintes áreas de: jornalismo, produção cultural, design, tecnologia da informação e administração.

Os perfis dos voluntários variam muito de área para área. No entanto, dominío da língua inglesa é imprescindível para todas as oportunidades. Além das habilidades especificas de cada área, características genéricas como boa comunicação verbal e escrita e capacidade de aprender, sistematizar, lidar com conflitos e com metas são desejaveis em todos os perfis. Experiência em grandes eventos não é obrigatória, mas trata-se de um diferencial.

A Peace and Child, a Universidade da Juventude e a Raízes da Tradição esperam que os voluntários possam contribuir na preparação, realização e avaliação do Congresso Virtual Mundial de Juventude. Confira as responsabilidades específicas de cada perfil de voluntário:

Administrador

  • Sistematizar e contribuir com a administração da logística, equipamentos e recursos humanos;
  • Dar suporte à comunicação com os delegados do Congresso;
  • Dar suporte à realização do congresso;
  • Assessorar a organização em demandas de administração.

Desenvolvedor (TI)

  • Criar, adaptar e/ou corrigir sistemas escritos em PHP/Moodle e Html;
  • Conhecimentos sólidos em banco de dados Mysql;
  • Dar suporte à realização do congresso;
  • Assessorar a organização em demandas de TI.

Designer

  • Criar design de documentos do Congresso em Illustrator ou Indesign;
  • Dar suporte à realização do congresso virtual;
  • Assessorar a organização em demandas de design.

Jornalista

  • Revisar e sistematizar as notícias do Congresso e do Portal Infojovem;
  • Elaborar notícias de forma adequada para o público jovem brasileiro e mundial;
  • Elaborar release sobre o Congresso;
  • Administrar as redes sociais do Congresso;
  • Monitorar as contribuições dos usuários do Congresso.

Produtor cultural

  • Acompanhar o desenvolvimento de parcerias com artistas, grupos e líderes comunitários;
  • Sistematizar dados referentes a grade de workshop e grade de programação cultural;
  • Dar suporte à realização do congresso, em particular a shows culturais, grade de workshop e visitas a comunidade;
  • Dar suporte aos participantes do congresso;
  • Assessorar a organização em demandas de produção cultural.

Voluntário líder

  • Atuar como liderança, se relacionar, apoiar e assegurar a comunicação com os participantes do Congresso Mundial de juventude;
  • Colaborar com a coordenação dos participantes;
  • Dar suporte as questões referentes a logística, infra-estrutura, produção, recursos humanos e realização do congresso;
  • Ao todo serão recrutados 31 voluntários, sendo que 20 voluntários líderes, 6 jornalistas, 5 produtores culturais, 1 designer, 2 desenvolvedores e 2 administradores.

Congresso Mundial de Juventude

O World Youth Congress (nome internacional do evento) nasceu – em 1997 – diante das necessidades apontadas pela Cúpula da Terra, a RIO+5. Nessa ocasião, foi verificada que a Ajuda ao Desenvolvimento caiu cerca de 17% desde 1992, retrocesso que frustrou as previsões de aumento propostas pela Cúpula da Terra.

Assim, o 1º Congresso Mundial da Juventude foi concebido como sendo uma espécie de Cúpula da Terra dos Jovens. Realizado no Havaí, em 1999, o evento converteu-se num processo muito mais abrangente de identificação de prioridades para o novo milênio e, por conta disso, acabou denominado de Congresso dos Jovens do Milênio. Milhares de jovens de todo o mundo identificaram 10 prioridades-chave para o novo milênio.

Informações do 6º Congresso Mundial de Juventude

O Planeta é Voluntário. E você?

Campanha dá início, no Brasil, às comemorações pelo 10º aniversário do Ano Internacional dos Voluntários instituído pelas Nações Unidas.

O Programa de Voluntários das Nações Unidas (VNU) e a Rede Brasil Voluntário (RBV) lançam nesta terça-feira (23/08), no Rio de Janeiro, a campanha “O Planeta é Voluntário. E Você?”. A ação é composta por filme para TV, spot de rádio, peças visuais e site oficial destinados a promover o tema do voluntariado no Brasil, exatamente no ano em que se comemora o 10º aniversário do Ano Internacional dos Voluntários instituído pelas Assembleia Geral das Nações Unidas.

O intuito da campanha é provocar a reflexão e sensibilizar as pessoas, motivando-as para que se tornem voluntárias, dedicando seu tempo, trabalho e talento a causas de interesse coletivo, de maneira espontânea e não-remunerada, contribuindo assim para a transformação social. O conceito das peças criadas procura fazer uma analogia entre o que o Planeta Terra oferece ao ser humano e o nosso senso de cidadania e solidariedade. A campanha tem alcance global, com tradução para o inglês e espanhol e estará também disponível nos canais virtuais da RBV, do programa VNU, do PNUD e das demais instituições parceiras.

A cerimônia de lançamento acontecerá às 10h30, no auditório do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio), com a presença da Coordenadora Nacional do Programa de Voluntários da ONU, Anika Gaertner, dos Centros de Voluntariado que coordenam a Rede Brasil Voluntário e dos representantes das instituições patrocinadoras.

A campanha “O Planeta é Voluntário. E Você?” conta com a parceria do PNUD e patrocínio de Itaú Social, Instituto Unibanco, Bradesco, Instituto C&A e Kraft Foods. O conceito e artes da campanha foram desenvolvidos voluntariamente pelo publicitário Percival Caropreso, Ogilvy, Agência 2 e ½ e Grupo de Ação pelo Desenvolvimento.

AIV + 10

A Assembleia Geral da ONU proclamou 2001 como o Ano Internacional dos Voluntários em reconhecimento à valiosa contribuição e potencial adicional do voluntariado para o desenvolvimento econômico e social. O voluntariado também é reconhecido pelas Nações Unidas devido ao importante papel que desempenha para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). Neste contexto, o AIV + 10 é uma oportunidade para celebrar e também avaliar os progressos realizados no âmbito do trabalho voluntário desenvolvido e incentivado pela ONU, segundo seus quatro pilares:

  • Reconhecimento: Reconhecer o valor do voluntariado para a sociedade em todo o mundo e a conexão entre o voluntariado e os ODM;
  • Facilitação: Garantir que o número máximo de pessoas da mais variada gama de recursos tenha acesso a oportunidades de voluntariado;
  • Networking: Promover o intercâmbio de experiências e reforço das parcerias entre diferentes entidades para a promoção e implementação de projetos de voluntariado;
  • Promoção: A promoção do voluntariado inclusivo, que represente os diversos grupos da sociedade.

Ações previstas

Dentre as ações previstas para comemorar o décimo aniversário do Ano Internacional dos Voluntários estão a elaboração de uma pesquisa nacional sobre o voluntariado no Brasil, a realização, em São Paulo, de uma conferência internacional sobre o tema e o lançamento mundial do relatório global da ONU sobre o voluntariado. Mais informações sobre as atividades podem ser obtidas no site World Volunteer Web.